Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Batatas fritas com alecrim


Um destes fins-de-semana o Ricardo e eu ficámos por casa. Às vezes sabe-nos bem pararmos um pouco e termos tempo para nós. Vamos ao mercado juntos, lemos e comentamos as notícias da actualidade, rimos, organizamos as coisas da casa, fazemos um almoço mais demorado ou um lanche com alguma coisa mais especial. Uma das coisas que preparei num momento desses foi umas batatas fritas, crocantes, ligeiramente picantes e com um aroma delicioso a alecrim. Como estava quente, acompanhámos estas batatas com uma cerveja bem fresca. Soube-nos tão bem este petisco!


Batatas fritas com alecrim

Ingredientes para 2 pessoas:
2 batatas
2 batatas roxas
2 hastes de alecrim
Sal e pimenta de caiena q.b.
Óleo de amendoim q.b.


1. Lavar muito bem as batatas e deixá-las dentro de água com a casca durante uma a duas horas.

2. Picar as folhas de alecrim. Misturar as folhas picadas numa taça com sal e uma pitada de pimenta de caiena. Reservar.

3. Cortar as batatas com a casca, em rodelas finas, com uma mandolina. Passar as batatas cortadas por água e secá-las.

4. Aquecer o óleo numa frigideira. Quando estiver quente, fritar as batatas. À medida que se fritam, deixar a escorrer em papel absorvente.

5. Polvilhar as batatas com a mistura de alecrim ainda quentes.


As batatas roxas demoraram um pouco mais a fritar do que as brancas. Algumas quando as tirei, ainda estavam moles no centro. Se vos acontecer, é voltar a colocá-las na frigideira para fritarem mais um pouco. Eu adoro o sabor do alecrim e do picante dado pela pimenta nestas batatas. Fica tão bom. E claro, este é daqueles petiscos que não dura muito tempo na mesa!

21 comentários :

  1. me encanta, lo tengo que hacer
    http://senoritamandarina.blogspot.com.es/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Señorita Mandarina,

      espero que goste.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Muito bom :)
    Uma vez fiz, no forno uns chips de Inhame e Beterraba que ficaram parecidos :)
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dora,

      no meu livro Delicioso Piquenique tenho uns chips de batata-doce e beterraba no forno. Tão bons.
      Já tentei desidratar a batata roxa no forno para fazer chips, mas não gostei do resultado. Ficam muito duras, sem estarem crocantes. Assim fritas, gostei muito mais.
      Fiquei curiosa com os de inhame. Ver se experimento.
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Selene,

      obrigada. Fica um prato muito bonito, colorido.
      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Jú,

      as cores das batatas ajudam. Quem não conhecer, vai achar curioso.
      E depois com o sabor do alecrim e o toque picante da caiena, ficam mesmo muito boas.
      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Tenho sempre medo ao escolher batata doce já me acontecer não estar boa não sei bem como se vê . Mas adoro tem um sabor magnifico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcia,

      também sou fã de batata-doce. Nunca me aconteceu a batata-doce não estar boa, mas ao escolher, optar por batatas sem manchas ou cortes e que estejam firmes.
      Um beijinho.

      Eliminar
  6. Adoro essas batatinhas, mas a roxa desconheço. Também costumo deixar em água e sal, mas já cortadas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla,
      deixei em água porque as usei com a casca, e não sei que produtos lhe colocaram para prevenir o aparecimento de pragas.
      A roxa encontra-se à venda, nos últimos tempos, no Pingo Doce. Encontras também no supermercado do El Corte Inglés ou em mercados/lojas de produtos biológicos.
      Um beijinho.

      Eliminar
  7. Olá Laranjinha, resolvi experimentar fazer risotto, e correu bem, mas no outro dia na formação de doces tradicionais na work it falou de um risotto que apresentou numa formação na Ikea que levava um determinado vinho! Que vinho é esse? E já agora essa receita está aqui no blog? Beijinhos Fátima Silva

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fátima,
      o vinho que usei nesse risotto foi Grão Vasco branco. Essa receita que fiz no IKEA não está no blogue. Mas é um risotto com curgete ralada, fininha, e camarão. Faz-se o refogado com cebolas ou chalotas picadinhas, dois dentes de alho. Depois de juntar o arroz e de o refrescar com o vinho, junta a curgete ralada. Vai acrescentado o caldo. Uns minutos antes de retirar do lume, junta o camarão descascado. Finaliza com manteiga e queijo ralado. Tão bom!

      Um beijinho.

      Eliminar
    2. Muitissimo obrigada... esse risotto vai fazer sucesso!!! Beijinhos e boa semana

      Eliminar
  8. Bom, isto é mesmo a minha cara, batatas e alecrim!!!! Acho que vou ter de fazer brevemente, mas sem a batata roxa pois nunca encontro eheheh.
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Miranda,

      eu costumo encontrar a batata roxa no Pingo Doce, Super Cor ou em mercados / lojas de produtos biológicos. Não é fácil, mas já vai aparecendo.
      Espero que gostes.
      Um beijinho.

      Eliminar
  9. Uma vez, experimentei fazer as batatas desta forma, mas ficaram moles rápidamente. :-(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para este tipo de receita, é importante que as batatas sejam cortadas finas. Aconselho o uso da mandolina. Depois passá-las por água depois de já cortadas. Até pode deixar ficar em água durante 30 minutos. Depois secá-las muito bem, com papel absorvente ou até com um pano. Fritá-las e escorrê-las bem. Caso note, assim que as tira, que estão moles, volte a fritá-las novamente.

      Eliminar
  10. Desde que tenho a Actifry que já experimentei batatas com as mais variadas especiarias. Ficam sempre maravilhosas!
    Nunca encontrei à venda batatas roxas. São lindas.

    ______________________
    Ana Teles | blog: Telita na Cozinha

    feedly - bloglovin' - Facebook



    ResponderEliminar
  11. Uma delicia!
    Simplesmente fantástico ... muito bom,
    parabéns e gratidão por esta partilha tão boa!
    Beijinho

    ResponderEliminar