sexta-feira, 24 de Setembro de 2010

Lisboa Restaurant Week IV Edição - restaurantes L'appart e A Ver Navios


De 22 a 2 de Outubro decorre a IV edição do Lisboa Restaurant Week e mais uma vez lá eu não poderia perder esta iniciativa. ;) A escolha e reserva dos restaurantes, como sempre tem acontecido até agora, recaiu sobre o meu amigo Nuno Vaz e o critério foi conhecer novos espaços.

Esta iniciativa, que teve a sua génese em Nova Iorque, espalhou-se por várias cidades do mundo, nomeadamente nos EUA e Brasil, contando apenas quatro cidades na Europa, duas nas quais no nosso país: Porto e Lisboa. A iniciativa está ainda presente em Puerto Vallarta no México e em Sydney na Austrália. Curioso!

Na quarta-feira fomos ao restaurante L'Appart no hotel Park Atlantic, ao lado do Ritz, e tivemos como convidada, mas já com lugar cativo no grupo, a Carlota. O conceito é o de um apartamento com vários espaços e, apesar de inserido num hotel, procura ter alguma autonomia, por exemplo com uma porta directamente para a rua. Nós ficámos no que nos pareceu o espaço do jardim de inverno. Assim que entramos, salta-nos à vista a forte presença da madeira escura e a decoração elegante e cuidada.

Para covert foi-nos servido pão, azeitonas verdes e azeite. A entrada foi um Creme de tomate alentejano com ovo de codorniz escalfado, perfumado com piso de poejo com azeite. O creme revelou-se uma surpresa, saboroso, servido à temperatura certa. Uma delícia.

O prato principal foi Lombo de Bacalhau demi-sal confit em azeite com arroz malandrinho de pimentos servido com tomate cereja assado. O bacalhau estava muito interessante, no entanto, o arroz para malandrinho estava um pouco cozido demais.

A sobremesa servida foi Nougat glacé de manga de coco com sorbet de framboesa. O sorbet estava magnífico.

O L'appart é um restaurante que não parece de hotel, o que é bom. O prato que mais me surpreendeu foi o creme de tomate, mas de uma maneira geral o chef Eddie Melo está de parabéns. O vinho escolhido para acompanharmos a refeição foi Fiuza Merlot de 2007, que não revelou ser uma escolha acertada. O serviço é simpático e atento. Gostei do facto de explicarem os pratos que nos foram servidos e de o café ser servido com umas pequenas trufas de chocolate.

O restaurante escolhido, ontem, foi o A Ver Navios. Estava cheia de curiosidade pelo espaço e pela cozinha do chef Pedro Niny Duarte com quem já tive o prazer de aprender nos cursos da Vaqueiro.

O A Ver Navios está situado num palacete construído no século XIX, agora pertence à Associação Nacional de Farmácias, junto ao miradouro de Santa Catarina. A sala de refeições é elegante, com paredes em tons de amarelo, com lustre, dois quadros, as janelas são dominadas pela presença dos cortinados e as mesas pelas toalhas brancas. De dia, a vista para o Tejo deve ser pouca. O restaurante possui outra sala, pareceu-me, dedicada a eventos.

O couvert servido foi azeitonas temperadas, pasta de azeitona e pasta de queijo com presunto.

Para entrada escolhi uma salada de tomate assado com queijo fresco e azeite negro, servida com folhas de rúcula. Gostei da combinação.

Para prato principal escolhi Lasanha fresca de bacalhau com legumes assados com azeite. Estava muito agradável, destacando-se o sabor do bacalhau e dos pimentos. Acabei por provar também outra opção de prato principal do menu elaborado para esta semana, que era magret de pato com puré de pêra e salada fresca de agrião com vinagrete. O magret estava óptimo, no entanto achei o puré de pêra um pouco doce de mais para o magret.

Para sobremesa escolhi Fondant de Chocolate e laranja com azeite e natas alimadas. Agradável, sem surpresas. Tive a possibilidade de provar a outra sobremesa em opção, Farófias com molho de manga e amêndoas e achei-a mais bem conseguida. Surpreendeu-me.

O vinho escolhido foi Má Partilha Merlot de 2007 e as sobremesas foram acompanhadas de vinhos de colheita tardia. Para acompanhar as farófias foi servido um branco chileno muito bom. Especialmente perfumado e aromático. O Fondant foi acompanhado por um tinto italiano muito agradável também.

O A Ver Navios é um restaurante com pretensões, mas com algumas inconsistências. Ora os pratos são servidos com talheres de prata, ora não. Não me fez muito sentido, o bacalhau ser servido com os referidos talheres e o magret não. Foram notórios alguns pequenos descuidos no serviço. Ao não descrever os pratos imediatamente depois destes serem servidos também não contribuiu para elevar o nível desta incursão em tão distinto restaurante. Será um caso de expectativas exageradas ou de um maior nível de exigência? A comida estava bem confeccionada, mas sem surpresas. O sommelier merece destaque pela positiva, tanto pelos esclarecimentos como pelas sugestões.

3 comentários:

  1. Adorei as tuas críticas. Parecia que estava lá contigo! =)
    *

    ResponderEliminar
  2. No Brasil desde 2007, a Restaurant Week tem sua primeira edição em Belo Horizonte, cidade onde moro e acontece de 20 a 03 de outubro, em 30 restaurantes da cidade e o objetivo principal é democratizar a alta gastronomia e os preços são realmente baixos. Já estive em alguns e valeu a pena. Tomara que você goste. Atenciosamente, Maria Eliza Valerio.

    ResponderEliminar
  3. Querida, Eu é que sou uma sortuda por ter sido aceite em tão exclusivo e especial grupo ;)

    Um Grande Beijinho,
    Carlota

    ResponderEliminar