Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Costeletas de borrego com alecrim e molho de hortelã e mostarda

Domingo. A mesa foi posta no quintal e os chapéus de sol abertos. O dia estava quente e depois do almoço tínhamos planos de ir até à praia.

Na cozinha preparei as costeletas de borrego e os molhos, isto enquanto o Ricardo assava os pimentos, dois de cada cor, vermelhos, verdes e laranjas. A intenção era fazer uma salada de pimentos para o almoço, já que se estava a assar, resolvi fazer um pouco mais, para usar nas saladas durante a semana.

Nos dias de grande calor temos procurado comer saladas ou outras comidas leves. Como no fim-de-semana não há pressas, os grelhados também têm sido uma opção. Desta vez voltei ao borrego, carne que adoro, para além disso, sei como foram criados, coisa rara hoje em dia, o que faz com que coma a carne ainda com maior satisfação.

O Ricardo anda um verdadeiro especialista e grelhou as costeletas no ponto, nem foi preciso eu dar indicações, como eu tão bem gosto de fazer. Na minha casa sempre se fez grelhados e portanto, às vezes, acho que sei mais um bocadinho para falar. ;)

Depois de almoço, comecei a ler o livro Comer, Orar, Amar de Elizabeth Gilbert, mas fiquei pelas primeiras páginas. As pálpebras começaram a pesar e a sonolência pouco a pouco começou a dominar-me. Não resisti e acabei por dormir uma excelente soneca. A praia? Teve que ficar para outro dia. :)


Ingredientes:
8 costeletas de borrego
8 raminhos de alecrim
1 dente de alho
2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
3 colheres de sopa de azeite
pimenta preta de moinho
10 folhas de hortelã
1 colher de sopa de mostarda
sumo de um limão
flor de sal de Castro Marim

1. Aparar os raminhos de alecrim como se fossem pequenos espetos, deixando a maior parte das folhas. Espetar um em cada costeleta de forma a atravessá-las.

2. Misturar numa taça o dente de alho picadinho, a pimenta, o vinagre e o azeite. Mexer bem e pincelar as costeletas com este molho.

3. Grelhar as costeletas em carvão. Depois de grelhadas, polvilhar com flor de sal.

4. Servir as costeletas com o molho de mostarda e hortelã. Para fazer o molho colocar a mostarda, as folhas de hortelã, o sumo de limão e triturar.

Acompanhei estas costeletas com uma salada de pimentos, cebola, tomate, pepino e rúcula. Para beber, fiz um jarro com sumo de ameixa com hortelã, que agora virou moda cá em casa.

As costeletas ficam muito saborosas. O vinagre balsâmico deixa-as ligeiramente caramelizadas. Uma delícia.

A flor de sal usada nesta receita foi oferecida pela Associação do Sotavento Algarvio no final do programa Paladares ao Sul. Encontra-se à venda na Loja Quinta das Atalaias.

Receita do livro de José Carlos Rodrigues, Grelhados - Um Saber Bem Português publicado pela Casa das Letras.

Outras receitas de costeletas de borrego:
- Costeletas de borrego grelhadas com tomilho-limão;
- Costeletas de borrego assadas com limão e cuscuz com marmelo e espinafres;
- Costeletas de borrego muito deliciosas.

4 comentários :

  1. Laranjinha que prato mais lindo! Digno dos melhores chefs de cozinha!
    Quanto capricho, quanta delicadeza, amei!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Adoro costeletas de borrego e com estes sabores fantásticos, devem ser uma delícia!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  3. Excelentes.......e seguidas de uma soneca é do melhor.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. laranjinha mas que bom
    ai o meu namorado entao ia adorar
    beijinhos

    ResponderEliminar