Próximos Eventos
Lisboa 1 de Julho de 2018
Sábado:
10h30 - 13h30      Workshop Receitas Saudáveis para Pais e Filhos
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Vamos fazer pão: Pãezinhos com açafrão


Os pães coloridos deixam-me sempre curiosa. Não me lembro da primeira vez que vi um pão verde, roxo, cor-de-rosa, castanho escuro ou amarelo ou, até mesmo, preto. Cresci a ver o pão sempre da mesma maneira. Quanto muito, havia fornadas em que o miolo ficava mais escuro, devido à farinha usada, para desgosto da minha mãe, para quem o pão bom, era e continua a ser, o de miolo claro, alvo. Houve uma altura, em Portugal, em que as farinhas eram más e o pão branco é que era associado a qualidade.

Associo os pães coloridos a hamburguerias. Há uns anos atrás, o chef Ljubomir Stanisic apresentou no Peixe em Lisboa, um hambúrguer de salmão servido em pão de tinta de choco. Na altura, confesso, que adorei. Pão preto, era o máximo!

Ir a um restaurante e ver os hambúrgueres servidos em pães coloridos fica muito interessante e visualmente apelativo. E podemos reproduzir esses pães bonitos, coloridos, em casa? Sim, podemos. Deixo-vos, hoje, a receita de pãezinhos amarelos, ou melhor, pães coloridos com açafrão-da-Índia. Vamos fazer pão?

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Manteiga ou pasta de noz


Fazer manteigas ou pastas de frutos secos, em casa, é mesmo muito fácil. Basta escolher o fruto ou uma mistura de frutos. Nos últimos tempos, só tenho feito, ou com amêndoas, ou com nozes, apesar de também, já ter experimentado, há uns tempos, a de amendoim. Qualquer uma delas é, verdadeiramente, viciante. Comem-se, em certos dias, à colherada. Acreditem!

Depois de escolhida, a base da manteiga, passamos ao segundo passo, que é levá-los ao forno. Gosto de tostar ligeiramente os frutos secos no forno. E depois é triturar. E aqui é que é preciso um bocadinho de paciência. Pode demorar, por exemplo, uns 10 minutos. Porque primeiro fica uma farinha e depois é que se vai formando uma pasta. A ideia é continuar a triturar até obterem a consistência desejada.

Nas manteigas de frutos secos, podem juntar canela, sementes, baunilha, chocolate, entre outros ingredientes.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Bolo de cenoura com Chantilly de coco


"Não ligues o forno. O calor chegou e vais aquecer a casa!" - é este o pensamento que tenho tantas vezes nesta altura do ano. Mas, ligar o forno é mais forte do que eu! Adoro pratos de forno e há dias em que não os consigo fazer de outra forma, mesmo que esteja calor! E como é que fazemos um bolo, para um lanche delicioso, com a família, sem ligar o forno? Tem que ser! É mais forte do que os nossos pensamentos sensatos! Em dias de calor, cá em casa, também se liga o forno.

Na passada quarta-feira, Dia de Santo António, o calor com sabor a Verão deu um ar de sua graça e eu, para o almoço de família, fiz um tentador bolo de cenoura, que fica irresistível. Mesmo muito bom!

terça-feira, 19 de junho de 2018

Carne de porco assada no tacho com batatas


Quando tenho tempo, gosto de fazer pratos demorados no forno. Os assados lentos permitem apurar os sabores. Os ingredientes têm tempo para conversar uns com os outros e no final, faz toda a diferença em termos de sabor. Um destes dias, num fim-de-semana em que fiquei em casa, decidi levar um tacho ao forno com carne de porco cortada em cubos, com tomate e legumes. Assado lentamente. Quando chegou à mesa, a carne, tenra, suculenta, desfazia-se ao toque do garfo. Maravilhoso!

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Workshop Receitas Saudáveis para Pais e Filhos


Colocar as crianças a comer legumes, torna-se por vezes, um enorme desafio. Mas quando elas se envolvem nas tarefas, quando ajudam a preparar, sabemos que acabam por comer os ingredientes mais difíceis com gosto e satisfação. É isto que iremos tentar no próximo workshop de Receitas Saudáveis para Pais e Filhos, a realizar no dia 1 de Julho de 2018, das 10h30 às 13h30, na escola de cake design IstoFaz-se, em Lisboa.

Neste workshop iremos preparar receitas para pequenos-almoços, lanches e refeições principais, estas com carne, peixe e muitos legumes, como por exemplo couve-flor assada no forno, que tenho a certeza, que vão adorar! Iremos fazer waffles, saladas, queques, peixe no forno, entre outras deliciosas sugestões.

O desafio é as crianças cozinharem com um adulto, seja os pais ou um familiar mais próximo, como os avós ou os tios. Tenho a certeza que vai ser uma manhã diferente e divertida. No final, degustamos tudo o que foi confeccionado.

Fazem-me companhia?

1 adulto + 1 criança = EUR 75 Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Vamos fazer pão: Pão de alfarroba


O fim-de-semana está a chegar. Hoje, é dia de pensar o que quero cozinhar no fim-de-semana e depois, ir às compras. Sempre que posso, tento cozinhar durante o fim-de-semana de modo a preparar algumas das refeições da semana que fazemos, cá em casa. Asso carne, cozo e lavo legumes, faço uma sopa, e claro, amasso e cozo um pão para irmos comendo durante a semana.

O pão feito por nós tem um sabor tão especial, para além de podermos fazer pão diferente, todas as semanas. Deixo-vos, hoje, a receita de um saboroso pão de alfarroba. Vamos fazer pão?

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Pudim de chia com banana e manteiga de amendoim


Há dias, em que nos sentimos de coração cheio. Ontem, foi um desses dias. Estive à tarde na Feira do Livro de Lisboa com o meu querido amigo Virgílio Nogueiro Gomes, para uma sessão de autógrafos do nosso último livro, Petiscos e Miudezas à Portuguesa. Obrigada a todos os que passaram para nos cumprimentar. São sempre momentos tão bons!

Como era o último dia, decidi fazer algumas compras. Gosto sempre de comprar livros na Feira do Livro. É um hábito que tenho desde que me lembro que visito a Feira. Adoro livros. E ando sempre a ler, um ou mais, livros. Aproveitei e passei para cumprimentar alguns amigos escritores ou para cumprimentar outros que muito admiro. O contacto com os autores é das coisas mais preciosas que a Feira do Livro nos proporciona. Podem ver algumas das fotos da minha ida à Feira do Livro no Instagram do Cinco Quartos de Laranja. Já acompanham?

Dias felizes merecem sobremesas especiais. E ontem, ao jantar deliciámo-nos com um saboroso pudim de chia que fiz para aproveitar umas bananas muito maduras que tinha na fruteira. Soube tão bem!

terça-feira, 12 de junho de 2018

Lasanha de curgete grelhada com frango


Um dos pratos, muito apreciados cá em casa, é lasanha. Adoramos! É um prato que funciona bem para as refeições do dia-a-dia, assim como para dias de festa.

A lasanha tradicional é feita com placas de massa entremeadas, em camadas, com um molho de carne ou com outros ingredientes e queijo. Normalmente gostamos sempre com muito queijo.

Quando a Parmalat me desafiou a fazer uma receita com o seu novo béchamel isento de glúten, decidi fazer uma lasanha. Substitui a massa por curgete grelhada - que adoro - e preparei um suculento molho de carne, feito com frango e tomate. Ficou tão boa!

segunda-feira, 11 de junho de 2018

Workshop Receitas Rápidas e Saudáveis para o Verão, em Lisboa


Sábado, 23 de Junho de 2018, das 10h30h às 13h30, irá ter lugar o workshop Receitas Rápidas e Saudáveis para o Verão, na escola de cake design IstoFaz-se, em Lisboa. Este é um workshop para todos aqueles que procuram, cada vez mais, fazer uma alimentação equilibrada, pois como sabemos, a alimentação é um dos factores que provavelmente mais influencia o nosso estado de saúde e bem estar em geral.

Uma alimentação equilibrada deve dar destaque aos legumes e é isso que iremos fazer. Vamos preparar várias receitas com curgete, beringelas, couve e muitas folhas verdes. Do menu deste delicioso workshop constam as seguintes receitas:

- Salmão com esparguete de curgete e molho de abacate;
- Beringelas no forno com couve salteada e lascas de bacalhau;
- Arroz integral com tofu e cogumelos;
- Salada de quinoa com legumes e peito de frango;
- Hambúrgueres de millet com grão-de-bico;
- Pudim de chia com fruta fresca e amêndoa crocante.

Penso que todas as ajudas para podermos melhorar os nossos hábitos alimentares são sempre bem-vindas. Serão também dadas várias dicas sobre a importância da hidratação e o consumo de leguminosas.

Fazem-me companhia?

EUR 50 Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Vamos fazer pão: Pãezinhos com torresmos


Fazer pão é tão simples, quanto complexo, mas quando se começa, acabamos por nos apaixonar pelo processo. Eu adoro fazer pão! Todas as semanas faço pão, cá em casa. O pão feito por nós tem um sabor incrível. Para além disso, podemos controlar a quantidade de fermento e sal usado. Podemos fazer a nossa própria mistura de farinhas e isso é mesmo muito especial.

Vamos fazer pão? A receita que partilho, hoje, convosco, é de uns tentadores e irresistíveis pãezinhos recheados com fatias de torresmos. Ficam tão bons!

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Choquinhos guisados com batata-doce


Este ano temos uma Primavera muito envergonhada. Ora vem um dia em que o Sol brilha, ora vem uma semana em que temos vento, frio e chuva. Lá temos que ir ao closet resgatar as botas e os sapatos fechados. Os casacos quentinhos e mais uma, ou outra peça, porque está frio para andarmos de chinelos e de pernas ao léu. Nesta altura do ano, já deveríamos estar a fazer planos para ir à praia, mas assim, não apetece nada. A praia sabe bem com calor. Com dias de céu azul.

Enquanto a Primavera teima em vestir-se de Inverno, cá por casa, continuam as comidas de conforto. Para um dos almoços, do fim-de-semana que passou, preparei uns choquinhos guisados com batata-doce. Ficaram maravilhosos!

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Espetadas de porco com legumes


De há uns tempos para cá, decidi ter mais cuidado com a minha alimentação e tentar ter um estilo de vida mais saudável e equilibrado. Voltei ao ginásio. Consegui perder peso, o que me deixou muito contente.

O que mudou, então, na minha alimentação?

Continuo a comer carne e peixe. Se ao almoço faço um prato com carne, ao jantar procuro que seja peixe ou uma salada com queijo fresco ou algo, dentro do género. Procuro ter sopa feita, para servir, principalmente ao jantar. Faço, normalmente a sopa sem batata. Procuro ter no frigorífico alguns snacks para os momentos de fome, como copos com gelatina, ovos cozidos, cenouras baby e queijos redondos ou em triângulos.

Bebo café e chá sem açúcar ou adoçantes. Procuro beber mais água. A hidratação é uma questão que me preocupa. Apercebi-me que sou capaz de estar muitas horas sem beber e que preciso mesmo de me disciplinar em relação aos líquidos. Por isso, tomo todos os dias, ao acordar, um copo com água morna e umas gotas de sumo de limão. Faço um bule de chá para ir bebendo durante a manhã. Há dias, em que faço, a meio da manhã, um batido com beterraba, gengibre, hortelã e chá verde. O ideal seria bebermos entre 1,5L a 2L de água, por dia. Comprei uma garrafa de 1L para conseguir ir contabilizando a água que bebo, cá em casa. Quando saio, levo sempre uma garrafa de água comigo. Se quiserem, existe uma aplicação que podem ter no telemóvel que vos vai avisando que precisam de beber água, chama-se Hydro Coach.

A grande mudança que fiz na minha alimentação foi, simplesmente, aumentar o consumo de legumes frescos e cozidos. Passou a haver sempre legumes às refeições, cá em casa. Como ando muitas vezes de um lado para o outro, quando chego tarde a casa não me apetece ir lavar e cozer legumes. Por isso, num dos dias da semana corto couve-roxa e lavo alface, endívias e/ou radicchio para as saladas. Cozo brócolos, asso batatas-doces, abóbora, couve-flor e uma ou outra vez, beterrabas. Com estes ingredientes já prontos faz-se os acompanhamentos das refeições num abrir e fechar de olhos. Por exemplo, temos carne estufada, que se deixou a descongelar, que pode ser servida com cubos de abóbora ou batata-doce e uma salada de verdes com brócolos. Tão bom! Com tudo já pré-feito temos o jantar na mesa num instante e sem recorrer a produtos processados, que nos vão engordar em vez de alimentar de forma equilibrada.

Um destes dias, para um almoço, cá em casa, decidi fazer espetadas de carne de porco. Juntei-lhes pimento, cebola e curgete. E para acompanhar, em vez de batatas-fritas e arroz, fiz legumes cozidos e uma boa salada. Toda a gente adorou!

terça-feira, 5 de junho de 2018

Salame de alfarroba com figos secos e nozes


Adoro salame de chocolate! É daqueles doces que assim que chega à mesa não consigo resistir. Gostam?

No fim-de-semana que passou, decidimos ficar em casa. Consegui acabar de ler o livro Simples e Saudável de Joana Moura e comecei o Food Pharmacy de Lina Nertby Aurell e Mia Clase. Livros que nos orientam no sentido de fazermos uma alimentação mais saudável. De uma maneira geral, aconselham-nos a consumir mais legumes e a eliminar, da nossa despensa, produtos processados. Estas duas obras fazem parte da minha lista de leituras da Primavera.

Ao ficarmos em casa, decidi fazer um miminho doce para acompanharmos, no sábado, o café, a meio da tarde. Como tinha figos secos, decidi juntá-los a um salame de chocolate com alfarroba e nozes que já queria, há muito, experimentar. O resultado foi delicioso! Um dos melhores salames que comi nos últimos tempos.

segunda-feira, 4 de junho de 2018

O workshop Vamos Fazer Pão?, em Lisboa, foi assim


Fazer pão é uma tarefa que nos deixa felizes. Juntar farinha, água, sal e levedura e depois dar tempo aos ingredientes para conversarem entre si, é algo verdadeiramente especial! Num dos primeiros fins-de-semana de Maio, teve lugar, cá em Lisboa, o workshop Vamos Fazer Pão?. Neste workshop colocamos literalmente as mãos na massa.


Os meus workshops são sempre práticos, ou seja, toda a gente cozinha ou participa directamente na confecção das receitas. No workshop de pão, todos os participantes amassam, enrolam o pão e depois colocamos no forno para cozer. Fazemos diferentes tipos de pão, desde pão de trigo para o dia-a-dia, passando pelos pãezinhos tigre, pelo pão de centeio com nozes e figos secos que é sempre um sucesso e o pão de abóbora assada, que fica com uma cor que nos faz lembrar a broa de milho. Neste workshop trabalhamos também com massas lêvedas enriquecidas e fazemos rolos de canela e pão de Deus, que fica uma verdadeira delícia.


Fazer pão é simplesmente maravilhoso e fazê-lo em grupo, num workshop, transforma-se numa experiência memorável. Trocam-se ideias, dicas, maneiras de fazer. E claro, muitos sorrisos e boa disposição. Os meus workshops são sempre, também, uma forma de conviver.


E depois do pão cozido, juntamo-nos à volta da mesa, entre conversas e muitas gargalhadas, degustamos tudo que foi preparado. Mas antes, costumamos abrir alguns dos pães para avaliarmos a crosta e o miolo.



No próximo dia 9 Junho 2018, das 10h30 às 13h30, vou realizar o workshop Saladas, Sobremesas e Petiscos de Verão. Este é um workshop com receitas práticas e felizes para os dias quentes que se avizinham. Iremos aprender a usar a quinoa, a fazer peito de pato, a preparar pataniscas de polvo, entre muitas outras sugestões que nos irão deixar com água na boca.

Fazem-me companhia?

Inscrições e mais informações:
escola@istofaz-se.pt   218 078 640   IstoFaz-se
( Realização do workshop sujeito a nº mínimo de participantes )