Próximos workshops
Lisboa 29 de Novembro de 2014
Sábado:
10h30 - 13h00      Entradas e Aperitivos para Festas
 
 
14h30 - 17h00      Doces de Natal
Inscrições limitadas 30  formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP

quarta-feira, 30 de Maio de 2012

Do Sheraton Algarve & Pine Cliffs Resort até à praia da Falésia


Há locais que nos marcam de forma inspiradora. Deixam-nos a sonhar. Foi o que me aconteceu no Sheraton Algarve & Pine Cliffs Resort, onde estive alojada no passado fim-de-semana, a convite do mesmo.

Este local, inspirou-me pelo tom verde intenso dos pinheiros, pelo azul do mar, pelo ocre das falésias, pelo cheiro a flores e a campo. Por todo o lado, encontramos espaços com alecrim, alfazema, tomilho, laranjeiras, limoeiros, figueiras e verde, muito verde, marcado pela mancha de pinheiros e pela relva dos campos de golfe. A cada passo dado, inspira-se e expira-se tranquilidade e boa vida.

Durante o fim-de-semana procurei aproveitar o espaço o melhor que consegui. Andei a pé, pelos caminhos serpenteados entre o hotel, as vivendas, o alojamento do Clube de Férias e não resisti a espreitar para as magníficas villas que ali se encontram, entre cercas de vegetação, e pensar nas vidas que enchem aquelas grandiosas mansões.


Ao contemplar o horizonte e a falésia, o mar fala-nos ao ouvido e é obrigatório uma ida à praia. Apanhar sol e um mergulho na água são uma excelente forma para começar um fim-de-semana de puro prazer e fruição. Depois da praia, o cansaço dos pés sujos de areia, pede-nos para fazer uma paragem à beira da piscina e sempre que o calor aperta, é inevitável procurar a frescura da água tranquila, deitada ao nosso lado.


Tudo está preparado para proporcionar uma experiência de absoluta tranquilidade, de sossego e de descanso. Simultaneamente, o espaço está pensado para a comodidade de toda a família, desde a própria infraestrutura até ao serviço. Inclusive, existe uma área - o Porto Pirata - para a diversão das crianças, com mini-golfe. Depois de aqui entrarmos, esquecemo-nos que existe um mundo lá fora, de tal maneira é a sensação de conforto.

Por todo o resort encontramos pequenos jardins com fontes de água. A doce e fresca melodia da água a correr está omnipresente por todo o espaço, contribuindo para uma sensação de frescura geral. A par da água, a arquitetura com traços de inspiração árabe conjuga-se com a tradição portuguesa da azulejaria em grandes painéis a retratarem trajes e profissões de outrora, juntamente com alguns pormenores típicos da região, como as conhecidas chaminés algarvias.


Num dos dias, eu e o Ricardo, almoçámos na esplanada do restaurante O'Grill, junto a uma das seis piscinas do resort. Ali sentados a ouvir o barulho harmonioso e apaziguador da água deixámos-nos invadir por toda a tranquilidade que o verde do campo de golfe e dos pinheiros nos ofereciam. Uma vez por outra, visitava-nos um pardalito destemido.

Iniciámos a nossa refeição com umas amêijoas frescas salteadas com coentros e molho de espumante. As amêijoas estavam deliciosas e o molho não se ficava atrás. Por isso, não resistimos a ensopar o pão no molhinho! Para prato principal, eu escolhi robalo grelhado que deveria ter vindo do mar há poucas horas. O Ricardo optou por uma posta de espadarte, a lembrar uma das nossas viagens pelos Açores. Neste dia, a seguir ao almoço entrevistei o chef Fabien Martinez.


O nosso segundo almoço teve lugar no Corda Café. Um espaço junto a uma outra piscina, no sentido oposto ao da falésia, com uma ementa de refeições mais rápidas e leves. Para entrada escolhemos uma salada de mozzarella com tomate e pesto. Como tinha gostado tanto do robalo do primeiro almoço, aqui decidi repetir. Para mim veio filetes de robalo grelhado com amêijoas, alcaparras e legumes. O Ricardo optou por um generoso bife com batatas fritas. Finalizámos a refeição com um gelado e um cheesecake.


Um dos locais que me fascinou assim que saí do hotel, pela primeira vez, foi a zona de pinhal, com vista para o mar, e com umas convidativas espreguiçadeiras colocadas à sombra. Depois de um dos almoços, não resisti e decidi ver o mar daquela perspetiva. Que coisa boa! É impossível o sono não chegar. O melhor é não resistir ...


... e foi o que fiz!

6 comentários:

  1. Tão bonita a falésia, Laranjinha! Tenho muitas saudades do Algarve e dos dias bem passados. Mal posso esperar por descanso, praia e soninhos a rematar. Um fantástico fim de semana, certamente para recordar. :))

    Uma beijoca*

    ResponderEliminar
  2. Isso é que foi um fds em grande!
    O Algarve tem mesmo tudo, é um Algarve cheio de Algarves, onde cada um encontra o que o faz feliz.
    Também já conto os dias para voltar ao meu e finalmente dar o primeiro mergulho no mar deste ano! :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Laranjinha, que maravilha de fim de semana!
    Que sorte!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Também já passei uns dias neste hotel e a envolvente é realmente uma maravilha. Que belo fim de semana!
    Bjnhos

    ResponderEliminar
  5. Olá, Laranjinha! :-)

    Muito bom: texto, fotografias e sugestões. Deve ter sido um excelente fim de semana. Fico feliz por teres tidos essa oportunidade.

    Eu não muito fã, nem muito virada para o Algarve. As minhas experiências não são o melhor cartão de visita. Mas este post, fez-me pensar em dar uma nova oportunidade à região. Quem sabe? :-)))

    Um grande beijinho e continuação de muitas e boas experiências e, claro, partilhadas neste cantinho delicioso.

    Beijinhos,

    Paula

    ResponderEliminar