Próximos Eventos
Sintra 3 e 4 de Junho de 2017
Sábado e Domingo:
10h00 - 17h30      Workshops Pãezinhos com Legumes
( alunos e enc. educação do 1º ciclo da rede pública do concelho de Sintra )
 
 
Entrada Gratuita Quinta da Ribafria
Lisboa 18 de Junho de 2017
Domingo:
10h30 - 13h30      Receitas Frescas para o Verão
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

As 10 sobremesas preferidas dos leitores em 2015


Uma das primeiras questões que faço a mim mesma às sextas-feiras é: - o que é que vou cozinhar no fim-de-semana? É a altura da semana em que tenho mais tempo para estar a dar asas à imaginação sem interrupções. Por isso, tenho que aproveitar! Uma das coisas que gosto de fazer para acompanhar as refeições de sábado ou de domingo é sobremesas. A escolha recai normalmente em bolos, mas há dias em que faço outras deliciosas sugestões. E para quem gosta de preparar coisas doces para as sobremesas de fim-de-semana, deixo-vos hoje as 10 receitas mais vistas no ano que passou.

As 10 sobremesas preferidas dos leitores em 2015 são:


Destas, qual ou quais são as vossas preferidas?

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Batido de amoras com beterraba e hortelã


Voltei, ontem ao programa A Praça da RTP1 emitido a partir do Porto. Apresentei uma frittata de curgete com queijo cottage. A frittata é um prato de origem italiana em que na base se faz um refogado de cebola a que se junta o que tivermos à mão. Fiambre, queijo, camarão, legumes, ervas aromáticas e por fim os ovos bem batidos. Leva-se ao forno para cozer. É uma óptima ideia para aproveitar sobras.

Cheguei a casa ao final da tarde. Preparei um batido com o que tinha. Costumamos ter, cá em casa, framboesas, mirtilos, amoras e morangos congelados. No frigorífico beterraba cozida, leite e iogurte. Num instante fiz uma bebida para saborear sentada no sofá da sala enquanto via o Tejo a correr em direcção ao mar e a Ana Moura na rádio canta o seu Dia de Folga.


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Bolo de banana com cardamomo e nozes


Há bolos que merecem ser "personagens" de um conto. Se alguém escrevesse a história deste bolo de banana com cardamomo e nozes, que vos trago hoje, teria de ser ao estilo de um romance de nos fazer bater o coração e corar de emoção. Assim de repente, lembro-me do Amante de Lady Chatterley, Anna Karénina ou Madame Bovary.

A história deste bolo teria dois amantes que marcam secretamente encontros através de recadinhos escondidos em livros que trocam na biblioteca da casa de uma tia. O encontro é numa cabana velha de madeira no meio do campo, a que se chega através de uma estrada de terra batida, ladeada de uma pequena cerca de madeira com sinais da passagem do tempo. Em volta pequenas árvores e campos cobertos de verde. Uma tempestade terrível aproxima-se. A chuva começa a cair copiosamente. O céu escurece como se Deus se tivesse zangado com os homens.

A jovem amante, Catherine, que conseguiu sair de casa com a desculpa de visitar uma prima, chega com o cabelo em desalinho. Os pés molhados pedem urgentemente para sair dos sapatos enquanto o vestido de tecido fino, mantém-se seco graças à capa grossa que trouxe numa das suas últimas viagens a Londres. A face afogueada, está fria. Assim que alcança a entrada da pequena cabana sacode algumas das gotas de água presas aos seus caracóis louros que prende na nuca com um gancho de marfim. Tira a capa. Compõe o vestido bonito.

Ao entrar na cabana vê o jovem amante a colocar lenha na lareira. No fogão, a chaleira de água para o chá dá sinais de ferver. No centro da mesa, um prato dourado com um bolo. No ar um aroma quente, misterioso, a especiarias e nozes, a fazer lembrar histórias de amor ...

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Filet mignon com tomilho e alecrim


Um dos pratos que o Ricardo me pede com mais frequência é filet mignon, os bifes tenros e suculentos retirados do lombinho de vaca. Um destes dias para o almoço de fim-de-semana surpreendi-o com o prato que tanto gosta. Haviam de ver a cara de felicidade assim que lhe disse o que ia ser o almoço. Sabe tão bem quando podemos surpreender e mimar aqueles que nos são queridos! Deixo-vos, hoje, a respectiva receita.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

O workshop de Canapés e Entradas em Lisboa foi assim ...


Nos finais de Outubro de 2015 realizei em Lisboa um workshop dedicado a Canapés e Entradas. Durante uma manhã preparámos várias receitas muito práticas para dias de festa ou para servir em momentos especiais. Confeccionámos pão recheado com queijo, tomate cereja com mexilhão em escabeche, tostas com pasta de requeijão, rolos de pasta de fiambre, hummus de grão com bacalhau, ovos verdes, entre muitas outras coisas que no final nos souberam a todos muito bem.


Antes de degustarmos tudo o que foi confeccionado houve ainda tempo para fazer um brinde às coisas boas da vida e aos momentos felizes passados à volta da mesa. Este foi mais um workshop que deixou boas memórias.


No próximo dia 30 de Janeiro volto a realizar workshops em Lisboa. De manhã, iremos confeccionar receitas para Brunch - panquecas, waffles, queques doces e salgados entre outras coisas boas para uma refeição demorada em família. A tarde será dedicada aos Doces de Chocolate. Vamos confeccionar várias receitas com este delicioso ingrediente, desde brigadeiro de colher, panna cotta, madalenas, queques e bolos tentadores que de certeza nos vão deixar com um sorriso largo de satisfação.

Conto convosco?

Inscrições e mais informações:
formacao@acpp.pt   21 362 2705   ACPP

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

As 10 receitas de peixe e marisco preferidas dos leitores em 2015


Escolher os melhores ingredientes, preparar refeições equilibradas de modo a cuidarmos de nós e dos que nos estão próximos, é esta a grande missão de quem gosta de cozinhar. E de todas as receitas que publiquei em 2015, aquelas que os leitores mais viram no ano que passou, de peixe e marisco foram:


Destas, qual ou quais são as vossas preferidas?

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Chuchu recheado com cuscuz e camarão


Gosto muito de rechear legumes e depois assá-los no forno. No Inverno os pratos de forno são uma constante na minha cozinha. Ontem, para a minha participação no programa das manhãs na RTP1, A Praça, preparei tomate recheado com cuscuz e queijo feta. É um prato que resulta tão bem nesta altura do ano!

Curiosamente, hoje, a receita que partilho convosco é idêntica. Este ano a horta dos meus pais teve pela primeira vez chuchus. E esta planta quando começa a produzir fá-lo à séria! Há chuchus com fartura e temos que nos precaver para lhes conseguir dar vazão.

Uso muito chuchu na sopa, adoro assá-los no forno cortados em fatias e temperados com sal e ervas aromáticas. Mas para dar destino a tanto chuchu, num destes fins-de-semana, decidi recheá-los e servi-los ao almoço.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Lassi de manga


Os encontros com amigas de longa data para conversar das coisas da vida sabem sempre tão bem. De três em três meses costumo agendar com umas amigas um almoço. Partilhar momentos, trocar opiniões, falar de angústias, dúvidas, e das coisas boas que aconteceram e que cada uma tem para partilhar. Gerir as agendas nem sempre é fácil mas lá conseguimos marcar um dia durante a semana para um almoço

O último foi por altura do Natal. O local escolhido é sempre o mesmo. Um restaurante indiano na Estefânia que gostamos muito. A ementa escolhida também é, curiosamente, sempre a mesma, desde a entrada ao prato principal. A bebida que escolhemos invariavelmente para acompanhar a refeição é lassi de manga. Deixo-vos, hoje, uma versão desta conhecida bebida indiana.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Bolachas com gengibre cristalizado


Das receitas que fiz para a mesa de Natal sobraram frutas cristalizadas que macerei em vinho do Porto, aguardente velha e brandy, e também gengibre cristalizado. As frutas usei-as num delicioso bolo inglês. O gengibre aguardou mais uns dias no armário da cozinha até que numa das sextas-feiras deste mês de Janeiro decidi dar-lhe destino. O resultado foram umas bolachas perfumadas, com um sabor intenso a viagens misteriosas por destinos onde se contam mil e umas histórias a que apetece sempre voltar.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

As 10 receitas com carne preferidas dos leitores em 2015


Janeiro é o mês em que gosto de olhar para o ano que passou e de fazer balanços. Gosto de ver o que fiz e o que ficou ainda por fazer. Não faço isto como uma forma de me prender ao passado mas com o objectivo de me re-inventar em relação ao futuro. E é neste espírito de rever o ano que passou que vos trago hoje as dez receitas de carne publicadas em 2015 mais vistas pelos leitores durante o ano que passou:


Destas, qual ou quais são as vossas preferidas?

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Ossobuco com vinho tinto


As viagens marcam-nos. Deixam-nos memórias. Criam saudades. Em cada viagem há transformações. O nosso mundo alarga-se, conhecem-se coisas novas, passamos por sítios especiais, descobrem-se produtos, conhecemos pessoas. E uma das partes boas das viagens é sentarmo-nos à mesa para provar as iguarias locais. De Itália trouxe na memória um mundo vasto de aromas e cheiros. O queijo mozzarella numa salada caprese, a burrata delicada e cremosa servida com prosciutto, as lascas de parmesão com um sabor forte que nos desperta a alma. Uma das coisas que comi das vezes que estive em Itália e que fiquei com vontade de fazer cá em casa foi o ossobuco. O passado fim-de-semana, para o almoço, tivemos ossobuco estufado lentamente com muitos legumes.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Bolo de limão


Os dias andam a passo acelerado. O tempo não se detém. Mas a pouco e pouco, retoma-se o ritmo. Há uma época de balanços, traçam-se objectivos e vai-se retomado a azáfama habitual. Cá por casa tem sido assim. E para voltarmos ao ritmo de trabalho, em Janeiro já temos agendados dois fantásticos workshops.

No fim-de-semana que passou, o Ricardo e eu, aproveitámos o tempo de chuva para ficar em casa. Escolhemos alguns filmes para ver. De vez em quando gostamos de fazer pequenas sessões de cinema. Para o lanche de domingo à tarde fiz um bolo de limão. Servido com um chá quente, soube-nos tão bem.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Workshop Doces de Chocolate


Os workshops estão de regresso a Lisboa. No sábado, dia 30 de Janeiro de 2016, vamos ter um workshop intitulado Doces de Chocolate, na ACPP - Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal.

Das 14h30 às 17h00, vamos preparar muitas coisas boas em que o chocolate é a estrela principal. Vai ser uma tarde muito doce com um bolo de chocolate e avelãs, palmiers com vários chocolates, potes de chocolate com framboesas, bolo tipo mousse de chocolate que é uma verdadeira tentação, para além de madalenas, brigadeiro no copo e outras deliciosas surpresas.

De manhã, das 10h30 às 13h00, teremos também o workshop de Brunch. Quem se inscrever nos dois workshops terá 10% de desconto.

Conto convosco?

Inscrições e mais informações:
formacao@acpp.pt   21 362 2705   ACPP
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Workshop Brunch


No próximo dia 30 de Janeiro de 2016, em Lisboa, vou realizar um workshop com o tema Brunch, na ACPP - Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal. O brunch é um conceito que reúne numa mesma refeição o pequeno-almoço e o almoço, é a junção em inglês das palavras breakfast e lunch. É uma refeição ideal para juntar a família à mesa quando se tem tempo, por exemplo ao domingo ou em datas comemorativas.

Das 10h30 às 13h, iremos preparar panquecas, waffles, queques doces e salgados, frittatas, tartes, saladas, sumos de fruta, bolos, biscoitos, entre muitas outras coisas boas. O workshop será um misto de salgados e doces que podem fazer parte de uma deliciosa refeição para partilhar em família.

No final, juntamo-nos à volta da mesa para degustar tudo o que foi confeccionado.

À tarde, das 14h30 às 17h00, teremos o workshop de Doces de Chocolate. Quem se inscrever nos dois workshops terá 10% de desconto.

Conto convosco?

Inscrições e mais informações:
formacao@acpp.pt   21 362 2705   ACPP
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

As 10 receitas preferidas dos leitores em 2015


Janeiro é tempo de balanços, de traçar objectivos, de anotar resoluções. Para mim, este primeiro mês do ano é a altura em que gosto de pensar na vida e nas coisas que fiz e que quero fazer. Escolho objectivos que quero cumprir, revejo o ano que passou e dentro deste espírito de balanço já escolhi as minhas 10 receitas preferidas publicadas no ano que passou. Deixo-vos, hoje, aquelas que os leitores mais gostaram de todas as receitas que confeccionei no ano passado.

As 10 receitas preferidas dos leitores em 2015 são:

Qual a vossa preferida?

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Sopa de tomate com feijão branco e nabiças


Há dias em que o conforto de uma sopa equivale ao calor de uma lareira, ao aconchego de umas meias quentes e macias, que nos aquecem o corpo e a alma, enquanto o Inverno manifesta a sua fúria com chuva, frio e vento. Ontem, andei de um lado para o outro, a fazer coisas que me dão uma alegria especial. De manhã estive, no programa da RTP1, A Praça, a confeccionar uma salada crocante de couve chinesa com amêndoas e salmão grelhado que sabe muito bem e é óptima para retomarmos o equilíbrio, neste início de ano, depois de alguns excessos cometidos à mesa nos dias de festa. À tarde, fui à baixa da cidade de Lisboa, e acabei a fazer um passeio pelas livrarias e pelas lojas em saldos. Mas a chuva e o vento não deram descanso. Quando cheguei a casa, nem imaginam como me soube bem o conforto de uma sopa cheia de legumes com feijão branco, antes de me enrolar na mantinha do sofá.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Bolo inglês e as resoluções para 2016


Ano Novo, vida nova, lá diz o ditado. A cada novo ano renasce a possibilidade de recomeçar. De tentar de novo, de fazer diferente. Às doze badaladas comem-se as passas e definem-se as resoluções para o novo ano que começa. Eu gosto de pensar nas coisas que quero para o novo ano. É uma forma de estabelecer metas e tentar cumpri-las. As minhas resoluções para 2016 são:

1. Aprender. Aprender mais sobre cozinha, sobre a gastronomia e sobre técnicas;

2. Ler mais. Gostava de chegar ao final de 2016 e contar para cada mês do ano um romance e um livro técnico ou de ensaio. 2016, objectivo de leituras - 24 livros;

3. Planear, mais e mais. O planeamento é fundamental para sermos mais produtivos;

4. Escrever. Escrever todos os dias. Este ano gostava de conseguir escrever uma pequena história por mês;

5. Continuar o meu projecto 365. Tirar uma foto por dia das coisas que eu gosto. O entusiasmo no início é sempre muito grande mas a meio do ano vai esmorecendo. Ver se em 2016 consigo melhorar este objectivo;

6. Arrumar. Depois de ler o livro Arrume a Sua Casa, Arrume a Sua Vida que fiquei com vontade de empacotar tudo o que não me faz feliz, tudo aquilo que não uso há anos e que ocupa espaço no meu pequeno T2. Digo-vos que já comecei pelos DVDs;

7. Viajar. Este ano preciso de fazer uma viagem, daquelas que deixam saudades e nos enchem o coração de boas recordações;

8. Juntar mais vezes cá em casa a família e os amigos;

9. Estar mais atenta e ajudar as pessoas à minha volta;

10. Telefonar mais aos amigos nos aniversários. As mensagens electrónicas não têm o conforto da palavra dita;

11. Fazer mais exercício físico. Apostar numa grande caminhada por semana;

12. Tentar não me preocupar com aquilo que não tem importância ou que não depende de mim.

Quais as vossas resoluções para 2016? Vou preparar um chá. Enquanto isso, sentem-se à mesa e sirvam-se de uma fatia deste delicioso bolo inglês. Volto já, já.


Bolo inglês

Ingredientes:
125 g de açúcar
55 g de manteiga sem sal
3 ovos (tamanho L)
185 g de farinha de trigo T55
1 colher de chá de fermento em pó
125 g de fruta cristalizada picada
25 g de passas e sultanas
15 ml de rum
Raspa de 1/2 limão
Uma pitada de sal
Fruta cristalizada e amêndoa palitada para decorar q.b.
Geleia de marmelo q.b. para pincelar


1. Bater a manteiga com o açúcar até um creme.

2. Adicionar as gemas uma a uma e bater entre cada adição.

3. Juntar o rum e a raspa de limão.

4. Adicionar o fermento à farinha. Juntar as passas e a fruta cristalizada à farinha.

5. Juntar a mistura à massa e envolver.

6. Bater as claras em castelo com uma pitada de sal.

7. Adicionar aos poucos as claras em castelo à massa.

8. Tapar a taça e deixar descansar a massa durante 1 h.

9. Colocar a massa numa forma de bolo inglês previamente untada com margarina.

10. Decorar com a fruta cristalizada e com a amêndoa.

11. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 40 a 45 minutos. Antes de retirar o bolo verificar a cozedura com um palito.

12. Ainda morno, depois de desenformar, pincelar o bolo com a geleia de marmelo.


A fruta cristalizada e as passas que usei estiveram a macerar uns dias em vinho do Porto, aguardente velha e brandy. Depois de escorridas, foram picadas. Usei a fruta que sobrou do bolo-rei que fiz no Natal.

Agora que já estamos sentados à mesa, digam-me, quais as vossas principais resoluções para o novo ano que começou?

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

As minhas 10 receitas preferidas de 2015


Gosto de descobrir e experimentar ingredientes novos. Gosto de aprender e ver como se faz. Gosto de usar as coisas boas que cada estação nos tem para oferecer. E é com esse espírito que dia após dia vou partilhando com os leitores as receitas que vou fazendo e a dar tempero, gosto de escrever textos com pequenas coisas da vida.

Em 2015, preparei sopas, sumos, assados, guisados, pão, petiscos, snacks, doces e compotas. Foi um ano cheio de muitas coisas boas e deliciosas. Entre tantas receitas escolher as minhas dez preferidas não foi uma tarefa fácil. Mas aqui fica a minha escolha:

- Figos em calda de Moscatel - adorei esta receita. Assim que a época dos figos chega que os uso das mais variadas formas na minha cozinha. Em 2015 fiz compotas, usei-os num delicioso bolo, num batido, mas foi esta receita de figos em calda que mais me surpreendeu. Agora, em 2016 espero repeti-la.

- Hummus de pimento vermelho assado - é um dos meus hummus preferidos. O sabor do pimento assado torna-o especial e muito saboroso. Juntem uma mesa de amigos e sirvam este hummus. Vão chover elogios. Depois digam-me se tenho razão.

- Marmelada de ameixa ou Ameixada - 2015 foi o ano em devo ter feito mais doces, compotas e geleias mas esta marmelada de ameixa foi uma deliciosa surpresa. Uma cor linda, com consistência de cortar à fatia e com o sabor doce das ameixas maduras. Uma maravilha!

- Chips de batata-doce com açúcar e canela - a batata-doce é um dos ingredientes que passei a ter sempre em casa. Quando me falaram desta receita fiquei tão curiosa que quis logo experimentar. O resultado é um guloseima que me fez lembrar as farturas. Viciante!

- Bolo invertido de kiwi - foi um dos meus bolos preferidos de 2015. O buttermilk ou leitelho dá-lhe um sabor profundo e especial. Eu adoro bolos com fruta e este ficou mesmo muito bom!

- Carne de vaca no tacho com feijão manteiga - há qualquer coisa neste prato que me lembra a família à volta da mesa. O tacho no centro, conversas cruzadas, gargalhadas de gente feliz. O conforto de um prato de forno sabe a abraços apertados, num dia frio de Inverno.

- Pernas de frango recheadas com alheira - a alheira e a carne de frango fazem um casamento feliz. Estas pernas resultaram tão bem!

- Pastéis de arroz com queijo - como uma receita de aproveitamento se transforma na estrela principal de uma mesa. Estes pastéis conquistaram-me. São deliciosos.

- Fidalguinhos de amêndoa - 2015 foi o ano dos bolinhos secos e dos biscoitos no blogue. Fiz de coco, de farinha de milho, de leite condensado com chocolate e avelã, de manteiga de amendoim com chocolate branco, entre outros. Mas estes fidalguinhos de amêndoa resultaram de forma magnífica.

- Moussaka de beringela - a pouco e pouco a beringela conquista-me. Prato a prato vou percebendo o potencial deste legume. E a verdade é que gosto. Esta moussaka de beringela ficou de se lhe tirar o chapéu. Foi prato que repeti cá em casa.

E para vocês, qual a vossa receita preferida de 2015?

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

O meu ano de 2015


2015 foi um ano em que me ri, em que chorei, em que conheci pessoas novas, em que me despedi para sempre de alguém querido, em que tive vontade de desistir, em que me levantei para continuar o meu caminho. Com saúde, a nossa determinação é a força que nos move. Ao olhar para o que foi o ano de 2015 só posso sentir gratidão. Gratidão pelas oportunidades, gratidão pela possibilidade de trabalhar naquilo que me faz feliz, gratidão por ter perto de mim as melhores pessoas do mundo. O meu ano de 2015 foi assim ...

Janeiro: Este mês levou-me à RTP. Estive no programa Há Tarde apresentado por Vanessa Oliveira e pelo conhecido artista, Herman José. Ir à televisão é sempre uma ocasião especial e o bolo húmido de chocolate que apresentei no programa revelou-se um verdadeiro sucesso. Em Janeiro realizei um workshop de Comida Saudável para adolescentes no INETE - Instituto de Educação Técnica. Preparámos saladas, sumos de fruta, sopas e foi um encanto ver a alegria dos jovens à volta da mesa a deliciarem-se com alguns ingredientes como favas, ervilhas, beterraba e tomate. Realizei dois workshops em Lisboa, um de Entradas e Petiscos e outro dedicado a Doces de Chocolate. Escrevi sobre a maçã para a revista Comer. Revi Fanny e Alexander de Ingmar Bergman, realizador que me fascina, e fui ver A Teoria de Tudo, a história de Stephen Hawking escrita pela ex-mulher Paula Hawking, e adaptada ao cinema.


Fevereiro: É o mês em que nasceu o Cinco Quartos de Laranja. Quando a 13 de Fevereiro de 2006 escrevi o primeiro apontamento não sonhava que estava prestes a embarcar na mais deliciosa aventura da minha vida. Em 2015 comemorou 9 anos! Fevereiro, foi o mês em que li Anna Karenina de Leo Tolstoy. Era um dos clássicos da literatura universal que queria muito ler. Adorei e recomendo vivamente. Promovi dois workshops em Lisboa, um dedicado a Risoto & Outros Pratos de Arroz e outro com o tema Entradas e Petiscos, que é sempre do agrado dos participantes.

Março: Levou-me à Herdade do Esporão, no Alentejo, para conhecer a carta do restaurante da herdade e conhecer alguns dos vinhos ali produzidos. Foi aqui que provei pela primeira vez pão com vinho tinto e nozes. Gostei tanto que tentei logo fazer uma versão. A revista Continente Magazine começou uma rubrica de entrevistas a bloggers, eu tive o privilégio de ser a primeira. Neste mês, viajei até ao Porto para dois workshops, um de Entradas e Petiscos e outro dedicado aos Doces de Páscoa. Para mim é sempre uma alegria voltar ao Porto. É uma cidade que me acolhe de braços abertos e onde os leitores do Cinco Quartos de Laranja me fazem sentir em casa. Realizei dois workshops para crianças nas bibliotecas de Algés e de Carnaxide. Falei do mundo dos blogues numa entrevista para a revista PC Guia e apresentei os meus lugares inesquecíveis para a revista GPS. Escrevi sobre a cebola para a revista Comer. Foi neste mês de Março que li O Leopardo de Giuseppe Tomasi di Lampedusa, um dos clássicos que também tinha na minha lista de leituras há já uns bons anos. Agora gostava de ver a adaptação para cinema com o lendário Burt Lancaster no papel principal.


Abril: Mês da Liberdade e de águas mil. Em Abril, estive no Congresso Nacional dos Cozinheiros organizado pelas Edições do Gosto. Assisti às apresentações de chefs portugueses de renome e de vários jovens promissores cuja cozinha começa a dar que falar. No Congresso, fui um dos membros do júri do concurso Sandes à Portuguesa. Estive na biblioteca de Oeiras para um workshop com crianças. Voltei no Dia do Livro para falar sobre romances em que a comida é quase uma personagem e apresentei receitas dos meus livros Cozinha para Dias Felizes e Delicioso Piquenique. Passei pelo conhecido festival Peixe em Lisboa onde assisti, entre várias apresentações, à de Avelino Ormonde que conheci na Ilha Terceira.

Maio: A felicidade é um tema que me fascina e quando soube que o Observador promovia uma palestra sobre esta temática fiz questão de estar presente. Há coisas que não dependem de nós, mas a felicidade pode ter o sentido que nós lhe quisermos dar. Fui aprender a fazer sushi num workshop com o chef Paulo Morais no âmbito do Sushi Fest. Escrevi sobre uma das minhas frutas preferidas, o morango, para a revista Comer. Jantei com alguns leitores do Cinco Quartos de Laranja na Casa dos Sabores, uma iniciativa promovida pela Iglo. Foi um jantar memorável que deixou muito boas recordações. Os encontros com os leitores são sempre muito especiais! Organizei dois workshops em Lisboa, um dedicado a Entradas e Petiscos II e outro com o tema Doces e Sobremesas. Li a obra As Cidades Invisíveis de Italo Calvino, uma obra que tinha na minha lista de leituras também há já algum tempo. Tive ainda a possibilidade de cozinhar na Feira do Livro de Lisboa.


Junho: A variedade de fruta é ímpar nesta altura do ano. Em Junho cozinhei com ameixas, cerejas, morangos, feijão verde e tomate. Voltei à Feira do Livro de Lisboa para mais um showcooking com receitas dos meus livros Cozinha para Dias Felizes e Delicioso Piquenique. Estive em Alcobaça, terra de boa maçã, a cozinhar no âmbito do festival Books & Movies. Fui entrevistada pela jornalista Marta Braga para a revista Saberes & Sabores.

Julho: Escrevi sobre a curgete para a revista Comer. É um dos meus legumes preferidos, e tal como o bacalhau tem mil e um usos na cozinha. Comecei a trabalhar enquanto jurada no concurso A Minha Pastelaria Compal que me levou a várias zonas do país. Os dias quentes de Julho pedem leituras mais leves. A obra escolhida foi Os Aromas do Amor de Dorothy Koomson. Participei na Maratona da Leitura na biblioteca municipal da Sertã. Aqui, foi um privilégio poder estar à conversa com o grande Mário Zambujal. Já leram a Crónica dos Bons Malandros?


Agosto: É o mês de férias por excelência. Entre uns dias de praia, passeios pela cidade de Lisboa, em Agosto fui à Feira do Livro da Figueira da Foz para um showcooking onde apresentei uma receita do meu livro Cozinha para Dias Felizes. Promovi a semana tomática no blogue, uma semana dedicada a receitas com tomate. Andei ainda pela zona centro do país a visitar pastelarias e padarias. Provei pão muito bom e descobri doces de que não fazia ideia.

Setembro: Foi o mês em que preparei as actividades do último trimestre do ano, que foi preenchido com vários workshops, showcookings e algumas idas à televisão. Para a revista Comer preparei um artigo sobre a couve-chinesa de que fiquei fã. Já experimentaram? Neste mês li a obra Comer Bem para Viver Melhor, que adorei. A autora apresenta uma atitude perante a comida com a qual me identifico. Para comer bem o importante é o equilíbrio. Escrevi sobre isso aqui. Estive na biblioteca municipal José Saramago, em Loures, no âmbito do Dia dos Sabores e Saberes onde apresentei os meus livros e confeccionei uma receita.


Outubro: Foi o mês do regresso, depois das férias, aos workshops. Os primeiros dois foram no espaço Samsung Chef's Experience onde preparámos risoto de curgete com bacalhau confitado. Os seguintes foram na cidade do Porto, com os temas Aperitivos para Festas e Bolos, Biscoitos e Bolachas. Em Lisboa teve lugar ainda o workshop Vamos Petiscar. Estive também na inauguração da Festa dos Vinhos e da Comida de Espanha no El Corte Inglés, a convite da embaixada do país vizinho, a que se seguiram mais sete showcookings, todos com produtos presentes na feira. Escrevi, em parceria com Virgílio Nogueiro Gomes, sobre as 40 pastelarias finalistas do concurso A Minha Pastelaria Compal para o jornal Correio da Manhã.

Novembro: Levou-me numa viagem deliciosa até ao restaurante Vila Joya no âmbito do Festival Internacional Tribute to Cláudia. Um jantar memorável com cerca de 20 pratos e onde tive também a possibilidade de assistir à prova do azeite Oliveira da Serra 1ª Colheita de 2015. A convite da IVO Cutelarias juntei-me ao grupo de embaixadores da marca numa cerimónia que decorreu na Alimentária, em Lisboa. Escrevi sobre a batata-doce para a revista Comer. A batata-doce passou a ser um ingrediente indispensável cá em casa. Organizei os workshops Vamos Cozinhar com Quinoa no espaço Samsung Chef's Experience e voltei ao Porto para mais três workshops, dois dedicados a Receitas de Natal e o outro com sugestões de presentes feitos em casa, que tem sempre muita adesão por parte dos leitores. Em Lisboa estive a cozinhar receitas de chocolate no Hotel Real Palácio e preparei dois workshops, um de Bolos e Doces de Natal e outro de Canapés e Entradas. Visitei o Lagar do Marmelo em Ferreira do Alentejo. Adoro azeite e procuro sempre saber mais sobre este ingrediente que uso todos os dias na minha cozinha. Aqui fiz o primeiro azeite Cinco Quartos de Laranja com três variedades de azeitona e fiquei encantada com o pudim de mel e azeite servido com laranja e azeitonas pretas feito pelo chef Vítor Sobral, para o almoço desse dia.


Dezembro: foi o mês da televisão. Passei pelo programa da Ana Rita Clara na SIC Mulher onde apresentei várias sugestões de presentes de Natal feitos em casa. Na RTP passei pelo Agora Nós com a acolhedora Tânia Ribas de Oliveira e o esfuziante José Pedro Vasconcelos onde apresentei uma receita de bacalhau confitado. E estive três vezes no programa A Praça, apresentado pelos simpáticos Sónia Araújo e Jorge Gabriel, que recebem os convidados sempre com boa disposição e que nos fazem sentir em casa. Apresentei um tentador bolo coroa de Natal, com frutas cristalizadas e especiarias, que foi um verdadeiro sucesso. Apresentei também fritos de doce de gila e no último programa de 2015 apresentei várias sugestões de petiscos ou entradinhas para a festa de passagem de ano. Cozinhei no Mercado de Natal da Santa Casa da Misericórdia na Praça do Município, em Lisboa. Fiquei com o coração cheio quando no final muitas leitoras que assistiram à minha apresentação, fizeram questão de me cumprimentar. Fui até à biblioteca municipal de Estarreja falar dos meus livros e apresentar sugestões práticas para presentes de Natal feitos em casa. Realizei um workshop para pais e filhos com o tema Bolos e Bolinhos com Legumes Escola EB Casal da Cavaleira no concelho de Sintra. Adorei esta experiência. Pareceu-me que tanto os pais como as crianças que participaram se divertiram muito e adoraram os legumes usados nas diferentes receitas confeccionadas.

2015 foi um ano de workshops e showcookings. Foi um ano de investimento, de trabalho e de muita satisfação pessoal. Posso dizer que foi um bom ano. Que 2016 nos traga, a todos, o triplo das coisas boas do ano que passou. Com saúde, trabalho e de preferência, junto daqueles de quem gostamos!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

2016, Feliz Ano Novo!


Que 2016 seja um ano de dias felizes! Que traga trabalho e a possibilidade de concretizar sonhos. Que seja um ano cheio de amor e com muitos sorrisos. Que 2016 traga paz e alegria. Que seja um ano de projectos, que traga gargalhadas e muita força para continuar. Que o novo ano seja a certeza de que vale a pena acreditar. Acreditarmos em cada um de nós para tentarmos fazer mais e melhor. Acreditarmos que os outros são uma peça fundamental na nossa vida. Acreditar que vale a pena ajudar.

Que 2016 nos permita abraçar mais vezes os que nos são queridos. Que nos dê a possibilidade de dizer "Gosto de ti!" àqueles que realmente contam. Que nos permita olhar para o céu, de passear de mão dada, de ver o mar e sorrir ao pôr-do-sol. Que o novo ano nos permita a todos muitos dias felizes à volta da mesa para comemorar a alegria da vida. Que nos permita ser generosos. Em 2016, que a inveja se transforme numa força positiva, não para derrubar o outro ou cruzar os braços mas para competir, dar luta, ser melhor. Aprendemos e evoluímos a ver quem faz bem ou diferente. O aparente sucesso do outro não é o resultado do nosso suposto fracasso.

Que 2016 nos traga 366 dias de coisas novas. Que cada dia seja uma janela que podemos abrir para sermos felizes, para enriquecermos a nossa vida com pessoas novas, experiências diferentes, momentos únicos e memoráveis. Que o novo ano nos traga humildade, luz, conhecimento e a possibilidade de agradecer. Que nos felicite com uma mesa farta e muita, muita saúde. Tudo o resto, só depende de nós!

A todos, votos de um ano de 2016 cheio de boas oportunidades e muito feliz!