quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Doce de ameixa com limão e baunilha



Ingredientes:
2 kg de ameixas pretas
1,800 kg de açúcar amarelo
1 vagem de baunilha
Sumo de 2 limões e respectiva casca
150 ml de água

1. Pelar e descaroçar as ameixas.

2. Colocar as ameixas descaroçadas num recipiente com 1,500 kg de açúcar e o sumo dos limões para macerarem, pelo menos durante duas horas.

3. Entretanto fazer uma calda com o restante açúcar, a água, a vagem de baunilha aberta e as cascas de limão. Levar a lume brando durante 10 minutos.

4. Deitar sobre esta calda o macerado das ameixas, mas com cuidado pois pode salpicar. Mexer muito bem.

5. Deixar apurar até obter o ponto estrada.

6. Assim que tenha atingido este ponto retire do lume. Antes de colocar em boiões, retirar do doce a vagem de baunilha e as cascas de limão.


Eu adoro fazer doces de fruta. Talvez seja das boas recordações de infância, em que me lembro de momentos muito agradáveis que passei com a minha mãe quando esta fazia doce de melão com pêra ou maçã, doce de abóbora ou doce de tomate. Normalmente, não fugia muito destas frutas.

Esta receita é do Chefe Jorge Luís e do livro O Tesouro das Sobremesas editado pela D. Quixote. O doce de ameixas é sempre um pouco mais ácido comparado com o doce de abóbora ou outro. Como já vem sendo hábito tive alguma dificuldade com o ponto de açúcar. Mas ficou óptimo. Cá em casa tem feito sucesso e tem sido comido como se vê na foto, com pão e queijo. Um pecado para qualquer controlo de calorias!

13 comentários:

  1. Adoro ameixas. Deve ficar ótimo.

    ResponderEliminar
  2. ameixas são realmente especias...adorei a receita! beijos

    ResponderEliminar
  3. Parece fabuloso, esse doce! :-)

    ResponderEliminar
  4. Adoro doces com qualquer fruta, também estou na fase dos doces,então já está copiada para experimentar um dia destes.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. O doce de ameixa tem um aspecto delicioso.
    Está semana fiz doce de ameixa vermelha, amarela, de pêra e de abobora na minha querida e fantástica BIMBY.
    Em 40 minutos fica pronto e delicioso.
    Já viste alguma demonstração da Bimby?
    Eu comprei uma há 2 meses e estou encantada.
    Optimiza imenso o nosso tempo, lava-se muito menos loiça e fica tudo delicioso.
    Vale mesmo a pena o dinheiro que se gasta para ter uma BIMBY.
    Carla Martins
    Torres Vedras

    ResponderEliminar
  6. Olá, costumo fazer doce de ameixa todos os anos com ameixas da minha horta, misturo duas variedades.Fica muito bom e dura até à época seguinte.Mas em lugar da baunilha ponho canela e as ameixas ficam com o caroço.Dá-lhe um gostinho especial.
    De Coruche,Bjs!

    ResponderEliminar
  7. Eu também adorei. Sempre faço doces assim com frutas.

    ResponderEliminar
  8. Adoro receitas doces com ameixas,o seu doce ficou lindo!

    ResponderEliminar
  9. Olá! Vim aqui a conselho da nossa querida Elvira porque tenho imensas ameixas que colhi e tenho imensa pena de as deitar fora! Foi então que pedi ajuda à minha Rainha (Elvira) e a mesma aconselhou-me esta receita. Estou verdadeiramente rendida a esta maravilha e este sábado vou, pela primeira vez, fazer doce de ameixa!
    Muito obrigada!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Não vai acreditar, mas a nossa querida Elvira deu-me este link para eu dar uso às ameixas que tenho aqui em excesso.
    Brevemente dou notícias.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  11. Obrigada Elvira pela divulgação deste doce.

    Brites,
    experimenta e depois diz como correu. Eu também adorei a receita.

    Obrigada a todas pelos vossos comentários e visita.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. A dificuldade em obter o ponto certo no doce de ameixa (e em quase todos os doces)pode evitar-se através de uma mudança na técnica geral de confeção de doces e compotas: basicamente, trata-se de começar por evaporar a maior parte da água do fruto levando-o ao lume SEM açúcar, deixar reduzir pelo menos até metade do volume (ou mais)e só depois adicionar o açúcar que, em poucos minutos, atinge o ponto sem salpicos, sem risco de pegar no fundo, etc.
    Vale a pena experimentar.

    ResponderEliminar