Próximos Workshops
Algés 23 de Setembro de 2017
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para o Outono
Porto 30 de Setembro de 2017
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas Rápidas para o Jantar
 
 
15h30 - 19h00      Vamos Fazer Pão?

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Marmelada de ameixa ou ... ameixada


Ir visitar os meus pais, na zona de Santarém, nesta altura do ano, é uma verdadeira festa para o palato. O quintal, que mantêm nas traseiras da casa, está tão bonito. Têm romãzeiras já com amostras de futuras romãs, os marmeleiros cheios de marmelitos a ganharem forma de dia para dia, as figueiras carregadas de figos verdes à espero que o sol os encha de doce. As galinhas, felizes, andam de um lado para o outro sempre à procura das ervas mais frescas e tenras, dão saltos e correm de um lado para o outro quando sentem que lhe vamos tirar os ovos. Sinto-me uma privilegiada por ter acesso a estes ovos tão bons!

O quintal tem ainda cebolas, curgetes, alfaces, tomateiros, pimentos - a que chamam catalões - pepinos e carreiras de feijão verde pronto a ser apanhado. Para além das romãzeiras, marmeleiros e figueiras, tem outras árvores de fruto que mostram a sua graça nesta altura do ano. Uma das dessas árvores é a ameixoeira que todos os anos se enche de ameixas, pequenas, e bem vermelhas. Como trouxe tanta, achei que lhes deveria dar um destino muito digno. Depois de alguma pesquisa decidi fazer uma marmelada de ameixa. Ao contar ao Ricardo o que tinha feito, diz-me ele: - marmelada de ameixa?, não conheço. Marmelada de ameixa só pode ser uma ameixada!

sexta-feira, 26 de junho de 2015

Biscoitos de manteiga de amendoim com chocolate branco


Adoro fazer biscoitos e bolachas para ter cá em casa. Aguentam-se durante bastante tempo e são tão práticos para acompanhar um café ou chá, para mordiscar quando apetece uma coisinha doce ou até mesmo para levar para a praia ou para uma refeição ao ar livre.

Deixo-vos, hoje, estes biscoitos de manteiga de amendoim com chocolate branco, dois ingredientes que adoro e que combinam na perfeição. O que vos parece? Estão apetitosos?

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Frittata de espinafres com queijo mozzarella e leite evaporado


A Nestlé lançou-me o desafio de desenvolver uma receita com leite evaporado. Este produto é leite ao qual se retirou parte da água, por evaporação, resultando um produto com as características do leite mas com uma textura mais cremosa. Contém apenas 6% de matéria gorda e por isso é uma alternativa menos calórica às natas.

Hoje em dia as nossas preocupações em fazer uma alimentação equilibrada são cada vez maiores, mas isto sem retirarmos sabor aos pratos de que gostamos. Às vezes basta um pequeno truque, substituir um ou outro ingrediente. E aqui o leite evaporado é um excelente aliado. Eu uso-o em vários pratos desde tartes, rolos de carne até às sobremesas. Quem vai aos meus workshops conhece algumas receitas em que usamos este ingrediente.

Deixo-vos, hoje, um prato que adoro fazer cá em casa nestes dias quentes de Verão, que servido com uma salada de verdes, resulta muito bem.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Espetadas de frango com mistura de especiarias


O Verão cheira a grelhados no carvão, a noites quentes, a gargalhadas e almoços ao ar livre. O Verão é uma das minhas épocas do ano preferidas. Adoro a abundância de frutas e vegetais que temos à disposição. É de certeza no Verão que faço mais saladas com o que tenho à mão. Fresco, sabe tudo sempre bem.

Gosto de andar de chinelos e de vestidos leves. Gosto de ver o céu azul luminoso, de ir à praia e de comer gelados ao final do dia.

Gosto dos dias longos em que a noite chega tarde. Gosto de juntar os amigos ou a família à volta da mesa, sem pressas e conversar. Para estas ocasiões, deixo-vos, hoje, uma receita de espetadas de frango com especiarias, que desenvolvi para a minha participação, o ano passado, no festival Fusing na Figueira da Foz.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Salmão grelhado com arroz integral e feijao verde


Já se nota que estamos numa época de férias. A pouco e pouco as grandes cidades vão ficando mais vazias. As aulas acabam. Aos fins-de-semana tenta-se aproveitar para dar um pulo à praia ou passar uma tarde agradável junto à água da piscina. Apesar de ainda não estar de férias, a pouco e pouco vou já fazendo alguns preparativos. Uma das coisas que gosto de fazer é seleccionar alguns livros, leves, de preferência romances para ir lendo nestes dias quentes de Verão, sentada numa esplanada a saborear uma bebida fresca, enquanto o sol se espreguiça num céu azul luminoso.

Comecei agora a ler Os Aromas do Amor de Dorothy Koomson. Desta autora tenho também curiosidade na obra Amor e Chocolate. Sabem como eu adoro ler livros que juntem comida e romance e estes parecem-me que misturam deliciosamente estes dois ingredientes. Finalmente comprei Mesa Limão de Julian Barnes, um livro que estava na minha lista de aquisições a efectuar há já algum tempo. Gostava também de conseguir ler este Verão o romance de Ruth Reichl, Delicious!

Nesta altura do ano a par das idas à praia, da vontade de ler romances vem também o desejo de comidas frescas. Deixo-vos, hoje, salmão grelhado com uma salada que fez as delícias cá de casa num destes dias quentes com sabor a Verão.


sexta-feira, 19 de junho de 2015

Biscoitos de leite condensado


E como hoje é sexta-feira, muitos de nós já só pensam na chegada do fim-de-semana. Sabe tão bem poder aproveitar os dias de descanso para estar com a família, passear, acabar de ler um livro de que se está a gostar muito, comer um gelado numa esplanada com vista para o Tejo, ver alguns episódios em atraso das suas séries favoritas ou ir para a cozinha preparar uns biscoitos para levar para a praia. Adoro ter biscoitos cá em casa. Bolinhos secos que se comem bem em qualquer altura do dia. Que acompanham um café ou ajudam a matar a fome entre as refeições. Deixo-vos, hoje, uma receita muito prática que até podem fazer com as crianças numa das tardes do fim-de-semana. Espero que gostem!

quinta-feira, 18 de junho de 2015

Batido de abacate com figos


Os dias quentes chegaram e com eles a vontade de fazer pequenos-almoços mais leves, mas saborosos e cheios de energia. Nesta altura do ano não me apetece o leite quente com um pingo de café ou com uma pitada de chocolate, servido com torradas, ligeiramente barradas com manteiga ou com uma colher de compota. Apetece-me começar o dia de outra forma, de preferência mais fresca. Por isso, para os dias quentes procuro ter iogurtes, fruta fresca, de preferência da época, e leite sempre no frigorífico. Com a chegada dos figos, preparei um destes dias um batido muito saboroso e refrescante. Sabe bem começar o dia com energia. Querem experimentar?

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Salada de abóbora assada com arroz integral e ovos escalfados


A viagem de avião tinha sido longa e apetecia-lhe preparar uma refeição leve para o almoço. No dia anterior o Pedro, com quem tinha começado a partilhar a vida, tinha ido às compras e por isso deveria ter por onde escolher. Abriu a porta branca do frigorífico e os seus olhos arregalaram-se de espanto.

Rúcula fresca, um molho de agrião, ovos, mirtilos, framboesas, cerejas, morangos, tomate, tudo com um aspecto fresco e apetitoso. Os legumes separados das frutas. Organizado em caixas, numa outra prateleira, abóbora manteiga assada em fatias e arroz integral cozido, prontos a usar. Nada de embalagens abertas, restos disto e daquilo que acabam por ficar esquecidos, passar o prazo e irem para o lixo. Os iogurtes sólidos meticulosamente arrumados ao lado dos líquidos. Os queijos colocados uns ao lado dos outros. O fatiado para as sandes do dia-a-dia, colocado num recipiente próprio. Tirou para o almoço as caixas com a abóbora assada e o arroz. Olhou para a prateleira dos legumes e agarrou a rúcula e as folhas verdes, viçosas, do agrião. Por fim, escolheu quatro ovos.

O resto da cozinha seguia o princípio de organização do frigorífico. Nem parecia a cozinha que tinha deixado no dia anterior de manhã. As garrafas de azeite organizadas por classificação, virgem, virgem extra e não virgem, os aromatizados com malaguetas, alecrim e pimentas, separados dos restantes. Os vinagres arrumados, os frascos transparentes de arroz com a respectiva etiqueta, as massas separadas por tipo, as farinhas colocadas em recipientes tapados e as leguminosas, feijões, grão e lentilhas, numa única prateleira. Havia uma caixa de madeira para as especiarias. Junto à janela, vasos com ervas frescas, tomilho, alecrim, cebolinho e manjericão, as suas preferidas.

Começou a cortar a abóbora em cubos para uma taça. Juntou o arroz cozido e as folhas verdes. Tostou uma mão cheia de sementes de abóbora. Escalfou os ovos em água com um pouco de vinagre. O segredo dos ovos escalfados é a sua frescura e estes estavam perfeitos. Quando decidiu mudar-se para o apartamento do Pedro sabia que não ia ser fácil conviver com o seu impulso obsessivo pela arrumação. Tudo tinha um lugar. E esse lugar não eram dois centímetros ao lado. A chávena de café tem que ser  sempre servida com um pires, porque ... porque sim, é esse o sentido do Universo! O comando da televisão depois de usado é sempre religiosamente colocado no mesmo sítio.

Gostava de tudo o que aquele homem lhe trazia para a sua vida. Os momentos divertidos, o pensamento positivo sobre as coisas, as viagens, a partilha de conhecimentos. Se o preço a pagar seria começar a ver o mundo com Ordem, que fosse! Não deveria ser difícil manter o frigorífico imaculadamente limpo!?

terça-feira, 16 de junho de 2015

Hummus de pimento vermelho assado


Junho, Julho e Agosto são meses que convidam a refeições ao ar livre. Convidam a festas, com os amigos, ao final do dia. Convidam a brindes à felicidade e ao convívio de podermos estar juntos. Na mesa, sangrias e outras bebidas frescas. Enquanto se preparam os grelhados no carvão para comer com o pão fresco, estaladiço, e taças de salada, trocam-se vários dedos de conversa e muitas gargalhadas. Enquanto se espera, a nossa atenção vai para os petiscos e para as pequenas entradas que ajudam à festa. Petiscos e entradinhas que se comem numa dentada só e que não nos obrigam a estar muito tempo na cozinha.

Hummus é a palavra árabe para grão-de-bico. Esta mistura de grão cozido com pasta de sésamo, alho, azeite e limão é muito usada na cozinha do Médio Oriente. Existem diversas variações.

Se há algum prato que me define, tem que ser um que permita partilhar. Adoro petiscos! Por isso deixo-vos, hoje, um hummus de pimento vermelho assado para servir num dia de festa. Óptimo para partilhar!

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Almôndegas com molho de tomate e esparguete


Adoro as chamadas comidas de conforto. Aquelas que nos deixam o corpo e a alma a sorrir de satisfação. Há pratos que adoro comer, que me trazem boas lembranças, que me deixam reconfortada como quando recebemos uma abraço apertado de alguém de quem gostamos e temos saudades. Estes pratos são sempre reencontros felizes. Que bem que me sabe um arroz de pato, um arroz malandrinho, frango assado servido com batatas fritas, uma açorda de camarão, uma taça de sopa cheia de legumes a fumegar ou então um prato de esparguete com almôndegas e um delicioso molho de tomate. Adoro!

Preparei esta receita de almôndegas com molho de tomate e esparguete para a rubrica Cuisine Companion, o robot de cozinha da Moulinex.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Pão fresco com queijo e pimentos assados


Nesta altura do ano, mais do que em qualquer outra, adoro preparar entradas e petiscos para degustarmos cá em casa. O tempo quente, o céu azul, ajudam a que prepare comidas leves e saborosas para degustarmos a dois ou com os amigos à volta da mesa.

A minha sugestão de hoje é deliciosa. Pão fresco servido com requeijão e pimentos coloridos assados. Este pão servido com uma cerveja, em boa companhia, sabe a um mergulho no mar. Experimentem!

Relembro que amanhã, dia 13 de Junho às 18h, volto à Feira do Livro de Lisboa para um showcooking com receitas dos meus livros Cozinha para Dias Felizes e Delicioso Piquenique. No final haverá degustação das receitas confeccionadas. Encontramo-nos lá?

quinta-feira, 11 de junho de 2015

A minha primeira ida à Feira do Livro de Lisboa 2015


No passado sábado, dia 30 de Maio de 2015, estive na Feira do Livro de Lisboa para uma sessão de autógrafos dos meus livros Cozinha para Dias Felizes e Delicioso Piquenique, a que se seguiu a preparação de uma receita. Sempre gostei de ir à Feira do Livro. Lembro-me que uma vez, há já uns bons anos, estive mais de uma hora numa fila para conseguir um autógrafo do escritor Luís Sepúlveda no exemplar de O Velho Que Lia Romances de Amor, que estava a ler na altura. Gosto da feira pelo contacto com os autores, pelos descontos a que encontramos alguns livros e pelo espaço, que é tão convidativo a um passeio com a família ou com os amigos. A edição deste ano desta iniciativa está a ser publicitada como a maior dos últimos anos. Confesso-vos que uma das coisas que gosto de fazer na feira é comer uma fartura. Adoro!

A receita que escolhi para apresentar no meu showcooking na Feira do Livro, no stand da editora Marcador, foi uma salada de batata-doce com quinoa vermelha. Uma salada fresca que combinou com o dia quente que se fez sentir. Eu gosto muito desta salada e quando vi os sorrisos nos rostos de quem assistiu e teve a possibilidade de provar, fiquei mesmo muito contente.


Obrigada a todos os que fizeram questão de estar presente ou que passaram para me cumprimentar. Nem imaginam como me enchem o coração.

No próximo sábado, dia 13 de Junho às 18h, volto à Feira do Livro para uma demonstração no espaço de showcookings. Para além de preparar receitas dos meus livros, irei dar dicas e alguns truques que costumo usar na cozinha. No final terão a oportunidade de provar o que irei confeccionar. Conto com a vossa presença!

terça-feira, 9 de junho de 2015

Sumo de abacaxi com laranja e morango


Os meses de calor trazem com eles o desejo de comidas frescas e leves. Saladas, sopas frias, gelados, sumos e batidos são algumas das receitas que procuro fazer com mais frequência nesta altura do ano.

Deixo-vos, hoje, um sumo de abacaxi com laranja e morango que servi para um lanche, a dois, cá em casa, num dia quente deste mês de Junho. A mistura das frutas com o toque fresco da hortelã sabe mesmo bem. Espero que gostem!

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Espetadas de nuggets com molho de amendoim


Quando fui jantar à Casa dos Sabores da Iglo com os leitores do Cinco Quartos de Laranja, no final do mês de Maio, foram-nos servidas várias entradas que nos deixaram curiosos e com vontade de experimentar em casa. Uma dessas entradas foi nuggets de frango, crocantes, servidos com um molho de amendoim, que nos soube muito bem. Gostámos tanto que até pedimos a receita à nossa chefe de serviço, a Isabel Queiroz, que prontamente nos explicou como o preparar.

Partilho convosco, hoje, a receita. Espero que gostem.

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Bolo de chocolate branco com cerejas


Adoro cerejas. É sem dúvida uma das minhas frutas favoritas. E nesta altura do ano procuro aproveitá-las da melhor forma possível. Adoro comê-las ao natural, bem frescas, suculentas e doces, sabem mesmo bem depois de uma refeição ou num lanche a meio da tarde. Mas gosto também de as usar em compotas, sumos e batidos, ou em sobremesas que permitam enaltecer a sensualidade deste fruto.

Deixo-vos, hoje, um bolo de chocolate branco com cerejas que a cada garfada nos faz lembrar coisas boas e felizes. Quem provou diz que ouviu os anjos, divertidos, a conversar no céu! Não acreditam?

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Tarte de cebola caramelizada com queijo de cabra


As combinações doce e salgado nem sempre me conquistam. Mas como em tudo há sempre excepções à regra. Gosto imenso de juntar doce e salgado quando uso queijos. Adoro queijo brie panado com compota de frutos vermelhos uma entrada para uma refeição em família ou com amigos que surpreende, tostas com queijo e compota de cebola roxa com tâmaras é algo que se aproxima do divino de tão bom que é ou então para uma festa de Verão estes vol-au-vent com queijo creme e doce de figo, resultam num contraste de doce e salgado muito guloso.

Um outra combinação que adorei, misturando doce e salgado, foi esta tarte de cebola caramelizada com queijo de cabra, que preparei para a revista Comer de Março/Abril de 2015. É irresistível! Querem provar?

Relembro, que hoje às 18h30 vou estar no Museu do Vinho, em Alcobaça, no Festival Books & Movies para um showcooking.

quarta-feira, 3 de junho de 2015

Salada de massa pevide com salmão grelhado


As saladas fazem parte dos meus cozinhados durante todo o ano. Gosto de saladas no Outono e Inverno para usar legumes assados no forno. Que bem que sabem com abóbora, cortada em cubos, assada com tomilho, couve-flor polvilhada com uma pitada de comidos, tomate cereja assado com um fio de vinagre balsâmico. Há alturas em que gosto de fazer misturas de legumes no forno desde curgete, cebola, couves-de-bruxelas, batata-doce e deixo assar no forno até os legumes estarem tenros e crocantes. Depois é só juntar queijo, atum, salmão grelhado ou frango assado, bulgur, quinoa, arroz ou massa e prepara-se uma salada rica, cheia de sabor, num instante.

Na Primavera e no Verão já procuro que as saladas sejam mais frescas. Para mim, esta é a altura da abundância em que temos mais variedade de frutas e legumes à nossa disposição. Experimentem ir aos mercados no Outono/Inverno e agora, no final da Primavera, princípio do Verão. Temos tanta variedade que apetece trazer um pouco de tudo para casa. Ainda ontem, voltei a comprar pimentos para assar no forno e ir usando nas saladas e outros pratos cá em casa. As cebolas novas que nesta altura estão tão doces e suculentas. Ainda encontramos favas e ervilhas.

As saladas tem a magia de poderem ser feitas com uma mistura de ingredientes variados e que nos agradem. São coloridas e isso torna-as ainda mais apetitosas. Para abrir a época das comidas frescas e leves, hoje deixo-vos uma salada colorida e muito apetitosa. Espero que gostem!

terça-feira, 2 de junho de 2015

Flan de espinafres, curgete e queijo cottage


Junho cheira a fruta madura, a alcachofras secas e manjericos com quadras populares. Cheira a fogueiras de alecrim e a promessas de amor eterno. Junho tem o gosto das festas e dos santos populares, Santo António, São Pedro e São João. Junho, sabe a sardinhas assadas com fatias de pão, sabe a bebidas frescas, a férias e à chegada do Verão.

O calor e os dias ensolarados de céu azul sem nuvens, enchem-nos de apetite e procuramos refeições leves e saborosas para aproveitar o bom tempo. As idas à praia e a sede de usufruir dos dias bonitos, com a família, são excelentes para pensar e organizar piqueniques.

Os piqueniques são uma forma excelente de fazer uma refeição ao ar livre, aproveitar o bom tempo e contactar com a natureza. Ajudam a sair da rotina, por isso, aproveitem!

Deixo-vos, hoje, uma receita que pode ser servida num dia bonito de Junho ao ar livre.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Salada de pimentos assados com alho e salsa


Gosto do sabor característico dos pimentos. Não os dispenso na caldeirada, na cataplana de polvo e uma tira de pimento vermelho no arroz de tomate, deixa-o muito mais saboroso. São companhia imprescindível na salada que acompanha as sardinhas assadas. Mas podem ser recheados, usados em sopas, pizas, pataniscas, frittatas, tartes, pão ou até em pickles. No mercado, encontramos pimentos de várias cores, desde verdes, roxos, amarelos, laranjas e vermelhos, cada um com o seu sabor.

Nesta altura do ano gosto de ter pimentos assados, prontos a usar, no frigorífico. Como fazem um par muito saboroso com o azeite e o alho, um destes dias preparei uma salada para servir como petisco que nos soube muito bem.