Próximos Eventos
Algueirão-Mem Martins 21 de Julho de 2018
Sábado:
11h30 - 12h30      Showcooking Saladas Saudáveis ao Ar Livre
 
Entrada livre Jumbo Sintra

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Biscoitos de limão


Os dias frios, nublados, e com chuva vêm acompanhados por um sentimento de nostalgia. São dias que nos levam a pensar na vida, a reflectir. A olhar para dentro de nós e pensar em tudo aquilo que nos rodeia, nas relações com os outros, na família, no modo como tentamos ou não ser felizes. São dias que pedem, com urgência, o conforto de um café ou de um chá acompanhado de uns deliciosos biscoitos. Adoro biscoitos. Nesta altura do ano procuro ter sempre um frasco com biscoitos para irmos comendo. Nestes dias de Inverno, estes pequenos miminhos sabem tão bem!

Um dos últimos biscoitos que fiz foi com limão e resultaram de forma deliciosa.

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Esparguete à Carbonara


Há pratos que se fazem num abrir e fechar de olhos. São maravilhosos para quando queremos fazer uma refeição reconfortante e cheia de sabor. Quando a Primor me desafiou a criar uma receita com bacon, lembrei-me de partilhar uma das receitas preferidas de massa cá de casa, esparguete à Carbonara, um prato de origem italiana. Fica tão bom!

Cá em Portugal, existem muitas adaptações da receita original. Umas com cogumelos, outras com camarão, e quase sempre incluindo natas, como por exemplo esta, do conhecido chef Henrique Sá Pessoa, apesar de não ser um dos ingredientes da receita original.

É uma receita simples e ao mesmo tempo cheia de sabor. Perfeita para quando não se tem muito tempo. A qualidade dos produtos usados fazem mesmo toda a diferença neste prato. O bacon extra Primor, foi pelo quinto ano consecutivo, distinguido com o selo Escolha do Consumidor na sua categoria, destacando-se pelo sabor, qualidade, textura e apresentação. Quem gosta de esparguete à Carbonara? Deixo-vos mais uma versão.

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Mais um workshop Vamos Fazer Pão?, no Porto


Quem gosta de pão? Já experimentaram fazer em casa? O sabor é incrível! No próximo dia 10 de Março, sábado, das 15h30 às 19h30, irá decorrer mais um workshop Vamos Fazer Pão?, no WORK espaço criativo. Este é um workshop para quem quer começar a fazer pão em casa ou para quem já faz e quer melhorar algumas técnicas.

Neste workshop iremos fazer vários tipos de pão. Pão de trigo, pão de mistura, pães enriquecidos, pães tigre, pães com massas-mãe ou pré-fermentos, assim como pão doce. Iremos falar de farinhas, fermento e de como podemos cozer o pão em casa como se fosse numa padaria. Iremos todos amassar à mão para sentirmos a textura da massa. No final, reunimo-nos à volta da mesa e saboreamos tudo o que preparámos. Vamos Fazer Pão?

De manhã irá decorrer o workshop Doces e Folares de Páscoa.

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

Workshop Doces e Folares de Páscoa no Porto


No próximo dia, 10 de Março, regresso ao Porto para dois deliciosos workshops. De manhã, das 10h30 às 13h30, irá decorrer o workshop Doces e Folares de Páscoa, no WORK espaço criativo. Este é um workshop para quem quer colocar a mão na massa e fazer os seus próprios folares.

Iremos fazer o folar tradicional com ovo cozido e o folar de rosas. Ambos uma verdadeira tentação! Para além dos folares, iremos fazer também preparar o conhecido pão-de-ló tipo de Margaride, um bolo ninho com ganache de chocolate que toda a gente adora, entre muitas outras doces sugestões para oferecerem ou colocarem na vossa mesa de Páscoa.

Quem me faz companhia?

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Vamos fazer pão: Pão de caril


Fazer pão fascina-me! É por um lado algo tão simples, mas ao mesmo tempo, complexo e difícil. A simplicidade de ingredientes permite-nos avançar para a tarefa de fazer pão com entusiasmo, mas depois há todo um conjunto de factores que influenciam o resultado final que é preciso conhecer.

Não tenham medo de fazer pão em casa. As primeiras vezes podem não correr como esperado, pois são muitos os factores que influenciam o nosso pão, desde a escolha das farinhas, o fermento, a água - se é mole ou dura - a temperatura ambiente, a humidade, as nossas mãos, o modo de amassar até ao forno que usamos. A prática de fazer pão leva-nos a conhecer as massas. A percebê-las. A dar-lhes aquilo que elas nos pedem, mais água, menos água, mais tempo de descanso.

O pão é daqueles produtos que não resulta apenas da soma dos seus ingredientes. É preciso tratar a massa com amor e carinho. É preciso olhar para ela como o ser vivo que é. As nossas massas têm que ser massas felizes, vivas. Por tudo isto, é que fazer pão se torna verdadeiramente mágico! Vamos fazer pão?

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Como fazer caramelo salgado?


Caramelo salgado é um molho, e é deliciosamente bom! Fica com uma textura suave, aveludada, e com um sabor incrível. É óptimo para usar em coberturas ou recheios de bolos. Para servir com gelados, em sobremesas de copinhos, com panquecas, entre outras variadas aplicações.

Fazer caramelo salgado em casa é de uma maneira geral fácil. Precisamos de poucos ingredientes e em termos de palamenta, basta um tacho e uma colher ou vara de arames. O processo é muito rápido. Dissolve-se o açúcar na água. Vai ao lume até fazer ponto caramelo clarinho. Se ficar muito escuro, pode ficar com um sabor desagradável, ligeiramente a queimado. Junta-se a manteiga. Assim que derreter, mexer bem, retira-se do lume e adiciona-se as natas.

Cuidado ao colocar os ingredientes no caramelo. É normal haver salpicos. E por fim, flor de sal. Eu gosto de colocar sal, mas podem fazer este molho de caramelo sem sal. Depois de feito, coloco em frascos e guardo no frigorífico. Quando quero usar retiro com antecedência ou aqueço no micro-ondas.

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Os 10 bolos preferidos dos leitores em 2017


Em dias de festa, há sempre bolo. Este é um dos lemas cá de casa. Os bolos, como sobremesa, são uma forma deliciosa de terminar uma refeição. Gosto também de fazer bolos aos domingos para servir com um chá, ou café, enquanto se vê um filme, sentados no sofá. Adoro fazer bolos, principalmente nos dias frios de Inverno. Ajudam-nos aquecer o corpo e a alma. De todos os bolos que fui publicando o ano passado, houve uns que fizeram mais furor do que outros.

Os 10 bolos preferidos dos leitores em 2017, são:


Destes, qual o vosso preferido?

Ver também os 10 bolos preferidas dos leitores em: 2012, 2013, 2015 e 2016.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Alho-francês à Brás


Há receitas que se cruzam connosco e que nos despertam a curiosidade. Há uns tempos atrás, num jantar em casa dos meus sogros, o meu cunhado Hugo fez para o jantar alho-francês à Brás. Prato, logo muito elogiado, por todos os comensais que nesse dia se reuniram à volta da mesa.

Passado pouco tempo, fui jantar ao restaurante O Toucinho, em Almeirim, e entre as entradinhas, eis que surge alho-francês à Brás, que estava maravilhoso!

Depois deste encontro, em dois momentos distintos, com a mesma receita, resolvi experimentar fazê-la cá em casa. Adorámos! É uma receita tão simples e prática, ideal para aqueles dias em que decidimos fazer uma refeição sem carne ou peixe.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O workshop Receitas Rápidas para o Jantar, no Porto, foi assim ...


No passado fim-de-semana, fui até ao Porto para dois workshops no WORK espaço criativo. Um dos workshops que realizei, teve como tema Receitas Rápidas para o Jantar. Com a azáfama do dia-a-dia, nem sempre chegamos a casa com ideias para prepararmos, de forma rápida, as refeições para a família. Por isso, toda a ajuda é sempre bem-vinda. É este o objectivo deste workshop, facilitar a vida na preparação das refeições de todas as pessoas que trabalham e cozinham para a família.


Neste workshop começo por dar dicas sobre algumas pré-preparações que podem fazer para que depois, seja muito mais fácil, preparar as vossas refeições. Falamos também de processos de conservação dos alimentos e de pratos que podem fazer com antecedência, para que seja fácil e prático de usar nas refeições durante a semana.

Preparámos diferentes tipos de pratos, como por exemplo, saladas, arrozes, pratos de carne e de peixe. Fizemos um caril rápido que fica simplesmente delicioso. Em todos as confecções tento incluir legumes ou ervas aromáticas.

No final, reunimo-nos à volta da mesa e degustámos tudo o que foi preparado.


Cá em Lisboa, este workshop, Receitas Rápidas para o Jantar, irá ter lugar no próximo dia 24 de Fevereiro, das 10h30 às 13h30, na escola de cake design IstoFaz-se. Quem me faz companhia?

EUR 45 Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Vamos fazer pão: Torcidos de pesto


O pão é um mundo quase infinito de possibilidades. Para além da farinha, água, sal e fermento, podemos juntar mil e um ingredientes aos nossos pães. Esta é uma das vantagens de fazermos o nosso pão. Podemos fazer pães únicos e especiais com ingredientes menos usuais. A receita que partilho, hoje, convosco, leva pesto. Podem fazer o pesto em casa ou, caso seja mais prático, usar de compra. Vamos fazer pão?

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Entrecosto no forno com batatas


Os assados são dos meus pratos preferidos, principalmente nesta altura do ano em que o frio e a chuva se fazem sentir. Os pratos de forno são, para mim, sinónimo de comida de conforto. Para além, de serem muito práticos. É o forno que trabalha para nós!

Um destes fins-de-semana, fiz para o almoço, entrecosto assado no forno com batatas. É um prato simples, cheio de sabor e que toda a gente adora!

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Musse de chocolate com licor cremoso de café


Namorar. Diz o dicionário que é seduzir, encantar, cobiçar. Ou sentir amor, apaixonar-se. Comemora-se, hoje, o Dia de São Valentim, ou Dia dos Namorados. Curioso, haver um dia no calendário para celebrar o amor. Mas se há, então façamo-lo com entusiasmo.

O amor é um sentimento único, que se espalha pelo corpo a partir da parte esquerda do peito até ao brilho do olhar e que nos coloca o rosto a sorrir. O amor é doce! Feliz! Uma pessoa apaixonada olha mais para ela. Cuida-se. Preocupa-se. Tenta agradar. Quer bem a si e aos outros. As pessoas apaixonadas olham para o céu, sorriem para os outros e para elas. Falam sozinhas. Escrevem pensamentos. Desejos. Compram perfumes e lingerie. Leem romances inspiradores. Quando andam na rua, até parece que levitam, porque a cabeça e o coração ficam mais leves. Há lá sentimento mais feliz que o amor?!

Para celebrar este dia, deixo-vos uma deliciosa musse de chocolate com licor cremoso de café para ser apreciada num momento a dois. O licor dá-lhe um sabor muito especial.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Bolo de coco com chocolate branco e framboesas


Na vida temos que encontrar projectos que nos façam felizes, que nos preencham. Para muitas pessoas, são os filhos que trazem essa felicidade, esse sentido à vida. Quando isso não acontece, acho que consciente ou inconscientemente, procuramos de forma natural coisas que nos ajudem a que a nossa vida tenha um propósito. Que consigamos deixar um legado aos que nos rodeiam.

Quando há 12 anos atrás, decidi começar um blogue de comida que falasse das coisas boas da vida, não tinha a mínima ideia da deliciosa aventura em que estava prestes a embarcar. Sinto-me grata por estes doze anos. Agradeço todos os dias ter começado este projecto que literalmente mudou a minha vida. Trabalho, hoje, com o Cinco Quartos de Laranja e para o Cinco Quartos de Laranja. Acompanha-me para todo o lado. E tem-me trazido tantas alegrias, tantos momentos felizes, que só me posso mesmo sentir grata!

Obrigada a todos vocês que comentam, que me enviam mensagens, que ajudam a fazer do Cinco Quartos de Laranja, ano após ano, um projecto que procura trazer magia, felicidade, sorrisos a todos os que me acompanham. Vamos cantar os parabéns a você? O bolo de aniversário está na mesa. Ajudam-me a apagar as velas?


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Workshop Receitas Rápidas para o Jantar, em Lisboa


Dia 24 de Fevereiro de 2018, das 10h30 às 13h30, irá ter lugar o workshop Receitas Rápidas para o Jantar na escola de cake design IstoFaz-se, em Lisboa. O objectivo deste workshop é ajudar todos aqueles que procuram ideias práticas e acessíveis para as refeições da semana em família. Iremos confeccionar várias receitas:

- Caril de atum com grão-de-bico;
- Medalhões de pescada com crosta de broa e pimentos salteados;
- Frango com farinheira;
- Bacalhau com brás de legumes;
- Salmão gratinado;
- Salada crocante de cuscuz com frango e queijo.

Para além das receitas confeccionadas, iremos falar sobre o planeamento semanal das refeições, com dicas sobre o tipo de pré-preparações que podem fazer para ser muito mais fácil fazerem o jantar, nos dias em que se chega a casa tarde, depois de um dia de trabalho.

No final do workshop, juntamo-nos à volta da mesa e degustamos tudo o que foi preparado. Será servido um vinho para brindarmos aos momentos bons. Fazem-me companhia?

EUR 45 Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

O workshop de Setembro, no Porto, foi assim ...


Em finais de Setembro, do ano passado, regressei ao Porto para mais dois workshops. Um dedicado ao pão e outro de receitas rápidas para fazermos ao jantar. Hoje em dia, quase todos trabalhamos fora de casa. Andamos de um lado para outro. Acordar cedo. Apanhar transportes. Cuidar da família. Quando chegamos ao final do dia, a imaginação para preparar o jantar nem sempre está ao rubro.


Neste workshop Receitas Rápidas para o Jantar, preparámos várias sugestões, de carne, peixe, e até opções mais saudáveis para confeccionarmos, num abrir e fechar de olhos, as refeições para as nossas famílias. Para além das receitas, foram também apresentadas outras sugestões de pratos muito práticos que se podem preparar e falámos, também, de dicas e estratégias para planearmos as refeições da semana. No final, reunimo-nos à volta da mesa e degustámos tudo o que foi preparado.


No próximo sábado, 17 de Fevereiro de 2018, iremos ter mais dois workshops no Porto, o Receitas Rápidas para o Jantar e o Vamos Fazer Pão?. Quem me faz companhia?

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Vamos fazer pão: Pão de trigo com massa-mãe


Fazer pão é maravilhoso. E se for pão feito com massa-mãe, ou fermento natural, torna-se ainda mais especial. Das minhas experiências, uma das coisas que sinto é que nos viciamos um bocadinho no sabor do pão feito apenas com um fermento natural.

Desde que comecei a fazer pão que me apaixonei pelas massas. Quando faço uma massa e fica a fermentar durante a noite, sou capaz de acordar mais cedo do que o habitual, só para ver como está a correr. Se levedou bem. Há como que um encanto infantil, genuíno, ao ver uma massa a crescer, cheia de vida, de força. Uma massa feita por nós. Criada. Alimentada. Trabalhada pelas nossas mãos, é algo tão precioso e único!

Fazer pão é um acto que ultrapassa os gestos e a técnica. Fazer pão é uma actividade que nos envolve emocionalmente. O pão feito por nós é mesmo muito especial. Já agora, relembro que no dia 17 de Fevereiro 2018, à tarde, no Porto vamos ter o workshop Vamos Fazer Pão? Conto convosco?


quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Biscoitos de aveia com avelã e abóbora


Adoro biscoitos. Para acompanhar um chá ou um café, nestes dias de frio, sabem tão bem! Gosto de ter biscoitos ou bolinhos secos em casa, guardados num frasco de vidro, para irmos comendo ou para quando recebemos amigos e não tenho uma sobremesa pronta para servir. Há dias, em que ter uns biscoitos feitos, dá tanto jeito.

Uma das coisas que faço regularmente, em casa, para me organizar em termos de refeições da semana é, por vezes, assar abóbora butternut inteira. Depois guardo no frigorífico e vou usando nas sopas, arrozes e purés que faça. E acabo também, por muitas vezes, a incluir nos doces que faço. Estar assada, pronta a usar, é mesmo muito prático. A receita de biscoitos que partilho hoje, convosco, leva uma mistura de farinhas, avelã e abóbora. Uma combinação bem deliciosa!

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Salada de quinoa com camarão


As saladas fazem parte das refeições, cá em casa, o ano todo. Para além de serem coloridas e práticas de fazer, são uma forma de comermos mais legumes. Quando a Oliveira da Serra me lançou o desafio de preparar um receita com o seu azeite 1ª Colheita, pensei logo em usá-lo numa salada de modo a poder usufruir de todas as características de um azeite feito com azeitonas jovens. Eu adoro azeite! É a gordura que mais utilizo para temperar nas minhas saladas e pratos.

Partilho convosco, hoje, a receita de uma nutritiva salada com quinoa e miolo de camarão da rubrica Oliveira da Serra.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Barritas de cereais com manteiga de amendoim


Os snacks são sempre bem-vindos. Eu, que gosto de levar comida comigo quando vou trabalhar, ou em viagem, ando sempre a tentar encontrar ideias de coisas que posso fazer e transportar, de um lado para o outro, e que sejam muito práticas de comer. E, já agora, que não deitem cheiro. Passo a explicar por que a questão do cheiro é importante.

Uma das coisas que nunca levava quando trabalhava e fazia lanches, a meio da manhã, em convívio com outras pessoas, a que depois muitas vezes se juntavam outras vindas, por vezes, fora da instituição, era citrinos. Adoro o cheiro das laranjas e das tangerinas, mas nestas alturas sentia necessidade de ter algo para matar a fome que não deixasse um cheiro, maravilhoso por certo, mas muito marcante. Optava por maçãs, iogurtes líquidos, gelatinas, uma dose de frutos secos (~28 g), bolachas de milho ou de arroz.

Uma das coisas que comecei a fazer, há uns tempos atrás, é barritas de cereais. São energéticas, nutritivas, muito práticas de fazer e de transportar, de um lado para o outro. Agradam aos crescidos e aos mais pequenos. Podemos juntar flocos de aveia, frutos secos, frutas desidratadas entre muitas coisas boas.

Uma das últimas que fiz, cá em casa, foi com manteiga de amendoim e millet tufado.

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Workshop Vamos Fazer Pão?, no Porto


Sábado, 17 de Fevereiro de 2018, das 15h30 às 19h30, no WORK espaço criativo, no Porto, terá lugar o workshop Vamos Fazer Pão? Este é um workshop para quem quer fazer pão cheio de sabor, em casa.

Neste workshop, vamos preparar vários tipos de pão recorrendo a vários métodos. Vamos usar fermento de padeiro e pré-fermentos. Vamos fazer pão de trigo, pães tigre, pão com abóbora assada, pão com mistura de farinhas e pão doce, incluindo pão de Deus, que é sempre um verdadeiro sucesso.

Vamos aprender a amassar e a enrolar diferentes tipos de pão. A identificar quando a massa está lêveda e a perceber como podemos cozer pão, em casa, como se fosse na padaria. No final, reunimo-nos à volta da mesa e provamos todos os pães confeccionados.

Neste dia de manhã terá lugar o workshop Receitas Rápidas para o Jantar.

Fazem-me companhia?

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

Workshop Receitas Rápidas para o Jantar, no Porto


Quando as nossas rotinas nos obrigam a andar de um lado para o outro, a trabalhar fora de casa com horários que nos deixam pouco tempo para outras coisas, pensar no que fazer para o jantar pode-se tornar num problema. A verdade, é que quando chegamos a casa, uma das primeiras coisas que queremos que nos ocupe menos tempo, são as tarefas da cozinha.

Queremos ter uma refeição para a família que se prepare num abrir e fechar de olhos e ao mesmo tempo que seja saborosa. Queremos preparar pratos que nos deixem tempo para podermos fazer outras coisas. É isto que vamos fazer neste workshop Receitas Rápidas para o Jantar que terá lugar no sábado, 17 de Fevereiro de 2018, das 10h30 às 13h30, no WORK espaço criativo, no Porto.

Neste workshop para além de dicas de organização e planeamento das refeições semanais, iremos fazer vários pratos que se preparam de forma muito prática. A escolha das receitas procurou ser abrangente e ter sugestões diversas.

Iremos preparar saladas, caril de atum, frittata, frango com farinheira, Brás de legumes com bacalhau, um delicioso arroz com couve que nos deixa com água na boca, entre outras práticas e rápidas sugestões. Para além das receitas, iremos aprender várias técnicas, de corte, de cozedura, entre várias dicas que nos facilitam a vida na cozinha.

Da parte da tarde, das 15h30 às 19h30, iremos ter o workshop Vamos Fazer Pão?

Quem me faz companhia?

Inscrições e mais informações:
work@sott.pt   WORK espaço criativo
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Os 10 pães preferidos dos leitores em 2017


Fazer pão, em casa, transforma-se numa paixão. Começamos a olhar para as massas de outra maneira. Começamos a percebê-las. Sabemos que estão cheias de vida e que depois de irem ao forno, chegam à nossa mesa prontas, felizes, para nos despertarem os sentidos. O pão é miolo, côdea, sabor e cheiro. O pão é uma dádiva, um alimento ancestral que é importante continuar a tratar com amor. Fazer pão, em casa, transforma-se num momento poético, que nos alimenta o corpo e alma.

Ao longo do ano, vou partilhando convosco muitos e variados pães. Uns feitos com massa-mãe, fermento natural ou isco, outros feitos com legumes, outros só com misturas de farinhas e outros ainda enriquecidos, ou seja, doces. Fazer pão é um acto tão especial! Vamos fazer pão?

Dia 17 de Fevereiro de 2018, regresso ao Porto para mais um workshop Vamos Fazer Pão? Inscrições e mais informações através do eMail: work@sott.pt

Os 10 pães preferidos dos leitores em 2017, são:


Destes, qual o vosso preferido?

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Ovos mexidos com alheira e espinafres


Dias, não são dias, e quando se fala de comida, o importante é encontrarmos o nosso equilíbrio. Eu adoro alheira. Não como, obviamente, enchidos todos os dias, mas há alturas, em que sabem bem. Não imagino um cozido à Portuguesa, prato que tanto adoro, sem enchidos. A comida é um dos grandes prazeres da vida e, de vez em quando, podemo-nos dar ao luxo de fazermos, com consciência, pequenos pecados de boca. Sabem tão bem!

Um destes dias, a dar a volta ao congelador, encontrei uma alheira. Foi logo para a frigideira com ovos e espinafres. Fica tão bom! Pode ser servido como petisco, com umas tostas, em dias de festa, para partilhar com a família ou os amigos, ou então, como prato principal de uma refeição.