sábado, 24 de Setembro de 2011

Peitos de pato com marmelos salteados


O sol continua a sorrir no céu azul, mas a chegada do Outono já se fez sentir. Ainda não se notam as folhas secas e amarelas no chão, o vento ainda não rodopia nas árvores, os cachecóis, os sapatos fechados e os casacos quentes ainda estão guardados. Os vendedores de castanhas ainda não encheram as ruas com aquele cheirinho agradável e convidativo que a castanha lança quando estala com o calor das brasas. No entanto, as manhãs e as noites estão mais frescas. E pouco a pouco já se nota que os dias começam a ficar mais pequenos. A noite parece que já chega mais cedo.

No mercado, hoje, já vi tangerinas, castanhas, romãs e desde o início de Setembro, marmelos. Mesmo que o tempo não mude, a Natureza diz-nos que já estamos a celebrar outra estação. E para comemorar a chegada do Outono preparei uma receita quente e reconfortante com alguns produtos da estação.


Ingredientes:
2 peitos de pato
1 colher de sopa de azeite
1dl de natas
1dl de vinho da Madeira
1 colher de chá de farinha Maizena
4 marmelos (aproximadamente 1 kg)
sumo de 1 limão
1 pau de canela
100g de açúcar
1 colher bem cheia de manteiga
folhas de tomilho frescas
sal e pimenta
água


1. Descascar e retirar as sementes ao marmelo. À medida que são limpos, colocá-los num recipiente com água e sumo de limão para não oxidarem.

2. Colocar o marmelo numa panela e tapar com água. Levar ao lume com 1 pau de canela e 100g de açúcar. Assim que o marmelo estiver cozido retirar do lume.

3. Cortar o marmelo em fatias.

4. Levar uma frigideira ao lume com a manteiga. Assim que derreter adicionar o marmelo e deixar alourar as fatias de um lado e outro.

5. Fazer, na pele do pato, uns cortes cruzados na diagonal. Temperar com sal, pimenta e folhas de tomilho frescas.

6. Colocar o azeite numa frigideira anti-aderente. Assim que estiver quente colocar os peitos de pato com a pele virada para baixo. Deixar cozinhar até a pele ficar bem douradinha. Voltar a carne e deixar alourar do outro lado.

7. Depois dos peitos de pato alourados retirá-los da frigideira e reservar.

8. Levar novamente a frigideira ao lume e adicionar as natas, o vinho da Madeira, a Maizena e os sucos que entretanto os peitos de pato libertaram. Deixar engrossar o molho.

9. Servir o peito de pato cortado às fatias, regado com o molho de natas e vinho da Madeira, e com o marmelo salteado.


Poderão acompanhar também este prato com castanhas assadas ou cozidas e uma salada.

Eu prefiro que a carne fique rosadinha por dentro, pois assim fica mais suculenta, por isso não a deixo cozinhar demasiado. O pato combina na perfeição com o travo ácido do marmelo.

10 comentários:

  1. Pelas cores de sua postagem, parece mesmo que quem está chegando é a primavera, que nem aqui no Brasil!
    O pato e seus acompanhamentos estão com um aspecto divino. Parabéns!
    Um abraço, Queila

    ResponderEliminar
  2. ESSE PRATO TEM TUDO PARA ME AGRADAR E FICOU COM UMAS CORES LINDAS....
    BOM FIM DE SEMANA
    BJS

    ResponderEliminar
  3. Só pela foto me dá água na boca, imagina sentindo o cheirinho rsrsrs


    abraço
    Daniel Deywes
    http://feitonahora.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Laranjinha, identifico-me na perfeição com os teus cozinhados... adoro a mistura dos sabores doces com os neutros e salgados. Explosões de aromas e sabores.
    És mesmo uma inspiração, apete-me ir para a cozinha fazer esse prato. Já tenho os marmelos só me falta o pato... mas arranja-se alternativa!
    Adorei o teu prato.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Também já tive vontade de cozinhar Outono....mas o Verão ainda não me deixou! Um beijinho (Fotos lindas!)

    ResponderEliminar
  6. Está com um aspecto magnifico este prato, a pele do pato bem tostadinha e a carne bem rosada tal como deve ser.
    Adorei a combinação de sabores.

    Agora vou deliciar-me ao ler com mais atenção o relato da tua estadia em Florença, que é a cidade que esta em primeiro lugar da minha lista de sítios a visitar.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  7. Que maravilha de receita, o contraste de saber deve ser optimo. parabéns pela originalidade

    ResponderEliminar
  8. Marmita,
    eu adoro marmelo e assim salteado fica uma delícia. Combina bem com pratos de carne.

    Sérgio,
    pato e marmelo é uma combinação que resulta bem. Florença é uma cidade magnífica. Vale mesmo uma visita.

    Filipa,
    com o calor que tem feito não parece nada que estamos no Outono! As coisas frescas continuam a apetecer! :)

    Susana,
    muito obrigada pelas tuas palavras. O marmelo combina bem com carne. Eu noutros anos já fiz assado com carne de borrego no forno e com frango. Já agora recomendo este bolinho com marmelo assado! Uma delícia.

    Carla e Daniel,
    muito obrigada.

    São,
    o marmelo faz um óptimo contraste em termos de sabor com a carne. Eu adoro.

    Queila,
    muito obrigada.

    Um beijinho e votos de bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  9. Ja fiz o prato, mas com vinho do Porto, adorei.
    Obrigada:)

    ResponderEliminar