quinta-feira, 8 de abril de 2021

Papas de aveia com framboesas

A Primavera pede comida colorida e feliz. Esta é uma das minhas épocas do ano preferidas. Dias com temperatura amena, Sol e céu azul, transmitem-nos uma energia tão boa.

Na Primavera costumos fazer algumas limpezas na casa. Destralhar, principalmente. Costumo começar pelo closet e fazer uma escolha das roupas que já não uso. Houve uma altura em que guardava roupas à espera de as vir a usar. Mas com o passar dos anos tenho percebido, que isso, raramente, acontece. Ou porque passou de moda ou, porque o corte já não é tão "moderno" ou, porque continua a não servir! Quando tenho peças que não uso há mais de três anos, penso que dificilmente as irei usar e por isso assiná-lo-as, para virem a ter um destino útil, a doação.

Depois do closet passo para a despensa. É fundamental fazermos de tempos a tempos uma limpeza à despensa, para vermos o que temos, darmos destino a alguma coisa que esteja em fim-de-validade ou até para perceber quais os produtos que temos em quantidade ou em falta.

Este ano, decidi que nas limpezas de Primavera, vou destralhar as gavetas da cozinha. Guardo sempre muitos utensílios, alguns até tenho repetidos e depois acabo sempre por usar os mesmos! Também vos acontece o mesmo?

Para quem tem apego às coisas, como eu, destralhar não é uma tarefa fácil. Mas aos poucos, vou conseguindo e no final, ao ver tudo mais arrumado e com espaço, até me sinto muito melhor!

Para quem procura inspiração para destralhar a casa, nesta altura do ano, deixo-vos uma sugestão de leitura, Destralhe a Sua Casa, um guia prático de Paula Margarido. Tem sido muito útil para mim.

Entre as arrumações de Primavera, os dias, cá em casa, começam com pequenos-almoços cheios de cor. De há uns anos para cá, que adoro papas de aveia. A rubrica Em Directo da Minha Cozinha que faço às Domingos às 10h da manhã, no Instagram, começou com papas de aveia. Viram?

E para começarem o dia com energia, deixo-vos, hoje, a receita de umas deliciosas papas de aveia com framboesas. Resulta tão bem!

quarta-feira, 7 de abril de 2021

Tábua mista para a mesa de Páscoa

Uma das coisas, que o confinamento nos trouxe, foi a vontade de petiscar em casa, como se fosse num restaurante ou numa esplanada, num dia de Sol, com os amigos.

Para isso, comecei a preparar, com mais frequência, tábuas mistas que serviram, muitas das vezes, como entrada de algumas das refeições de fim-de-semana ou foram, até, a refeição em si. Pesticar, sabe sempre tão bem! Podem ver aqui e aqui, algumas dicas para quem quer começar a fazer tábuas de coisas boas, em casa.

Para uma das refeições de Páscoa, preparei como entrada, uma colorida tábua. Foi um sucesso!

E vocês, também costumam fazer tábuas? Para servir como entrada ou como refeição de petiscos?

terça-feira, 6 de abril de 2021

Perna de borrego assada no forno com alho e alecrim

Desde que me lembro que o almoço de Domingo de Páscoa, em casa dos meus pais, era cabrito ou borrego assado no forno. O entusiasmo com que vivíamos esta época deixou-me tão boas lembranças. Falávamos, tantas vezes, sobre o que iríamos comer. E para acompanhar? - perguntava-nos a minha mãe - batatas? Ou um arroz de miúdos? Sempre gostou de nos envolver nas escolhas da comida que fazia.

Outra das tradições, são as amêndoas. Sempre se compraram amêndoas para oferecer a toda a família. É um pacote para a tia, para o primo, para os avós, para os netos, para as namoradas dos netos, para a vizinha - dizia-me ela, tantas vezes, para ver se não se tinha esquecido de ninguém. Uns dias antes da Páscoa, quando falei com ela, por telefone, relembrou-me a quem este ano vamos oferecer amêndoas. Cabe-me, agora, a mim, ajudá-la nesta tarefa, que sei que a faz feliz. Páscoa é quando abrimos os nossos corações e partilhamos amor com aqueles que nos rodeiam.

A partir do início deste ano, os nossos almoços em família, voltaram a mudar. A vida segue o seu ritmo e, nós, temos que nos ajustar e reinventar. Daqueles que partem, ficam as memórias e a esperança que a dor se vá suavizando com o passar do tempo.

Mas nos momentos alusivos, podemos sempre sentarmo-nos, à mesa, e relembrar aqueles que nos ajudaram, de alguma maneira, a ser quem somos. Um brinde para ti, Pai! Este ano, voltámos a ter um assado de borrego no forno, com pouco molho, como tanto gostavas.

segunda-feira, 5 de abril de 2021

Menu semanal #55

Com a chegada da Primavera, chega também a vontade de mudar a nossa alimentação. Preferimos pratos mais leves, frescos e coloridos. Para vos ajudar a preparar as refeições da semana, deixo-vos um menu. Espero que gostem!


Ver também menu semanal #54.

quinta-feira, 1 de abril de 2021

Folar de amêndoa com limão e canela

O que vos posso desejar para esta Páscoa?

Que possam falar com aqueles de quem vocês gostam. Que os possam abraçar, mesmo que sejam abraços à distância!

Que as verdadeiras amizades continuem a ser valorizadas. Páscoa é sinónimo de amor e de partilha, com aqueles de quem gostamos.

Que haja muitas alegrias, sorrisos e gargalhadas, à volta da mesa. E caso hajam lágrimas, mesmo que poucas, que sejam logo superadas. Páscoa é tempo de vida, de renascimento.

Que a compreensão e o perdão encham os vossos corações de amor.

Que vivam esta Páscoa, em família e, que mimem aqueles que vos são queridos.

Nesta altura, é tempo de fazer e oferecermos folares. A convite da Fermipan, deixo-vos um perfumado folar de amêndoa com limão e canela. Fermipan é um fermento de padeiro seco, isento de glúten, e indicado para usar em todo o tipo de massas lêvedas. É daqueles ingredientes que tenho sempre em casa.

A todos, votos de uma Páscoa muito feliz e doce!

quarta-feira, 31 de março de 2021

Cestinhos de fiambre de peru com espinafres e ovo

Uma das minhas preocupações é variar a minha alimentação, começando pelo pequeno-almoço. Gosto de começar o dia com comida colorida, nutritiva e que nos deixe com energia para enfrentar todos os desafios. Comer bem, com equilíbrio, logo na primeira refeição do dia, é fundamental, para quem se preocupa em fazer uma alimentação saudável.

Há ingredientes que procuro ter, cá em casa, regularmente, para os meus pequenos-almoços ou, lanches. Para além do pão, dos abacates, dos ovos, gosto de ter, também, fiambres de aves, nomeadamente peito de peru ou peito de frango fumado da Izidoro, muito saborosos e de uma marca 100% portuguesa que também tem carne fresca, facto que só muito recentemente descobri.

O fiambre de peru e de frango da Izidoro são feitos com apenas carne do peito destes animais, sem acrescentos de outras partes de carne das respectivas aves. E são fumados de forma natural, com o fumo da lenha. Factores que ajudam estes fiambres de aves a distinguirem-se pelo sabor.

A pensar nos pequenos-almoços de Páscoa, em família, deixo-vos uma deliciosa sugestão feita com fiambre de peru, espinafres e ovo. Fica tão bom!

terça-feira, 30 de março de 2021

Folar de carnes

Páscoa é sinónimo de amêndoas, de ovos de chocolate, de cabrito assado no forno, de pão-de-ló e de folares. É tempo de nos juntarmos, à mesa, e festejar a renovação da vida, em espírito de união, de amor.

De há uns anos para cá, que nesta altura do ano, gosto de fazer folares para partilhar com a família. Um folar doce ou salgado torna-se um presente, sempre muito apreciado.

Esta receita do folar de carnes foi desenvolvida a convite da Fermipan. Fermipan é um fermento feito à base de leveduras e isento de glúten. É ideal para todo o tipo de massas lêvedas. Dá sempre jeito ter uma embalagem de Fermipan à mão! É daqueles ingredientes que procuro ter sempre em casa.

Nesta Páscoa, vamos fazer folares?

segunda-feira, 29 de março de 2021

Menu semanal #54

Como estamos na semana da Páscoa, decidi escolher algumas receitas alusivas à quadra. Espero que gostem! Tudo o que nos ajude e, facilite a vida na cozinha, é sempre bem-vindo, verdade?

Que este menu vos inpire e vos ajude a preparar as refeições, para a família, de forma feliz.


Ver também menu semanal #53.

quinta-feira, 25 de março de 2021

Salada de bacalhau com chícharos

No final do ano passado tive a oportunidade de visitar Alvaiázere, no âmbito da iniciativa Alvaiázere Sabe Bem, de que vos fui falando, aqui, no Cinco Quartos de Laranja e, que participei enquanto membro do júri.

A iniciativa Alvaiázere Sabe Bem teve mais de 50 receitas a concurso e os jurados tiveram uma tarefa bastante difícil, pois é terra onde se cozinha muito bem. Entre os pratos vencedores, dos restaurantes, temos, nas diferentes categorias:

Entradas:
Ouro - Restaurante Os Grelhados - Salada de chícharo com bacalhau desfiado
Prata -  Casa Lagoa - Pataniscas de Chícharo
Bronze - Os Pestinhas Dos Cabaços - Pizza de chícharo

Prato Principal:
Ouro - Restaurante O Brás - Chícharada
Prata - Restaurante Os Grelhados - Coelho caseiro com chícharo, couve e enchidos
Bronze - Café O Cantinho - Migas de chícharo com petinga
Menção Honrosa - Casa Benfica Alvaiázere - Chícharada de Polvo

Sobremesa:
Ouro - Doce Felicidade - Travesseiro de chicharo
Prata - Restaurante Os Grelhados - Pastel de chícharo com gelado de baunilha e canela
Bronze - Pastelaria David - Trouxa de chicharo
Menção Honrosa - Casa Lagoa - Pudim de chícharo
Menção Honrosa - Restaurante O Brás - Doce de chícharo

Entre os pratos vencedores da população, temos:

Entradas:
Ouro: ASCRA - Associação Social, Cultural e Recreativa de Almoster - Aveludado de chícharo
Prata : Fernanda Maria Simões Carvalho - Sopas de nabos com chícharo
Bronze: Escola Tecnológica e Profissional de Sicó - Pataniscas de coelho com chícharo

Petiscos:
Ouro: Alva Canto - Associação de Cultura - Ovos mexidos com farinheira de chícharo
Prata : Alva Canto - Associação de Cultura - Ensalsado de chícharo com orelha de porco
Bronze: Escola Tecnológica e Profissional de Sicó - Salada de Bacalhau

Prato Principal:
Ouro: Alva Canto - Associação de Cultura - Cabrito de Sicó e batatas assadas no forno, com arroz dos seus miúdos com chícharo, e grelos
Prata : Associação de Pais e Encarregados de Educação A.E de Alvaiázere - Aveludado de bovino com puré de chícharo
Bronze: Sandra Margarida Rosa de Carvalho - Chicharo com bacalhau e couve na abóbora Hokaido

Sobremesa:
Ouro: Dora Rodrigues - Nicolau
Prata: Tuna e Cantares da Misericórdia de Alvaiázere - Tarte de Chícharo
Bronze: Mariana José - Desmontado de cheesecake de frutos vermelhos

Foram ainda atribuídos, os seguintes prémios especiais:

Prémio Especial Tradição:
Escola Tecnológica e Profissional de Sicó - Bucha à Pobre
ASCRA - Associação Social, Cultural e Recreativa de Almoster - Bacalhau grelhado com migas de chícharo e batata a murro

Prémio Especial Inovação:
Rui Manuel Miguel Marques - Bombom de Chícharo
Grupo Desportivo de Alvaiázere - Puré abaunilhado de Chícharo com Pombo e Mini Legumes

Os vencedores e participantes estão todos de parabéns. Para além da boa comida, Alvaíazere tem pessoas boas que nos recebem de braços abertos.

Inspirada nas saladas de bacalhau com chícharos que tive a oportunidade de provar durante o concurso, deixo-vos também a minha versão. Uma salada fresca a pensar nos dias bonitos de Primavera. Espero que gostem.

quarta-feira, 24 de março de 2021

Jardineira de carne de vaca

Há pratos que me fazem viajar pelos sabores da memória. São os cheiros, a combinação de ingredientes e o sabor. Os sabores da memória são, tantas vezes, dados pelos momentos vividos à volta da mesa, pelas vozes, pelos sorrisos de quem saboreou esse prato connosco. São marcados pelo tempo.

Há pratos que me levam para as refeições, do dia-a-dia, com os meus pais e restante família. « O que se faz para o almoço? E para o jantar? » Ou então, « o que querem que a mãe faça para o almoço? - são tantas vezes estes os temas das conversas do quotidiano, em família. A comida, une-nos. O cuidar através da comida é um gesto de amor.

Sempre que possam, cozinhem para aqueles de quem vocês gostam. A comida marca a nossa vida e deixa tantas memórias felizes, mesmo que sejam pratos descomplicados e simples. Um dos pratos que recordo, sempre com boas memórias, é jardineira de vaca. Um prato de conforto que fez tantas vezes a minha família feliz.

terça-feira, 23 de março de 2021

Menu semanal #53

Os menus, com sugestões de receitas para as refeições da semana, são uma forma de nos organizarmos e facilitam-nos a vida no momento de colocar as refeições na mesa, para a família. Para esta semana, decidi escolher receitas com alguns sabores da Primavera, como as ervilhas. Espero que gostem!


Ver também menu semanal #52.

terça-feira, 16 de março de 2021

Papas de aveia no forno com banana

Uma das coisas que me faz feliz é, conseguir variar os meus pequenos-almoços. Adoro! É tão bom começar o dia com comida colorida e que nos traga energia.

Uma das coisas que gosto de fazer para os pequenos-almoços e, até, para os lanches, é papas de aveia no forno. Este tipo de papas torna-se uma boa opção para quem não tem tempo, de manhã, para preparar nada. Podemos fazer as papas com antecedência e, depois, ir consumindo.

Estas papas podem ser consumidas quentes ou frias. A sua consistência assemelha-se à de um bolo, por isso, podemos até cortá-las em quadrados ou em fatias. Cá em casa, as papas de aveia passaram a ser muito bem-vindas. Confesso que também aprendi a gostar.

Preparei a receita destas papas no directo que fiz, no domingo, na minha cozinha. Caso queiram passar a acompanhar, no próximo dia 21 de Março às 10h, iremos fazer overnight oats ou, traduzindo assim de uma forma livre, papas de aveia adormecidas. Marquem na agenda e juntem-se a mim!

Para quem gosta de papas de aveia ou, até, para quem procura sugestões para variar os pequenos-almoços e lanches, deixo-vos esta receita que se revela muito prática. Espero que gostem!

segunda-feira, 15 de março de 2021

Menu semanal #52

Mais um menu semanal, com uma mistura de receitas práticas com outras que surpreendem, mas todas com ingredientes acessíveis. Espero que gostem e que esta partilha vos ajude a serem felizes com a família, à volta da mesa.


Ver também menu semanal #51.

sexta-feira, 12 de março de 2021

Sopa tailandesa de cogumelos e camarão ou tom yum

Uma das sopas mais famosas da cozinha tailandesa e, talvez do mundo, é a sopa de cogumelos com camarão ou tom yum. É uma sopa onde sobressaem os sabores da erva príncipe, da galanga e das folhas de lima kaffir, juntamente com o toque ligeiramente picante das malaguetas e da frescura do sumo de lima. É uma sopa com uma complexidade de sabores que nos leva a viajar.

Em Dezembro, tive a possibilidade de provar esta sopa nos restaurantes tailandeses que conheci no âmbito de um projecto dinamizado pela embaixada da Tailândia, em Portugal. Os restaurantes que visitei foram o Sala Thai, o Siam Square e o InterThai. Em todos eles, adorei esta sopa. Um caldo tão perfumado e saboroso que fiquei com vontade de o reproduzir, cá em casa.

Existem duas versões principais da sopa tom yum. Uma é feita com leite evaporado, deixando o caldo aveludado e mais escuro e, a outra, é a de um caldo claro. E, é esta última, a versão que vou partilhar convosco.

Existem três ingredientes que tornam o sabor desta sopa tão característico e são, os talos de erva-príncipe, a galanga e as folhas de lima kaffir. Estes ingredientes encontram-se à venda nas lojas de produtos asiáticos, na zona dos congelados e em alguns supermercados. Servem para aromatizar o caldo e ao preparar a sopa, podem ser retirados. Na versão que fiz, só deixei as malaguetas, porque, cá em casa, somos fãs de picante.

A sopa tom yum pode ser feita com camarão, misturas de mariscos ou, até, com frango. Espero que gostem da versão que partilho convosco!

quinta-feira, 11 de março de 2021

Pão de trigo em forma


Vamos fazer pão?

Este foi o desafio que lancei, há uns anos atrás, aqui no blogue. Um desafio que me levou a partilhar muitas receitas de pão convosco, a fazer workshops em Lisboa e no Porto e, a escrever um livro sobre pão.

Fazer pão, é um processo e existem muitas maneiras de o fazermos, em casa. Apesar da simplicidade de ingredientes usados - farinha, água, sal e levedura - a verdade, é que com estes ingredientes podemos fazer pães, mais ou menos hidratados, podemos fazer as nossas combinações de farinhas usando diferentes proporções, podemos usar mais ou menos levedura, podemos fazer fermentações mais lentas ou mais rápidas. As massas têm os seus caprichos e reagem a factores como a temperatura ambiente e à humidade. Talvez por tudo isto é que fazer pão se torna mágico e especial. Para além de nos dar a satisfação de podermos partilhar com a família.

E quem resiste ao cheiro de um pão acabado de fazer?! Adoro pão! Com tudo. E para partilharem com a família, deixo-vos, hoje, mais uma receita de pão que se prepara de forma muito fácil. Espero que gostem.

quarta-feira, 10 de março de 2021

Bacalhau gratinado com grão-de-bico e broa de milho

Em Fevereiro, o Cinco Quartos de Laranja fez 15 anos. Para além de fazer um bolo de aniversário para festejar, este ano, decidi, também, fazer um evento virtual para assinalar a data. Podem acompanhar este evento, 15 Anos, 15 Conversas, no Instagram do Cinco Quartos de Laranja.

As conversas são, em directo, com diferentes convidados. Os convidados são pessoas que admiro, que dominam temas pelos quais me interesso ou que, por um ou outro motivo, também, fazem parte da história do blogue.

Para terem uma ideia, agendei as seguintes conversas:
  1. 15 anos de Cinco Quartos de Laranja. Vale a pena continuar?
  2. O mundo dos blogues e das redes sociais com Ricardo Martins Pereira, O Arrumadinho
  3. A Escolha do Consumidor com José Borralho
  4. Criatividade, escrita e gastronomia com Nelson Nunes
  5. Feng Shui, na cozinha, é prosperidade com Inês Franco
  6. Jejum, sim ou não? com a nutricionista Patrícia Aguiar
  7. Como organizar a casa com Paula Margarido
  8. Sal, um ingrediente essencial com Jorge Raiado.
  9. Como reduzir o desperdício alimentar com Eunice Maia da loja Maria Granel
  10. Podemos alterar as receitas tradicionais? com Virgílo Nogueiro Gomes
  11. Como emagrecer depois dos 40? com a nutricionista Mária Benedito
  12. A Mesa dos Portugueses com Paulo Amado
  13. Alimentos bons e maus? O que comer? com o nutricionista João Rodrigues
  14. Azeite, como escolher, saborear e conservar? com Helena Beghetto da loja D'Olival
  15. Podemos ser felizes todos os dias? com Catarina Beato. Conversa que irá ter lugar no sábado, 13 de Março às 21h30.
Sou uma pessoa de pessoas. Adoro conversar, aprender, partilhar. Os temas das conversas foram variados e tentei que trouxessem conhecimento útil para quem me acompanha. Aprendemos tanto, uns com os outros.

Para além das conversas, as festas também se fazem de comida. Deixo-vos, hoje, uma daquelas receitas que são óptimas para quando juntamos a família ou os amigos, à volta da mesa. Espero que gostem!

terça-feira, 9 de março de 2021

Falsa lasanha de raviolis com espinafres

Cá em casa, também se fazem receitas rápidas e super rápidas. O facto de estarmos em confinamento e cozinharmos todos os dias para a família, obriga-nos a procurar mais ideias e sugestões para irmos variando as refeições da semana. Há alturas, em que temos tempo e preparamos receitas mais elaboradas mas, há outras, em que queremos colocar o almoço ou o jantar, num abrir e fechar de olhos, na mesa, para a família.

Houve uma fase da minha vida que quando queria fazer uma refeição rápida pensava logo em ovos mexidos. Hoje, já penso nas latas de atum, nas misturas de folhas verdes que tenho no frigorífico para as saladas, em pratos de massas ou em alguns produtos já pré-preparados que tenha e que me facilitem a vida na cozinha.

Um destes dias, decidi experimentar uma receita de lasanha. Aproveitei os raviolis que tinha no frigorífico e o molho de tomate da despensa. O resultado foi uma falsa lasanha, que se prepara em 15 minutos. Uma lasanha rápida, como?

Espero que gostem desta receita!

segunda-feira, 8 de março de 2021

Menu semanal #51

Os inícios de semana são um regresso às rotinas e, uma das nossas preocupações, costuma ser, o que iremos cozinhar para a família.

Para vos ajudar a organizar as refeições da semana, deixo-vos mais um menu com receitas variadas e deliciosas. Espero que gostem!


Ver também menu semanal #50.

sexta-feira, 5 de março de 2021

Caril massaman de frango

Em Dezembro, do ano passado, tive a possibilidade de fazer uma viagem pelos sabores da Tailândia, em Lisboa. Esta experiência passou pela ida a três restaurante certificados com o selo Thai Select, um reconhecimento atribuído pelo governo da Tailândia. Comecei por visitar o restaurante Sala Thai, de seguida passei pelo InterThai e, por fim, estive na cozinha do Siam Square. Para além da visita aos restaurantes, estive à conversa com a senhora Embaixadora da Tailândia, em Portugal, que me explicou algumas das influências portuguesas na cozinha tailandesa.

Nesta viagem, percebi que os pratos de caril tailandeses se distinguem dos caris indianos. Enquanto, estes últimos, são feitos com uma mistura de especiarias, na Tailândia os pratos de caril são feitos a partir de pastas frescas. Existem três tipos principais de caril, neste país, que se distinguem pela cor: vermelho, verde e amarelo. As pastas de caril são feitas quase com os mesmos ingredientes, no entanto, o que as ajuda a distinguir é o tipo de malaguetas usadas que podem ser vermelhas, verdes ou amarelas, resultando em caris, mais ou menos, picantes. Para além destes três tipos, temos, também, o famoso caril massaman.

Provei, pela primeira vez, o caril massaman de frango, no restaurante InterThai feito pela mão da chef Jena Rasanee e, adorei! O caril massaman tem um sabor suave, o que ajuda à popularidade deste prato.

Em relação aos ingredientes tailandeses, para esta receita, de uma maneira geral, já se encontram em alguns supermercados, mas são de fácil aquisição nas lojas de produtos asiáticos.

A versão do caril massaman que vos trago é muito prática e rápida de preparar. É uma forma de viajar, sem sair de casa. Acho que vão adorar este prato.

quinta-feira, 4 de março de 2021

10 dicas para fazerem uma tábua de queijos e enchidos

Que entradas preparar quando recebemos amigos em casa? Como podemos fazer uma refeição prática, para a família, em jeito de petiscos e que não nos obrigue a estar muito tempo na cozinha e que toda a gente adore?

A sugestão que partilho convosco é fazeremos uma tábua de frios. E podemos fazer tábuas de tudo. Nos últimos tempos, tenho partilhado no Instagram do Cinco Quartos de Laranja as tábuas de queijos e enchidos que tenho feito para os almoços de domingo, em tempos de confinamento, cá em casa.

Para quem quer fazer tábuas de queijos e enchidos, deixo-vos algumas dicas:
  1. Coloquem em primeiro lugar os queijos na tábua. A disposição dos queijos irá ajudar na colocação dos restantes ingredientes. Em vez de os juntarem, coloquem-nos em lados opostos para criar um sentido estético mais apelativo.
  2. Cortem os queijos duros em fatias, podem fazê-lo de maneiras diferentes de modo a criar padrões. Podem alternar queijos cortados em fatias com outro cortado em cubos. Podem optar por deixar alguns queijos inteiros, principalmente os de pasta mole. Os queijos azuis podem ser colocados na tábua ligeiramente esboroados.
  3. De seguida coloquem a charcutaria. Podem optar por presunto, salame, paio, etc. Dobrem em quatro e façam os chamados "rios" de salame. Podem fazer rosas de salame. Esteticamente fica muito apelativo. Como se costuma dizer, os olhos também comem e as tábuas vivem da conjugação feliz dos seus elementos.
  4. Caso usem produtos frescos ou em conservas, sequem-nos, em papel absorvente, muito bem antes de os colocarem na tábua.
  5. Coloquem azeitonas, mel, compotas, húmus, em taças. Disponham estes ingredientes juntos de outros que combinem em termos de sabor. Por exemplo, mel e compotas junto aos queijos. Palitos de cenoura ou de pepino, junto ao húmus ou a um molho de iogurte.
  6. Juntem elementos crocantes à vossa tábua, sortido de bolachas, fatias de pão fresco ou torrado, gressinos, etc. Acrescentem frutos secos, nozes, amêndoas, pistácios, por exemplo.
  7. Acrescentem legumes, frutas frescas e/ou secas. Pepino, rabanetes, cenouras, palitos de aipo, são boas opções. Morangos, uvas, framboesas, são frutas que ajudam a dar cor, vida, e que resultam bem.
  8. Acrescentem colheres ou outros utensílios que possam ser necessários. Se colocam taças com compotas, disponham pequenas colheres e facas para retirar os patés ou para cortar algum outro ingrediente como os queijos, por exemplo.
  9. Decorem a tábua com ervas frescas ou flores comestíveis.
  10. Sirvam a tábua e divirtam-se em família!

quarta-feira, 3 de março de 2021

Beringela assada e legumes salteados com bacalhau

Nos dias em que faço as pré-preparações das refeições da semana, há, sempre, muita azáfama na minha cozinha. Procuro lavar e guardar alguns vegetais. Faço sopa, cozo e asso ingredientes que depois tenho prontos para as minhas refeições.

Um destes dias, depois de passar a manhã na cozinha, quando chegou a hora do almoço, pensei: - E agora o que faço para o almoço? Olhei para o que tinha cozinhado, aproveitei a rama dos rabanetes que tinha acabado de lavar e, preparei o almoço num abrir e fechar de olhos.

As pré-preparações feitas por ingredientes ou, componentes, facilita-nos tanto a vida!

terça-feira, 2 de março de 2021

Frango assado no forno com limão, alho e salsa

Adeus Fevereiro. Bem-vindo Março! Este é o mês em que chega a Primavera e, com esta mudança, vem também a esperança de dias melhores, com mais luz, mais energia. Nas ruas já se nota os pássaros a cantarolar e as árvores aos poucos enchem-se de flores. Esta é uma época tão bonita. É tempo de renovação.

Enquanto não nos despedimos do Inverno, as comidas, cá de casa, continuam a ser de conforto. Sopas, comidas de tacho e muitos assados no forno. Um dos últimos que fiz, foi um delicioso frango assado. Espero que gostem!

segunda-feira, 1 de março de 2021

Menu semanal #50

Para vos ajudar a preparar as refeições da semana, deixo-vos mais um menu variado com sugestões práticas.


Ver também menu semanal #49.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

Granola com alperces secos

Depois de experimentarmos a fazer granola, em casa, algo, muda. À primeira vez, seguimos uma receita. A seguir já nos aventuramos a acrescentar mais uma especiaria e, quando nos apercebemos, já estamos a fazer as nossas próprias combinações. Em termos gerais, para fazermos granola precisamos de flocos de aveia, adoçante, especiarias e um pouco de óleo ou azeite. A partir destes ingredientes, podemo-nos aventurar a fazer a granola de acordo com as nossas preferências. E, para quem gosta de ir variando o que se come, esta possibilidade torna-se maravilhosa.

Gosto de servir a granola com iogurte e fruta fresca, ao pequeno-almoço ou aos lanches. Esta semana, fiz granola. A receita, partilho-a, hoje, convosco.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Sopa de batata com alho-francês

As sopas fazem regularmente parte das refeições, cá de casa. Ontem, na conversa em directo com a nutrucionista Patrícia Aguiar, no âmbito dos 15 anos do Cinco Quartos de Laranja, falámos, entre muitos outros temas, dos benefícios de comer sopa. As conversas têm lugar no Instagram. Viram?

A sopa é uma excelente maneira de iniciarmos uma refeição, é uma forma de ingerirmos mais água e mais legumes. Tem a capacidade de nos ajudar a saciar. Podemos fazer refeições só com sopa, por exemplo, aos jantares.

Uma das últimas sopas que fiz, cá em casa, foi apenas com dois ingredientes, batata e alho-francês. Fica tão boa!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Panquecas para o pequeno-almoço

Variar o pequeno-almoço, cá em casa, já se tornou regra. Adoramos começar o dia com comida diferente e, de preferência, colorida.

Houve uma altura, em que a primeira refeição, do dia, era feita sempre da mesma maneira mas, desde que decidi mudar a minha alimentação, que procuro fazer pequenos-almoços diferentes.

De uma maneira geral, para o pequeno-almoço, gosto de ter pão, ovos cozidos e frescos, por vezes, faço omelete ou ovos estrelados. Tento ter também abacate, queijos, manteiga de amendoim, muesli ou granola, compotas e misturas de sementes. Uma vez por outra, tento variar, fazendo waffles e panquecas.

Um destes dias, para um pequeno-almoço de domingo, decidi fazer panquecas. Partilho, hoje, convosco a receita. Espero que gostem!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Menu semanal #49

Para vos ajudar a organizar as refeições desta semana, deixo-vos mais um delicioso menu:


Ver também menu semanal #48.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Frango com manjericão à tailandesa ou pad kra pao gai

A comida tem o poder de nos fazer viajar. Em Dezembro, a convite da embaixada real da Tailândia em Portugal, aprendi um pouco mais sobre a cultura, as tradições e gastronomia deste país, que tem uma relação de amizade com Portugal de mais de cinco séculos.

A minha viagem pelos sabores da Tailândia, em Lisboa, começou pelos restaurantes certificados com o selo Thai Select, uma certificação que garante que os restaurantes têm no seu menu pelo menos 60% de pratos feitos com ingredientes e técnicas tailandesas. Curiosamente, em todos os restaurantes, por onde passei nesta deliciosa viagem, os chefs eram tailandeses.

Os restaurantes que visitei foram a Sala Thai, o InterThai e o Siam Square. A visita aos restaurantes e a conversa com os chefs permitiram-me ficar a conhecer um pouco mais sobre ingredientes e técnicas da cozinha tailandesa.

Para além dos restaurantes, tive a possibilidade de conversar com a Senhora embaixadora da Tailândia que me convidou para um chá na sua residência oficial em Lisboa. Aqui tive a possibilidade de aprender a preparar um doce típico tailandês, demonstrativo das influências portuguesas na doçaria deste país.

Na cozinha tailandesa usam com frequência vegetais frescos, peixe, marisco e diferentes tipos de carne. Molho de peixe, de soja e de ostra são muitas vezes usados, assim como, as pastas frescas para fazer os pratos de caril. O arroz usado para cozinhar ou para servir como acompanhamento é o arroz jasmim, que se encontra muito facilmente à venda nos supermercados.

Na visita ao restaurante Siam Square, o chef preparou um prato que adorei e que me surpreendeu, frango salteado com manjericão, pad kra pao gai, servido com ovo estrelado. Muito fácil de preparar e no final, o resultado é simplesmente delicioso. O manjericão usado na cozinha tailandesa é diferente do que encontramos usualmente nos supermercados. O manjericão tailandês tem as folhas mais finas e pontiagudas do que o manjericão comum, apresenta um cheiro doce a anis com uma pitada de alcaçuz. Em casa, para a preparação deste prato, podemos usar o manjericão comum.

Espero que gostem! Vamos experimentar a cozinha tailandesa?

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

Arroz de tamboril com amêijoas e camarão

No passado fim-de-semana quando fui às compras e, ao ver as amêijoas e o tamboril, decidi que os ia juntar no mesmo prato. O resultado final foi um delicioso arroz.

Há pratos que fazem sempre sucesso, cá em casa. O arroz de peixe é um deles. Adoramos! É tão reconfortante. É uma forma de ter os sabores do mar à mesa. Espero que gostem deste arroz de tamboril com amêijoas e camarão.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Pão rápido de iogurte sem amassar

Fazer pão é um processo tão gratificante. E, quando o pão feito por nós chega à mesa, é uma verdadeira alegria. Todos querem provar e, se estiver quente, é simplesmente maravilhoso.

No passado domingo de manhã, para o pequeno-almoço, decidi fazer o conhecido pão de iogurte, uma receita em que usamos apenas três ingredientes: farinha, iogurte e sal. E não precisa de ser amassado. Em menos de meia hora, temos pão quente para partilhar e mimar a nossa família. Maravilhoso, não é?

Vamos fazer pão?

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

15 anos e as 15 receitas mais vistas

São 15 anos a partilhar receitas, momentos à volta da mesa, viagens, ideias de poupança, pensamentos e reflexões, menus, dicas, livros e muitas outras coisas boas da vida. O Cinco Quartos de Laranja é um projecto que me acompanha para todo o lado. É ele que me impulsiona a ler, a escrever, a aprender. Todos os dias quero fazer melhor para poder partilhar convosco. E, por tudo isto, sinto uma gratidão enorme!

Em 15 anos a partilhar receitas, quase diariamente, houve umas que vos conquistaram mais que outras.

As 15 receitas preferidas pelos leitores, em 15 anos de blogue, foram:


Obrigada por me acompanharem nestes saborosos 15 anos!

Destas receitas, quais as que já experimentaram?

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

Menu semanal #48

Decidir o que vamos cozinhar para as refeições da semana, nem sempre é fácil. Há semanas, em que temos mais ideias e disposição para pensar e escolher as receitas, do que outras. Espero que os menus que vou partilhando, vos ajudem e inspirem.

Esta semana decidi elaborar um menu cheio de receitas práticas e fáceis de preparar. Espero que gostem!

Ver também menu semanal #47.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

Bolo de cenoura com tâmaras e coco para festejar os 15 anos do Cinco Quartos de Laranja

O Cinco Quartos de Laranja, amanhã, fará 15 anos. 15 anos? Como o tempo passa! Deixou de ser um menino para se tornar num adolescente, com muitas vivências e estórias para contar.

De há uns anos para cá, que gosto de celebrar este dia. O blogue é um projecto que mudou a minha vida, que me acompanha para todo o lado. É quase como um filho. Como sabem, a minha vida profissional, hoje em dia, passa pelo blogue e por tudo o que ele me proporciona.

Manter um projecto, quase diariamente, exije muita persistência, muita paixão e força de vontade. Quem tem um negócio próprio, sabe que há sempre altos e baixos no caminho que se esolheu trilhar. Mas em 15 anos aconteceram tantas coisas boas e, são essas que gosto de recordar e partilhar. O Cinco Quartos de Laranja é um blogue de comida e de coisas boas da vida!

Em 15 anos, publiquei 8 livros de cozinha. Fiz workshops em Lisboa e no Porto. Cozinhei ao lado do Herman José, do Jorge Corrula, da Pipoca Mais Doce, do Chakall, entre muitos outros.

Participei na rúbrica de cozinha, como residente, do programa Praça da Alegria, onde confeccionei muitas receitas ao lado da Sónia Araújo e do Jorge Gabriel, dois apresentadores de quem já tenho saudades.

Fiz showcookings em festivais de comida, em várias zonas do país. Fui recebida nos principais canais de televisão portugueses. Escrevi textos para revistas e jornais, passei a desenvolver receitas para marcas.

Com o blogue viajei até França, Islândia e Noruega. Conheci alguns dos mais estrelados restaurantes do nosso país. Fui jurada de reconhecidos concursos de gastronomia. Passei a colaborar, de forma regular, com outros blogues.

Sinto-me tão grata por tudo isto. Sinto-me tão grata por vos ter desse lado. Por me ajudarem a continuar. Nem imaginam como, por vezes, os vossos comentários e mensagens, são uma lufada de ar fresco e de incentivo nos meus dias.

Para celebrar os 15 anos do Cinco Quartos de Laranja, deixo-vos um delicioso bolo de cenoura com tâmaras e coco. Um bolo intenso e muito saboroso. Aceitam uma fatia?

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Tábua de queijos e enchidos para celebrar o Dia dos Namorados

Todos os motivos são bons para celebrarmos o amor. O amor por quem casámos, por quem namoramos, por quem estamos apaixonados, pelos filhos, pela nossa família, pelos amigos de sempre. O amor vive-se de muitas maneiras. Celebrar o amor é sempre tão gratificante.

O Dia dos Namorados está a chegar. É um dia em que gosto de celebrar o amor, à volta da mesa, ou com um miminho doce para partilhar. Para sermos felizes e fazermos os outros sentirem-se amados, por vezes, basta um gesto ou uma manifestação de carinho.

Este ano, celebramos em casa. E para surpreenderem o amor da vossa vida, no corrente ano, deixo como sugestão fazerem uma tábua de coisas boas para petiscar. Uma tábua que podem fazer ou que podem preparar com a ajuda da família. Os mais pequenos vão adorar ajudar.

Vamos então preparar uma tábua de queijos, enchidos, frutas e chocolate. Abram uma garrafa de vinho e saboreiem este momento, de forma romântica.

Como fazer uma tábua de queijos e enchidos para o Dia dos Namorados. Algumas dicas:

Charcutaria
- Podem selecionar um ou vários tipos de enchidos, dependendo do número de pessoas a quem se destina a tábua. Salame e presunto, são dos mais usados nas tábuas cá em casa.
Dobrem o salame em forma de rosas. Para esta tábua, resulta tão bem.

Queijos
- Para a tábua do Dia dos Namorados, usem um queijo Camembert ou Brie, de preferência redondo. Levem-no cerca de 30 minutos ao congelador para ser mais fácil cortar. Cortem a tampa do queijo. Com a ajuda de um cortador de bolachas, façam um coração no meio da tampa do queijo.

- Colocar duas a três colheres de sopa de doce de morango ou de framboesas no centro da outra metade de queijo. Cobrir com a tampa. Dispor este queijo no centro da tábua.

- Podem adicionar outros queijos a gosto. Para além do Camembert escolhi colocar um triângulo do queijo Rambol com nozes.

Outros elementos

Frutas
- Optem por frutas vermelhas como morangos, uvas, cerejas, framboesas, romãs, maçã royal gala, por exemplo. Podem fazer uma selecção ou construir a tábua com uma ou duas frutas diferentes. Mais nem sempre é sinónimo de melhor ou, mais bonito.

Frutos secos
- Podem combinar ou seleccionar um tipo de fruto, como nozes, amêndoas, pistácios. Podem juntar também frutas secas, como tâmaras, alperces ou figos.

Tostas, torradas ou fatias de pão
- Para esta tábua, se conseguirem, escolham tostas de beterraba. O vermelho representa os sentimentos de amor e de paixão!

Chocolate
- O que seria do Dia dos Namorados sem chocolate?! Adoro! Coloquem corações de chocolate e bombons na vossa tábua.

Partilhem a vossa tábua com quem mais amam! Que tenham dia 14 de Fevereiro um excelente e doce Dia dos Namorados!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2021

Arroz de pato com legumes e açafrão

O arroz de pato é sempre um prato de sucesso, cá em casa. Lembro-me que era uma das escolhas para as reeições em família, em alguns dias de festa. Arroz de pato, de uma maneira geral, é daqueles pratos que agradam a pequenos e graúdos.

Há muitas maneiras de fazer arroz de pato. Há quem faça com o pato cortado aos pedaços, há quem goste de pincelar a superficie do arroz com ovo para que fique mais douradinho, há quem goste de juntar bacon. Confesso que adoro arroz de pato e, que tento ir variando as maneiras como o confecciono.

Um destes dias, para uma refeição, cá me casa, fiz arroz de pato com legumes e açafrão-da-Índia. Os legumes e o açafrão tornaram este prato tão delicioso e perfumado. Num dos próximos encontros de família, já sei como irei fazer o arroz de pato.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

As 10 sopas preferidas pelos leitores em 2020

Os dias frios e chuvosos pedem um prato reconfortante e quente de sopa. Cá em casa, procuro fazer, pelo menos, uma sopa por semana.

Pela nossa saúde, devemos comer sopa. Um prato de sopa é uma excelente maneira de iniciar uma refeição, ajuda-nos a ingerir mais legumes e mais água e, cria a sensação de saciedade. Há sopas que, só por si, tornam-se uma refeição. Ao longo do ano passado, fui partilhando muitas sopas aqui no Cinco Quartos de Laranja.

As 10 sopas preferidas pelos leitores, em 2020, foram:


Destas, qual a vossa preferida?

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2021

Menu semanal #47

Como é que vamos organizar as refeições da semana de modo a que não seja uma preocupação diária? Como é que podemos rentabilizar a nossa comida? Como é que podemos comer de forma mais equilibrada e saudável?

A resposta a estas questões, na minha opinião, passa por planear e organizar as refeições, previamente. Para vos ajudar nessa tarefa, deixo-vos mais um menu semanal, cheio de ideias de receitas para as vossas refeições. Com a comida feita para a família, a semana torna-se mais descansada! Espero que gostem das sugestões.



Ver também menu semanal #46.