Próximos Eventos
Pinhel 18 de Novembro de 2017
Sábado:
17h15 - 18h00      Showcooking Beira Interior – Vinhos & Sabores
 
Domingo:
14h30 - 15h15      Showcooking Beira Interior - Vinhos & Sabores
 
Lisboa 25 de Novembro de 2017
Sábado:
10h00 - 13h00      Workshop Doces e Receitas para a Mesa de Natal
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se
Porto 2 de Dezembro de 2017
Sábado:
10h30 - 13h30      Workshop Doces de Natal
 
 
15h30 - 18h30      Workshop Receitas para Ofertas Natalícias

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Arroz de lulas


Cá em casa procuramos todos os dias ter uma alimentação variada e equilibrada, Iniciamos, normalmente, as refeições com sopa. Faço a maior parte das minhas sopas sem batata. Uso chuchu, curgete ou cabeça de nabo, em substituição. Procuramos fazer refeições, alternadamente, com pratos de carne e de peixe. Habitualmente, é, à sexta-feira que tentamos acabar com todas as sobras que existam no frigorífico. Nestes momentos, faz-se quase sempre uma grande salada como acompanhamento. Em todas as refeições procuro incluir vegetais e legumes, principalmente da época.

Nesta altura do ano, chega-me imenso tomate da horta que temos em Santarém. Gosto de o usar em sopas, saladas, em pão, nos doces e compotas. Mas um destes dias para o almoço resolvi fazer um prato de que já tinha saudades, arroz de lulas, malandrinho, com muito tomate.


Arroz de lulas

Ingredientes para 4 pessoas:
1 kg de lulas
1 cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
50 ml de azeite
4 tomates maduros
1 ramo de salsa
300 g de arroz carolino
600 ml de caldo de peixe ou água quente
Sal e pimenta-preta q.b.


1. Levar o azeite, o louro, a cebola e os dentes de alho picados num tacho ao lume. Deixar frigir até a cebola estar macia.

2. Adicionar o tomate picado, limpo de peles e sementes. Deixar refogar mais um pouco.

3. Juntar as lulas cortadas em argolas e o ramo de salsa atado. Tapar o tacho e deixar cozer durante 15 minutos.

4. Regar as lulas com a água quente. Assim que levantar fervura adicionar o arroz. Temperar com sal e pimenta.

5. Deixar cozinhar em lume brando aproximadamente 15 minutos, até o arroz estar cozido. Se for necessário acrescentar mais caldo.

6. Polvilhar com salsa picada e servir.

11 comentários :

  1. Olha que rica sugestivo :) Um dos pratos que eu pedia sempre a minha mae para fazer :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Matilde,
      este prato soube-nos tão bem.
      É comida de conforto.
      Obrigada.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Que arroz delicioso! Eu adoro arroz malandrinho, mas os horários cá por casa não o permitem fazer tantas vezes quanto gostava. O tomate caseiro dá outro sabor aos pratos. beijinhos

    https://saboresdoninho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabores doo Ninho,
      adoro esta altura do ano em que o tomate nos chega cheio de sabor. Tão bom.

      Eliminar
  3. Olá Isabel! Já algum tempo que sigo o seu blog, diria até que todos os dias venho aqui dar uma espreitadela! Identifico-me muito com as suas receitas e com o modo como vê e sente a comida! Gostaria muito de a convidar a visitar o meu cantinho culinário (O Tempero da Nesita) onde poderá também explorar os sabores que se preparam cá por casa, alguns showcookings que já realizei e concursos em que já participei! Quem sabe um dia nos poderemos conhecer e falar um pouco mais sobre este mundo fascinante da culinária que nos inspirar todos os dias! Para já fico à espera da sua visita ao meu blog! Quanto a mim continuarei a aparecer aqui assiduamente para explorar um pouco mais dos seus sabores e costumes! Um grande beijinho

    http://otemperodanesita.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá boa tarde Vanessa,
      obrigada pela visita e comentário.
      Vou já fazer-lhe uma visita.
      Já agora, as inscrições para o concurso A Mesa dos Portugueses ainda estão abertas. Interessa?
      Um beijinho.

      Eliminar
    2. Olá Isabel! Claro que sim! Todos os anos tento dar o meu melhor contributo a este concurso que celebra a nossa gastronomia e os nossos melhores produtos! Obrigado pela visita, seja muito bem vinda ao meu cantinho culinário! Já agora também a vou convidar a visitar o blog do meu pai (A Tasca do Gin)! É um blog relativamente recente e focado somente em gins tónicos! Tenho uma parceria com ele em que no início de cada semana eu publico um perfect serve sugerido por ele e, consequentemente, A Tasca do Gin publica os seus perfect serve sugerindo um petisco ou refeição d' O Tempero da Nesita que combina com o gin tónico publicado! Convido-a também a torna-se seguidora dos blogs, seria um prazer! Um grande beijinho

      http://atascadogin.blogspot.pt/

      Eliminar
  4. ainda n consigo compreender o pq de se retirar as batatas das sopas, eu q adoro batata!! Uso courgettes e chuchus nas minhas sopas tb, mas sempre com batatas, acho que enaltece tanto o sabor dos outros vegetais e legumes. Mas isso deve ser pq eu sou realmente uma grande fã de batata.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A batata dá às sopas uma cremosidade fantástica. Como temos regularmente sopa às refeições, corto na batata.

      Eliminar
  5. Que quantidade de arroz utiliza na receita?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana,
      usei 300 g de arroz carolino.
      Obrigada. Já coloquei na receita.

      Eliminar