Próximos Eventos
Algueirão-Mem Martins 18 de Novembro de 2018
Domingo:
11h30 - 12h30      Showcooking Pequenos-almoços de Outono
 
Entrada livre Jumbo Sintra
Lisboa 24 de Novembro 2018
Sábado:
10h30 - 13h30      Workshop O Natal com Coelho
Inscrições gratuitas até 24h de 20 Novembro: cincoquartosdelaranja.com

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Camarão de Moçambique no forno


Escolhe-se a toalha. Colocam-se os pratos e os copos de pé alto na mesa. Espera-se a chegada dos amigos, ou da família, para festejar a chegada de um novo ano. E nestas alturas do ano, preparam-se tábuas de queijos e de enchidos. Colocam-se tostas e fatias de pão na mesa. Enchem-se taças com azeitonas. A mesa para receber o Ano Novo faz-se muitas vezes de petiscos ou de pequenas entradas.

Uma das coisas que não costuma faltar na mesa, nesta altura das festas, é camarão frito com um toque de picante para lhe dar uma personalidade especial. Esta é uma entrada muito prática por ser feita no forno, que preparei para a rubrica Pescanova, e que todos adoram!

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Bolo de nozes e frutas cristalizadas


Há bolos que costumo fazer normalmente apenas pelo Natal. Faço, quase todos os anos, bolo-rei para a família, Já se tornou quase uma tradição.

E para aproveitar algumas das frutas cristalizadas que acabam sempre por sobrar, faço também um bolo ao estilo do bolo-inglês, que cortado às fatias é óptimo para acompanhar um chá ou para servir na mesa dos pequenos almoços nestes dias de festa. Este ano, a convite da Fula, desenvolvi esta receita.

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Os workshops Receitas para Festas com Parmalat, em Algés, foram assim ...


Cozinhar em grupo é sempre uma experiência muito gratificante. Trocam-se dicas, conselhos, aprendem-se técnicas. Mas, cozinhar em grupo, é muito mais do que isso. É pura diversão. É conversamos com pessoas que partilham muitos dos nossos interesses, é rirmos, é esquecer-nos, por umas horas, das nossas rotinas. É uma forma de conhecermos novos produtos ou experimentar outros. E foi tudo isto que aconteceu nos workshops Receitas para Festas com Parmalat, em Algés, n'A Loja dos Cozinheiros.


Como sabem, a Parmalat desafiou os leitores do Cinco Quartos de Laranja a cozinhar com produtos da marca. No passado dia 9 de Dezembro de 2017, da parte da manhã, decorreu um workshop e da parte da tarde, outro, com grupos de diferentes leitores. As receitas, o espírito de partilha e de boa disposição foi sempre o mesmo.


As receitas pensadas para os workshops seguiram a estrutura de um menu de festa. Com entradas, prato de peixe, prato de carne e sobremesa. Em cada uma das receitas confeccionadas usámos um produto Parmalat diferente.

No final, juntámo-nos à volta da mesa e degustámos tudo o que foi confeccionado, entre sorrisos e vários brindes às coisas boas da vida.


Obrigada à Parmalat pela oportunidade e a todos os que fizeram destes workshops momentos especiais. São os encontros inesperados, as oportunidades agarradas, as novas experiências que dão tempero à vida! Adorei ter estado convosco!

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Feliz Natal


O Natal é a festa da família. É tempo de abraços apertados e sorrisos francos. É tempo de partilhar. E a partilha faz-se à volta da mesa, com ou sem presentes. Com ou sem lembranças. Natal é alegria.

O Natal é quando deixamos entrar nos nossos corações a alegria de estarmos uns com os outros. De darmos as mãos e por momentos esquecermos que no dia seguinte tudo recomeça. Natal é felicidade.

A magia do Natal não reside nas luzinhas a piscar da árvore de Natal, nem nas montras bonitas e apelativas, nem nos enfeites brilhantes e coloridos que nesta altura do ano se encontram, por todo lado. A magia do Natal, está no modo como decidimos viver esta época. Está na possibilidade de sorrirmos com os outros, de conversarmos, de encontrarmos tranquilidade e de transmitirmos harmonia a quem nos escuta. A magia do Natal reside dentro de cada um de nós. Natal é bondade.

O Natal é uma das épocas mais bonitas do ano. Para mim, é também tempo de reflexão. É tempo de avaliar o modo como nos damos aos outros, como atamos e desatamos laços, como construímos amizades. Nesta altura do ano, avalio a minha bondade, os gestos que tenho para com os outros, o que quero manter e o que devo mudar. Os outros, a família, os amigos, são pilares na minha vida.

O Natal é tempo de reconciliação. É tempo de amor. É tempo de darmos aos outros um pouco de nós sem esperar nada em troca. E isso não é nada difícil. É uma atitude que se aprende. Uma maneira de estar na vida que nos deixa felizes com nós próprios.

O Natal, é tempo de enchermos os nossos corações de amor, de paz, e de oferecemos o nosso carinho a todos os que se sentam à nossa mesa ou que sem cruzam nas nossas vidas.

A todos vocês, votos de um Feliz e Santo Natal!

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Fatias douradas com calda de vinho do Porto


Há doces e sobremesas que só costumo comer no Natal. E quando chega esta altura, faço questão de as comer, como manda a tradição. Na minha mesa de Natal, não falta o arroz-doce, o bolo-rei - que de há uns anos para cá comecei a fazer para a família mais chegada - os sonhos e as rabanadas. Adoro rabanadas!

A Fula lançou-me o desafio de partilhar convosco uma receita que faça parte da minha mesa de Natal, e depois de me dividir entre os sonhos e as rabanadas, decidi partilhar convosco uma receita que faço há vários anos, rabanadas ou fatias douradas com calda de vinho do Porto, que ficam mesmo muito boas! Escolhi o óleo Fula Alimentar de maneira a minimizar o cheiro a fritos.

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Bifes de peru com molho de laranja e gengibre


O Natal está quase, quase a chegar. Esta é para mim uma das épocas mais bonitas do ano. Ruas enfeitadas, cheias de luzes, as montras das lojas vestem-se de tons festivos e acho que de uma maneira geral andamos todos um pouco mais felizes a pensar nos dias em que vamos juntar a família à volta da mesa. O Natal é um momento especial de reunião, de partilha com os outros. E são os outros que tantas vezes nos ajudam e dão sentido à nossa vida. Vivemos grande parte da nossa vida para os outros, principalmente quando se tem filhos.

Nesta altura do ano, costumo encontrar-me com alguns amigos de longa data para almoços de Natal. Sabe tão bem! Rir, colocar a conversa em dia. Estes momentos já se tornaram uma tradição.

A azáfama das compras de presentes está quase terminada. Esta semana ainda tenho planeado a preparação de bolachas e biscoitos para alguns dos cabazes deste ano e depois começo a dedicar-me aos doces e outras coisas boas que iremos colocar na mesa na véspera e no dia de Natal.

Deixo-vos, hoje, uma sugestão de peru, uma carne escolhida por muitas famílias para festejar esta quadra festiva.

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Bolo rainha


As opiniões dividem-se, quase sempre, quando falamos de bolo-rei e de bolo-rainha. Eu sou suspeita, gosto dos dois. E como o Natal está quase, quase a chegar, deixo-vos, hoje, a receita do bolo-rainha que costumo fazer cá em casa.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Vamos fazer pão: Pão de Natal


O pão faz parte da nossa mesa, principalmente em dias de festa. O pão é um alimento tão versátil! Cá em casa, há sempre pão. Todas as semanas, procuro fazer um pão diferente para nos acompanhar nos pequenos-almoços, nas refeições da semana ou nos lanches.

A pensar nos dias de festa que se avizinham, deixo-vos, hoje, uma receita de pão com os sabores do Natal. Vanos fazer pão?


quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Granola de coco e chocolate


Deixo-vos, hoje, mais uma sugestão de um presente delicioso feito em casa, granola de coco e chocolate. A granola é óptima para servir com iogurte ou leite, ao pequeno-almoço. Pode ser usada para acompanhar fruta assada, vejam a receita que tenho no meu livro Delicioso Piquenique. Fica tão boa!

É um snack delicioso, a meio da tarde. Ou então, podemos usá-la para fazermos uma sobremesa improvisada. Come-se muitas vezes cá em casa granola com iogurte e curd, de laranja ou limão. Servida em copos de vidro, com os ingredientes dispostos em camadas fica mesmo uma tentação. Vamos preparar o Natal?

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Trufas de tâmaras com coco


Surpreender a família e os amigos com um presente, feito em casa, é algo muito especial. Adoro fazer presentes e oferecer. Para além dos presentes, divirto-me imenso a escolher as embalagens e a fazer os embrulhos. As embalagens, vou comprando ao longo do ano, sempre que encontro um frasco, saco ou caixa especial. Os embrulhos bonitos, cuidados, feitos com muito amor, ajudam a tornar o nosso presente, feito em casa, ainda mais especial.

Para quem, como eu, anda a preparar os presentes de Natal, deixo-vos, hoje, mais uma sugestão, umas deliciosas trufas de tâmaras com coco que são uma verdadeira delícia. Vamos preparar o Natal?

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Tiras de laranja cristalizada com chocolate ou orangettes


O chocolate faz parte das festas de Natal. Normalmente, fazemos para a Véspera e Dia de Natal as sobremesas tradicionais da época, mas quando chega a altura de servir o café, escolhemos sempre duas coisas. Uma garrafa de licor - confesso, que quando reunimos a família às vezes colocamos mais do que uma na mesa - e depois, provamos, ora uma ginjinha, ora um licor de pastel de nata, ora um licor de amora, ou um de figo, ou outro que entretanto se tenha adquirido, pois temos fãs de licores na família! Para além do licor, há o chocolate. Normalmente, bombons. Mas uma das coisas que adoro para acompanhar o café e que pode ser feito em casa, de uma forma muito rápida, são as tiras de laranja cristalizada com chocolate, ou como dizem os franceses, orangettes.

A receita que vos trago, hoje, pode ser também uma sugestão para os presentes de Natal feitos em casa. É muito prática, As tiras de laranja cristalizada, encontram-se muito facilmente à venda, nesta altura do ano. Vamos preparar o Natal?

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Licor cremoso de Natal


Uma das coisas que gosto e que me enche o coração, é preparar o Natal. Adoro montar a árvore de Natal com luzinhas a piscar. Cá em casa, a nossa árvore tem também um outro requisito que trouxe da minha infância. Em casa dos meus pais, a árvore de Natal era sempre decorada com fantasias de Natal em chocolate. De há uns anos para cá, decidi fazer o mesmo. Há que manter a tradição! E depois é ir tirando, de vez em quando, um chocolatinho em forma de pinha, sino ou um Pai Natal para nossa alegria. Sabe tão bem!

Por cá, os presentes de Natal feitos em casa, estão quase prontos. Um dos que fiz para oferecer e que levei para os meus últimos workshops, para exemplificar algumas das coisas que podemos preparar em casa, é um tentador licor que fica muito cremoso e que faz lembrar o Baileys. Tão bom! Vamos preparar o Natal?

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Rolinhos de bacon de peru com alperce e queijo


O Natal está a chegar. Escolhe-se o bacalhau para cozer com as couves e o peru para rechear. Na família costumamos dividir algumas tarefas. A mãe e a sogra preparam os pratos principais. Eu fico com a tarefa de fazer algum doce para colocar na mesa de Natal. Costumamos ter uma pequena mesa só com doces, onde no final das refeições, cada um se serve do que mais gosta.

Para além disso, costumo fazer também uma entrada para servir enquanto a comida não chega à mesa. Uma entradinha boa que nos desperte os sentidos e nos faça sorrir. Este ano, para surpreender a família, aceitei o desafio da Primor e vou preparar uns rolinhos de bacon de peru com alperces recheados com queijo chèvre. O bacon de peru é um produto de charcutaria com baixo teor de gordura e com um sabor único. Os rolinhos, são muito práticos de fazer e ficam tão bons!

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Panna cotta com iogurte grego e molho de frutos silvestres


Os dias frios e chuvosos anunciam finalmente a chegada do Natal. Eu só consigo imaginar esta época do ano com frio e a lareira acesa. Como será passado o Natal com dias de sol e praia? Ainda não passei o Natal numa cidade com neve, mas confesso que adorava ter essa experiência. Enquanto não acontece, resta-me apenas ir sonhando.

Todos já começámos a contar os dias para juntar a família à volta da mesa. Os presentes compram-se, a pouco e pouco. A árvore de Natal monta-se normalmente no dia 1 de Dezembro. Pensam-se as ementas para surpreender a família nestes dias de festa. E na mesa, para além do peru, cabrito e bacalhau, vão estar muitos dos doces tradicionais típicos desta quadra festiva. Mas há alturas em que apetece fazer algo diferente, fresco, para saborear depois dos pratos fartos das refeições de Natal. Nestas alturas adoro servir panna cotta, fresquinha com um molho de frutos silvestres sabe mesmo bem. Vamos preparar o Natal?

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Salame de chocolate branco com arandos e frutos secos


O Natal e o fim-de-ano são momentos para festejar em família e com os amigos. E em dias de festa, há, por norma, a mesa cheia de sorrisos e de pratos bons para degustar. Estes momentos de partilha ficam para a vida e por isso queremos que tudo corra da melhor forma. Pensamos cuidadosamente na decoração da casa e da mesa, escolhemos com amor todos os pratos a servir. Uma das coisas que gosto de servir em dias de festa é salame de chocolate. É um doce que ainda hoje faz parte da nossa mesa. A receita, que preparei a convite da Electrolux, foi a pensar na mesa de Natal e por isso, deixo-vos, hoje, a receita de um salame de chocolate branco com arandos e frutos secos. Tão bom!

No final dos dias de festa, acumula-se muita loiça suja e por isso termos a ajuda de uma máquina de lavar loiça é precioso. As máquinas de lavar loiça da Electrolux têm várias valências que nos facilitam a vida, como por exemplo, suportes para segurar os copos de pé alto e uma capacidade alargada de armazenamento para a louça. Em dias de festa, e não só, é fundamental termos a ajuda de uma máquina de lavar loiça para nos libertar tempo para as coisas que são realmente importantes.

A Electrolux, em parceria com a revista Activa, estão a promover um passatempo onde podem ganhar vários prémios. Participem! Tornem a vida mais deliciosa.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Workshop Receitas para Festas com Parmalat, no Porto


No domingo, dia 17 de Dezembro de 2017, vamos ter dois workshops de Receitas para Festas com Parmalat, que irão decorrer no Porto, no WORK espaço criativo. O primeiro workshop terá lugar de manhã, das 10h30 às 13h30, e o segundo realizar-se-á à tarde, das 15h00 às 18h00.

Iremos preparar receitas práticas, em que cada uma delas terá um ingrediente Parmalat. Vamos preparar um menu a pensar nos dias de festa. Nas entradas teremos creme de alho-francês com croutons e presunto crocante, queijo ricotta no forno com tomilho e umas deliciosas quiches de bacon. E nesta quadra, na mesa de festa não pode faltar o bacalhau e por isso iremos preparar um saboroso prato de bacalhau gratinado, rolinhos de peru e, para sobremesa, teremos uma musse de limão, muito leve e fresca que por certo vai surpreender. As receitas serão iguais em ambos os workshops.

Aproveitem esta oportunidade. Serão workshops muito especiais, onde para além das receitas, terão também a possibilidade de aprender algumas dicas que vos irão ajudar a preparar as refeições para os dias de festa que se avizinham. No final, degustaremos todos os pratos confeccionados.

A Parmalat vai oferecer convites duplos aos leitores do Cinco Quartos de Laranja para ambos os workshops. O convite está feito. Quem quiser viver esta experiência à volta da mesa, basta:

- Levar consigo um exemplar do meu livro O Livro de Petiscos da Isabel;

- Inscrever-se através do preenchimento do formulário a seguir apresentado, até às 24h do dia 12 de Dezembro de 2017.

Serão seleccionados aleatoriamente 9 convites duplos por workshop. Os contemplados serão contactados, a partir do dia 13 de Dezembro de 2017. Cada convite é válido para duas pessoas.

Domingo, dia 17 de Dezembro, venham cozinhar com Parmalat a pensar nos dias de festa. Inscrevam-se!


quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Lombos de bacalhau confitados com espinafres e puré de grão


O Natal está a chegar. Preparam-se os presentes, com embrulhos bonitos e fitas coloridas. Decora-se a árvore de Natal, faz-se o presépio. Esta é para mim uma das épocas mais bonitas do ano. É tempo de juntar a família à volta da mesa. É tempo de partilhar e de agradecer tudo o que de bom nos tem trazido a vida. Mais importante do que dar e receber presentes, ou lembranças, é o modo como conseguimos construir memórias junto daqueles que nos são mais queridos, a nossa família e os amigos.

Segundo a tradição, o bacalhau faz parte da noite de Consoada. Só cozido, nem sempre agrada a todos, mas quando é confitado, ou seja, cozinhado numa gordura, neste caso o azeite, fica tão bom! Para a mesa de Natal deste ano, deixo-vos esta deliciosa sugestão que preparei para a rubrica da Pescanova.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Cheques oferta para os workshops Cinco Quartos de Laranja, em Lisboa


O Natal é uma das épocas mais bonitas do ano. É tempo de partilha. É tempo de reforçarmos, perante os outros, o nosso carinho e amizade. E, no Natal, damos presentes embrulhados em papéis bonitos e coloridos. Mas, as lembranças que ficam para a vida são sempre as melhores. Lembranças que criam memórias e que se transformam em experiências boas. Este Natal, já podem oferecer a quem mais gostam um cheque presente para os meus workshops, em Lisboa.

Podem consultar a calendarização dos próximos workshops, a realizar na escola de cake design Isto Faz-se, cá em Lisboa, e para adquirirem o cheque presente basta seguir as indicações e fazer o pedido através da nota de encomenda.

Este Natal ofereçam um workshop Cinco Quartos de Laranja. Este é um presente delicioso que vai fazer memórias!

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Bochechas de porco estufadas com vinho tinto


Valorizar o que é nosso. Valorizar os nossos agricultores e produtores é algo que tento fazer sempre que vou às compras. Gosto de visitar mercados e feiras onde compro legumes nacionais. Alguns são até vendidos por quem os cultiva. Este contacto é tão precioso. É saber que o que comemos vem de uma horta ou de uma quinta para a nossa mesa. É comida com rosto.

Na carne, dou também preferência ao que é produzido em Portugal. Tive a sorte de crescer numa aldeia e de saber de onde vinha a carne que se colocava na mesa. Ainda hoje, há na minha família suinicultores. Por isso, foi com muito bom agrado que aceitei preparar uma receita com carne de porco 100% nacional, com qualidade certificada e com origem em animais alimentados à base de cereais. Esta é uma carne muito mais saborosa. Nas receitas a qualidade dos produtos usados faz toda a diferença. Ao comprarem carne de porco, escolham a nossa!

Fui desafiada a cozinhar umas bochechas de porco. Decidi estufá-las, o que para mim, é uma das melhores formas de as cozinhar. A carne fica tenra, suculenta, desfaz-se ao toque do garfo. Ou melhor, até se podem comer com colher de tão macias e deliciosas que ficam!

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Workshop Receitas para Festas com Parmalat, em Algés


No sábado, dia 9 de Dezembro de 2017, vamos ter dois workshops de Receitas para Festas com Parmalat, que irão decorrer em Algés, n' A Loja dos Cozinheiros. O primeiro workshop terá lugar de manhã, das 10h30 às 13h30, e o segundo realizar-se-á à tarde, das 15h00 às 18h00.

Iremos preparar receitas práticas, em que cada uma delas terá um ingrediente Parmalat. Vamos preparar um menu a pensar nos dias de festa que se avizinham. Nas entradas teremos creme de alho-francês com croutons, queijo e ervas frescas, queijo ricotta no forno com tomilho e quiches de bacon. Os pratos principais serão bacalhau gratinado, rolinhos de peru e, para sobremesa, iremos terminar com uma deliciosa musse, que vai surpreender. As receitas serão iguais em ambos os workshops. Vão ser momentos cheios de sabor e com muita alegria à volta da mesa.

Aproveitem esta oportunidade. Serão workshops muito especiais, onde para além das receitas, vão aprender dicas que vos irão ajudar a preparar alguns pratos para os dias de festa que se avizinham. No final, degustaremos todos os pratos confeccionados.

A Parmalat vai oferecer convites duplos aos leitores do Cinco Quartos de Laranja para ambos os workshops. O convite está feito. Quem quiser viver esta experiência à volta da mesa, basta:

- Levar consigo um exemplar do meu livro O Livro de Petiscos da Isabel;

- Inscrever-se através do preenchimento do formulário a seguir apresentado, até às 24h do dia 5 de Dezembro de 2017.

Serão seleccionados aleatoriamente 9 convites duplos por workshop. Os contemplados serão contactados, a partir do dia 6 de Dezembro de 2017. Cada convite é válido para duas pessoas.

Sábado, dia 9 de Dezembro, venham cozinhar com Parmalat a pensar nos dias de festa. Inscrevam-se!


sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Vamos fazer pão: Gressinos de bolota


Os dias de festa estão quase a chegar. É tempo de juntar a família à volta da mesa. A azáfama das compras dos presentes cá por casa já começou. Para me organizar, costumo fazer uma lista com o nome das pessoas a quem quero oferecer uma lembrança e à frente do nome coloco a referência ao presente ou a ideia de presente. Assim, não me esqueço de ninguém e quando vou às compras já levo uma ideia do que pretendo adquirir.

E para a mesa dos dias de festa que se avizinham não podem faltar os aperitivos para ir saboreando enquanto não chega o momento de nos sentarmos à mesa. A sugestão de hoje é gressinos de bolota, feitos com uma massa lêveda e inseridos na rubrica Vamos fazer pão? Crocantes. Deliciosos. Mesmo muito bons. Experimentem.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Risoto de lavagante com camarão


Gosto dos nossos arrozes malandrinhos, de tomate, de feijão, com marisco, com lulas, com polvo, com coelho ou com frango. Arroz, é sempre sinónimo de comida de conforto, aqui por casa. Gosto também muito de pratos de arroz feitos usando a técnica do risotto. Ao contrário dos nossos arrozes, neste, o caldo é colocado aos poucos e finaliza-se normalmente com manteiga e queijo.

Quando estive em Itália, fiz questão de comer este prato em várias das cidades por onde andei. Lembro-me de ter comido um risoto de mascarpone com meloa cantalupe, junto ao Lago Transimento, a caminho de Florença. Lembro-me, também, de ter comido um risoto maravilhoso, um dos mais cremosos que tive a oportunidade de provar até hoje, num restaurante muito concorrido na bonita ilha de Burano, em Veneza. Confesso que adoro pratos de arroz!

Há uns tempos, para dar destino a um lavagante que tinha comprado congelado, já cozido, decidi fazer um prato de arroz, ou melhor um risoto. Ficou tão bom!

quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Salmão no forno com limão e tomate seco


Há dias, em que ando de um lado para o outro. Muitas vezes, quando chego a casa, procuro fazer refeições rápidas, que nos confortem, e que sejam saborosas. Nestas alturas, gosto de ter bacalhau já demolhado, congelado, pronto a usar. Medalhões de pescada ou salmão. O salmão é um peixe muito versátil e que se prepara num abrir e fechar de olhos. Um destes dias, fiz lombo de salmão, inteiro, no forno. Cá em casa adorámos!

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Frango assado no forno com picante


Adoro frango assado. Em casa dos meus pais, frango assado de churrasco, comia-se nos dias em que a minha mãe não tinha tempo de fazer o almoço, ou o jantar. Como era o meu pai que ia comprar o frango, pedia quase sempre frango com picante. Ou pelo menos, é assim que me lembro. Talvez por isso, para mim, frango assado tem que ter um pouco de picante. Dá-lhe personalidade. Picante sem ser um fogo ardente que nos deixe com a língua a pedir água com urgência. Picante, q.b., como se costuma dizer. Apenas aquele toquezinho de malandrice que nos embriaga ligeiramente o palato e nos faz querer repetir.

Um deste dias para o almoço decidi fazer no forno um frango assado tipo de churrasco. Soube-nos tão bem!

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

O workshop Vamos Fazer Risoto, em Lisboa, foi assim ...


Os meus workshops não são apenas para partilharmos receitas, técnicas ou dicas. São também momentos especiais de convívio, de partilha, de alegria. São experiências que ficam. Que nos ajudam a ficar mais bem-dispostos, que nos ajudam a olhar para a cozinha com um ar simpático. É deste modo que gosto de estar na cozinha e na vida. E quem me faz companhia, quem participa, penso que compreende o que pretendo dizer.


No passado mês de Outubro decorreu, cá em Lisboa, o workshop Vamos Fazer Risoto?. Este foi um workshop muito pedido e finalmente consegui que tivesse lugar. Durante uma manhã, muito bem disposta, preparámos diferentes caldos para os nossos arrozes. O caldo nos risottos é um ingrediente que ajuda a fazer a diferença em termos de sabor no resultado final dos nossos pratos.

Depois dos caldos prontos, preparámos cerca de sete risotos diferentes, nomeadamente, risoto de bacalhau, risoto de cogumelos, risoto de camarão, risoto de farinheira, risoto de ervilhas com ovo escalfado e presunto crocante, risoto de legumes e um risoto doce com molho de morango. No final, juntá-mo-nos todos à volta da mesa para saborear os deliciosos pratos que os participantes cuidadosamente prepararam.


No próximo dia, 25 de Novembro de 2017, volto a ter um workshop em Lisboa, desta vez dedicado a Doces e Receitas para a mesa de Natal.

Vamos confeccionar vários pratos a pensar na mesa de Natal ou para os dias de festa que se avizinham. A ideia será recriarmos uma mesa de festa com entradas, pratos principais de bacalhau e de peru e sobremesas alusivas à época. No final, para acompanhar a nossa refeição será servido um vinho para brindarmos a estes momentos bons.

Quem me faz companhia no workshop Doces e Receitas para a mesa de Natal cá em Lisboa?

EUR 45 Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Vamos fazer pão: Pão com batata-doce roxa


Todas as semanas se faz pão cá por casa. E a grande magia de fazermos pão, é que o podemos fazer ao nosso belo gosto. Temos a liberdade de juntarmos farinhas, de escolhermos sementes, especiarias ou legumes. Os nossos pães são sempre especiais e únicos.

Um dos últimos pães que fiz, cá em casa, foi com batata-doce roxa, que tem uma cor linda e faz um pão que surpreende toda a gente. Já imaginaram um pão roxo? Fica lindo! E não precisamos de corantes. A batata-doce roxa deixa-o com uma cor mesmo fabulosa.

Um pão que tem tempo para levedar sem pressas, é sempre, um pão cheio de sabor. Este, pensei fazê-lo, num dia, e coze-lo, no outro. Mas, como não tive tempo, acabou por fermentar dois dias no frigorífico. O resultado foi um pão fabuloso. Vamos fazer pão?


quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Barras de aveia com frutos secos


Falo poucas vezes em lanches e snacks aqui no Cinco Quartos de Laranja. Lembro-me de há uns anos vos ter apresentado sugestões para os lanches dos mais novos. Depois tenho sugestões de sandes, sumos e batidos.

Mas há alturas em que dá jeito ter algo prático para saborear, daquelas coisas que se colocam na mala e que se podem comer em todo o lado, a qualquer altura. Quando saio em trabalho, costumo levar sempre uma caixa com alguns frutos secos, para ir comendo ou então, umas barras de cereais. As barras podem ser feitas em casa e são óptimas. Para além disso, são um excelente reforço de energia quando fazemos caminhadas ou vamos ao ginásio. Cá em casa, às vezes até acompanham o café a meio da tarde!

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Perna de borrego no tacho


A comida une-nos. Preparar um prato e partilhá-lo é uma forma de amor. Uma forma de cuidarmos dos outros. A comida é uma forma de construirmos memórias. Por isso, defendo tantas vezes que se cozinhe com a ajuda das crianças. Ao cozinharmos com elas, passamos-lhe um conjunto de valores sobre a vida e sobre o modo como nos alimentamos.

A alimentação é muito mais importante do que umas calças bonitas, um vestido elegante ou o verniz da moda. Ou melhor, antes de tudo isso, a nossa preocupação deveria ser para a mesa. Aquilo que comemos reflecte o modo como queremos viver. E quando pensamos em alimentação deveríamos pensar que é fundamental variarmos o que comemos. Para mim, este é o grande princípio para uma alimentação saudável. Comer sopa, comer legumes, comer pão, comer peixe, comer carne. Mas variar.

Deixo-vos, hoje, a receita de uma carne, borrego - que tanto adoro - feita no forno e assada lentamente. Fica tão boa! Uma sugestão para irem variando a vossa alimentação.

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Salmão com crosta de ervas e parmesão


Cá em casa, tento variar a nossa alimentação. Muitos legumes, sopas, pratos de carne e de peixe. E se vario a carne entre frango, peru, porco, borrego, vaca e coelho, tento fazer o mesmo no peixe. Apesar de ter a sorte de o meu pai gostar de ir à pesca e de nos presentear com algum do peixe que traz do alto mar, a verdade, é que de vez em quando, compro também peixe para as refeições da semana. Um peixe que acho muito versátil e que se prepara, num abrir e fechar de olhos, é o salmão. Um destes dias, numa ida às compras decidi trazer salmão.

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Adeus Outubro, bem-vindo Novembro


O tempo é uma forma de privilegiarmos a vida. O tempo parece que não tem fim, apesar de o contarmos em dias, horas, minutos e segundos. Se não nos atrevermos a viver intensamente chegamos ao fim e não resta nada. Ou resta muito pouco.

A idade traz-nos sabedoria. E com ela, em vez de uma vida apressada, vem a vontade de viver de uma forma mais gratificante, sem nos preocuparmos com o que outros pensam, se gostam ou não gostam, se aceitam ou criticam. Com a idade, vem a tranquilidade de sermos nós mesmos. Com rugas. Com cabelos brancos, mas sempre com sonhos no brilho dos nossos olhos. A capacidade de sonhar ajuda-nos a viver. A andar para a frente. A fazermos coisas que nos dêem prazer ou que nos façam sentir mais felizes.

Todos os meses, procuro aproveitar o tempo, esta dádiva maravilhosa. Entre as tarefas da vida do dia-a-dia, procuro encontrar caminhos que me façam sorrir e que me deixem o coração satisfeito. Olho muitas vezes para o céu e agradeço as coisas boas que tenho tido a sorte de conquistar, mesmo que às vezes nem tudo corra da melhor forma ou da maneira que eu gostaria.


Gosto de ir à Terra. Visitar as hortas. Ver a natureza crescer. É um privilégio vermos alguns dos nossos alimentos ganharem vida. E depois, podermos trazer para a nossa mesa um molho de nabiças, umas folhas de couve, abóboras, um ramo de hortelã, feijão-verde colhido pelas nossas mãos ou estrelar um ovo das galinhas a que demos milho. Estas pequenas coisas, são tão simples, mas ao mesmo tempo, tão preciosas e boas!


É, talvez, pela minha proximidade à terra, que hoje procure fazer pão. O pão é um alimento básico da nossa alimentação. Pão é vida, é força, é um alimento que faz parte das nossas mesas desde tempos ancestrais. E fazer pão em casa, é tão gratificante! Todas as semanas, faço pão para comermos ao longo da semana. Umas vezes misturo farinhas, outras, junto sementes, outras, acrescento legumes. Adoro pão com legumes.

Adoro ler. Uma das estratégias que encontrei para ler mais, foi escolher uma obra para ler em cada um dos meses do ano. Em Outubro, escolhi a obra O Pequeno Caminho das Grandes Perguntas de José Tolentino Mendonça. Um livro delicioso que nos faz pensar na vida, na morte, nas coisas que importam ou não. Cada texto é uma breve reflexão. No meu exemplar, em quase todas as páginas há sublinhados. Este é um livro que nos toca o coração e a alma.

Em Outubro. aceitei mais um desafio. Dinamizar um curso de bases de cozinha. Foi uma experiência fantástica. Um grupo de participantes muito interessado e atento. No final, fiquei com o coração cheio. Cozinhei, também, pela primeira vez em Campolide, num showcooking, que decorreu junto ao quiosque da praça desta freguesia lisboeta.

A vida faz-se de aprendizagens e é sempre bom ouvir quem sabe mais do que nós. Nesse sentido, fui assistir ao Congresso da Estrella Damm que reuniu alguns dos melhores chefs da Península Ibérica. Das apresentações, confesso que fiquei muito curiosa com uma sobremesa de nabo, feita sem açúcar do chef Alexandre Silva do premiado restaurante Loco. Estive também no restaurante Segundo Muelle num workshop dedicado ao ceviche, um prato peruano, feito com peixe cru marinado num ácido, normalmente, sumo de lima. Depois do workshop seguiu-se um jantar onde pudemos provar alguns dos pratos servidos na casa. Recomendo vivamente provarem o quinoto, ou melhor, o risotto de quinoa. É tão, mas tão bom!

Em Outubro, a minha cozinha não parou. Aproveitei as abóboras da estação para assar, fazer pão e usar em sopas. Procurei dar um destino doce aos marmelos do quintal. Este ano, voltei a fazer marmelada, assei marmelos no forno com especiarias e também os cozi em calda de açúcar aromatizada. Adoro marmelos!


Outubro, foi também tempo de avaliações. Estive, como um dos elementos do júri do concurso nacional A Mesa dos Portugueses. Este é um concurso que privilegia a cozinha de casa. E há tantas pessoas a cozinharem tão bem! A minha participação tem sido uma experiência muito gratificante, pelas pessoas com quem me cruzei e por tudo o que tive a possibilidade de aprender. No próximo ano, concorram. Vão adorar a experiência!


Outubro trouxe-nos dias mais frescos, mas de céu azul que nos ajudaram a sonhar com as coisas boas da vida. Que Novembro nos traga a felicidade das pequenas coisas e a possibilidade de sorrirmos das nossas conquistas a cada dia que passa. Bem-vindo, Novembro!

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Vamos fazer pão: Pão de fermentação longa com castanhas e chocolate


A magia de fazermos pão em casa prende-se com as múltiplas combinações que podemos fazer. Confesso que me divirto a fazer pães diferentes! Daqueles que dificilmente encontraríamos à venda. O pão que partilho, hoje, convosco, tem dois ingredientes muito especiais: castanhas e chocolate. Gostam da combinação? Vamos fazer pão?


quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Workshop Receitas para ofertas Natalícias, no Porto


Vamos preparar o Natal? No próximo dia 2 de Dezembro de 2017, das 15h30 às 18h30, vamos ter, no Porto, um workshop dedicado a presentes de Natal, comestíveis, feitos em casa. Os presentes feitos em casa, são sempre muito especiais. São presentes que vêm do coração, sempre pensados e confeccionados com muito carinho.

O workshop é dividido em duas partes. Na primeira, iremos falar de embalagens, recipientes, etiquetas, entre outras dicas que ajudam a tornar os presentes feitos em casa ainda mais especiais. Irei mostrar também presentes que se fazem num piscar de olhos, como ameixas em vinho do Porto ou misturas já prontas a usar colocadas em frascos bonitos. Na segunda parte do workshop, vamos para a cozinha preparar receitas muito práticas, desde licores, bolachas, biscoitos, geleias, entre muitas outras ideias deliciosas, que de certo, vão agradar a todos os que receberem estes deliciosos presentes.

Este workshop é para todos os que gostam de fazer presentes personalizados e especiais. Quem quer vir fazer parte da magia do Natal?

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

Workshop Doces de Natal, no Porto


No sábado, dia 2 de Dezembro de 2017, volto ao Porto. Das 10h30 às 13h30, vou realizar o workshop Doces de Natal. O Natal é uma das épocas mais bonitas do ano. É tempo de juntar a família, de agradecer e de mimar aqueles de quem mais gostamos. E da mesa de festa faz parte também os doces. Os doces de Natal, são sempre tão especiais! Há sobremesas que só preparo nesta época do ano.

Neste workshop iremos preparar uma fantástica coroa de Natal, recheada com frutos secos e frutas cristalizadas, pão-de-ló tipo de Margaride que é uma verdadeira delícia, sonhos, sericaia, um leite-creme com maçã muito especial, arroz-doce e farófias feitas no forno que são uma verdadeira tentação e são tão práticas de confeccionar.

No final do workshop, juntamo-nos à volta da mesa e degustamos tudo o que foi confeccionado. Quem me faz companhia?

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Abóbora assada recheada com quinoa e queijo feta


O Outono traz-nos a abundância de abóboras. Felizmente que hoje em dia, numa ida às compras ao mercado, encontramos uma interessante variedade de abóboras. Em casa dos meus pais, a abóbora era usada apenas na sopa ou então, para fazer doces ou compotas. Muitas vezes servia também para engordar os bacorinhos.

Uso muitas vezes abóbora na sopa. Mas gosto imenso de a assar. O assado ajuda a torná-la mais doce, com um toque ligeiramente caramelizado que é simplesmente delicioso. Ontem, para o almoço, como tinha cá em casa umas abóboras, conhecidas como abóbora manteiga, prontas a usar, decidi assá-las no forno e recheá-las. Ficaram tão boas!

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Marmelada com aguardente velha


Todos os anos faço marmelada. Adoro! Tenho a sorte de ter vários marmeleiros no quintal em Santarém e por isso, assim que começam a ficar no ponto, começo logo a pensar em dar-lhes destino.

Este ano decidi juntar à marmelada aguardente velha. Sigo a receita tradicional, só que lhe juntei o toque caprichoso da aguardente. Cá em casa, comida à fatia, sabe tão bem!

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Workshop Presentes de Natal feitos em Casa em Lisboa


As ruas enchem-se de luzes a piscar. Montamos a árvore de Natal e o presépio com todas as respectivas figuras em volta do Menino Jesus, em palhas deitado. Adoro esta época do ano. É para mim, uma das mais bonitas por tudo o que significa.

O Natal é uma época de partilha. É a altura do ano que devemos parar de toda a azáfama do dia-a-dia e agradecer. Agradecer pela vida. Agradecer pelas pessoas boas que nos rodeiam. Agradecer por todas as oportunidades, por tudo de bom que nos tem acontecido. E os presentes não têm que ser um stress, não têm que nos tirar a alegria de viver esta época em pleno, com todo o entusiasmo. Os presentes podem transformar-se em lembranças pensadas e feitas para oferecer àqueles que nos são queridos. Há lembranças tão especiais, às vezes, basta dar-nos uma ou outra ideia para fazermos um cabaz lindo. Um frasco com biscoitos, uma garrafa de azeite ou de licor dentro de um cesto ou caixa bonita e temos um presente único. Especial!

Eu adoro fazer presentes de comer para oferecer. Bolachas, bolos, biscoitos, granola, curds, entre muitas outras deliciosas opções. E é isto que vamos fazer no dia 10 de Dezembro de 2017, das 10h às 13h, na escola de cake design IstoFaz-se, em Lisboa. Vamos ter um workshop dedicado a presentes de Natal feitos em casa, daqueles especiais, pensados e feitos com muito carinho.

Este workshop é dividido em duas partes. Na primeira iremos falar de etiquetas, frascos, e de embrulhos bonitos para colocarmos os nossos presentes. Levo sempre várias ideias, já feitas, para mostrar e demonstrar como depois podem repetir em casa, como bolos ou chocolate quente no frasco. Na segunda parte do workshop, vamos preparar os nossos presentes e decorá-los como se fosse para oferecer.

No final, reunimo-nos à volta da mesa para degustar tudo o que foi confeccionado e brindar com um delicioso licor de chocolate com ginjinha.

Quem me faz companhia?

EUR 40 Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

Workshop Doces e Receitas para a mesa de Natal em Lisboa


Já se começam a contar os dias para a chegada do Natal. Esta é, para mim, uma das épocas mais bonitas do ano por aquilo que representa. Natal é tempo de partilha, de amor, de convivermos com aqueles que nos são mais queridos. E a festa de Natal faz-se também à mesa. A pensar nas coisas boas que podemos preparar para surpreender a família, nesta época tão especial, no dia 25 de Novembro de 2017, das 10h às 13h, vamos ter na escola de cake design IstoFaz-se, em Lisboa, um workshop dedicado a doces e receitas para a mesa de Natal.

Neste workshop vamos preparar um menu com entradas, pratos principais e sobremesas. Vamos confeccionar para as entradas, camarão panado com sementes de sésamo servido com uma maionese de pimentão-doce fumado e um creme de ervilhas fabuloso com um toque crocante que vai deliciar toda a família.

Nos pratos principais vamos confitar lombos de bacalhau no forno com ervas aromáticas e especiarias. O bacalhau será servido com um apetitoso puré de batata-doce que vos vai surpreender. Fica tão bom! O peru é uma das carnes mais servidas nesta altura do ano. Mas para quem não quer assar um peru inteiro, neste workshop apresento-vos uma receita alternativa que vão adorar. Vamos preparar um rolo de peru recheado com alheira, maçã e espinafres que assado no forno fica simplesmente divinal. O peru enrolado é servido com batatas novas cozidas e legumes frescos salteados.

E em dias de festas as sobremesas não podem faltar. Vamos preparar para a nossa mesa de Natal arroz-doce com canela e cardamomo, farófias feitas no forno, e depois de muitos pedidos feitos no workshop de sábado passado, vamos preparar também, um leite-creme que é simplesmente de outro mundo!

Depois dos pratos confeccionados, juntamo-nos à volta da mesa, brindamos e degustamos tudo o que foi preparado. Quem me faz companhia?

EUR 45 Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )