Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

segunda-feira, 30 de junho de 2014

O campo na cidade e um piquenique para toda a família


No passado dia 21 de Junho de 2014 realizou-se a sexta edição do Mega Pic-Nic do Continente, que este ano voltou à Avenida da Liberdade. A avenida transformou-se numa verdadeira quinta, a Quinta da Selecção onde os produtores e o que melhor se produz em Portugal se juntaram à selecção nacional. Este ano, passaram pelo Mega Pic-Nic cerca de 700 mil visitantes.

Estive presente e no sábado de manhã fiz questão de passear pela Avenida da Liberdade. Para quem cresceu no campo, o contacto com as plantas e animais assume uma dimensão muito especial. Este tipo de iniciativas ajuda a aproximar as pessoas da terra, do modo como se produz. Quando sabemos de onde vem a nossa comida, quando sabemos quem a cultiva, o respeito ainda é maior. Depois das visitas que efectuei, onde fiquei a conhecer alguns dos membros do Clube de Produtores do Continente, sempre que vou às compras, e trago curgetes, alfaces ou ervas aromáticas, é inevitável, lembrar-me das pessoas que conheci e que cultivam estes produtos que estão ali ao nosso dispor. Em cada produto, há um rosto, uma família, postos de trabalho que asseguram que chegue da melhor forma à nossa mesa.


O dia estava bonito, convidativo a um passeio, sem estar demasiado quente. Passear pela avenida foi uma viagem pelo campo, mas em plena cidade. Ao longo do percurso vi, desde os canteiros com ervas aromáticas, as curgetes, as beringelas, os tomateiros em cacho, um campo lindo de girassóis em jeito de labirinto, dentro do qual era possível ver uma colmeia de abelhas, para gáudio dos mais pequenos. Passei por um pequeno olival, encontrei laranjeiras e muitas outras árvores de fruto. Adorei ver os animais, as cabras, as ovelhas tosquiadas e por tosquiar, os porcos até aos imponentes bovinos.


Este ano o espaço estava ainda mais convidativo. Tinha mais sombras e havia vários locais para as famílias se sentarem e piquenicarem. Comparativamente, com o ano passado, foi notória a aposta nas actividades lúdicas para os mais pequenos. Eu, não sendo assim tão pequena, dei por mim, a plantar alfaces e a desejar fazer muitas das várias actividades onde os mais pequenos se podiam divertir, como, atravessar um rio com uma corda, jogar à bola num campo de futebol à séria, carregar a carrinha da fruta, entre muitas mais.


No final da tarde, decorreu o grande concerto de Tony Carreira que atraiu para esta zona da cidade um mar de fãs que sabiam de cor muitas das suas letras.


Domingo de manhã, em Monsanto, tive a oportunidade de participar numa acção de cariz social organizada pelo Continente e pela Câmara Municipal de Lisboa. Dei uma pequena ajuda na distribuição de cinco toneladas de alimentos frescos por vinte e uma instituições de solidariedade social.


Este tipo de iniciativas ajudam a promover a produção nacional, no entanto, cabe-nos a nós, consumidores, fazer a diferença.

4 comentários :

  1. Obrigada pela partilha, estive lá através deste post
    Muito obrigada MESMO
    :)

    ResponderEliminar
  2. Vale mesmo a pena! :)
    www.verduska.pt

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro piqueniques, mas sinceramente acho que é muita confusão este dia. Prefiro os do campo e o silêncio. bjs

    ResponderEliminar