quinta-feira, 18 de abril de 2019

Cornetos com amêndoas para a Páscoa


Todos os anos, na Páscoa, gosto de oferecer pequenas lembranças à família e aos amigos. Folares umas vezes doces outras, salgados, bolos ninho, bolachinhas, amêndoas ou ovos de chocolate, constam quase sempre das minhas opções para as ofertas.

Este ano fiz uma compota de laranja com a casca, que decidi que vai constar também nos saquinhos de Páscoa.

Na minha família sempre houve a tradição de oferecer amêndoas. Este ano decidi que vou oferecer as amêndoas de uma forma mais original. Coloquei-as em cones de bolacha, dentro de sacos e com uns laçarotes bonitos. Acho que os sacos ficaram tão giros. Gostam?

quarta-feira, 17 de abril de 2019

O workshop Vamos Fazer Pão e Folares com Activa Vita D, foi assim


Já contamos os dias para a chegada da Páscoa. A par com o Natal, esta é uma das minhas épocas do ano preferidas. Páscoa é sinónimo de família, de almoço de domingo, de amêndoas, de ovos de chocolate e de folares, ricos e deliciosos.

Adoro folares! Sejam doces ou salgados. No passado dia, 7 de Abril de 2019, teve lugar, cá em Lisboa, o workshop Vamos Fazer Pão e Folares com Activa Vita D, no Lisbon Cooking Academy.

Nas massas lêvedas, normalmente, usamos levedura fresca ou levedura seca. A Activa Vita D é levedura de padeiro seca, enriquecida com a chamada vitamina do sol, produzida pelo nosso corpo depois da exposição solar. Mesmo vivendo num país com cerca de 300 dias de sol, a verdade, é que não nos expomos à luz solar como deveríamos. Esta levedura não tem sabor e resulta muito bem nas nossas massas, e foi isso mesmo, que comprovámos no nosso workshop.


Preparámos cerca de seis receitas, entre pães doces e folares. Fizemos o tradicional folar com o ovo. Amassámos e cozemos um folar de enchidos, um folar de carnes, um folar de rosas - que fica tão bonito! - um pão doce recheado com doce e fios de ovos, e uma trança de Páscoa.

Tanto pão bom para alegrarmos a nossa mesa de Páscoa. Os folares são também um excelente presente para oferecer nesta quadra festiva.


No final, do workshop degustámos tudo o que foi preparado, entre muitas conversas e gargalhadas. Sabe tão bem partilhar, com os outros, pão feito por nós. É uma satisfação que não se explica.

Um muito obrigada a todos os que participaram neste evento. Um especial agradecimento à Lallemand e à Activa Vita D por nos terem proporcionado esta manhã tão doce.


A todos, votos de uma Páscoa muito doce e com muitos folares na mesa.

terça-feira, 16 de abril de 2019

Bolo de cenoura para a mesa de Páscoa


A Páscoa está a chegar e é para mim, a seguir ao Natal, uma das minhas épocas preferidas. Gosto de decorar a casa com motivos florais, alusivos à Primavera, que simbolizam a renovação da vida. Gosto de pensar que temos no Domingo de Páscoa o tradicional almoço de família.

Os momentos em família são sempre memoráveis. Gosto de preparar pequenas lembranças para oferecer nesta quadra festiva. E as lembranças podem ser amêndoas, bolachas feitas por mim, ou folares. Os presentes feitos por nós são sempre diferentes e únicos.

Para o almoço de família, vamos ter borrego ou cabrito no prato principal, e as sobremesas, são quase sempre da minha responsabilidade. Este ano, decidi que vou levar um bolo de cenoura. Deixo-vos a receita, já hoje. Espero que gostem!

segunda-feira, 15 de abril de 2019

O lançamento do livro Petiscos do Rio e do Mar foi assim


« Depois do trabalho feito, só me resta agradecer ... » foi assim que comecei o meu discurso no lançamento do meu último livro, escrito e pensado em co-autoria com o conhecido gastrónomo Virgílio Nogueiro Gomes, a quem tenho a sorte de chamar amigo.

Petiscos do Rio e do Mar, editado pela Marcador, é um livro com textos e receitas com peixes, como o nome indica, do rio e do mar. Tem também receitas com crustáceos e moluscos. São mais de 40 receitas. Algumas tradicionais, outras inspiradas na nossa tradição, e sempre com o cunho da cozinha portuguesa. Os produtos escolhidos são aqueles que, na nossa opinião, se encontram com relativa facilidade, e a preços acessíveis, de uma maneira geral. Alguns dos peixes de rio, podem ser encomendados nas peixarias, na época de captura.

O lançamento teve lugar no festival Peixe em Lisboa, um dos maiores festivais de comida de Lisboa, que já vai na 12ª edição. A apresentação do livro esteve a cargo de Duarte Calvão, director do evento, gastrónomo e um dos autores do blogue Mesa Marcada.


Foi uma festa deliciosa. Casa cheia, rodeada de muitos amigos. O apoio da família, nestas alturas, também nos deixa de coração cheio!


Obrigada a todos os que estiveram presentes. Obrigada pelo vosso carinho e estima. Estes momentos só fazem sentido com companhia. São os outros que nos ajudam a ser felizes.

Espero que o livro vos traga momentos deliciosos à volta da mesa.

Um grande beijinho a todos vocês.

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Papas de aveia com banana e manteiga de amendoim


Adoro começar o dia com uma refeição deliciosa. Gosto de ir variando os meus pequenos-almoços e, sempre que posso, procuro incluir legumes. Acho fundamental a inclusão de vegetais e fruta nas nossas dietas. E devemos variar o mais que pudermos aquilo que comemos. O doutor Joel Furhman refere que em média deveríamos comer 450g de vegetais verdes cozidos e 450g de vegetais crus por dia.

Depois de vários pedidos, para ir colocando algumas receitas do que vou preparando para os meus pequenos-almoços, deixo-vos, hoje, uma receita de papas de aveia com banana e manteiga de amendoim.

quarta-feira, 10 de abril de 2019

Sopa da horta


A minha mãe fez e continua a fazer, umas sopas maravilhosas. Sopas que, por si só, constituem uma refeição. Usa muitas vezes os produtos que tem na horta. As couves, as batatas, as cebolas, as ervilhas, entre coisas boas que vão cultivando. Gosta sempre de colocar nas sopas, um pedaço de carne e ou enchidos. Às vezes, uma posta de bacalhau, porque assim ficam, sempre, mais saborosas. Por vezes, uma mão cheia de feijão cozido ou de grão-de-bico. A verdade, é que as sopas da minha mãe são sempre boas!

Um destes dias, inspirada pelas sopas da minha mãe, decidi fazer uma sopa para as refeições da semana, cá em casa. Como ela, também usei alguns dos produtos que trouxe da horta.

terça-feira, 9 de abril de 2019

Folar de carnes


É tempo de Páscoa. Pelo menos, cá por casa, já se começa a pensar nesta quadra festiva. Tal como o Natal, para mim, esta época do ano é quando juntamos a família, à volta da mesa. E depois da Quaresma, a carne volta à mesa. Uma das tradições, desta quadra festiva, são os folares.

Encontramos folares doces e folares salgados. Um dos meus folares preferidos é com carnes e por isso quando a Fermipan me desafiou a pensar numa receita para a Páscoa, a escolha foi o folar que partilho, hoje, convosco. É delicioso!