Próximos Workshops
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 18 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 12h00      Presentes de Natal na mercearia Morteiro & Santos

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Sopa de abóbora com pesto e tortellini


Todos os anos defino pequenos objectivos que vou tentando concretizar ao longo do ano. Os objectivos acabam por ser uma estratégia para fazer coisas de que gosto. Uma das metas que estabeleci para este ano foi tentar conseguir aumentar as minhas leituras, sejam elas de ficção - adoro ler romances - ou de comida em geral. Maio, para mim, foi um bom mês em termos de leituras. Se conseguir manter este ritmo, consigo ultrapassar o meu objectivo de ler pelo menos vinte e quatro livros por ano.

O livro escolhido para o mês de Maio foi Jane Eyre de Carlotte Bronte. Adorei o livro. Uma escrita deliciosa. Uma história que nos arrebata o coração, que nos prende da primeira à última página. Gostei tanto que já ponderei voltar a lê-lo.

Consegui terminar o livro de Fortunato da Câmara, Manual para se Tornar Um Verdadeiro Gourmet - o autor explica vários conceitos como o de umami, reflecte sobre o serviço de sala e sobre as cozinhas étnicas ou de fusão, fala sobre os vinhos, sobre as estrelas Michelin e questiona de forma crítica o papel que os blogues têm vindo a assumir. Um livro excelente para quem quer saber mais sobre o mundo da gastronomia.

Li também, de Francisco José Viegas, o livro de cozinha A Dieta Ideal. Comecei a acompanhar a escrita deste autor na revista Grande Reportagem. Adorava o modo como falava da cozinha, dos ingredientes e das receitas que ia partilhando com os leitores. Por isso, não podia perder este seu livro que faz uma viagem aos sabores tradicionais portugueses, as coisas boas da mesa. Apresenta receitas de pataniscas, de ovos, de migas, de sardinhas panadas ou como se diz pelo norte costeletas de sardinha, entre muitas outras sugestões que juntam memórias e vivências do autor à volta da mesa.

O último livro de Maio foi do conhecido chefe José Avillez, Combinações Improváveis. O livro é uma compilação de algumas das receitas do seu programa de televisão. Confesso que já tenho algumas marcadas para experimentar cá em casa.

E se Maio foi um mês de muitas leituras, foi também um mês de experiências à volta dos tachos e muitas comidas boas. Uma das receitas que fiz foi uma sopa de abóbora com pesto e tortellini, que ficou maravilhosa!


Sopa de abóbora com pesto e tortellini

Ingredientes para 4 pessoas:
450 de abóbora limpa cortada em cubos
1 cebola
2 cenouras
1 curgete
2 dentes de alho
850 ml de caldo de galinha (ou água)
250 g de tortellini de ricotta e espinafres
2 colheres de sopa de pesto
Azeite q.b.
Sal q.b.
2 colheres de sopa de sementes de abóbora


1. Colocar a abóbora numa panela. Adicionar a cebola, a cenoura e a curgete, descascada, cortadas em pedaços.

2. Adicionar o caldo e levar ao lume. Temperar com sal. Assim que estiver cozido, triturar com a varinha mágica até obter um creme uniforme.

3. Cozer os tortelini seguindo as indicações da embalagem. Depois de cozidos envolvê-los no pesto.

4. Levar uma frigideira ao lume e tostar ligeiramente as sementes de abóbora.

5. Servir a sopa com o tortellini, as sementes de abóbora e um fio de azeite.


Fica uma sopa cheia de sabor.

11 comentários :

  1. Que sopa maravilhosa, e diferente! E para mim tudo o que é diferente é sempre uma grande aventura! Como foi o Workshop no Porto, adorei, ainda não me tinha pronunciado! E o que mais me ficou gravado: Arriscar é bom!
    Jane Eyre para mim foi um livro marcante. Li há um par de anos e dos livros que li, foi dos que me ficou gravadinho na memória!
    Também vi o filme e é igualmente encantador!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Andrea,
      obrigada. Fazermos coisas diferentes, arriscarmos é bom e deixa-nos satisfeitos. O workshop foi tão giro.
      Ver se consigo ver o filme. A história é linda.
      Um beijinho grande.

      Eliminar
  2. O aspeto desta sopa é simplesmente maravilhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A casinha das Bolachas,
      obrigada.
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Jane Eyre é dos livros que mais me marcaram: li-o com nove anos estava de perna partida e imobilizada em casa dos meus avós, fartei-me de ler nessa altura, e esse foi um dos livros que me veio parar á mão. Adorei a história - tinha recentemente visto a Rebecca do Hitchcock baseado no romance da Daphne du Maurier e achei que haviam ali umas semelhanças nas histórias. Já o reli mil e uma vezes, e posso afirmar que foi O livro que me fez querer escrever, e agora, volvidos tantos anos, sei que foi graças a esse livro - e uns outros! - que finalmente editei o meu primeiro romance! E essa sopa tem um aspecto delirantemente bom.
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miranda,
      fiquei curiosa. Como se chama o teu romance?

      Eliminar
    2. O meu chama-se "A Study for Love" mas é uma edição digital, só há em formato ebook, portanto, só dá (infelizmente!) para ler com app do Kindle e comprar na Kindle store :( É um mystery novel eheheheh, mas não sou uma Agatha Christie, I wish!

      http://bloglairdutemps.blogspot.pt

      Eliminar
  4. Sopa? com este calorzinho?... mas tem um aspeto otimo!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria,
      acho que como sopa o ano todo! :)
      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Adoro abóbora, yummmyyy!! Então em sopa.. que bom! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Floco D'Aveia,
      fica tão boa. Cá em casa, adorámos.
      Um beijinho.

      Eliminar