terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Tâmaras recheadas com queijo e nozes


No final de cada ano, gosto de fazer balanços. De olhar para trás e rever como foi o meu ano. Gosto de pegar na agenda e mês a mês ver o que fiz, por onde passei, quais foram as minhas leituras, as séries ou os filmes que escolhi ver. Tomar nota do que faço ajuda-me a reflectir, a definir objectivos e a traçar novos rumos.

Ter uma agenda permite-me ver o modo como tento aproveitar a minha vida. Nestes momentos de balanço, costumo escolher uma palavra que define o meu ano. Em 2012, escolhi Mudança. Em 2014, Esperança. Em 2015, Acreditar. Em 2016 foi Persistência.

E nos últimos anos, a palavra escolhida tem sido Gratidão. Grata por ter trabalho e novos desafios. Grata por ter tido a coragem de mudar de vida e ter escolhido fazer aquilo que me faz feliz. Grata por ter motivos para sorrir. Grata por ter o amor dos meus pais e a amizade dos amigos de sempre, e dos novos que vão chegando. Grata pelas coisas boas vividas em família!

2019 foi, para mim, um ano muito especial! Fiz workshops em Lisboa e no Porto. Fiz vários showcookings, desenvolvi receitas e fiz vídeos para marcas. Comecei a trabalhar em acções de team building com empresas. Lancei um novo livro. Viajei. Li sobre alimentação. Fiz, pela primeira vez, uma palestra em inglês. Aprendi, um pouco mais, sobre a arte de fazer pão. Mostrei-vos o meu figorífico, num projecto inovador. Fui jurada em vários concursos.

Neste final de ano, sinto-me grata por ter voltado a cozinhar numa rubrica na televisão. Soube tão bem voltar à Praça da Alegria, na RTP.

2020 está quase a chegar ... Que seja um ano feliz! Cheio de motivos para sorrir. Que nos traga saúde, trabalho e a companhia daqueles que nos são queridos. Que nos permita continuar a sonhar.

Para a mesa de passagem de ano, deixo-vos uma receita que costumo fazer, muitas vezes, em dias de festa, tâmaras recheadas com queijo e nozes.

Feliz Ano de 2020!

segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Camarão de Moçambique no forno com alho e coentros


« Ano novo, Vida nova! », lá diz o ditado popular. Penso que é mesmo este o sentimento que devemos ter em relação à chegada de um novo ano.

Inspirar e encher o coração de felicidade. Pensar que cada novo ano nos abre novas possibilidades, que podemos mudar e fazer melhor, que podemos aprender e fazer coisas novas, que podemos viajar, ler, que podemos construir pontes e criar novas amizades. Cada novo ano que chega são mais 365 dias para acreditarmos que somos capazes.

E para recebermos a chegada do novo ano, deixo-vos uma receita de camarão no forno com alho e coentros que preparei para a rubrica Pescanova. Uma receita de festa, muito prática e que por certo convida a juntar os amigos, à volta da mesa, e brindar às coisas boas que 2020 nos vai trazer.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Os workshops Celebrar o Natal com Parmalat, no Porto, foram assim


Das coisas boas do Natal, juntar a família, à volta da mesa e, celebrar. Foi este o mote para os workshops Celebrar o Natal com Parmalat que tiveram lugar no passado dia 7 de Dezembro, no Porto. Estes workshops realizaram-se um de manhã e outro à tarde para grupos diferentes de leitores.

Confeccionámos seis receitas, todas elas, com pelo menos um produto da marca. E em jeito de festa, preparámos entradas, pratos principais e uma sobremesa. Vejamos então o menu. Para as entradas, confeccionámos um prato de miolo de camarão com Nata com Tomate Parmalat e espinafres. Um prato que surpreende e que nos conquista assim que o provamos. Preparámos, ainda, para entrada, umas tentadoras tostas de brandade de bacalhau com a Nata com Sabores do Mar Parmalat e com o Leite de Pastagem UCAL, de vacas que pastam ao ar livre durante todo o ano. Estas tostas são uma entradinha tão boa!


Delicíamo-nos ainda com um delicioso e muito prático arroz de forno à Carbonara com a Nata Carbonara Parmalat. Fica mesmo muito saboroso. Gratinado de peru com legumes, preparado com o Béchamel Parmalat e a Nata com Tomate, uma novidade da marca, que chegou este ano ao mercado, foi por certo o prato mais apreciado deste workshop. Folhado de bacalhau com natas, foi outra das receitas preparadas para celebrar o Natal, confeccionado com a Nata para Culinária Zer0% Lactose Parmalat. Este folhado é uma verdadeira delícia. Acho que todos presentes repetiram esta receita.


Para sobremesa, tivemos uma Delícia de natas com café e iogurte. Uma sobremesa fresca e leve! Foi feita em camadas, com palitos la reine embebidos em café, musse de leite condensado e musse de iogurte grego. As musses foram feitas com a Nata para Bater Parmalat. Esta delícia de natas é ainda regada com chocolate derretido, que lhe dá um toque irresistível.


Cozinhar em grupo deixa-nos sempre tão boas memórias! Enche-nos o coração. Ficamos com vontade de repetir. A todos os que participaram nos workshops, no Porto, o meu muito obrigada.

À Parmalat, um especial agradecimento por nos proporcionar estes momentos cheios de sabor!

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Bolachas de Natal com aveia


Adeus Natal! Até para o ano. Vivemos meses, a preparar a chegada do Natal e depois parece que passa tudo num abrir e fechar de olhos. É também por isso, que devemos aproveitar muito bem os momentos que passamos juntos, que rimos, que construímos memórias. No final, é isso que fica, o sentimento bom, de estarmos uns com os outros.

Nos últimos anos, passei a agradecer cada Natal que passo com aqueles de quem gosto de forma incondicional. Fazermos uma refeição juntos, brindarmos à vida e desejar que o tempo, nos traga no próximo ano a possibilidade de voltarmos a agradecer, estes são os presentes que me enchem o coração.

Nas lembranças de Natal, deste ano, decidi colocar caixas com um sortido de bolachas. Partilhei estas, com chocolate, e deixo-vos, hoje, as receitas dos pinheirinhos. Ficam tão boas!

terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Bolachas de Natal com chocolate


É Natal ... é Natal. O Natal finalmente chegou! Por aqui ouvem-se músicas alusivas a esta quadra festiva. Os clássicos de sempre, Last Christmas, O Holy Night, Santa Claus is Coming to Town, Jingle Bell Rock, ...

Cá por casa, é tempo de rever a lista de presentes. De fazer os últimos embrulhos e de preparar o Bolo-Rei. Todos os anos faço este bolo para a mesa de Natal dos meus pais e dos meus sogros. Passou a ser uma tradição nossa.

Para quem anda a terminar as lembranças ou, para aqueles que precisam de um presente de última hora, deixo-vos umas deliciosas bolachas que este ano fiz para os presentes de Natal.

Que hoje tenham uma noite feliz, junto daqueles que mais gostam, com uma mesa cheia de amor, alegria e muitos momentos bons para guardar no lado esquerdo do peito.

Um Santo e Feliz Natal!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

O workshop Bacalhau da Noruega para o Dia-a-dia, em Lisboa, foi assim


No passado dia 14 de Dezembro, à tarde, teve lugar, cá em Lisboa, o workshop Bacalhau da Noruega para o Dia-a-dia. O bacalhau é um peixe que adoramos, para além de ser muito versátil e de se adequar a mil e uma receitas.

Neste workshop começámos por falar de bacalhau seco, de como podemos escolher o bacalhau na ida às compras e, claro, como o podemos demolhar.

Assim que chegamos das compras, devemos guardar o bacalhau seco no frigorífico até ao momento em que o queremos demolhar.

Ao demolhar o bacalhau, devemos passar, primeiro, as postas por água corrente e, de seguida, colocá-las numa taça ou caixa com água, com a pele virada para cima. Tapar a caixa e guardar no frigorífico. Mudar a água, passadas duas horas e, depois, ir mudando a água com frequência, de preferência, de seis em seis horas. O tempo de demolha varia dependendo da categoria do bacalhau. Mas nada como espetar um palito numa das postas e ir provando até estar no ponto de sal desejado. Depois de demolhado, o bacalhau ganha cerca de 35% de volume e está pronto a ser utilizado. Caso queiram congelar, devem retirar o excesso de água com um pano seco e, de seguida, colocá-lo no congelador.


O desafio lançado para este workshop pela Seafood from Norway foi preparar receitas com as diferentes partes do bacalhau como rabos, abas, lombos, postas médias e finas. Ou seja, para cada receita, uma parte de bacalhau.

Confeccionámos no workshop seis receitas de bacalhau. Começámos por preparar um bacalhau à Brás com alho-francês. É um prato vencedor para as refeições de muitas famílias no dia-a-dia e resulta sempre tão bem!

Preparámos, também, uma lasanha de bacalhau com espinafres, que se revelou um verdadeiro sucesso. Aqui usámos os rabos, que cozemos previamente. Cozer o bacalhau foi outro dos temas abordados neste workshop. Podemos aromatizar a água de cozedura com alho, cebola, talos de salsa ou de coentros, uma rodela de gengibre ou uma folha de louro. Deixar a água ferver. Colocar o bacalhau e desligar o lume. Tapar o tacho e contar cerca de 15 minutos. O tempo de cozedura poderá variar de acordo com a espessura das postas.

Açorda de bacalhau, arroz de bacalhau no forno com alheira, lombos de bacalhau lascados com coentros e puré de grão, bacalhau com broa, foram os outros pratos que confeccionámos.


No final, juntámo-nos à volta da mesa e degustámos tudo o que foi preparado. Rimos, conversámos, partilhámos ideias e conhecimentos. No final, concordámos que demolhar bacalhau, em casa, não é nada complicado e até fica muito mais barato.

Muito obigada a todos os que participaram. Foi um final de tarde cheio de sabor! À Seafood from Norway um especial agradecimento por nos ter proporcionado esta oportunidade.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

10 livros para oferecer no Natal


Contamos os dias para a chegada do Natal. As ruas cheias de luzes cintilantes, ajudam a tornar esta época ainda mais bonita. Adoro o Natal e procuro que a azáfama, à volta dos presentes, seja vivida com alguma tranquilidade. Gosto de ir comprando as lembranças, aos poucos e poucos e, tento ter tudo pronto uns dias antes da véspera de Natal.

Para quem anda à procura de sugestões de Natal, deixo-vos estas sugestões de livros de cozinha ou sobre comida.

10 livros para oferecer no Natal

- Comida de Tacho de Cátia Goarmon. Um livro delicioso da Tia Cátia, como é conhecida a apresentadora da 24 Kitchen do programa Os Segredos da Tia Cátia. Encontramos neste livro várias sugestões de comida reconfortante, para esta época do ano. Comida de tacho é sinónimo de comida para a família.

- Cozinha Vegetariana Rápida e Prática de Gabriela Oliveira. Uma das nossas maiores divulgadoras da cozinha vegetariana. Este já é o seu sexto livro de receitas. Nesta obra a autora apresenta-nos receitas práticas, descomplicadas, para o dia-a-dia.

- Amor às Fatias de chef Gilberto Costa. Um livro muito doce. Bolos de cortar à fatia que nos remetem para a infância e para a casa dos nossos avós.

- Doces do Ofício de Francisco Moreira. Este é o livro de receitas do programa com o mesmo nome na 24 Kitchen e apresentado pelo autor. Nesta obra, Francisco Moreira convida-nos a experimentar em casa 66 deliciosas receitas. As receitas encontram-se organizadas por temáticas, à imagem do que acontece, a cada no programa, tais como: Para Dividir, Com Café, Leve e Fresco, Para Cortar à Fatia, Chá das Cinco, Inspiração Asiática, Sobremesas em Copo, ...

- Um Bolo por Semana de Rita Nascimento. Um livro muito doce, imperdível para quem adora bolos. Para além das receitas - encontramos receitas de bolos base, bolos com fruta, bolos com frutos secos, bolos para festa, bolos com chocolate, com claras, com gemas e até bolos sem glúten e sem lactose - a autora dá-nos dicas sobre conservar os bolos, indica-nos algumas combinações clássicas que resultam sempre bem e até nos dá uma receita de um bolo para os nossos amigos de quatro patas, que "são parte da família" e como tal têm direito a bolo.

- Caldos, Preparados e Canjas de Louise L. Hay e Heather Dane. Um livro que é um elogio aos caldos e sopas. No livro, as autoras começam por explicar as vantagens do caldo de osso, assim como orientações para a preparação deste caldo. São dadas também indicações sobre a utilizações de ervas aromáticas e de especiarias. O livro tem também receitas.

- Queijaria do Chef, Guia de Queijos Portugueses de Diogo Rocha. Um livro para quem adora queijos. O queijo é um alimento versátil e rico, faz parte, tantas vezes, de muitos dos nossos petiscos, assim como de vários pratos. Em Portugal, temos uma interessante variedade de queijos que o chef Diogo Rocha nos mostra neste livro.

- Beauty Food de Maria Ahlgren. Na sinopse do livro é referido que: « A beleza não é questão de parecer; é questão de ser – e os cosméticos são dinheiro deitado à rua. Os segredos da verdadeira beleza estão na nutrição e na saúde, por isso, se não te alimentares corretamente e não cuidares de ti, não há base que te salve nem maquilhagem que te ajude ... Em Beauty Food vais encontrar receitas irresistíveis de snacks, smoothies, sobremesas, sopas, saladas e uma série de outras delícias, além de indicações nutricionais exaustivas, informação completa sobre super alimentos e planos de cuidado diário, que te vão ajudar a ter aquela beleza que irradia ... de dentro. »

- Vítor Sobral com os Azeites de Vítor Sobral. O azeite é um dos ingredientes privilegiados da nossa cozinha. Neste livro, o chef Vítor Sobral conduz-nos numa viagem saborosa ao maravilhoso mundo do azeite, desde a sua história, cultivo, a apanha, a extracção, os diferentes tipos de azeite que encontramos, cuidados na conservação e claro, várias receitas, desde saladas, sopas e caldos, peixes, mariscos, carnes, temperos e até sobremesas.

- À Mesa com os Filósofos de Normand Baillargeon. Um livro para quem gosta de comida e de filosofia. O autor apresenta-nos através de diálogos com filósofos temas da gastronomia, como por exemplo: Leve, adstringente ou encorpado?, O pecado da gula, Comer local ou o que é mundial?, entre outras, questões. Também tem receitas.

Os livros são sempre presentes tão bons!

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Bokashi Organko 2, o compostor doméstico


Bokashi é um termo japonês que significa compostar matéria orgânica e que dá o nome a Bokashi Organko 2, o compostor doméstico que a Cook & Lifestyle tem disponível na sua loja online e que pode ser um excelente presente de Natal para quem anda à procura de sugestões.

A compostagem orgânica tem vindo a ganhar popularidade. Ao fazermos compostagem doméstica estamos a reciclar o nosso lixo orgânico. Por isso, o Bokaski é muito mais do que um utensílio de cozinha.

Como usar o Bokashi Organko 2?

Da primeira vez que utilizamos o Bokaski colocamos 20g do pó que ajuda a acelerar a fermentação na base do compostor. De seguida colocamos o nosso lixo orgânico, que pode ser composto por cascas de frutas ou vegetais, restos de comida, carne crua ou cozinhada, aparas de queijos, peixe, iogurte, ovos, pão, café, saquetas de chá, flores murchas, entre outras coisas.

Não devemos colocar azeite, óleo, gorduras em geral, água, vinagre, sumos, leite, ossos grandes, cinzas ou fezes de animais. Sempre que se justifique, devemos cortar em pedaços pequenos o nosso lixo, de modo a facilitar o processo de compostagem.

Depois de colocarmos uma camada de matéria orgânica, voltamos a polvilhar com 20g do pó para a fermentação. Colocamos a primeira tampa mesmo por cima do lixo. Esta tampa ajuda a pressionar o lixo e a retirar o ar. E por fim, tapamos então o Bokashi Organko.

Quando começamos a compostar os resíduos orgânicos resultantes da preparação da nossa comida, criamos uma nova relação com o nosso lixo. Começamos a perceber que no dia-a-dia acabamos por gerar uma quantidade razoável de matéria rica em nutrientes que podem ser transformados em adubo através da compostagem.


Quais as vantagens do Bokashi Organko 2?

O Bokashi ajuda-nos a reciclar o nosso lixo orgânico através da fermentação, um processo natural de decomposição com micro-organismos e sem odores desagradáveis na nossa cozinha. Os resíduos que resultam da nossa alimentação podem ser aproveitados de forma natural e a compostagem é uma técnica que nos permite utilizar esses resíduos e transformá-los.

Da compostagem doméstica podemos aproveitar a água resultante do processo para regar as nossas plantas e usar o composto orgânico para adubar flores ou os vasos de outras plantas que tenhamos em casa ou na horta. Deste modo, tudo se aproveita.



O compostor doméstico Bokashi Organko 2 que está disponível na loja online Cook & Lifestyle, é um excelente presente.

Caso comprem, nesta altura do ano, a Bokashi Organko 2, vem com uma útil tábua de corte redonda, em madeira. Não se esqueçam de usar o código LARANJINHA.

terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Os workshops Celebrar o Natal com Parmalat, em Lisboa, foram assim


Natal é tempo de estarmos com a família. Mais do que dar e receber presentes, esta época do ano, é a altura privilegiada para passarmos valores, estarmos uns com os outros, criarmos laços e construirmos memórias.

O Natal é também uma época de partilha, à mesa. Receber aqueles de quem gostamos, da melhor forma possível, é o que todos nós procuramos fazer nesta quadra festiva. Preocupamo-nos em colocar a melhor toalha na mesa, escolhemos os pratos e os copos, decoramos a sala de jantar e a casa com motivos alusivos ao Natal. Luzes, flores, coroas, estrelas ... velas. Nesta altura do ano, fica tudo mais bonito.

Se o Natal é a festa da família a comida é, também, um factor que tantas vezes nos preocupa nesta altura do ano. O que fazer para a família? No passado dia 30 de Novembro em Lisboa, tiveram lugar dois workshops, um de manhã e outro à tarde, com o tema Celebrar o Natal com Parmalat.


Nestes workshops procurámos dar sugestões de receitas com produtos Parmalat que podem fazer parte da mesa de Natal. Preparámos entradas, pratos principais e uma tentadora sobremesa.

Para começarmos a celebrar o Natal, preparámos camarão com Nata com Tomate Parmalat e espinafres. Um prato maravilhoso que pode ser servido como entrada ou se lhe juntarmos uma massa, transforma-se num saboroso prato principal. Nas entradas, deliciámo-nos ainda com umas tentadoras tostas de brandade de bacalhau preparadas com a Nata com Sabores do Mar Pamalat e com o Leite de Pastagem UCAL, de vacas que pastam ao ar livre 365 dias por ano. Decorámos com azeitonas verdes recheadas com pimento. Estas tostas resultaram tão bem!

Para a nossa mesa de Natal preparámos, como pratos principais, arroz de forno à Carbonara com a Nata Carbonara Parmalat. Um prato delicioso, a que para além do arroz, juntámos ervilhas, bacon, fiambre e queijo. Ficou tão bom! Colocámos ainda na mesa um gratinado de peru com legumes, preparado com o Béchamel Parmalat e a Nata com Tomate, uma novidade da marca, que chegou este ano ao mercado. Folhado com bacalhau com natas, foi mais uma das receitas preparadas para esta nossa mesa de Natal, confeccionado com a Nata para Culinária Zer0% Lactose Parmalat. Servido com uma generosa salada de verdes, e temos um prato que surpreende.


Para sobremesa preparámos uma Delícia de natas com café e iogurte. Esta sobremesa é uma verdadeira tentação! Foi feita em camadas, com palitos la reine embebidos em café, musse de leite condensado, musse de iogurte grego. As musses foram feitas com a Nata para Bater Parmalat. E, por fim, uma generosa camada de chocolate e praliné. Maravilhosa esta combinação!

Cozinhar em grupo é tão gratificante. Rimos, conversamos, trocamos experiências e conhecimentos. Aprendemos sempre, uns com os outros.

A todos os que participaram nos workshops Celebrar o Natal com Parmalat, cá em Lisboa, o meu muito obrigada. À Parmalat, um especial agradecimento por nos proporcionar estes momentos.


Um Santo e Feliz Natal!

segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Véritable, uma solução para quem quer ter uma horta em casa


O sabor das ervas aromáticas ajuda-nos a transformar os nossos pratos. Mas quantas vezes já aconteceu comprarmos ramos de salsa ou de coentros e que nem metade acabámos por usar? Por vezes precisamos das ervas para finalizar um prato, uma entrada ou até para juntar a uma bebida. É nestas alturas que pensamos que bom que era ter uma pequena horta.

Durante anos, quis tanto ter uma horta em casa, mas nem sempre me corria bem. Ora as plantas apanhavam muita luz, ora não apanhavam, ora colocava muita água, ora enchiam-se de pragas. Quando ia e voltava de férias, tinha quase sempre que replantar tudo.

O ano passado, um amigo deu-me a conhecer as hortas urbanas Véritable e foi assim que finalmente consegui ter uma horta com ervas aromáticas, em casa.


Estas hortas são muito práticas, funcionam com um sistema de LEDs que se ajustam automaticamente às necessidades de luz das plantas, têm um depósito de água com cerca de dois litros de capacidade e um sistema que nos alerta quando temos que o voltar a encher.

Podemos ter quatro variedades de aromáticas na nossa horta, ao mesmo tempo. Caso queiramos, podemos fazer uma cultura de ervas aromáticas, flores comestíveis ou, por exemplo, tomate cereja.

As variedades são adquiridas em lingotes que vêm com a terra e as respectivas sementes. São recargas naturais prontas a usar, em que as sementes são biológicas.

Cá em casa, nestes dias resolvi fazer uma nova sementeira na minha horta, a pensar na chegada do Ano Novo. Desta vez, decidi cultivar manjericão, uma das ervas que resulta muito bem na horta e que usamos muito. Escolhi, também, cebolinho, tomilho e salsa.


O sistema de colocação dos lingotes na Véritable é muito fácil e intuitivo. Desta vez, até decidi colocar em cada um deles, o nome da erva aromática, que recortei das caixas dos respectivos lingotes. Nem imaginam como adoramos ver as plantas a crescer. E não sou só eu. Passou a ser algo de família. Acreditam, que assim que as semeamos, passamos a ver todos os dias se já começaram a crescer?


Com a Véritable é tão fácil ter uma horta, em casa! Para quem anda à procura de presentes para oferecer neste Natal, deixo-vos esta sugestão, que pode ser adquirida na loja online Cook & Lifestyle. Ao comprarem usem o código LARANJINHA. Este é daqueles presentes que fica bem em todas as cozinhas!

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Biscoitos de azeite com limão e canela


Os preparativos para o Natal já começaram, cá em casa. Compra-se e demolha-se bacalhau. Encomendam-se as couves. Escolhe-se o peru ou o cabrito. Organiza-se a mesa para o jantar da Consoada e para o almoço do Dia de Natal. Decora-se a casa a preceito, com velas e flores.

O Natal é tempo de tradições, de criar memórias, de dar e agradecer. É tempo de passar valores. Uma das minhas memórias, à volta do Natal, está associada ao cheiro doce a canela e limão que invade as nossas cozinhas, nesta altura do ano. Lembro-me, tão bem, de ir para a cozinha ajudar a minha mãe, a preparar alguns doces para servir nestes dias de festa ou para oferecer.

Fazer presentes, em casa, e oferecer é algo tão especial! São presentes únicos, em que podemos envolver a família, principalmente os mais pequenos, ajudando assim a criar laços e a construir memórias.

Há ingredientes, que nesta altura do ano, fazem parte das nossas cozinhas como a farinha, o açúcar, a canela, o gengibre, o limão e o azeite. Azeite para regar o bacalhau com as couves. Há quem não dispense o azeite para os fritos típicos desta quadra festiva. Azeite para fazer presentes de Natal.

O azeite é um ingrediente indispensável nas nossas cozinhas, durante todo o ano, mas, principalmente, agora no Natal. Para a rubrica Oliveira da Serra decidi preparar uns deliciosos biscoitos de azeite com canela e limão. Ficam perfumados, crocantes. Simplesmente irresistíveis! São um excelente presente de Natal, colocados numa caixa bonita.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Bacalhau gratinado com legumes


Devemos aproveitar e viver esta época, o melhor possível. O Natal é tempo de agradecer e retribuir. Os encontros, os almoços com os amigos ou colegas de trabalho, a troca de lembranças, nesta altura, torna-se tudo tão especial.

O Natal celebra o nascimento, a vida. É uma época do ano que valoriza a família e os laços que estabelecemos, uns com os outros. Para mim, o Natal é estarmos todos juntos, à volta da mesa, a rir, a conversar, a criar memórias.

Para quem anda à procura de sugestões para partilhar com a família, nesta altura do ano, deixo-vos, hoje, uma receita de bacalhau gratinado, desenvolvida para a rubrica Parmalat. Esta receita fica tão boa! É daquelas que todos os miúdos e graúdos irão gostar.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Arroz de choquinhos com amêijoas


Variar o que comemos é tão importante. Cá em casa, tentamos ter sempre sopa. Gostamos de fazer refeições com saladas. E vamos intercalando pratos de peixe e de carne.

A semana passada estive no INETE, Instituto Educação Técnica, cá em Lisboa, a falar sobre alimentação saudável no âmbito de um projecto internacional. A palestra foi dirigida a adolescentes portugueses, gregos, turcos e romenos. Para além de falar sobre a importância do pequeno-almoço, dos lanches, de identificar os alimentos a evitar ou a consumir com moderação, entre outras coisas, tentei ainda sublinhar a importância da família na criação de hábitos saudáveis à mesa.

Salientei a importância de se cozinhar em casa, de podermos escolher os nossos alimentos e os métodos de confecção, e de como é fundamental sentarmo-nos, em família, à volta da mesa, a partilhar as refeições. Nas nossas vidas atarefadas, o jantar, acaba por ser a refeição privilegiada para a família se reunir.

Cozinhar em casa, durante a semana, não precisa de ser complicado. Escolham pratos que a família goste e que se preparem de forma rápida. Deixo-vos, hoje, uma deliciosa sugestão que podem fazer para partilhar com aqueles de que mais gostam.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Brownie de Natal


Contam-se os dias para a chegada do Natal. Por aqui, já começámos a organizar a lista de lembranças, já definimos com a família algumas das sobremesas a preparar. O Natal é tempo de reunir a família, à volta da mesa.

Todos os anos, gosto de fazer uma sobremesa diferente. Na mesa de Natal temos sempre arroz-doce, sonhos, rabanadas e fritos, para além do bolo-rei. Há que manter a tradição, mas fazer algumas coisas diferentes, que surpreendam a família ou os amigos, também, é bom!

Quando a Fula me desafiou a preparar uma receita usando o seu óleo alimentar e umas formas de cortadores alusivas ao Natal, decidi preparar um bolo. Um bolo de natal, delicioso, que cortado em forma de pinheiro fica uma verdadeira ternura! Gostam?

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Sopa de couve com grão-de-bico


Dezembro, é um mês de viagens e de reuniões para preparar a chegada do novo ano. É um mês de workshops, em Lisboa e no Porto. É um mês em que a azáfama do Natal se instala nas nossas vidas. Para mim, é uma das épocas mais bonitas do ano, mas que deve ser vivida sem stress, sem correrias atrás dos presentes. Não deixem a compra das lembranças para os últimos dias. Se nos organizarmos e planearmos com antecedência podemos viver esta época do ano com alguma tranquilidade, junto da família e daqueles de quem gostamos.

Partilhei algumas dicas que espero que vos possam ajudar a ter um Natal feliz e tranquilo. Caso queiram fazer alguns presentes, em casa, convido-vos a inscreverem-se no meu workshop Receitas para Presentes de Natal, cá em Lisboa, no próximo dia 8 de Dezembro, onde irei partilhar várias ideias de presentes que podem fazer em casa e oferecer.

Dezembro é, também, o mês da chegada do frio. Nestas alturas do ano, sabe ainda melhor o conforto de um prato de sopa, bem quente! A sugestão que partilho hoje, é uma sopa rica, com grão-de-bico e couve.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Vamos preparar o Natal? - 10 dicas


Já começámos a contar os dias para a chegada do Natal, uma das épocas mais bonitas do ano. Ruas enfeitadas. Luzes a piscar nos pinheirinhos das nossas casas. Há magia no ar ...

Celebrar esta quadra festiva com a família e os amigos é o melhor do Natal. Estarmos, uns com os outros, criarmos ou reforçarmos laços é tão gratificante! Para que esta altura do ano seja vivida sem ansiedade ou stress, deixo-vos algumas dicas que espero que vos possam ajudar.

Vamos preparar o Natal ? - 10 dicas

1. Façam uma lista com o nome a quem, este ano, irão dar presentes. Em frente ao nome, coloquem ideias de possíveis lembranças. Guardem a lista na carteira. Quando forem às compras ou encontrarem alguma coisa gira e que se adeque, é só tomar nota. A lista é também uma boa forma de não nos esquecermos de ninguém e de não deixarmos as compras para a véspera do Natal, quando já está tudo muito escolhido.

2. Ofereçam presentes de família. Juntem-se os tios, os tios e os avós, as tias, os primos e ofereçam um presente. Na minha família adoptámos este sistema, de há uns anos para cá, principalmente para os presentes das crianças. Em vez de 7 ou 8 presentes, cada criança recebe um, de um grupo de familiares.

3. Embrulhem os presentes à medida que os vão comprando. Não deixem esta tarefa para a véspera do Natal, altura em que terão outras preocupações. É importante viver o Natal sem stress ou ansiedades.

4. Personalizem os papéis de embrulho dos vossos presentes. Usem carimbos, colagens, jornais, os desenhos das crianças, entre outras ideias. Estas pequenas coisas ajudam a transformar cada lembrança em algo especial.

5. Aproveitem os saldos ou os dias de descontos para comprarem embalagens para os presentes feitos em casa ou para as decorações de Natal.

6. Organizem e envolvam as crianças em actividades que promovam os valores associados ao Natal. Preparem, por exemplo, um Calendário do Advento, peçam-lhes ajuda, com tarefas definidas, para decorar a casa e a árvore de Natal.

7. Reutilizem caixas de papel de produtos que compram ou que vos vão oferecendo para colocarem os presentes de Natal feitos em casa. Gosto de guardar caixas com tamanhos diferentes.

8. Reciclem ou reutilizem frascos de vidro. Guardem frascos com diferentes tamanhos e formatos. Podem usá-los para colocar presentes feitos em casa, como extractos - de baunilha, de café, de canela ou de laranja - açúcar ou sal aromatizado, bolachas, biscoitos, preparados para panquecas, compotas ou geleias, etc. ... Se forem grandes, podem usar para colocar o bolo no frasco. Outra ideia, para quem oferece cabazes, é colocar num frasco, uma mistura de massas do mesmo tom, por exemplo massa fusilli em tons de laranja ou verde. Fica tão giro!

9. Façam ou decorem as etiquetas para os vossos presentes de Natal. As feitas por nós têm muito mais piada do que as de compra e ajudam a personalizar os presentes.

10. Visitem mercados de Natal para fazerem as compras. Em Lisboa, recomendo o de Alvalade, que decorre na Avenida da Igreja. Aqui encontram facilmente pequenos produtores e produtos regionais, muito originais.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

Workshop Bacalhau da Noruega para o Dia-a-dia


No sábado, dia 14 de Dezembro de 2019, em Lisboa, no Lisbon Cooking Academy, das 16h30 às 19h30 iremos ter o workshop Bacalhau da Noruega para o Dia-a-dia. O bacalhau é o fiel amigos dos portugueses, faz parte da nossa tradição gastronómica de norte a sul do país. O bacalhau faz parte das nossas mesas de festa, como o Natal e a Páscoa, mas é também ingrediente de mil e uma receitas para o dia-a-dia.

Bacalhau da Noruega para o Dia-a-dia vai ser um workshop muito especial, onde teremos a oportunidade de confeccionar várias receitas com bacalhau da Noruega, todas muito práticas e, que poderão servir de inspiração para os momentos em família, à volta da mesa ou, até para levar para o trabalho. Iremos preparar cerca de seis receitas, todas elas com este delicioso ingrediente.

Para cada uma das receitas, iremos usar partes diferentes do bacalhau, tentando mostrar a versatilidade deste peixe na cozinha. Para além disso, vamos falar sobre os diferentes tipos de corte do bacalhau, de como pode ser fácil e económico demolhar o bacalhau em casa, para além de dicas sobre o modo como o podemos congelar.

A Seafood From Norway vai oferecer convites duplos aos leitores do Cinco Quartos de Laranja para este workshop. O convite está feito. Quem quiser viver esta experiência deverá:

- Levar consigo um exemplar do meu livro Petiscos do Rio e do Mar;

- Inscrever-se através do preenchimento do formulário a seguir apresentado, até às 24h do dia 10 de Dezembro de 2019.

Serão seleccionados aleatoriamente 9 convites duplos para o workshop. Os contemplados serão contactados, a partir do dia 11 de Dezembro de 2019. Cada convite é válido para duas pessoas.

Sábado, dia 14 de Dezembro, vamos cozinhar com bacalhau? Inscrevam-se!



sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Bacalhau no forno com castanhas


Falta menos de um mês para o Natal. Uma das minhas épocas do ano preferidas. Natal é tempo de juntar a família, à volta da mesa, e seguir algumas tradições. Na minha família temos, sempre, nos doces, arroz-doce, sonhos, fritos de abóbora, bolo-rei e na noite da Consoada, o prato escolhido é sempre com bacalhau.

Deixo-vos, hoje, uma sugestão para a quadra festiva que se avizinha, bacalhau assado no forno com castanhas, que preparei para rubrica Pescanova. Espero que gostem.

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Meal prep, como cuidar dos nossos alimentos?


As pré-preparações para as refeições da semana são uma forma de rentabilizarmos o nosso tempo na cozinha. Ajudam-nos a poupar e a comer de forma mais equilibrada. No entanto, este método exige alguns cuidados, apesar de ser bastante flexível, e, obviamente, cada família deve adaptá-lo às suas necessidades.

Para quem quer começar, aqui ficam alguns passos:

1. Como começar?

A partir da agenda e rotinas da família, decidam o que vão cozinhar. Comecem aos poucos. Não queiram fazer muita coisa. Este é um método flexível, que devem adaptar às vossas necessidades. Sempre que puderem cozinhem em quantidade e congelem. Escolham um dia da semana, reservem duas a três horas e preparem o que decidiram confeccionar. Gosto de cozinhar por ingredientes e não pratos em si. Dá muito mais liberdade.


2. Como seleccionar as receitas?

Escolham as receitas que a família conhece. Aquelas que vocês sabem que vão correr bem e que todos gostam. Com a prática e para variar depois, aos poucos, começam a fazer os pratos que encontram nas revistas, nos livros ou nos blogues.


3. Meal prep, a lista de compras

É importante rentabilizar o que compramos, por isso depois de decidirem o que vão cozinhar, vejam os ingredientes que têm na despensa, no frigorífico ou no congelador. É importante dar destino ao que se tem antes de voltarmos a comprar.

Assinalem os produtos em fim de validade ou os frescos que se têm que consumir em primeiro lugar.

Depois de avaliarem o que têm e o que precisam de adquirir para confeccionar as receitas da semana, é muito mais fácil efectuar a lista de compras e, assim, evitar o desperdício.


4. Depois das compras, é importante cuidar dos nossos alimentos

- Na despensa. Guardem os alimentos fechados em caixas ou em frascos herméticos. Ajuda a evitar a propagação de pragas, por exemplo;

- No frigorífico. Separar, organizar, guardar e congelar, são tarefas que nos ajudam a cuidar dos nossos alimentos. E o frigorífico é, nestas tarefas, um excelente aliado;

- No congelador. Congelem a comida em caixas. Coloquem uma etiqueta a indicar o nome do prato e a data de congelação. Para congelar, podem usar também sacos próprios.

Sobre como cuido dos alimentos, assim que chego das compras, vejam este meu vídeo do projecto Samsung Meal Prep e a minha participação no programa A Praça da Alegria da RTP, onde apresentei vários exemplos e dicas.


5 receitas para quem quer começar a praticar meal prep:
- Queques de bacon recheados com ovo cozido ;
- Granola com tâmaras caju e chocolate;
- Creme de couve-flor com abóbora e cenoura;
- Pasta de salmão;
- Coelho estufado com cerveja.

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Sandes com pasta de salmão


Os finais de ano são sempre alturas em que, felizmente, tenho mais trabalho. Entre workshops, testar e rever receitas, palestras, as idas, às segundas-feiras, ao programa Praça da Alegria da RTP, reuniões em várias partes da cidade, paragens no trânsito ... A verdade, é que há dias, em que chego a casa e quero um lanche grande, quase como se fosse uma refeição.

Para esses dias faço, muitas vezes, tostas ou então sandes generosas que saciem. Há uns tempos atrás, aproveitando a pasta de salmão de uma das pré-preparações da semana, fiz uma sandes a que juntei muitos verdes. Este tipo de sandes, sabe tão bem!

terça-feira, 26 de novembro de 2019

Granola de Natal com chocolate ruby


Já se contam os dias para a chegada do Natal, uma das épocas mais bonitas do ano. Cá por casa, começámos a pensar nas etiquetas e nos presentes de Natal. Todos os anos ofereço coisas de comer. Os presentes feitos por nós são sempre tão especiais e únicos.

Quando a Fula me desafiou a preparar uma receita com o óleo grainha de uva Fula Nativos, pensei logo num presente de Natal. O óleo de grainha de uva dá para cozinhar, temperar, fritar e até para fazer bolos e bolachas. Muito versátil, por isso, decidi usá-lo numa deliciosa granola com sabores associados à época do ano que se avizinha, como o limão, a canela e o gengibre. Para além disso, juntei-lhe arandos e pedaços de chocolate ruby, que é uma variedade de chocolate. Penso que fica um presente de Natal bonito e colorido.

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Workshop Celebrar o Natal com Parmalat, no Porto


Começamos a contar os dias para a chegada da época mais bonita do ano. Por isso, vamos celebrar! No sábado, dia 7 de Dezembro de 2019, vamos ter dois workshops Celebrar o Natal com Parmalat, que irão decorrer no Porto, no WORK espaço criativo. O primeiro workshop terá lugar de manhã, das 10h30 às 13h30 e o segundo, realizar-se-á à tarde, das 15h30 às 18h30.

Iremos preparar receitas práticas alusivas à quadra festiva que se aproxima, em que cada uma delas terá como ingrediente um produto Parmalat. Iremos encher a nossa mesa de festa com entradas, pratos principais e sobremesas. Vamos confeccionar cerca de seis receitas. As receitas serão iguais em ambos os workshops.

Aproveitem esta oportunidade. Serão workshops muito especiais e únicos. No final, degustaremos todos os pratos confeccionados em jeito de festa.

A Parmalat vai oferecer convites duplos aos leitores do Cinco Quartos de Laranja para ambos os workshops. O convite está feito. Quem quiser participar e viver esta experiência, deverá:

- Levar consigo um exemplar do meu livro Petiscos do Rio e do Mar;

- Inscrever-se através do preenchimento do formulário a seguir apresentado, até às 24h do dia 3 de Dezembro de 2019.

Serão seleccionados aleatoriamente 9 convites duplos por workshop. Os contemplados serão contactados, a partir do dia 4 de Dezembro de 2019. Cada convite é válido para duas pessoas.

Sábado, dia 7 de Dezembro, vamos Celebrar o Natal com Parmalat! Inscrevam-se!


sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Frango com camarão e molho cremoso de nata com caril


O Outono pede comida de conforto. Nos dias de chuva e frios, um prato de comida a fumegar é, verdadeiramente, reconfortante. Nesta altura do ano, privilegio os assados no forno, as sopas ou a chamada comida de tacho.

Depois de um dia de trabalho, termos na mesa um prato que nos aquece o corpo e alma, sabe mesmo bem. Quando a Parmalat me desafiou a preparar uma receita com a sua nata com caril, decidi fazer um prato delicioso, perfumado e que, por certo, fará muitos sorrisos à mesa. É daqueles pratos que toda a gente gosta, em que juntamos os sabores do mar com os sabores da terra e que nos permite viajar por paragens distantes, a cada garfada.

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Meal prep, a lista de compras


Pré-preparar as refeições da semana é um método que nos ajuda a comer de uma forma mais equilibrada, a poupar e a rentabilizar a comida que compramos. A mim, permitiu-me incluir mais legumes nas minhas refeições, a ter lanches mais saudáveis e pequenos-almoços mais equilibrados. Ajudou-me a mudar a minha alimentação.


1. Como começar?

A partir da agenda e rotinas da família, decidam o que vão cozinhar. Comecem aos poucos. Não queiram fazer muita coisa. Este é um método flexível, que devem adaptar às vossas necessidades. Sempre que puderem cozinhem em quantidade e congelem. Lembrem-se que o frigorífico é o grande aliado das pré-preparações para as refeições da semana.


2. Como seleccionar as receitas?

Escolham as receitas que a família conhece. Aquelas que vocês sabem que vão correr bem e que todos gostam. Com a prática e para variar depois, aos poucos, começam a fazer os pratos que encontram nas revistas, nos livros ou nos blogues.


3. Lista de compras

Depois de escolherem as receitas ou os ingredientes a cozinhar, façam a lista de compras. Mas antes, verifiquem os ingredientes que têm na despensa, se há algum em fim de validade a que é preciso dar destino. Ver, também, o que têm no frigorífico e no congelador. Por vezes, temos sobras ou produtos congelados suficientes para as nossas pré-preparações.

Rentabilizar o que compramos é um dos objectivos das pré-preparações para as refeições da semana. De semana para semana, a lista de compras pode e deve variar. Não precisamos de comprar sempre as mesmas coisas, nem as mesmas quantidades.

Fazer a lista de compras é essencial. É uma forma de sabermos o que precisamos de comprar e com que finalidade. Evitando assim as compras impulsivas ou a aquisição de ingredientes desnecessários.

As pré-preparações para as refeições da semana ajudam a evitar o desperdício alimentar.

5 receitas para quem quer começar a praticar meal prep:
- Granola de coco;
- Creme de brócolos com canónigos;
- Carne de coelho à bolonhesa;
- Frango estufado com tomate;
- Gelatina de papaia com iogurte.

quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Creme de couve-flor com abóbora e cenoura


Adoro sopas. Vivemos numa época em que, felizmente, temos uma grande variedade de produtos, à venda, incluindo frescos. Por isso, variarmos as nossas sopas é um imperativo.

Todas as semanas, faço, pelo menos uma, sopa. Cá em casa, gostamos de começar as refeições com um prato de sopa e há dias, em que a sopa, só por si, é a refeição.

As sopas sabem bem durante o ano todo, mas agora, no Outono e no Inverno, sabem ainda melhor. Deixo-vos, hoje, a receita de um creme de couve-flor com abóbora e cenoura. Um prato de sopa a fumegar num dia de Outono, frio e chuvoso, sabe tão bem! Reconforta-nos a alma.

terça-feira, 19 de novembro de 2019

Pasta de salmão


Rentabilizar o que cozinho, é muitas das vezes, um dos meus lemas. Por outro lado, a comida que temos em casa é fruto do nosso investimento, é o nosso dinheiro, e por este e muitos outros motivos, só faz sentido aproveitar tudo o que temos. Quando nos sobra carne de uma refeição, temos quase sempre ideias sobre o destino que lhe queremos dar. Optamos tantas vezes por saladas, sandes, wraps, um à Brás ou omeletes. E quando as sobras são de peixe?

Na cozinha, a ideia é não desperdiçar. Deixo-vos, hoje, uma receita muito prática para quando têm sobras de salmão cozido ou assado. Pode ser servida como entrada num dia de festa ou para uma refeição ligeira em família.

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Workshop Celebrar o Natal com Parmalat, em Lisboa


O Natal é uma das épocas mais bonitas do ano. Por isso, vamos celebrar! No sábado, dia 30 de Novembro de 2019, vamos ter dois workshops Celebrar o Natal com Parmalat, que irão decorrer em Lisboa, no Lisbon Cooking Academy. O primeiro workshop terá lugar de manhã, das 10h30 às 13h30 e o segundo, realizar-se-á à tarde, das 15h30 às 18h30.

Iremos preparar receitas práticas alusivas à quadra festiva que se aproxima, em que cada uma delas terá como ingrediente um produto Parmalat. Iremos encher a nossa mesa de festa com entradas, pratos principais e sobremesas. Vamos confeccionar cerca de seis receitas. As receitas serão iguais em ambos os workshops.

Aproveitem esta deliciosa oportunidade. Serão workshops muito especiais e únicos. No final, degustaremos todos os pratos confeccionados em jeito de festa.

A Parmalat vai oferecer convites duplos aos leitores do Cinco Quartos de Laranja para ambos os workshops. O convite está feito. Quem quiser participar e viver esta experiência, deverá:

- Levar consigo um exemplar do meu livro Petiscos do Rio e do Mar;

- Inscrever-se através do preenchimento do formulário a seguir apresentado, até às 24h do dia 26 de Novembro de 2019.

Serão seleccionados aleatoriamente 9 convites duplos por workshop. Os contemplados serão contactados, a partir do dia 27 de Novembro de 2019. Cada convite é válido para duas pessoas.

Sábado, dia 30 de Novembro, vamos Celebrar o Natal com Parmalat! Inscrevam-se!


sexta-feira, 15 de novembro de 2019

O workshop Natal com Activa Vita D, em Lisboa, foi assim


A Activa Vita D é levedura de padeiro seca, enriquecida com vitamina D, isenta de glúten. Esta vitamina, essencial à saúde humana, é sintetizada pelo nosso corpo depois da exposição solar directa. Mesmo vivendo num país com muitos dias de sol, não nos expomos assim tanto à luz solar, ao longo do ano, como seria de esperar. Em casa, podemos usar a Activa Vita D nas nossas massas. Esta levedura tem sabor neutro.

As massas lêvedas são sempre um desafio. Mas quando as compreendemos, começa a acontecer magia. Conseguirmos colocar pão feito por nós na mesa, para a família, é um acto de amor, de partilha. No passado dia 2 de Novembro, dia em que se comemora o Dia Internacional da Vitamina D, teve lugar o workshop Natal com Activa Vita D, cá em Lisboa.

Aos poucos começamos a preparar o Natal. As massas lêvedas costumam fazer parte desta quadra festiva e neste delicioso workshop procurámos preparar várias receitas a pensar nos dias de festa que se avizinham. Preparámos massas doces e salgadas.


Durante cerca de quatro horas, preparámos tanta coisa boa! Começámos por fazer mini bolos-rei. Estes bolos podem ser uma opção para colocar na mesa de Natal ou para oferecer. Dentro de uma embalagem bonita tornam-se um presente tão especial.

Fizemos bolo rainha, que é também uma boa escolha para colocar na mesa de Natal. Preparámos um bolo coroa de Natal e uma coroa recheada com creme de avelãs. Ficaram lindas!

Mas a mesa de Natal não vive, só, de doces. Preparámos duas massas lêvedas salgadas que podem ser servidas como entrada na quadra que se avizinha. Preparámos pão com queijo, mais precisamente, bolinhas de pão com tomilho e alecrim com um queijo Camembert no centro. Para além de surpreender, fica tão bom!


Uma das estrelas deste workshop foi um magnífico bolo-rei salgado. Para além de ser uma verdadeira tentação, fica lindo e muito saboroso.

No final do workshop, degustámos tudo o que foi preparado entre muitas conversas e boa disposição. Estes momentos de convívio são uma forma de construirmos memórias.

Um muito obrigada a todos os que participaram neste evento. Um agradecimento especial à Lallemand e à Activa Vita D por nos terem proporcionado esta experiência única!

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Meal prep, como seleccionar as receitas?


Meal Prep é um método que nos ajuda a organizar e a preparar as refeições da semana. Neste método podemos cozinhar as refeições para todos os dias da semana ou, podemos pré-preparar componentes e depois conjugá-los. Esta é a linha que eu sigo e que vos aconselho, porque me dá mais liberdade de escolha. Por exemplo, estufamos carne, cozemos massa, e assamos legumes no forno. Num dia, sirvo a carne com a massa e uma salada. No outro, sirvo-a com a massa e os legumes. E ainda consigo no dia seguinte, fazer uma frittata juntando tudo. Para mim, uma das grandes vantagens deste método é conseguirmos rentabilizar a comida que pré-preparámos usando-a em mais do que uma refeição, variando o que comemos.

Fazer pré-preparações, no início, pode parecer intimidatório. Por onde começar? Que receitas preparar? - são algumas das questões que colocamos logo.


Como seleccionar as receitas?

1) Comecem por anotar as receitas preferidas da família;

2) Procurem novas receitas e ideias em revistas, livros ou em blogues. No Cinco Quartos de Laranja encontram mais de 3.000 receitas para se inspirarem. Podem, também, consultar alguns dos meus livros, cheios de receitas práticas. Por exemplo, o Cozinha para Dias Felizes, Delicioso Piquenique ou O Livro de Petiscos da Isabel.

Comecem com receitas que conhecem e que a família gosta. É mais fácil, do que começar com receitas novas ou com ingredientes que não estão habituados. Simplificar, é uma das palavras chave para quem quer começar a fazer as pré-preparações para as refeições da semana.

Não queiram fazer, logo, muita coisa. Comecem aos poucos. Ganhem prática. Na primeira semana, façam uma sopa. Assem carne ou peixe. Cozam uma massa. Façam gelatina ou fruta assada a pensar nas sobremesas ou nos lanches. Para quem vai começar, poderá já ser o suficiente. Na semana seguinte, cozam ovos, lavem e preparem legumes para as saladas. Cozinhem em doses extra e congelem. Aos poucos, ganham confiança e começam também a perceber, de forma mais eficaz, as necessidades alimentares da família.


5 receitas para quem quer começar a praticar meal prep:
- Sopa de agrião;
- Bolonhesa de atum;
- Caril de lentilhas;
- Choquinhos guisados com tomate;
- Massa com atum e ervilhas.


No próximo dia 16 de Novembro de 2019, das 10h às 13h30, irá decorrer no Porto, o workshop Pré-preparações das Refeições da Semana no WORK espaço criativo. As inscrições já se encontram abertas.

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Bacalhau com amêijoas e grão-de-bico


Nos últimos dias, tenho andado de um lado para o outro. Na passada sexta-feira fui para a Praia da Vitória, na Ilha Terceira, para participar no festival literário Outono Vivo. Para além de uma entrevista para o programa Atlântida, apresentado por Sidónio Bettencourt, tive ainda a possibilidade de falar do livro Petiscos do Rio e do Mar, feito em co-autoria com Virgílio Nogueiro Gomes. Regressei no domingo à noite, mas antes, deliciei-me com o bom tempo e com muitas das coisas boas que a Ilha Terceira nos tem para oferecer.

Na segunda-feira, rumei para o Porto. Voltei ao programa Praça da Alegria para confeccionar um perfumado caril de peru com abóbora e lentilhas vermelhas. Viram? É um prato de conforto para esta altura do ano.

Ao regressar, ontem, a casa, decidi preparar uma receita que se faz, num abrir e fechar de olhos. Sempre que posso gosto de ter pré-preparações já feitas ou comida no congelador à espera de dias em que não tenha tempo para estar na cozinha. Para além disso, gosto de ter, também, alguns ingredientes que me permitam preparar uma refeição rapidamente. Todos os anos faço molho de tomate e congelo em doses. Gosto de demolhar e congelar bacalhau. Gosto de ter algumas embalagens de produtos congelados que considero práticos no momento de cozinhar, principalmente nos dias em que temos pouco tempo, como ervilhas, couves de Bruxelas, milho, salmão, amêijoas ou bacalhau desfiado fresco.

As nossas cozinhas reflectem a nossa vida. Há dias, em que queremos que a comida chegue à mesa com um estalar de dedos. Se tivermos preparados, conseguimos!

segunda-feira, 11 de novembro de 2019

Granola com tâmaras, chocolate e caju


O pequeno-almoço é uma refeição que valorizo. Por norma, gosto de tomar o pequeno-almoço em casa. E quando sei que de manhã vou ter pouco tempo, costumo deixar logo tudo preparado de véspera.

Para os pequenos-almoços costumo fazer panquecas, waffles, pudins de chia, overnight oats. Gosto de ter no frigorífico ovos cozidos, iogurte e queijos. Na despensa, procuro ter flocos de aveia e granola.

A granola é, muitas vezes, feita por mim. Ao fazermos a nossa comida, temos a vantagem de escolhermos os ingredientes e decidirmos, neste caso, por exemplo, se queremos mais ou menos doce, mais ou menos frutos ou frutas secas. Podemos juntar mais canela, gengibre, raspa de um citrino, entre muitas outras hipóteses. Fazermos em casa a nossa granola permite-nos variar as combinações e ajustá-las ao nosso gosto.

Para os pequenos-almoços ou lanches da semana, deixo-vos uma receita de granola com tâmaras, chocolate e caju. Fica deliciosa.

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Creme de cenoura e cherovia assadas


Ir ao Porto é, sempre, tão gratificante. Ontem, voltei para participar no programa Praça da Alegria da RTP. Preparei um prato rápido para o jantar. Depois de um fim-de-semana prolongado, sabe bem colocar o jantar, na mesa, para a família, sem perder muito tempo.



A comida tem o poder de nos inspirar, reconfortar. Consegue trazer alegria aos nossos dias. Sempre que viajo, uma das coisas que quero comer, assim que chego, é sopa. Um prato de sopa, feita com legumes, é verdadeiramente mágico.

Gosto de ir variando as minhas sopas. Na última que fiz, juntei cherovias e cenouras. Ficou tão boa! As sopas de legumes assados ficam ainda mais saborosas.

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Bolo de chocolate com azeite


No dia 1 de Novembro, celebra-se o Dia Mundial do Veganismo ( World Vegan Day ). Segundo a Wikipedia, « Veganismo é uma ideologia de vida que procura excluir, na medida do possível e do praticável, todas as formas de exploração animal, seja na alimentação, vestuário ou qualquer outro meio. Os veganos não consomem alimentos de origem animal, como carne (incluindo peixes, moluscos e insetos), laticínios, ovos e mel - além de evitar materiais derivados de animais, produtos testados em animais e lugares que usam animais para entretenimento ».

Faço uma alimentação omnívora, de inspiração mediterrânica e atlântica, que inclui carne, peixe, cereais e legumes. No entanto, tento, muitas vezes, fazer refeições sem carne e sem peixe. Como sabem, sou uma defensora do consumo de legumes. Até os costumo incluir nos meus pequenos-almoços.

Para assinalar esta data, a Oliveira da Serra desafiou-me a preparar uma receita. Resolvi fazer um tentador bolo de chocolate com azeite!