Próximos Workshops
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 18 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 12h00      Presentes de Natal na mercearia Morteiro & Santos

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Um almoço na zona saloia ...

No sábado fui almoçar a casa dos meus cunhadinhos Cristina e Paulo, na Malveira, conhecida zona saloia de Lisboa. Este foi mais um almoço para juntar a família, depois das férias, à volta da mesa, falarmos das nossas vidas e sabermos notícias uns dos outros.

O almoço comecou com uns aperitivos: caipirinhas, guacamole, queijo e outros snacks.

Sentados à mesa, começámos a nossa refeição com um prato moçambicano, lá da terra - como diz o Paulo e a sua mãe, Maria Antonieta. Este prato é conhecido como Matapa e era confeccionado em terras moçambicanas, no tempo em que a família ali viveu.

A Matapa é um prato que leva camarão, couve e que acompanha com massa de farinha de milho cozida. Segundo as indicações dadas pela amável Maria Antonieta que adaptou a receita aos nossos ingredientes, para fazer a Matapa começa-se pelo leite de coco. Num tacho colocar coco ralado e de seguida cobri-lo com água a ferver. Deixar ficar 10 a 15 minutos. De seguida triturar e depois coar.

Descascar amendoim e num almofariz esmagá-lo até ficar uma pasta. Depois, cozer a couve portuguesa no leite de coco, juntamente com cebola picada, 2 tomates bem maduros e uma pitada de sal. Deixar cozinhar um pouco. Depois adicionar camarão descascado em cru e um pouco de piripiri. Deixar acabar de cozinhar.

Este prato, como já referi, é acompanhado com massa de farinha de milho (pirão). Levar um tacho com água ao lume, temperada de sal. Quando a água ferver, adicionar farinha de milho. Mexer. Quando a farinha se começar a despegar do tacho, é sinal que está pronta.

Gostei de provar este prato moçambicano, que foi para mim uma verdadeira novidade. Havia ainda, para quem quisesse, um fantástico achar (não picante) de manga.

O prato principal, feito pelos donos da casa, foi uma versão adaptada de Moussaka a que acrescentaram molho béchamel e que toda a gente adorou. Foi servida com uma salada de verdes.

Nas sobremesas, deliciámo-nos com uma baba de camelo feita pelo cunhado Hugo, que é já uma referência na confeccção desta sobremesa, uma taça de salada de fruta feita pelos sogros Eduarda e Joaquim e, um crumble de maçã, feito por mim.

Depois das sobremesas recebemos dos donos da casa umas pequenas lembranças, da sua última viagem. Mel da Serra da Lousã e sal aromático (alecrim), produzido por Planta do Xisto.

Depois do almoço, não resisti e fui dar uma voltinha pelas barracas de frutas e legumes que gosto sempre de visitar quando ali vou. Para além de visitar, acabo por trazer sempre umas comprinhas, desta vez trouxe castanhas, alhos, piripiris, peras, pêssegos, pão ...

Nos mercados ou neste tipo de postos de venda encontro sempre alguma coisa que me surpreende, aqui, desta vez, encontrei azeitonas retalhadas ou seja, já prontas a serem conservadas. Como me dizia a vendedora: - já estão prontinhas e assim, a senhora nem suja as mãos!


11 comentários :

  1. Tudo lindo, de muito bom gosto e com uma aparência incrível! As fotos são lindas!!!

    ResponderEliminar
  2. Adorei este post: a minha avó é de perto da Malveira e o mel que recebeste é da terra do meu avô! :)

    aproveito para dizer que é simplesmente fantástico, para um bolinho de mel, para comer com pão ou para misturar com leite e whisky quando se está mal da garganta :)

    beijinho

    ResponderEliminar
  3. Tudo lindo.

    E as receitinhas?
    Ando a ver se faço a Moussaka, acho que tem bom aspecto e boa combinação de alimentos.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Que rico sábado em todos e para todos os sentidos!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. (e tu não disseste à senhora que até gostas de sujar as mãos? ;) )

    Bem, isso é que foi um almoço eclético! América Latina nas entradas, África e Ásia nos pratos principais. Que delícia!

    Fico à espera da receita do crumble! ;)

    Beijo grande *
    Mariana

    ResponderEliminar
  6. Oi
    Só saber que tem estado em lugares
    super gostoso e em boa companhia
    jà é muito bom .
    Beijos...
    Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Comida fantastica, adoro moussaka! E reconheci a banca das frutas e legumes, costumo ir até lá de vez em quando (embora fique bastante longe da minha casa +/- 100 km) vamos comer varias vezes á praia de S. Cruz e de caminho fazemos compras na Malveira é como lhe chama o meu marido o passeio saloio, heheee...
    Beijinhos linda

    ResponderEliminar
  8. Vou guardar o link deste post religiosamente.
    Adoro matapa, é um prato recorrente em casa dos meus pais mas a receita é completamente diferente.
    Esta soa mto bem, tenho que experimentar!

    ResponderEliminar
  9. A essa massa de farinha de milho chama-se pirão.

    ResponderEliminar
  10. Obrigada. Vou acrescentar a referência ao nome da massa no post.

    ResponderEliminar