sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Bacalhau com broa de milho

Vamos preparar o Natal?

Um dos ingredientes, incontornáveis, na mesa do Natal de muitos portugueses é o bacalhau. Há quem o goste de o servir na noite de consoada, de forma tradicional, mas há, também, quem procure outras receitas de modo a apresentar o bacalhau sem ser apenas cozido com todos.

A convite da Pescanova, deixo-vos uma deliciosa receita, feita com os seus suculentos e muito apreciados, cá por casa, lombos de bacalhau. Uma receita de inspiração tradicional que resulta muito bem, em dias de festa. Bacalhau com broa de milho, é daquelas receitas que faz sempre sucesso. Espero que gostem!

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Queijo feta marinado


Começamos a contar os dias para o Natal. E este ano, temos que festejar esta quadra festiva, mesmo que não consigamos reunir toda a família como sempre fizemos. 

Mais do que nunca é importante manter a esperança, a alegria, a fé e acreditar que tudo vai melhorar. Celebrar o Natal, é uma forma de nos mantermos motivados. E este ano podemos tentar fazer coisas diferentes. Pensem como gostariam de envolver a família. Escolham actividades para fazerem em conjunto. Por exemplo, dia 1 de Dezembro é dia de fazer a árvore de Natal cá em casa. Também têm esta tradição? Então, peçam ajuda à família. Determinem tarefas para os mais pequenos. Façam dessa actividade um momento em família. 

Aqui, no Cinco Quartos de Laranja vou partilhando ideias para irem preparando o Natal. Deixo-vos, hoje uma sugestão muito prática para servir como entrada na mesa de Natal, queijo feta marinado. Fica tão bom! 

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Hambúrguer de chícharos com molho de iogurte e alho


Cozinhar com chícharos é o desafio que vos tenho proposto nos últimos tempos. O chícharo é uma leguminosa que pode ser usada em substituição do grao-de-bico ou do feijao.

Em Alvaiázare realiza-se, todos os anos, o Festival do Chícharo. Este ano, em virtude das circunstâncias, o festival não terá lugar da forma tradicional, pelo que foi criada a iniciativa, Alvaiázere Sabe Bem, com o obectivo de divulgar o que de bom se faz na região.

Neste momento estão a decorrer as votações e os estabelecimentos aderentes são:
- Café do Mercado;
- Café O Cantinho;
- Casa Benfica de Alvaiázere;
- Casa Lagoa;
- Gelataria Os Pestinhas dos Cabaços;
- Pastelaria David;
- Pastelaria Doce Felicidade;
- Restaurante O Brás;
- Restaurante Os Grelhados.

Esta semana vou ter a possibilidade de estar em Alvaíazere e provar as receitas a concurso, juntamente com os restantes elementos do júri. Caso, também, visitem estes estabelecimentos, não hesitem e submetam as vossas votações.

Para quem quer continuar a experimentar, em casa, receitas com chícharos, deixo-vos mais uma sugestão, hambúrguer de chícharos com molho de iogurte. Espero que gostem!

segunda-feira, 23 de novembro de 2020

Menu semanal #37


Para o menu desta semana, volto a escolher comida de conforto, com vários pratos de forno. Espero que estas sugestões sejam uma inspiração e vos ajudem a pensar e a organizar as refeições da semana.


Ver também menu semanal #36.

sexta-feira, 20 de novembro de 2020

Frango assado no forno com batatas


Vamos preparar o Natal?

Ainda parece ser cedo, mas a verdade é que só faltam 36 dias para a chegada do Natal. É importante mantermos a esperança e o espírito positivo, e preparar a chegada de uma das épocas mais bonitas do ano.

Antecipem e façam a lista de presentes a oferecer. Felizmente, temos imensas ofertas de lojas com compras on line e que fazem a entrega nas moradas que escolhermos. Este ano, mesmo que o jantar de Natal ou o almoço seja para a família mais chegada, é importante prepararmos tudo com a mesma alegria e antecedência.

A carne de peru é muitas vezes a opção para servir nesta quadra festiva, no entanto há quem procure outras opções. Para vos ajudar a preparar o Natal, deixo-vos a receita de um frango assado no forno. Uma receita descomplicada mas muito saborosa. Espero que gostem!

quinta-feira, 19 de novembro de 2020

Chícharos estufados com couve e tofu


E viva os chícharos! Cá em casa, desde que começou a iniciativa Alvaiázere Sabe Bem que passei a cozinhar muito mais com esta leguminosa. Cozi em quantidade. Congelei em caixas e agora vou usando. Prático e ajuda-me a poupar tempo na cozinha.

A primeira receita que fiz com chícharos, foi há já uns anos atrás. Escolhi fazer um bacalhau cozido com chícharos. Mas confesso que me lembro muitas vezes de o meu avó Júlio me dizer que quando era rapaz, adorava arroz de chícharos. Um destes dias, em honra à sua memória, a ver se experimento esta combinação.

Para quem ainda não provou, caso passe ou viva na zona de Alvaiázere, relembro que podem visitar os restaurantes aderentes à iniciativa e fazerem as vossas votações. Entretanto, deixo-vos uma deliciosa receita a pensar em quem procura fazer refeições vegetarianas. Espero que gostem!

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

Vamos Fazer Pão, o meu novo livro



Vamos Fazer Pão? É este o desafio que vos lanço no meu novo livro, Vamos Fazer Pão, que chega, hoje, às livrarias de todo o país, editado pela editora Marcador.

Fazer pão é um processo e, neste livro, procuro partilhar a minha experiência de fazer pão, em casa, usando diferentes métodos.

Cresci, a ver a minha mãe a fazer pão para a família e, isso influenciou-me muito. O prazer que é sentir o pão acabado de sair do forno, de o degustarmos em família, por vezes ainda quente, deixou-me muitas memórias felizes. Todos podemos fazer pão, em casa. O nosso pão, é sempre diferente e único. O importante é não termos medo de arriscar e colocarmos as mãos na massa.

O livro tem receitas de pães para o dia-a-dia, para os lanches, para dias de festa, tem pão doce e pães com fermento natural. Tem também algumas dicas e sugestões para quem se quer aventurar a fazer pão em casa.

Estas dicas e sugestões foram escolhidas de acordo com a minha experiência e são a resposta a algumas dúvidas que tive quando comecei a fazer pão. Por exemplo, quando vamos fazer pão qual a farinha a usar? A quantidade de água? A levedura, fresca ou seca? O que fazer quando temos uma receita que diz para usarmos levedura seca e só temos fresca? Como podemos saber que a nossa massa está lêveda? Como fazer um fermento natural? Que quantidade de massa-mãe usar numa receita?

Espero que aquilo que partilho convosco, no livro, seja útil e vos ajude. Espero que vos permita fazer ou, começar a fazer, pão, em casa.

Lembrem-se, fazer um pão saboroso, em casa, é uma deliciosa aventura ao alcance de todos. Divirtam-se!

terça-feira, 17 de novembro de 2020

O que são chícharos?


O que são chícharos? - é a pergunta que muito me têm feito ultimamente.

O chícharo, Lathyrus Sativus, é uma leguminosa, de aspecto semelhante ao tremoço, mas com um aroma e textura a fazer lembrar o grão-de-bico. É uma planta leguminosa anual, que se adapta a terrenos calcários e a superfícies pedregosas, sem grandes regas, sendo por isso, de fácil cultivo. Em algumas regiões é conhecido por xíxaras, molas, chichirão, chicharão, embora, na designação oficial, surja identificado como chícharo, uma leguminosa rica em proteínas, hidratos de carbono e sais minerais.
 
De forma quadrangular, achatada, é semelhante ao tremoço e torna-se muito versátil na cozinha. Pode ser usado como alternativa a outras leguminosas. É excelente a absorver sabores, brilhando em pratos doces ou salgados. Antes de consumir, devemos demolhar, de preferência de um dia para o outro. Gosto de o cozer com uma tira de alga kombu, como faço com as outras leguminosas, pois ajuda a melhorar a sua digestão.

Pensa-se que teve origem na Península Balcânica, e hoje em dia é cultivado em várias partes do mundo. A Índia é actualmente o maior produtor de chícharo do mundo. Foi recurso alimentar, para as populações mais pobres, em Portugal, nas décadas de 30 e 40 do século passado, para além de ser comum na alimentação animal. Os chícharos, são uma das leguminosas típicas das serras de Sicó-Alvaiázere, produto que ajuda a caracterizar a identidade desta região.

Em Alvaiázere, realiza-se todos os anos, o Festival do Chícharo. Esta localidade é também conhecida como a Capital do Chícharo e em 2010 foi criada a Confraria do Chícharo. Este ano, em virtude das circunstâncias, o festival não terá lugar da forma tradicional, pelo que foi criada a iniciativa: Alvaiázere Sabe Bem, com o objectivo de dinamizar e promover esta tão nutritiva leguminosa assim como a gastronomia da região.

Neste momento estão a decorrer as votações. Os estabelecimentos aderentes são:
- Café do Mercado;
- Café O Cantinho;
- Casa Benfica de Alvaiázere;
- Casa Lagoa;
- Gelataria Os Pestinhas dos Cabaços;
- Pastelaria David;
- Pastelaria Doce Felicidade;
- Restaurante O Brás;
- Restaurante Os Grelhados.

Provem as receitas a concurso e façam as vossas votações.

Este ano, tenho o prazer de fazer parte dos elementos do júri, ao lado dos chefs Chakall, Ruben Pacheco Correia, Rui Marques do blogue A Pitada do Pai e Rui Ribeiro do blogue Faz e Come.

Participem!

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Menu semanal #36


Esta semana, pensei num menu com sabores quentes e reconfortantes para os dias frios de Outono. Sopas consistentes. Pratos de forno ou de tacho. Sobremesas em que o chocolate é o ingrediente principal. Até ao final do ano, no menu semanal, as segundas-feiras serão dias com opções sem carne e sem peixe. Espero que gostem!

Lembrem-se que se planearmos e fizermos algumas pré-preparações para as refeições da semana, estas tarefas irão facilitar-nos imenso a organização do nosso tempo na cozinha!


Ver também menu semanal #35.

sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Salame de tâmaras com frutos secos e coco

Vamos preparar o Natal?

O tempo passa num abrir e fechar de olhos. Por aqui já se começam a contar os dias para a chegada de uma das épocas mais bonitas do ano.

É importante mantermos o espírito e os valores desta quadra festiva, por isso, aqui no Cinco Quartos de Laranja vamos começar a preparar o Natal. A partir de hoje e até à penúltima semana de Dezembro vou partilhar dicas, sugestões de organização, ideias de presentes feitos em casa, e muitas receitas boas para colocar na mesa de Natal. A comida é uma forma de alegria.

A primeira sugestão que vos deixo, é um salame feito com tâmaras, uma mistura de frutos secos e coco ralado. É uma receita inspirada num doce tradicional árabe, que resulta de forma maravilhosa. É uma sugestão para oferecer no Natal aos amigos, aos professores dos vossos filhos, ou para colocar nos cabazes dos presentes da família. Feito apenas com o doce das tâmaras, fica mesmo muito bom este salame. Acreditem, oferecer este salame, vai ser uma forma de espalharem sorrisos.

quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Goraz assado no forno com batatas


O Outono é uma estação de mudança. Dissemos adeus ao Verão e preparamo-nos para a chegada do Inverno. É tempo de renovação.

Nesta altura do ano, damos preferência a comidas quentes e reconfortantes. Optamos por sopas, receitas de tacho e assados no forno. Gosto tanto de ligar o forno nestes dias frescos de Outono. Há como que um conforto, uma satisfação quando sentimos o cheiro bom de um assado no forno. Este tipo de pratos aquece-nos o corpo e a alma. Gosto tanto!

Para estes dias de Outono, deixo-vos a receita de um suculento goraz assado no forno com batatas.

terça-feira, 10 de novembro de 2020

Como assar castanhas no forno?


As castanhas são sinónimo de Outono. Reconfortantes. Assadas, ganham a minha preferência. Quando passeio pela cidade, nesta altura do ano, raramente resisto ao cheiro que invade as ruas vindo dos carrinhos dos vendedores ambulantes.

Servir castanhas no Dia de São Martinho é uma tradição de Norte a Sul do nosso país. Podemos cozê-las, fritá-las ou assá-las. Há muitas maneiras de as assar. Em casa dos meus pais, usou-se durante anos, uma panela com furos e aproveitava-se as brasas da lareira. Cá em casa, sempre que faço castanhas, asso-as no forno.

segunda-feira, 9 de novembro de 2020

Menu semanal #35


As semanas em que conseguimos ter todas as refeições organizadas, são semanas que nos permitem ter mais tempo para nós e para a nossa família.

Para quem procura ideias de receitas para as refeições da semana, deixo-vos um delicioso menu. Espero que gostem e que vos seja útil.


Ver também menu semanal #34.

quarta-feira, 4 de novembro de 2020

Bolo de chocolate com chícharos


O que são chícharos?

Chícharo, do latim Cicer, é uma planta leguminosa anual, cujas raízes se adaptam a terrenos calcários e pobres, de cultivo fácil. É igualmente conhecido por xíxaras embora, na designação oficial, surja identificado como chícharo, uma leguminosa rica em proteínas, hidratos de carbono e sais minerais, cultivada desde épocas remotas. De forma quadrangular, achatada, é semelhante ao tremoço e torna-se muito versátil na cozinha. Pode ser usado para substituir o feijão ou o grão-de-bico. Antes de consumir, devemos demolhar, de preferência de um dia para o outro.

Alvaiazére é conhecida como a Capital do Chícharo e, todos os anos, realiza um festival que promove esta nutritiva leguminosa. Este ano, devido às actuais circunstâncias, irá decorrer a iniciativa Alvaiázere Sabe Bem.

Para vos inspirar a usar esta leguminosa, deixo-vos uma deliciosa sugestão, tentadora, irresistível, um maravilhoso bolo de chocolate!

terça-feira, 3 de novembro de 2020

Menu semanal #34


Pensarmos, antecipadamente, o que iremos preparar para as refeições da semana é uma excelente maneira de nos organizarmos. Podemos fazer as compras antecipadamente, podemos até fazer algumas pré-preparações que no momento de cozinhar, nos ajudem a poupar tempo. Para quem anda à procura de ideias para as refeições da semana, deixo-vos mais um menu:


Ver também menu semanal #33.

segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Pão com chouriço e fiambre

Comemora-se, hoje, o Dia Mundial da Vitamina D. Para assinalar este dia, deixo-vos a receita de um pão muito saboroso, que pode ser feito para o dia-a-dia ou, para os momentos em que juntamos a família, à volta da mesa.

Para este pão usei a levedura Activa Vita D que é fermento de padeiro seco. Esta levedura inovadora produz a sua própria vitamina D. Durante a produção a levedura interage com os raios ultravioletas da luz solar de uma forma semelhante à dos humanos – os esteróis naturais na levedura convertem-se em vitamina D, a chamada vitamina do sol.

A vitamina D, essencial à saúde humana, é sintetizada pelo nosso corpo depois da exposição solar directa. Mesmo vivendo num país com muitos dias de sol, de uma maneira geral, temos carência desta vitamina. E os factores que levam a esta carência podem ser vários. Apanhamos pouco sol, a maioria de nós trabalha em edifícios e não ao ar livre, usamos protector solar frequentemente, são poucos os alimentos que contêm esta vitamina ou a sua quantidade é pouco representativa.

Como sabemos, no Outono e no Inverno, a nossa exposição ao sol diminui e, por isso, nesta altura do ano é ainda mais importante reforçarmos os cuidados a ter de modo a obtermos esta vitamina, que tanto nos ajuda a promover o bom funcionamento do nosso sistema imunitário.

Uma das formas que podemos obter as quantidades de vitamina D, necessárias à nossa saúde é, por um lado, aumentar a exposição solar e, por outro, optar por alimentos enriquecidos com esta vitamina. Em casa, podemos usar a Activa Vita D nas nossas massas lêvedas. Esta levedura tem um sabor neutro. Vamos fazer pão com Activa Vita D?