Próximos Eventos
Lisboa 25 de Novembro de 2017
Sábado:
10h00 - 13h00      Workshop Doces e Receitas para a Mesa de Natal
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se
Porto 2 de Dezembro de 2017
Sábado:
10h30 - 13h30      Workshop Doces de Natal
 
 
15h30 - 18h30      Workshop Receitas para Ofertas Natalícias

sexta-feira, 31 de março de 2017

Vamos fazer pão: Pão com sementes


Cada vez mais se fala sobre o pão que comemos. Ou melhor, cada vez mais se fala sobre a qualidade ou falta de qualidade do pão que comemos. Numa ida ao supermercado, quando comprarem pão, leiam o rótulo. Vão perceber que muito do pão de compra não é apenas feito com farinha, sal, fermento e água. Por outro lado, a quantidade de fermento usado no pão industrial é grande. Faz um pão fofo que passado umas horas já está duro. Um dos exemplos, é o papo seco.

Por isso, para quem gosta de pão, para quem procura o sabor autêntico do pão pode fazê-lo em casa. Os ingredientes encontram-se facilmente à venda numa ida ao supermercado, onde felizmente, cada vez mais, há uma interessante oferta de farinhas biológicas. Sal, água e fermento. O fermento usado pode ser fresco, vendido em cubos, ou seco, a chamada levedura seca. Não confundam fermento de padeiro seco (levedura seca) com o fermento químico que usamos para fazer bolos. São dois produtos diferentes.

Podemos fazer pão usando um método simples, directo. Misturamos os secos e os líquidos, amassa-se, leveda e vai para o forno. Foi sempre assim que vi a minha mãe fazer pão. Este é um método que recomendo a quem quer fazer pão pela primeira vez. Para se aventurar na arte maravilhosa de fazer pão em casa, misturar os ingredientes, amassar, levedar e já está. Foi com uma receita assim que comecei a rubrica Vamos fazer pão. Não tenham medo de amassar, é quase terapêutico. Lembrem-se que foi assim que durante séculos se fez pão, metendo as mãos na massa!

Este é o método mais simples. A complexidade de fazer pão aumenta quando começamos a usar pré-fermentos (poolish, biga e/ou massa fermentada conhecida como massa velha) ou usarmos uma massa-mãe, o que em inglês se designa por sourdough ou em francês, levain, feita a partir de uma matriz, starter. Um destes dias, explico-vos como faço e alimento a minha massa-mãe, feita com farinha de centeio integral biológica. Também se pode fazer massa-mãe com farinha de trigo. A minha massa mãe já tem mais de um ano. Há padarias com massas mãe com 100 ou mais anos. Maravilhoso, não é?

O melhor método para cozer o pão em casa é usando um tacho de ferro fundido ou de cerâmica. Há quem faça em tachos de vidro, tipo Pyrex, ou em tachos de barro, mas a verdade é que não são tão eficientes na distribuição do calor. Para quem faz pão em casa de forma regular, vale a pena o investimento num tacho/panela de ferro fundido. Quando forem ao supermercado ou uma loja de produtos para casa, procurem estes tachos. Vão encontrar de vários preços. Este método tem obviamente limitações, mas para fazer um pão para a família, resulta muito bem. Vamos fazer pão?



Pão com sementes

Ingredientes para o poolish (pré-fermento):
200 g de farinha de trigo T65
200 g de água à temperatura ambiente
1/8 de colher de chá de fermento seco de padeiro (0,4 g)


1. Colocar os ingredientes numa taça. Mexer muito bem com a colher-de-pau, durante mais ou menos 1 minuto.

2. Tapar a taça com película aderente e deixar descansar durante aproximadamente 12 horas. Fazer de véspera, à noite, e usar na manhã seguinte.

Como as nossas balanças em casa não pesam menos de 1g, aconselho a usarem colheres medidoras. Encontram-se facilmente à venda.


Ingredientes para o pão:
Poolish (toda a massa do pré-fermento)
200 g de farinha de trigo T65
100 g de farinha de centeio T70
3 g de fermento seco de padeiro
180 ml de água morna
10 g de sal fino
10 g de sementes de sésamo pretas tostadas
10 g de sementes de sésamo branco tostadas
15 g de sementes de girassol
15 g de sementes de linhaça dourada
10 g de sementes de linhaça castanha
20 g de flocos de aveia


1. Colocar as farinhas numa taça com o fermento seco de padeiro, o poolish, o sal, as sementes e 150 ml de água. Mexer muito bem.

2. Amassar durante mais ou menos 10 minutos. À medida que se amassa adicionar a restante água aos poucos.

3. Formar uma bola com a massa. Tapar a taça e deixar levedar durante 2 horas.

4. Colocar a massa numa superfície polvilhada com farinha e enrolar, moldar um pão redondo.

5. Colocar o pão numa folha de papel vegetal. Pincelar a superfície da massa com água e polvilhar com algumas das sementes usadas na massa.

6. Tapar a massa e deixar levedar durante 1 hora.

7. Pré-aquecer o forno a 230ºC com um tacho de ferro fundido com tampa lá dentro.

8. Assim que estiver na temperatura indicada, retirar o tacho, colocar o pão com cuidado dentro do tacho. Fazer uns cortes na superfície do pão. Tapar o tacho.

9. Levar ao forno durante 30 minutos. Retirar a tampa ao tacho e deixar o pão ganhar cor durante mais 20 minutos.


Caso usem sal grosso dissolvam-no previamente num pouco da água a usar na amassadura. Podem também fazer a vossa selecção de sementes, caso tenham ou prefiram usar outras que não as indicadas na receita.

Adoro pão com sementes e vocês? Já experimentaram a fazer pão em casa?

24 comentários :

  1. Esse pão ficou com um ar demais apetitoso :) Bjinhos e bom fds.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anjo-de-Mel,
      obrigada. Fazer pão em casa é tão bom.
      Adoro pão com sementes.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Este pão deve ser delicioso!! Tenho de experimentar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Love´s Kitchen - My Cooking,
      quando começamos a fazer pão em casa apaixonamo-nos pelas massas, pelo sabor do pão.
      E este com sementes fica tão bom.
      Espero que goste.
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Adoro a maneira como descreves essa paixão por fazer pão....
    Por cá ainda vence a preguiça....mas cada vez mais procuramos alternativas saudáveis....e isso significa que em breve passaremos a ter a mão na massa....
    Gostei desta sugestão....
    Obrigado pela partilha...
    Beijinhos nossos....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Querida Susana,
      obrigada. Adoro fazer pão e tenho um carinho imenso pelas massas lêvedas.
      Quando começares a fazer pão vais ver. Tão bom.
      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Foi já há mais de uma dezena de anos que dei por mim a ler os rótulos do pão no hipermercado e a ficar com calafrios. Nesse momento começámos a fazer pão em casa, e nunca mais voltámos atrás. Eu pessoalmente só faço pães onde não tenha de mexer muito na massa - é uma fobia que tenho, como o medo de baratas ou de palhaços, fico com suores frios e a sentir-me mal fisicamente de mexer em massas cruas, é triste, eu sei - mas o meu marido faz todo o tipo de pães e já não consigo ficar satisfeita com pão de compra. Raramente usamos pré fermentos, massa mãe então nunca fiz e não me vejo a fazer pq dá ao pão um maiior teor de acidez q infelizmente n liga lá mto bem c o meu estomago, mas faço mto pão de soda, p exemplo e pães de mistura cheios de sementes e cereais e frutos secos. Não gosto do método do tacho, raras vezes o uso mas em alguns pães pede mesmo isso, ainda recentemente fiz um com cevada torrada que teve de ser no tacho para ficar no ponto. Mas os outros prefiro fazer em forma de pão de forma, mesmo, ou no tabuleiro se for pão de soda. Já o meu marido até uma forma de baguettes tem para as fazer todas lindinhas ehehehh. E gosto sempre mais de um pão que tenha sementes, dá ali um crunch tão bom, não é?
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ruth,
      senti exactamente o mesmo. Desde que comecei a fazer pão, raramente compro. Às vezes compro também para experimentar alguns tipos de pães.
      Mas fazer pão em casa é uma delícia. Também tenho a formas para as baguettes! ;)
      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Gosto mesmo de pão de sementes! Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As Coisas Dela,
      e feito em casa fica tão bom!
      Um beijinho

      Eliminar
  6. Lindo, vou experimentar fazer este fim de semana :)
    E fico à espera da publicação em que vais explicar como fazes a massa mãe, tentei uma vez fazer mas não correu muito bem.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vera,
      depois da Páscoa explico como faço a massa mãe e como a uso.

      Eliminar
  7. Bom dia!

    Por aqui, gostamos muito de pão com sementes! Hoje experimentámos: pão com sementes e polvilho doce (na máquina de fazer pão)! 😊

    aqui: http://feltronasmaos.blogspot.pt/2017/04/dia-de-pao-com-polvilho-doce-e-sementes.html?m=0

    Beijitos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Feltro nas Mãos,
      com o polvilho também deve ficar muito bom.
      Um beijinho.

      Eliminar
  8. Esse pão ficou com um aspecto. Adorava comer uma fatia torradinha com manteiga.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/04/dia-um-na-cozinha-e-uns-ovos-no-pao.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Clarinha,
      fica tão bom e com manteiga, uma maravilha! :)
      Um beijinho.

      Eliminar
  9. Bom dia sou padeira faço pão caseiro para os meus clientes,e quando digo caseiro é mesmo assim,a minha padaria é artesanal cm forno de lenha(não indústrial mas sim feito com tijolos de barro)devo dizer que uso processos iguais ao seu,tambem tenho massa mãe.Quanto à quantidade de sal uso menos,ou seja 10g/Kg é mais saúdavel,quanto ao pão de sementes,comecei a vender à pouco tempo fiz muitas experiências até ficar com está hoje,e penso que em vez de usar Farinha de trigo T65 se usar trigo integral fica bem melhor e mais saúdavel.continuação,muito bem conseguido o seu post��.bjs Carla S.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla,
      muito obrigada.
      Um destes dias faço este pão com farinha integral. E vou testar.
      Um beijinho.

      Eliminar
  10. Faço este pão no forno de lenha fica espetacular.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olga,
      em forno de lenha que maravilha.

      Eliminar
  11. Olá! Desde já, Obrigada pela receita. Só uma dúvida, a primeira parte que se faz é descansa 12 horas, junta-se á segunda parte? Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Célia,
      sim. Faço o pré-fermento (poolish) e depois junto-o à massa e aos restantes ingredientes do pão.

      Eliminar
  12. Olá, hoje experimentei este pão, começando ontem com o pré-fermento e só tenho a dizer que ficou maravilhoso. Cozi no tabuleiro do forno com uma vasilha de água por baixo pois não tenho tacho de ferro. Já tenho feito outras receitas de outros autores mas têm ficado massudas e a saber e a cheirar a fermento, mas este não, ficou óptimo, fofo, tostadinho e estaladiço. Vou continuando a experimentar outras receitas... obrigada por partilhar connosco estas receitas maravilhosas. Muito sucesso e tudo de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Julieta,
      muito obrigada. Fico muito contente.
      Fazer pão em casa é delicioso.
      Um grande beijinho.

      Eliminar