Próximos Workshops
Lisboa 6 de Maio de 2017
Sábado:
14h00 - 18h00      Vamos fazer pão?
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sopa de tomate com beterraba


O tomate é um ingrediente tão versátil que é usado em mil e um pratos nas nossas cozinhas. É nativo da região andina da América do Sul. Evidências genéticas demonstram que tem origem no Peru. Foram os conquistadores espanhóis que o trouxeram para a Europa e chamaram-lhe tomate. Esta designação resulta da palavra asteca tómatl, que significava "frutos roliços", pois o tomate propriamente dito, era xitomatl. Ao contrário de outros alimentos vindos do novo mundo, o tomate, tal como a batata, foi encarado com desconfiança pelos europeus e remetido, durante décadas a planta ornamental. Em Inglaterra fazia parte dos jardins reais. Só as classes mais pobres, ou em alturas de escassez, é que as pessoas recorriam ao seu consumo. Os italianos chamaram-lhe Pomo d'oro ou Manzana Dourada, o que poderá talvez querer dizer que o primeiro tomate que chegou à Europa seria de cor amarela. De Itália, chegou a França, onde foi apelidado de Pomme D'amour. Foram os italianos a incluir pela primeira vez o tomate num livro de receitas.

O tomate consome-se cru, em saladas, ou cozido, em molhos, sopas, compotas, geleias, pratos de carne ou de peixe. Pode ser panado e frito ou processado em conserva, purés, sumos, molhos. Quem é que não aprecia o famoso ketchup, parceiro indispensável do mundo da fast food? Encontra-se também hoje em dia facilmente à venda tomate seco ou tomate seco em óleo.

Numa ida ao mercado, encontramos diversos tipos de tomate fresco, suculento e saboroso. Os mais populares são o tomate chucha, de forma oblonga, o tomate cereja, frutos redondos ou ovóides de calibre pequeno, o coração-de-boi, um tomate carnudo de forma irregular e sumarento, o tomate rama, com frutos uniformes presos num cacho, o tomate redondo, carnudo e de bom calibre. Encontramos também o kumato, de tom escuro, e o tomate Raf, oriundo da região da Andaluzia. Aparece também com alguma frequência o tomate zebra.

O tomate é um ingrediente amado na cozinha portuguesa. Diz-se que em tempo de tomate não há más cozinheiras. É usado no popular arroz de tomate malandrinho para servir com pataniscas de bacalhau ou com uns carapauzinhos fritos. Elemento fundamental nas caldeiradas, no gaspacho alentejano e em diversas saladas. Experimentem cortar um tomate maduro em gomos, polvilhá-lo com flor-de-sal e um fio de azeite, e digam-me se não é maravilha?! E se lhe juntarem um pitada de orégãos secos? Tão bom! O tomate é versátil e tem múltiplos usos. Felizmente, que é usado nas mesas portuguesas sem parcimónia. Um prato com tomate é sempre bem-vindo!

Deixo-vos, hoje, uma sopa de tomate com beterraba que preparei para a edição Julho/Agosto 2016 da revista Comer. Um prato de sopa, quente, num dia frio de Inverno sabe a conforto, aquece-nos o corpo e a alma. Tão bom!


Sopa de tomate com beterraba

Ingredientes 4 pessoas:
5 tomates maduros
3 beterrabas cozidas
1 cebola
2 dentes de alho
50 ml de azeite
1/2 colher de chá de cominhos em pó
850 ml de caldo de legumes ou água
Sal q.b.
Leite de coco q.b. para servir
Cebolinho picado q.b. para servir
Croutons q.b. para servir (facultativo)


1. Limpar o tomate de peles e sementes. Picar e reservar.

2. Levar ao lume a cebola e os dentes de alho picados, com o azeite. Deixar refogar um pouco. Adicionar os cominhos e mexer. Deixar refogar até a cebola quebrar.

3. Adicionar o tomate picado. Mexer. Deixar cozinhar durante 1 minuto.

4. Juntar as beterrabas cortadas, sem pele, em pedaços. Mexer.

5. Adicionar o caldo de legumes ou a água. Temperar com sal. Deixar ferver até o tomate e a beterraba estarem bem cozidos.

6. Triturar a mistura com a varinha mágica até obter um creme uniforme. Se necessário rectificar os temperos.

7. Servir a sopa com leite de coco, cebolinho fresco picado e croutons a gosto.


Para esta sopa é importante que o tomate esteja bem maduro. Caso não esteja, juntem uma colher de chá de mel ou de açúcar para cortar a acidez.

6 comentários :

  1. Bela sopa. Adoro sopa.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/02/dia-um-na-cozinha-canelones-vegetarianos.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Clarinha.
      Adoro a cor desta sopa.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Ficou com uma cor maravilhosa! Beijinhos Ana
    http://acasinhadasbolachas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Adoro sopa, mas nunca provei de beterraba.
    Fiquei curiosa

    ResponderEliminar
  4. Ai que bom aspeto!!! Este inverno só apetece sopas quentinhas para aquecer a alma!!
    http://sopasamesa.blogspot.pt/2017/01/sopa-aquece-pes-e-alma.html

    ResponderEliminar
  5. Obrigado pela receita, é deliciosa, fiz hoje para o jantar.

    ResponderEliminar