Próximos Workshops
Lisboa 2 de Abril de 2017
Domingo:
10h00 - 13h00      Doces e Folares de Páscoa
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Os workshops Receitas Práticas com Parmalat em Lisboa foram assim


Cozinhar em grupo é sempre uma verdadeira alegria. E foi o que aconteceu no sábado, dia 19 de Novembro de 2016, nos workshops Receitas Práticas com Parmalat que decorreram em Lisboa, na ACPP - Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal.

Realizámos dois workshops, um de manhã e outro à tarde, para grupos diferentes de leitores do Cinco Quartos de Laranja. Em cada um deles preparámos doze receitas, desde entradas, pratos de carne e de peixe, e sobremesas. Em todas as receitas havia, pelo menos, um ingrediente Parmalat, proporcionando aos participantes a possibilidade de utilizarem vários produtos da marca.

À imagem dos workshops realizados no Porto, tivemos uma responsável da Parmalat a falar-nos sobre natas. Explicou a diferença entre nata para culinária e nata para bater, entre outras curiosidades sempre interessantes para quem gosta de cozinhar.


Depois de todos os pratos terem sido finalizados, entre muitas gargalhadas, trocas de conhecimentos e de dicas, reunimo-nos à volta da mesa para degustar tudo o que foi confeccionado.

Há sempre receitas que se gostam mais do que outras. Mas nestes workshops com Parmalat houve várias receitas que fizeram as delícias de quem participou. As tartelettes de camarão com alho-francês e caril resultam sempre bem. O bacalhau gratinado com espinafres é uma delícia e é um prato excelente para servir em família. O pão recheado com queijo e linguiça não deixa ninguém indiferente. Os medalhões de pescada com caril são muito práticos para confeccionar no dia-a-dia. Os ravióli com molho de cogumelos e espinafres preparam-se num abrir e fechar de olhos e toda a gente adora.


Nas sobremesas destacou-se a musse de morango e o bolo de chocolate com nozes servido com uma tentadora ganache de chocolate. Depois de tantas receitas confeccionadas sabe tão bem sentir a alegria de quem cozinhou à volta da mesa. Os workshops tornam-se especiais pelas pessoas que aceitam partilhar estes momentos em conjunto.


Obrigada a todos os que participaram. Espero que continuem a preparar muitas receitas práticas com Parmalat.

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Vamos preparar o Natal: Perna de peru assada no forno


A azáfama do Natal já se sente no ar. Cá em casa, só monto a árvore de Natal no dia 1 de Dezembro. No entanto, já se preparam os presentes para oferecer aos amigos e família. Já se pensa nas comidas e bebidas para a mesa de Natal.

Um dos ingredientes muito utilizados nesta época é o peru. Na família, da parte do meu marido, há a tradição de assar o peru recheado e servir no dia de Natal. Mas em muitas famílias há quem não aprecie o peru assado inteiro ou muitas vezes não se reúnem o número de pessoas suficiente para que se justifique assar uma ave inteira. Nestas alturas a solução passa por fazer, por exemplo, peito recheado ou uma perna  assada.

E é esta a sugestão que vos deixo, hoje, na rubrica Vamos Preparar o Natal. A carne fica tenra e suculenta. Deliciosa!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Workshop Presentes de Natal em Lisboa


Já se contam os dias para a chegada do Natal. Por cá, já se começaram a preparar os presentes de Natal. Para quem como eu gosta de fazer presentes em casa e oferecer, no dia 10 de Dezembro, das 14h30 às 17h30, vamos ter um workshop muito especial, Presentes de Natal. Os presentes feitos em casa são únicos. É essa a magia!

O workshop realiza-se na ACPP - Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal, em Lisboa, e é dividido em duas partes. Na primeira, iremos falar de embalagens, recipientes, etiquetas, entre outras dicas práticas. Irei mostrar alguns presentes que se fazem num abrir e fechar de olhos, como ameixas em vinho do Porto, azeites aromatizados, ou misturas já prontas a usar colocadas em frascos bonitos. Depois vamos colocar as mãos na massa. Iremos preparar receitas muito práticas, desde licores, bolachas, biscoitos, geleias, curd, trufas de figos, granola, entre muitas outras ideias deliciosas que de certo vão agradar a todos os que receberem estes presentes.

Este workshop é para todos os que gostam de fazer presentes personalizados e especiais. De manhã teremos um workshop dedicado a Receitas para a Mesa de Natal.

Quem quer vir fazer parte da magia do Natal?

Inscrições e mais informações:
formacao@acpp.pt   21 362 2705   ACPP
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

Workshop Receitas para a Mesa de Natal em Lisboa


No sábado, dia 10 de Dezembro de 2016, vamos ter, em Lisboa, na ACPP - Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal, das 10h30 às 13h30, um workshop dedicado a receitas para a mesa de Natal. Iremos preparar entradas, pratos de peixe, pratos de carne e sobremesas a pensar na época festiva que se aproxima. Este é um workshop para quem quer fazer uma mesa especial para partilhar com a família no Natal.

Iremos preparar um surpreendente creme de alho-francês, bacalhau confitado com puré de batata-doce, rolo de peru com alheira e espinafres, sonhos, uma deliciosa coroa de Natal com frutas cristalizadas, entre muitas outras coisas boas que vão surpreender.

Quem quer vir preparar receitas para a mesa de Natal?

Inscrições e mais informações:
formacao@acpp.pt   21 362 2705   ACPP

( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Vamos fazer pão: Pão de mistura com passas e laranja cristalizada


Quem gosta de fazer pão em casa? Quando se começa, acho que depois não se quer parar. São tantas as farinhas que podemos usar. São tantas as combinações que se podem fazer que, se quisermos, podemos colocar na mesa para a família um pão diferente todas as semanas.

O pão, que esta semana partilho convosco, é um pão de mistura, usei farinha de trigo e farinha de centeio, e adicionei-lhe uma mão cheia de passas e laranja cristalizada. Gostam da ideia? Vamos Fazer Pão?


quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Lombos de bacalhau com crosta de broa de milho


O Natal é uma época de tradições. Pelo menos na minha família tentamos criar laços e hábitos natalícios. E muitos deles passam pela mesa. Peru assado inteiro só se faz nesta altura do ano. Fritos de abóbora, rabanadas, sonhos e arroz doce fazem sempre parte da mesa de Natal. E o que não pode faltar também é o bacalhau. Não me lembro de nenhuma noite de consoada em que o jantar não fosse um prato com o nosso fiel amigo.

Por isso, para a rubrica Pescanova decidi preparar um prato com lombos de bacalhau que vai fazer as delícias da família este Natal.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Lançamento d'O Livro de Petiscos da Isabel


Queridos leitores,

é hoje que chega às livrarias o meu novo livro, O Livro de Petiscos da Isabel. Sabe tão bem terminar o ano em que o Cinco Quartos de Laranja comemorou o seu 10º aniversário com mais um livro.

O lançamento de um livro é sempre um momento tão especial. E nestas alturas gostamos de estar rodeados de amigos, de pessoas que nos sejam queridas. Ao longo destes anos de blogue, são vocês, queridos leitores as pessoas que mais me têm motivado a continuar. Por isso, gostaria muito que estivessem comigo no dia 29 de Novembro às 18h30, na Fnac do Chiado, para o lançamento d'O Livro de Petiscos da Isabel. A apresentação será feita pelo gastrónomo Virgílio Nogueiro Gomes.

Vou adorar partilhar este momento com todos vocês que me visitam diariamente, que fazem muitas das receitas que vou publicando, que se inscrevem nos meus workshops ou que assistem aos meus showcookings. O convite está feito.

Encontramo-nos no dia 29 de Novembro de 2016, às 18h30, na Fnac do Chiado?

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Vamos preparar o Natal: Licor de ginja com chocolate e piripíri


Já se contam os dias para a chegada do Natal. As ruas e as montras anunciam a chegada de uma das mais bonitas épocas do ano. Cá por casa fazem-se listas de presentes a oferecer, mas não pensem que são ofertas caras ou muito elaboradas. São lembranças, pequenos mimos que façam felizes quem os recebe. Na minha família tenho algumas pessoas que adoram licores. Quando nos reunimos em família, é habitual depois do café, ser servido um licor. E o mais giro é termos licores diferentes. Houve um ano que fiz ginjinha e ofereci, numa garrafa bonita, com outros presentes num cabaz.

Este ano para prepararmos o Natal deixo-vos a receita de um licor de chocolate. A minha primeira versão deste licor não levava piripíri, mas depois de uma troca de ideias com alguns amigos no Facebook decidi fazer novamente e adicionar-lhe um toque picante. E não é que ficou maravilhoso?!

Este licor de ginja com chocolate e piripíri fica cremoso. Pode ser servido com uma pedra de gelo ou até ser usado na confecção de sobremesas. Vamos preparar o Natal?

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Os workshops de Natal em 2015 no Porto foram assim


O ano passado realizei, num fim-de-semana, no Porto três workshops dedicados ao Natal. No sábado da parte da manhã preparámos receitas para a mesa de Natal, desde entradas, prato de carne, prato de peixe e sobremesas alusivas à época. No dia seguinte, domingo, voltamos a repetir o workshop dado o número elevado de inscrições. Preparámos tanta coisa boa! Foi uma manhã muito saborosa.

No próximo dia 26 de Novembro, volto ao Porto para mais um workshop de Receitas para Festas de Natal. Desta vez com um novo menu.


No sábado, da parte da tarde, teve lugar o workshop dedicado a presentes de Natal. Presentes feitos em casa, especiais, para oferecer à família e amigos. Hoje em dia, devido à grande oferta dos mais variados produtos, esquecemo-nos muitas vezes que os presentes feitos por nós têm um valor especial. São pensados e feitos com enorme carinho para aqueles que são importantes para nós. Fazer presentes em casa não significa, na grande maioria das vezes, poupar. Significa podermos fazer presentes distintos, personalizados, únicos e oferecê-los a quem faz parte da nossa vida.

Na minha casa, perdeu-se a conta às travessas de arroz-doce oferecidas, nesta altura do ano, a uma vizinha, a uma tia, a um primo ou a uma família amiga. Em retorno, a acompanhar a travessa vazia, vinha muitas vezes um pano de cozinha bordado, um saco de nozes ou de figos secos, um embrulho com broas ou uma garrafa de licor caseiro. Nem imaginam como estes pequenos presentes eram preciosos e especiais! São presentes que deixam memórias.


A vida moderna alterou muitos dos nossos hábitos. A falta de tempo é muitas vezes o motivo para comprar em vez de fazer. Mas as lembranças não precisam de ser caras para serem especiais ou fazerem a diferença. Pensem nisso! Inscrevam-se no próximo workshop de Receitas para Ofertas Natalícias e levem para casa muitas mas muitas ideias para oferecem este Natal.

Deixo-vos as fotos com os sorrisos e a alegria de quem participou nos workshops de Natal em 2015. Venham participar nos próximos. Dia 26 de Novembro, encontramo-nos no Porto?

Workshop Doces Tradicionais de Natal, em Lisboa


No próximo dia 4 de Dezembro de 2016 vou ter um workshop muito especial em Lisboa, na escola de cake design IstoFaz-se. O tema escolhido é Doces Tradicionais de Natal.

Durante uma manhã, das 10h às 13h, iremos preparar receitas doces para colocarem na vossa mesa de Natal. Vamos preparar um arroz-doce maravilhoso, sonhos que se desfazem a cada dentada, farófias no forno de que se vão tornar fãs, aletria com amêndoa, rabanadas ou fatias douradas com calda de vinho do Porto e uma maravilhosa coroa de Natal com frutas cristalizadas. Tanta coisa boa!

Este workshop é para todos aqueles que querem ter uma mesa de Natal doce, com as sobremesas típicas da época, para partilhar com a família.

Não percam esta oportunidade. É um workshop único!

Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Vamos fazer pão: Pão de abóbora assada


Gosto tanto de fazer pão em casa. Colocar a farinha numa taça. Juntar água, sal, fermento e amassar. Hoje em dia temos máquinas que amassam e que nos poupam trabalho, mas adoro colocar as mãos na massa e esticá-la, dobrá-la e voltar a esticá-la. Gosto deste ritual. Sinto uma ligação muito especial ao ritual de fazer pão.

Para fazermos pão em casa podemos usar dois métodos. O método directo que é juntar todos os elementos numa taça, amassar, levedar e vai para o forno ou então usar o chamado método indirecto.

O método indirecto consiste no uso dos pré-fermentos. Os pré-fermentos, tentado explicar de forma muito simples, são porções de massa que são deixadas a levedar e que depois se juntam à preparação final do pão. Como pré-fermento temos o poolish, que já expliquei aqui como se prepara. E temos também a biga. Este pré-fermento é muito usado pelos padeiros italianos e é essencial na preparação de algumas variedades de pão. A hidratação (quantidade de água) pode variar entre os 45% e os 60%. A fórmula que uso para preparar a biga é a seguinte:

100% de farinha
60% de água
1% de fermento

O uso de pré-fermentos torna o pão muito mais saboroso, com uma textura muito diferente daquela que se consegue pelo método directo. O uso dos pré-fermentos exige que se dê mais tempo às massas. Se repararem, não nos dá mais trabalho. É apenas uma questão de organização. Fazer pão em casa torna-se tão fácil assim. Quem aceita o desafio? Vamos Fazer Pão?


quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Pernas de frango assadas no forno com tomate cereja e azeitonas verdes


Os últimos dias têm sido de trabalho, principalmente a preparar os workshops até final do ano. No sábado, vou ter em Lisboa, dois dedicados a receitas práticas com Parmalat. A primeira edição destes workshops foi no Porto e foi uma alegria ver os participantes, felizes, à volta da mesa com os pratos que realizaram.

No dia 26 de Novembro, volto ao Porto para mais dois workshops muito especiais, desta vez dedicados à época festiva que se avizinha. De manhã iremos preparar receitas doces e salgadas para a mesa de Natal e à tarde vamos dedicar-nos a confeccionar presentes de Natal, comestíveis, para oferecer aos que nos são mais queridos. As inscrições já estão a decorrer através do eMail work@sott.pt. O ano passado, ambos os workshops esgotaram muito rapidamente.

Entre a azáfama dos dias de trabalho e as reuniões, procuro que as refeições cá em casa sejam saborosas mas muito práticas. E por isso recorro muitas vezes aos assados no forno. Adoro. E como os dias já estão mais frios acaba por ser um verdadeiro conforto colocar o tabuleiro a fumegar na mesa. O que me dizem a estas deliciosas pernas de frango com tomate e azeitonas? Apetitosas?

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Tarte de batata-doce com curgete, chèvre e bacon sem glúten


Hoje em dia, encontramos cada vez mais pessoas que revelam intolerância ou que procuram fazer uma alimentação sem glúten. Nesse sentido a Maizena lançou-me um desafio. Escolher uma das receitas que desenvolveram em parceria com a Associação Portuguesa de Celíacos e que estão publicadas na página web ou no canal YouTube da marca. Ali, encontrei receitas muito variadas, práticas a pensar nos almoços ou nos jantares da semana, para além de deliciosas sugestões para as sobremesas. Entre as várias sugestões decidi adaptar uma das receitas salgadas e fazer uma tarte para um dos almoço de fim-de-semana. Ficou deliciosa!

E vocês, já escolheram a receita dos Segredos Maizena sem glúten que querem confeccionar?


terça-feira, 15 de novembro de 2016

Vamos preparar o Natal: Biscotti com alperces secos, nozes e chocolate branco


Numa das minhas viagens por Itália, num dos dias que parámos em Siena, ao almoço para sobremesa escolhi cantucci com vinho santo. O cantucci ou biscotti é um biscoito duro, seco que é cozido duas vezes e ao comer, é molhado no vinho. O vinho santo é um vinho da região da Toscana que é feito com uvas quase secas. Os biscoitos são enriquecidos com frutos secos o que os torna irresistíveis!

Estes biscoitos podem ser um presente muito especial para oferecerem no Natal, pois aguentam-se muito tempo. Podem colocá-los num frasco com um laçarote bonito, num saco alusivo à época, numa caixa de papel ou numa lata, com motivos coloridos. Hoje em dia já se encontram recipientes tão giros para os presentes feitos em casa. Podem completar o presente com um vinho colheita tardia ou com um moscatel, de preferência já com alguns anos. Os presentes feitos em casa podem ser muito especiais!

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Workshop Receitas para Ofertas Natalícias no Porto


O Natal está a chegar e a azáfama à volta dos presentes para oferecer começa a pouco e pouco a instalar-se. As ruas já estão enfeitadas. As montras das lojas brilham com os motivos natalícios já expostos. Apesar de adorar o Natal, o que é certo é que cada vez mais faço presentes em casa para oferecer. Um presente feito por nós torna-se único e especial. Tem muito mais valor. Fazendo presentes em casa acabamos por ter um Natal mais divertido e menos stressante. Para preparar os presentes, podemos pedir sempre a ajuda da restante família. Pode ser também uma forma de criarmos tradições e fazermos memórias junto dos mais pequenos.

No próximo dia 26 de Novembro de 2016, da parte da tarde, vou realizar um workshop dedicado a presentes de Natal feitos em casa para oferecerem à família e aos amigos, no WORK espaço criativo, na cidade do Porto.

O workshop é dividido em duas partes. Na primeira, iremos falar de embalagens, recipientes, etiquetas, entre outras dicas. Irei mostrar também presentes que se fazem num piscar de olhos, como ameixas em vinho do Porto ou misturas já prontas a usar colocadas em frascos bonitos. Depois vamos colocar as mãos na massa. Iremos preparar receitas muito práticas, desde licores, bolachas, biscoitos, geleias, barras de chocolate com frutos secos, granola, entre muitas outras ideias deliciosas que de certo vão agradar a todos os que receberem estes presentes.

Este workshop é para todos os que gostam de fazer presentes personalizados e especiais. Quem quer vir fazer parte da magia do Natal?

De manhã teremos um workshop dedicado a Receitas para Festas de Natal.

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   91 700 1802   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

Workshop Receitas para Festas de Natal no Porto


No próximo dia 26 de Novembro de 2016 regresso ao Porto para dois workshops no WORK espaço criativo. De manhã iremos preparar Receitas para Festas de Natal. A ideia será preparar um menu de Natal com entradas, pratos de peixe, prato de carne e sobremesas alusivas à época.

De entre as várias iguarias, iremos preparar um creme de alho-francês, queijo panado com compota de frutos vermelhos, peru com alheira, bacalhau gratinado, folhado de salmão e polvo com crosta de milho. Nas sobremesas teremos sonhos, arroz doce, uma tentadora coroa de natal com frutas cristalizadas, entre outras coisas boas para saborear nesta quadra festiva.

O menu está escolhido. A mesa está posta à vossa espera. Quem quer vir experimentar este menu de Natal?

À tarde teremos um workshop dedicado a Receitas para Ofertas Natalícias.

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   91 700 1802   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

O Livro de Petiscos da Isabel, o meu novo livro


Queridos leitores,

nos próximos dias chega às livrarias o meu novo livro, O Livro de Petiscos da Isabel, editado pela editora Marcador. O título, revela o tema escolhido. É um livro cheio de receitas práticas, com ingredientes acessíveis e muito fáceis de preparar. Um livro que segue um dos meus lemas preferidos, tudo o que nos facilite a vida é muito bem-vindo!

Como em tudo há sempre um começo, um princípio. E a minha aventura no mundo dos livros iniciou-se, em 2012, com o Cozinha para Dias Felizes a que se seguiram, em 2014, Delicioso Piquenique e Receitas Indispensáveis para o seu Robot Cuisine Companion, este último, publicado em Março de 2016.

No ano em que o Cinco Quartos de Laranja celebra o seu 10º aniversário sabe bem terminar o ano a partilhar convosco esta novidade deliciosa. O Livro de Petiscos da Isabel é um livro para vos ajudar a preparar receitas saborosas, pensadas para partilhar com aqueles que vos são mais queridos, como a família e os amigos. Reunir aqueles de quem gostamos à volta da mesa é sempre uma verdadeira festa. É isto que este novo livro pretende. Cozinhar pode ser uma aventura maravilhosa!

Brevemente darei mais novidades sobre encontros com leitores e outras acções. Mas deixo já o convite para estarem todos comigo no dia do lançamento em Lisboa: 29 de Novembro de 2016. Combinado?

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Vamos fazer pão: Pão doce com canela


Quem faz pão em casa? Quando se começa a fazer pão parece que a nossa vida muda. Começamos a olhar para o pão de outra forma. Começamos a apreciá-lo e a valorizá-lo de outra maneira. Pelo menos comigo foi assim. Fazer pão em casa é uma aventura deliciosa. Quem começa a fazer, depois não quer parar. Todas as semanas se faz pão diferente. E isto é precioso. Único!

Fazer pão exige não desistir. Apesar de parecer tão simples, no fundo é só juntar farinha, água, sal e fermento, o que é certo é que vamos melhorando com o tempo, com as nossas experiências, com os nossos sucessos e erros. Por isso, quando não correr bem, é tentar de novo. Às vezes basta o líquido usado estar quente de mais e acaba por matar o nosso fermento. No Inverno o pão não leveda tão bem como no Verão. A temperatura ambiente é um dos factores que influencia a massa. Por exemplo, no pão que vos trago hoje, um pão doce, a canela e o fermento não são os melhores amigos. E por isso, às vezes é preciso um pouco mais de tempo a levedar. Ao fazermos pão não podemos ter pressa. Quando percebemos isso, começamos a fazer pão muito melhor.

Vamos fazer pão? Quem aceita o desafio?

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Vamos preparar o Natal: Capão assado no forno com laranja


O Natal é uma das épocas mais bonitas do ano. Entre toda a agitação e correria que são as nossas vidas, é nesta altura que devemos parar, agradecer as coisas boas e olharmos ainda mais para os que nos são queridos. Para mim o Natal é um pretexto para me encontrar com amigos, para enviar postais, para telefonar aos que estão longe, para reunir toda a família à volta da mesa. E isto é que é o mais importante do Natal. Os presentes, são um pretexto. Uma lembrança. O melhor do Natal é estarmos com aqueles que realmente importam para nós. Aqueles que se precisarmos nos amparam, aqueles que sabem que podem contar connosco nos bons e nos maus momentos. O Natal é a festa da família. E a família é isto.

E na minha como na vossa, de certo, quando falamos de preferências à mesa, as opiniões dividem-se. Na família do meu marido a tradição no dia de Natal passa pelo peru recheado e assado no forno. Na minha não. Ora fazemos polvo. Ora cabrito. Este ano devido à minha insistência, a minha mãe lá aceitou engordar uns capões. O capão é um frango que, como o nome sugere, é capado quando ainda pequeno, tradição que remonta ao tempo dos romanos. Por cá, o mais conhecido é o capão de Freamunde. Para quem não gostar de peru na mesa de Natal, poderá optar por um magnífico capão assado. Deixo-vos hoje uma receita desta tão apreciada iguaria.

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Guisadinho de lulas com camarão e caril


Há pratos que adoro e que faço muitas vezes. Ou porque se preparam num abrir e fechar de olhos, ou porque assim que chegam à mesa já sei que toda a gente vai gostar.

Quando a Parmalat me desafiou a criar uma receita com a sua nata com caril decidi fazer um prato que faz sempre sucesso cá em casa. Um guisadinho de lulas e camarão que com os sabores exóticos do caril nos deixam a sonhar com viagens e muitas aventuras por terras longínquas. Adoro os sabores misteriosos do caril. E vocês?

terça-feira, 8 de novembro de 2016

Os workshops Receitas Práticas com Parmalat no Porto foram assim


O mês de Outubro chegou ao fim com dois workshops Receitas Práticas com Parmalat, que tiveram lugar no sábado dia 29 de Outubro de 2016, no WORK espaço criativo, na cidade do Porto. Dois workshops onde preparámos cerca de 12 receitas. Cada uma delas, tinha pelo menos um ingrediente Parmalat, proporcionando aos participantes a possibilidade de utilizarem vários produtos da marca. As receitas incluíram entradas, pratos principais de carne e de peixe, e sobremesas. Ao escolher as receitas procurei que fossem todas elas muito práticas, de fácil reprodução e que ajudem a preparar refeições para toda a família.


O ambiente vivido nos meus workshops é sempre de alegria, com muitas partilhas. Toda a gente cozinha. Tiram-se dúvidas. Exemplifica-se. Dão-se dicas sobre como fazer de forma diferente, substituir ingredientes, ou como ultrapassar algumas dificuldades que possam surgir. É sempre um convívio tão especial! Nestes, tivemos ainda uma responsável da Parmalat a falar-nos sobre natas. Explicou a diferença entre nata para culinária e nata para bater, entre outras curiosidades sempre interessantes para quem gosta de cozinhar.

Em ambos os workshops tivemos leitoras e leitores de várias zonas do país. Desde Ponte de Lima, Viana do Castelo, Braga, Estarreja, Aveiro, Porto e Lisboa, entre várias outras localidades. Ao saber de onde vinham, senti um orgulho imenso. Obrigada a todos pelo vosso carinho!


Depois dos pratos confeccionados e de tirarmos muitas fotografias, de rirmos, de falarmos de tantas coisas boas, reunimo-nos à volta da mesa para degustarmos tudo o que foi preparado. Este momento de convívio deixa sempre tão boas recordações. É assim que construímos memórias, que fazemos laços. Eu adoro!

No dia 19 de Novembro de 2016 vamos ter os workshops Receitas Práticas com Parmalat em Lisboa. Já se inscreveram? Vejam como podem participar. Vai valer a pena!

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Outubro, um mês de coisas boas ...


Sempre gostei do mês de Outubro. É o mês do Outono, da chegada dos dias frios, das primeiras chuvas. Ainda me lembro de começar as aulas na escola primária nos primeiros dias de Outubro, numa altura em que tínhamos quatro meses de férias grandes. Outros tempos. Na altura, recordo-me de ter saudades e de querer regressar às aulas.

Outubro é um mês de despedida. Na horta colhem-se os últimos legumes de Verão. O tomate, os pepinos e os pimentos. Ainda se apanham figos. A pouco e pouco, dizemos adeus ao calor emprestado do Verão. A noite antecipa-se ao dia e instala-se logo ao cair da tarde. O tamanho dos dias muda. Tornam-se mais curtos. A noite tem este poder de ilusão sobre nós, humanos, apaixonados pelos dias grandes cheios de luz.

Em Outubro chegam, da horta, outras coisas boas para o conforto dos dias mais frios, que começam a pedir o crepitar da lareira acesa ou o calor do forno, como as castanhas, os marmelos, as romãs ou as folhas verdes da couve-galega. Retira-se da terra a batata-doce, apanham-se as abóboras. Em Outubro fazem-se tachos de marmelada. Assam-se tabuleiros de marmelos que se comem como se fossem guloseimas. Aproveitam-se ainda as últimas frutas do Verão e guardam-se em conservas para ir saboreando. Faz-se sempre a mais para presentear algum ente querido com um frasco de doce de isto e daquilo. Quando há tempo, colocam-se as frutas em aguardente para os licores do Natal. Outubro é sem dúvida um mês de coisas boas!


Em Outubro fui fazer pão com o chef Chakall numa manhã muito bem disposta, a convite da Fermipan. Foi feito pão de espinafres, foccacia com alecrim e azeitonas, pão naan com queijo e piza. O cheirinho bom do pão acabado de fazer é irresistível! E com manteiga?! Uma das sete maravilhas do palato a que muitos, como eu, não conseguem dizer não.

Assisti também ao trabalho do chef Juan Manuel Salgado num showcooking integrado na iniciativa Experimenta Extremadura, sobre a cozinha moderna feita na região espanhola da Extremadura.

Tive ainda o prazer de assistir, na ACPP - Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal, à tertúlia dedicada ao marmelo e à marmelada conduzida pelo gastrónomo Virgílio Nogueiro Gomes e com a presença de Maria de Lourdes Modesto que nos explicou, de forma deliciosa, como fazer marmelada branca.


O livro que escolhi para ler em Outubro foi sugestão de uma leitora, Os Anagramas de Varsóvia, de um autor que me é muito querido, Richard Zimler. Rendi-me à escrita deste autor depois de ler O Último Cabalista de Lisboa. Os livros deste autor ajudam a manter viva a memória das perseguições aos judeus. Recordar é uma forma de evitar que o mesmo mal suceda no futuro.

Em Outubro estive na Intercasa, na FIL, com três momentos de showcooking. Visitei a família. Voltei ao Porto para mais três workshops. Sentei-me à mesa com amigos. Brindá-mos à vida e às coisas boas que ela nos oferece.


Que Novembro seja um mês de novidades boas para todos. Que nos traga sonhos e a vontade de continuar. Bem-vindo mês de Novembro!

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Vamos fazer Pão: Pão com figos secos e nozes


Fazer pão é uma deliciosa aventura. Eu adoro fazer pão em casa e desde Setembro deste ano que comecei, aqui, no Cinco Quartos de Laranja, a rubrica Vamos fazer pão. Ao longo de várias semanas iremos publicar diferentes tipos de pão que podem ser facilmente feitos em casa. Para além das receitas, irei também explicar algumas das diferentes formas de fazer pão.

A forma mais comum de fazer pão é misturar todos os ingredientes - farinha, sal, água e fermento - amassar, levedar e levar ao forno. Este método é designado por método directo. Para além deste, há um outro método que se designa por método indirecto. E aqui entram os chamados pré-fermentos. Os pré-fermentos podem ser de curta ou de longa duração.

O poolish é um pré-fermento de consistência semi-líquida. Podem ver aqui como fica. A dose de fermento usado depende do tempo de levedação. Quanto maior for o tempo de levedação menos fermento será necessário. Comparando com o método directo, o pão com poolish leva menos fermento, o que permite obter um pão perfumado, saboroso, sem travo a fermento, e que se aguenta mais tempo.

Trago-vos, hoje, um pão de mistura, feito com poolish, e que leva também figos secos e nozes. Só se considera pão de mistura quando na sua composição se encontram farinhas de dois ou mais cereais.

Vamos fazer pão? Quem aceita o desafio?


quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Geleia de melancia com laranja


Todos os anos faço doces e compotas para aproveitar a abundância de fruta que o Verão nos oferece. Entre as diferentes frutas confesso que fui valorizando pouco a melancia. Até que este ano decidi mudar esta minha atitude. Fiz doce de melancia que foi muito apreciado e para dar destino a uma outra melancia que tinha trazido de Santarém, decidi fazer geleia. Juntei-lhe sumo de laranja e ficou tão boa! Com uma cor linda. Deixo-vos, hoje, a receita.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Vamos preparar o Natal: 15 receitas de bolachas e biscoitos para oferecer


Vamos preparar o Natal? - é uma rubrica que nasceu em Outubro aqui no Cinco Quartos de Laranja. O Natal é uma época que adoro e todos os anos procuro vivê-la com alegria e muita magia. Comecei esta rubrica a falar sobre como demolhar e cozer bacalhau, de seguida mostrei-vos uma tradição relacionada com as etiquetas de Natal que fazemos, em família, há muitos anos. Este ano já decidiram fazer as vossas próprias etiquetas? É tão divertido!

Trago-vos, hoje, uma outra sugestão para vos ajudar a preparar o Natal. Para quem gosta de oferecer presentes personalizados, as bolachas e os biscoitos surgem logo no topo da lista das preferências. Por isso, deixo-vos 15 receitas para fazerem e oferecerem à família e aos amigos neste Natal:


Já começaram a preparar o Natal?

Workshop Receitas Práticas com Parmalat em Lisboa


No sábado, dia 19 de Novembro de 2016 vamos ter dois workshops dedicados a receitas práticas com Parmalat, que irão decorrer em Lisboa, na ACPP - Associação de Cozinheiros Profissionais de Portugal. O primeiro workshop irá ter lugar da parte da manhã das 10h30 às 13h30 e o segundo terá lugar à tarde, das 14h30 às 17h30.

Iremos preparar receitas práticas, em que cada uma delas terá um ingrediente Parmalat. Iremos confeccionar receitas salgadas e doces. Vamos fazer pratos de forno como bacalhau gratinado, pratos de massa, tartes, pão recheado, assim como várias sobremesas a pensar nos momentos em que juntamos a família à mesa. As receitas serão iguais nos dois workshops. Vão ser momentos de partilha cheios de sabor e boa disposição.

Aproveitem esta oportunidade. Serão workshops únicos e muito especiais, onde para além das receitas irão conhecer novos produtos, irão aprender dicas que vos irão ajudar a preparar as refeições para a família de forma ainda mais deliciosa. No final, degustaremos todos os pratos confeccionados.

A Parmalat vai oferecer convites duplos aos leitores do Cinco Quartos de Laranja para ambos os workshops. O convite está feito. Quem quiser viver esta experiência à volta da mesa, basta:

- Levar consigo um exemplar de um dos meus livros ( Cozinha para Dias Felizes ou Delicioso Piquenique );
- Inscrever-se através do preenchimento do formulário a seguir apresentado, até às 24h do dia 15 de Novembro de 2016.

Serão seleccionados aleatoriamente 9 convites duplos por workshop. Os contemplados serão contactados, a partir do dia 16 de Novembro de 2016. Cada convite é válido para duas pessoas.

Sábado, dia 19 de Novembro, venham cozinhar com Parmalat. Inscrevam-se!