sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Vamos fazer pão: Pão de trigo com massa-mãe


Fazer pão é maravilhoso. E se for pão feito com massa-mãe, ou fermento natural, torna-se ainda mais especial. Das minhas experiências, uma das coisas que sinto é que nos viciamos um bocadinho no sabor do pão feito apenas com um fermento natural.

Desde que comecei a fazer pão que me apaixonei pelas massas. Quando faço uma massa e fica a fermentar durante a noite, sou capaz de acordar mais cedo do que o habitual, só para ver como está a correr. Se levedou bem. Há como que um encanto infantil, genuíno, ao ver uma massa a crescer, cheia de vida, de força. Uma massa feita por nós. Criada. Alimentada. Trabalhada pelas nossas mãos, é algo tão precioso e único!

Fazer pão é um acto que ultrapassa os gestos e a técnica. Fazer pão é uma actividade que nos envolve emocionalmente. O pão feito por nós é mesmo muito especial. Já agora, relembro que no dia 17 de Fevereiro 2018, à tarde, no Porto vamos ter o workshop Vamos Fazer Pão? Conto convosco?



Pão de trigo com massa-mãe
( adaptado de Artisan Sourdough Made Simple de Emilie Raffa )

Ingredientes:
500 g de farinha de trigo T65
50 g de fermento natural
400 ml de água morna
9 g de sal


1. Dissolver o fermento natural na água morna.

2. Juntar a farinha e o sal. Mexer. Tapar a taça e deixar descansar 20 minutos.

3. Esticar e dobrar a massa 4 vezes, de 20 em 20 minutos.

4. Deixar levedar durante 9 a 10 horas à temperatura ambiente. Faço à noite e cozo na manhã seguinte.

5. Com a ajuda de um pouco de farinha, enrolar um pão redondo. Colocar num cesto. Tapar e levedar durante 1 hora ao frigorífico para estabilizar a estrutura da massa.

6. Retirar a massa do frio enquanto se aquece o forno, com um tacho de ferro fundido lá dentro, a 230ºC.

7. Colocar a massa no tacho. Tapar e cozer durante 30 minutos.

8. Retirar a tampa do tacho e deixar ganhar cor durante 15 a 17 minutos.

3 comentários :

  1. Inspirada pelo blog, decidi experimentar fazer fermento natural. É absolutamente mágico!! Ontem fiz o meu primeiro pão com ele, com base em tudo o que aprendi por aqui, e ficou maravilhoso. Partilho a 100% esse "encanto infantil" de que fala. Obrigada por partilhar e espalhar a paixão pelo pão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lilia,
      nem imagina como o seu comentário me deixou contente.
      Muito obrigada.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Olá tenho uma amiga cuja filha e alérgica ao glúten, com sensibilidade extrema. Conhece alguma receita de pao sem glúten para ela fazer para a filha? Desde agradeço a tua atenção. Fiz o seu pao de trigo e espelta e adorei. Obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar