sexta-feira, 1 de julho de 2016

Bolo de baunilha e chocolate


Para comemorar o aniversário do meu marido Ricardo, num jantar a dois cá em casa, decidi preparar um bolo. A ideia inicial era fazer um bolo mármore de que gostamos muito e que nos faz lembrar as festas da nossa infância.

Ao preparar o bolo em vez de dispor as massas de modo a obter o marmoreado típico desta sobremesa decidi fazer algo diferente. Usar a mesma massa e fazer uma espécie de bolo zebra, em que a massa é disposta alternadamente. Com marmoreado ou com riscas o que é certo é que o bolo agradou e muito cá por casa!

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Restaurante Flores do Bairro em Lisboa


Lisboa é uma cidade com poesia. Gosto da luz, das ruas estreitas de Alfama ou da Mouraria, gosto da azáfama do Bairro Alto à noite. Gosto de olhar o Tejo de um dos muitos miradouros que alegram as Sete Colinas. Gosto de passar pelo Chiado, de entrar nas livrarias, de comprar flores na rua Garrett, de tomar café sentada numa das esplanadas ou de almoçar no restaurante Flores do hotel Bairro Alto.

Para mim, este restaurante é um dos segredos da baixa lisboeta. Um espaço acolhedor, com uma boa cozinha, ambiente requintado e moderno. Por isso foi com muito agrado que aceitei o convite para ir conhecer a carta de Verão do restaurante, cuja cozinha está a cargo do chef Bruno Rocha.

O dia escolhido foi um domingo de Primavera. O dia estava bonito, com ceú azul e um calor a fazer prever a chegada em breve do Verão. Enquanto apreciávamos a vista para a praça Luís de Camões, fomos entretendo o palato com uma selecção de pães. Pão de trigo, de centeio e limão, uma agradável surpresa, baguete rústica e a acompanhar manteiga de ovelha - tão cremosa! - e dip de tremoço. É curioso ver a utilização do tremoço em entradas. Afinal, não serve só para acompanhar as imperiais no Verão.

As hostilidades foram abertas com uma meia desfeita de bacalhau com ovo de codorniz. Um prato com três ingredientes que combinam na perfeição: - bacalhau, grão de bico e ovo. E a acrescentar personalidade ao prato, um azeite de coentros. Muito bom.


Seguiu-se um requeijão de ovelha com escabeche de pimentos. Os pimentos contrastaram de forma deliciosa com a frescura do queijo. A dar textura uns mini croutons e uma terra de azeitona preta. Um prato fresco e cheio de sabor.


Por fim, um tártaro de tomate e orégãos. Este tártaro, para além de inovador - usualmente é de carne crua com gema de ovo - revelou-se fresco e cheio de sabor. Um prato que funciona como um elogio ao Verão. Para além do tomate picado com um creme de ovo cozido, encontramos uma gelatina de tomate que ajuda a tornar este tártaro inesquecível. Muito bom.


Do mar veio o pregado com pata negra e molho da fragateira com espargos do mar e ervilhas, que nos transportou para um dia feliz à beira-mar. O peixe fresco, suculento, e a ligação à terra dada pelo presunto resulta de forma deliciosa. O menu foi acompanhado por um refrescante vinho Caladessa 2014 branco da Herdade da Calada.


Para a sobremesa e porque o pecado mora mesmo ao lado, degustámos um creme de arroz doce e citrinos com gelado de bolacha Maria, acompanhado por um Grandjó 2012 colheita tardia. Que sobremesa boa. O creme de arroz é uma verdadeira surpresa.


E com o café vieram umas tentadoras trufas de ginja d'Óbidos que souberam muito bem. Um mimo doce para terminar uma refeição de muitos sabores. O restaurante Flores do Bairro é um dos meus segredos do Chiado a que gosto de voltar. Passem por lá.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Limonada


Os dias quentes de Verão chegaram. Depois de uma Primavera envergonhada nada como a chegada dos dias com sol, céu azul. Dias que nos fazem sonhar com as férias, com as idas à praia, os petiscos à volta da mesa com os amigos. Adoro o Verão!

Por cá, já se deu por aberta a época das saladas, dos grelhados e das bebidas frescas. Uma das bebidas que combina com os dias de calor que se vão fazendo sentir para nosso contentamento, é a limonada. Que bom que é um copo de limonada fresquinha. Gostam?

terça-feira, 28 de junho de 2016

Mousse de leite condensado com amêndoa crocante


Há sobremesas que, por norma, conquistam toda a gente cá em casa. Lembro-me assim de repente de uma mousse de chocolate, do clafoutis de cereja, do parfait de frutos vermelhos com chantilly de lima e gengibre, do salame de chocolate com pistácio e vinho do Porto, entre outras que fizeram muitos sorrisos na hora de provar.

No fim-de-semana que passou, para um almoço em família, preparei uma mousse de leite condensado com uma base de bolacha Maria e umas amêndoas laminadas, crocantes, por cima. Que maravilha! Deveriam ter visto os potes de mousse a desaparecem da mesa.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Frango assado no forno com legumes


No fim-de-semana andei de um lado para o outro. Assisti à prova final e à entrega de prémios do desafio As Presidentes organizado pela Président que decorreu no restaurante El Bulo do conhecido chef Chakall.

Fui até Santarém visitar os meus pais. Da horta trouxe umas curgetes fantásticas. Pequeninas, tenras, mesmo a pedir um destino digno de mesa de rei. Por isso, para o jantar de domingo juntei-as a um assado de frango que fez as delícias dos convivas cá em casa.

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Biscoitos de leite condensado e manteiga de amendoim


Há uma felicidade especial no ar assim que chega a sexta-feira. Começo logo a fazer planos para o que irei fazer no fim-de-semana. Elaboro uma lista de receitas que quero experimentar. Se conseguir ainda vou às compras, senão no sábado de manhã procuro ter tudo o que preciso para colocar mãos à obra. Eu sou daquelas pessoas que se diverte a cozinhar. Acreditam?

Para além de confeccionar alguns pratos ou pré-preparações a pensar nas refeições da semana, gosto particularmente de ter sempre à mão uns biscoitos para ir petiscando. Os últimos que fiz foi para dar destino a uma manteiga de amendoim que tinha quase, quase em fim de validade. O resultado foram uns biscoitos crocantes a que dificilmente conseguimos resistir!

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Lombinho de porco no forno com alecrim e laranja


Durante esta semana tenho andado ocupada de um lado para o outro. Estive em filmagens para um novo projecto a revelar muito, muito, em breve, aqui no Cinco Quartos de Laranja. Comecei também uma acção de formação ao final do dia à volta da cozinha. Conciliar a azáfama do dia-a-dia com as refeições cá em casa nem sempre é fácil. Quando sei que vou ter uma semana fora do normal costumo pensar e confeccionar as refeições com antecedência. No passado fim-de-semana preparei uns lombinhos de porco no forno que um destes dias ao jantar souberam mesmo muito bem!