quarta-feira, 3 de Outubro de 2007

Rojões de Porco

No domingo cozinhei este prato que adaptei dos rojões minhotos. Coloquei carne de porco e fígado de porco (em menor quantidade que a carne) aos cubinhos num recipiente. Temperei com sal, pimenta, folhas de louro, alhos esmagados e reguei com vinho branco. Deixei a marinar umas 5 a 6 horas. Depois levei duas colher de sopa bem cheias ded banha de porco numa frigideira funda ao lume com mais 3 dentes de alhos esmagados. Deixei frigir um pouco os alhos e adicionei a carne mas não juntei o molho (líquido). A meio da cozedura da carne adicionei colorau (pimentão doce) e mexi. Deixei cozinhar mais um pouco. Depois da carne estar cozinhada envolvi-a, num recipiente, com batatas cozidas e salpiquei com salsa picada.

Adoro este prato. Come-se até mais não. Estes rojões foram acompanhados de um vinho tinto alentejano - Mouchão de 2002.

13 comentários:

  1. Olá, dei nota cinco estrelas ao teu blog porque já o visito há algum tempo e gosto muito destas comidinhas. Parabéns!
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá, agora já damos sugestões de vinho, boa ideia. As feiras dos vinhos estão por todo o lado, é uma boa altura para encher as garrafeiras.

    ResponderEliminar
  3. Um clássico realmente irresistível! :-)

    ResponderEliminar
  4. Que maravilha adorei.um bjs Natércia...

    ResponderEliminar
  5. Adoro estes sabores tão tradicionais.

    ResponderEliminar
  6. Eu também adoro estes sabores e gostei da alternativa com batatinha cozida pois a minha mãe costumava doura-las ligeiramente...Esta consegue ser um bocadinho mais saudável! :o)

    ResponderEliminar
  7. Que aspecto maravilhoso. Vou ter de experimentar e acho que vai ser hoje mesmo ;-)

    ResponderEliminar
  8. Que belo prato!

    Para experimentar, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  9. É suposto os rojões ficarem sequinhos, sem molho, não é? Não se junta o liquido da marinada?

    ResponderEliminar
  10. Cristina
    eu gosto deles mais para o sequinhos e não junto o molho da marinada. Quando coloco a carne na frigideira deixo-a ir com o seu molho, não a espremo. Quanto mais tempo ficam a marinar mais saborosa fica a carne. Quando tenho possibilidade deixo a marinar de um dia para o outro.

    ResponderEliminar
  11. fiz hoje para o jantar. uma delicia.

    ResponderEliminar
  12. Esta receita faz-me recordar os jantares em casa da minha avó!

    Muito bom!

    ResponderEliminar
  13. Para recordar os bons velhos tempos resolvi experimentar este prato!

    Mantenho a minha opinião: Muito bom!

    ResponderEliminar