domingo, 28 de Outubro de 2007

Notas de viagem

Hoje fiquei um pouco nostálgica e ando a rever as minhas fotos das últimas férias. E como não poderia deixar de ser a comida está sempre presente.


Na foto está o pequeno-almoço servido, em primeira classe, no comboio que faz a ligação Boston-Nova Iorque, e no qual eu viajei.

Antes de ir para os EUA, tinha a ideia que lá se comia mal, que se comia muito à base de hamburguers e de fast food, pouca qualidade e muitas gorduras. Esta minha opinião era unicamente baseada no senso comum e partilhada, até por algumas pessoas que conheço. Ideia talvez veiculada por alguns filmes e alguma pouca informação.

O pouco que conheci levou-me a alterar a opinião. É certo que há a chamada fast food de má qualidade, mas também existe o contrário e em muita variedade. O problema às vezes está na escolha. "Too many options" - diziamos nós na brincadeira. Encontramos restaurantes com comida muito agradável e servida com qualidade, e também encontramos espaços tipo self service em que somos servidos com comida para ser consumida de forma rápida. Nestes espaços, o que eu estranhei foram os recipientes e os talheres. É tudo de plástico. Não me dá gozo comer com um garfo de plástico ou experimentar uma sopa fumegante com uma colher de plástico, num recipiente plastificado. É como se o sabor se perdesse e o plástico se sobrepusesse ao prato que vamos degustar. O recipiente onde é servida a comida conta, ajuda a fazer o prato. Isso marca a diferença.

Para quem está habituada a beber café numa chávena de cerâmica ou porcelana, a apreciar o sabor, o cheiro, a intensidade, é claro que estranha quando lhe colocam um copo de plástico/papel de grandes dimensões. Mas os americanos bebem o café de uma maneira diferente de nós. Adaptaram a forma de cozinhar às exigências da sua vida, tal como qualquer outra sociedade, não é verdade?

Percebi que a comida americana é muito variada. Daquilo que eu pude ver e do pouco que visitei, na zona de Nova Inglaterra, encontramos influências inglesas, irlandesas, até portuguesas, etc ... Desde a sopa Clam Chowder, às massas, os churrascos, lavagante e outros mariscos, aos diferentes tipos de frutos silvestres, tartes, as panquecas, o maple syrup, os cupcakes, etc...

I love America!

8 comentários:

  1. Que bacana estas tuas reflexões.Desde que comecei a me interessar muito por comida tenho lido bastante sobre a culinária americana, e a variedade é imensa. Agora, voce é chique não?1 Primeira classe.bjocas

    ResponderEliminar
  2. Essa opinião sobre a comida nos EUA, eu tb a partilhava, e mais uma vez tal como você, mudei a minha ideia depois de começar a desenvolver o interece sobre o assunto e pesquisar, no entanto não tenho a sorte de ter observado in loco.

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Adorei ler seu post, e concordo com você, refeições com talheres, pratos e copos de plásticos não favorecem em nada... well, american way, anyway...
    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  4. meu pai ficu chocado quando serviram o cafezinho pra ele num copinho de papel no Starbucks. dai eu fui falar com o atendente e pedi xicarazinha de ceramica com pires e eles tinham. trocamos o cafe para a xicara e meu pai ficou contente! ;-) como voce mesma experienciou, ha de um tudo e as opcoes abundam neste pais imenso e super diversificado.

    um beijo,

    ResponderEliminar
  5. Fer,
    apenas uma vez me serviram o café numa chávena de cerâmica, precisamente no Starbucks de uma Barnes & Nobles. Mas realmente, nunca pedi. Parti do princípio que não tinham.

    ResponderEliminar
  6. não conheço nada da culinaria americana... só os clichês básicos mesmo...

    massss viajar é tuuudo de bom!

    ResponderEliminar
  7. Olá.
    Desculpe a 'invasão'.
    Gostaria de saber se você conhece ou já ouviu falar de Bottarga.

    Agradeço desde já.

    ResponderEliminar
  8. Adoro comida americana,sou viciada em Nova Iorque,vou la passear muitas vezes,e sempre que la estou frequento os diversos restaurantes para poder apreciar os diferentes tipos de comida.Tenho muitas receitas americanas pois sou frequentadora assidua dos sites americanos.

    ResponderEliminar