10h30 - 13h00      Conservas Portuguesas na Ementa
 
15h00 - 17h30      Doçaria Tradicional Portuguesa
Inscrições limitadas   work@sott.pt   91 700 1802 espaço WORK IT

segunda-feira, 30 de Outubro de 2006

Costeletas de cebolada

Descascar e cortar às rodelas, para um tacho, 2 cebolas. Juntar 3 alhos esmagados. Regar com azeite e levar ao lume até a cebola "quebrar". Adicionar 1 lata (400g) de tomate em pedaços e deixar cozinhar um pouco.

Juntar as costeletas de porco (eu fiz com 6 costeletas do lombo), temperar com sal, pimenta, 1 piripiri, uma folha de louro e um pouco de vinho branco a gosto. Tampar e deixar cozinhar. É conveniente ir vigiando a cozedura.

Eu como gosto do sabor do pimento na comida, juntei, quando coloquei o tomate, 1/2 pimento cortado às tirinhas.

Acompanhar com batata cozida e outros vegetais a gosto.

Já há muito que não fazia as costeletas assim. É um prato de confecção rápida e torna-se muito agradável comer os vegetais com o molho da carne.

Este prato faz-me lembrar os cozinhados que a minha mãe fazia quando eu era miúda. As costeletas de cebolada, o arroz de coelho, as sopas de carne, eram alguns dos seus pratos do dia-a-dia, que recordo de modo bastante agradável.

domingo, 29 de Outubro de 2006

A cozinha e a arte

O Merceeiro, 1731
Willem van Mieris (1662 - 1747)

segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

Lacinhos com roquefort e nozes


Ontem para o jantar fiz esta massa que achei deliciosa.

1. Coloquei 250g de massa em laços a cozer em água com um pouco de sal.

2. Numa frigideira larga coloquei 2 colheres sopa de azeite e levei ao lume.

3. Quando o azeite estava quente, coloquei 50g de bacon e 30 g de presunto tudo cortado em tiras pequenas e deixei saltear um pouco. De seguida juntei uma lata das grandes de cogumelos previamente escorridos e deixei cozinhar um a dois minutos, mexendo de vez em quando.

4. Juntei um pacote de natas de soja, 150g de queijo Roquefort cortado aos pedaços e aproximadamente 100g de nozes aos pedaços grosseiros. Temperei com um pouco de pimenta e sal a gosto. Mexi e deixei cozinhar mais um pouco.

5. Antes de servir juntei um raminho de coentros picados e polvilhei com queijo parmesão.

Só vos digo, uma verdadeira delícia.

Este prato foi acompanhado com um Vinho da Defesa tinto da Herdade do Esporão.

domingo, 22 de Outubro de 2006

Lulas Salteadas com legumes e algas

Ingredientes:
50 g de algas pretas
água
4 colheres de sopa de azeite
800g de lulas limpas e cortadas
1 embalagem de mistura chinesa de vegetais
2 colheres de sopa de molho de soja
1 colher de chá de farinha Maizena
60g de açúcar
Molho de ostra

1. Colocar as algas de molho, em água, para hidratarem.

2. Colocar uma frigideira larga ao lume com o azeite. Deitar as lulas e deixá-las saltear, mexendo de vez em quando, até já estarem macias.

3. Escorrer o líquido que as lulas deitaram para uma taça. Levar novamente a frigideira ao lume, agora com os legumes e as algas escorridas. Deixar cozinhar até os legumes estarem cozidos, mexendo de vez em quando.

4. Juntar ao caldo das lulas o molho de soja, o açúcar e a farinha Maizena. Juntar um pouco de água para ajudar a farinha a dissolver-se. Mexer bem.

5. Adicionar o molho ao legumes, mexer e deixe cozinhar mais um pouco, 5 minutos no máximo.

6. Colocar as lulas num recipiente que possa ir à mesa, junte o preparado de legumes, adicione molho de ostra a gosto, mexer e está pronto a servir.

Estas lulas são óptimas acompanhadas com arroz branco.

P.S. 1 As algas encontram-se à venda no El Corte Inglés.

P.S.2 Receita com muita inspiração Vaqueiro. Um beijinho ao Pedro Duarte por esta e muitas outras ideias.

quinta-feira, 19 de Outubro de 2006

Borrego no forno com marmelos

Ingredientes
1 kg de carne de borrego (preferencialmente perna ou mão)
1 cebola
3 dentes de alho
4 marmelos
3 colheres de sopa de azeite
1 dl de vinho branco
1/2 chávena de água
4 colheres de chá de açúcar
2 folhas de louro
3 cravinhos
1 colher de sopa de massa de pimentão
1 colher de chá de colorau
Sal & pimenta

Preparar uma mistura com os alhos esmagados, o sal, o colorau, o pimentão, o louro em pedaços e o azeite. Barrar a carne com esta papa e deixar a marinar com o vinho branco de um dia para o outro.

Para assar o borrego, coloque-o num recipiente que possa ir ao forno. Espalhe por cima a cebola cortada às rodelas e os cravinhos. Temperar com pimenta a gosto e mais um pouco de azeite. Levar a assar.

Entretanto, lavar muito bem os marmelos e retirar-lhes as sementes, sem os abrir, com a ajuda da ponta de uma faca. Cozê-los em água até começarem a engelhar.

Deixar arrefecer um pouco os marmelos e coloque o açúcar no orifício feito anteriormente.

Na altura de virar a carne, juntar os marmelos e deixar acabar de cozinhar.

P.S. Receita Pingo Doce, com algumas alterações minhas.

quarta-feira, 18 de Outubro de 2006

Marmelada com Vinho do Porto


Lavar muito bem 2 kg de marmelos. De seguida, retirar as sementes, mas não descascar os marmelos e cortá-los em pedaços. Colocar os pedaços numa panela, onde já colocámos um pouco de água (que tape o fundo) e de seguida juntamos 2 kg de açúcar amarelo e vinho do Porto a gosto. Levamos ao lume. Quando o marmelo estiver cozido, trituramo-lo e deixamos o preparado ao lume para "apurar". É conveniente ir vigiando, pois este doce facilmente pode pegar ao fundo da panela.

Quando estiver pronto, retirar e colocar logo em recipientes. Não aconselho o uso de frascos, pois gosto de cortar a marmelada em tiras.

Aprendi esta receita numa aldeia na zona de Santarém.

P.S. Usei aproximadamente um cálice de Vinho do Porto nesta receita.

sexta-feira, 13 de Outubro de 2006

A cozinha e a arte


Os Quatro Elementos: Água
Joachim Beuckelaer

quarta-feira, 11 de Outubro de 2006

Folhados de marmelos e queijo chèvre


Ingredientes:
3 marmelos
40g de margarina
6 colheres de sopa de açúcar
1 pau de canela
8 quadrados de massa folhada
4 rodelas de queijo chèvre
2 colheres de sopa de mel
Água


1. Lavar, descascar e cortar os marmelos em gomos. Num recipiente que possa ir ao lume colocar a margarina, o açúcar, a canela e os marmelos borrifados com água. Deixar cozinhar até os marmelos estarem macios.

2. Ligar o forno e regulá-lo para os 220ºC.

3. Colocar quatros quadrados de massa folhada sobre um tabuleiro aproveitando como base o papel vegetal. Distribuir os marmelos cozinhados pelos quadrados de massa, por cima dos marmelos colocar 1 rodela de queijo chèvre e um pouco de mel. Pincelar a margem da massa com um pouco de água e cobrir com os outros quadrados de massa, fechando os quadrados. Abrir uns cortes na superfície da massa com uma faca.

4. Levar ao forno entre 20 a 25 minutos.


Estes folhados podem ser uma original entrada, óptima para esta altura, pois facilmente encontramos marmelos à venda. Gosto do contraste de sabores, entre o chèvre e o ácido do marmelo. Retirei esta receita da revista Saberes & Sabores, nº 140, de Outubro de 2005.

terça-feira, 10 de Outubro de 2006

Chévre em massa folhada

Ingredientes:
Massa folhada
Azeitonas pretas sem caroço
Alcaparras
Sal
Pimenta
Mostarda
1 Queijo Chévre
Molho Reggiana com tomate e cogumelos

Utilizar massa folhada em quadrados, à venda nos supermercados. Cortar cada folha de massa ao meio, de modo a fazer rectângulos. Colocar a massa num tabuleiro e levar a cozer com outro tabuleiro em cima, para que a massa não cresça.


Entretanto prepara-se o molho. Num recipiente colocar azeitonas pretas sem caroço, alcaparras, sal, pimenta e mostarda, e triturar tudo com a varinha mágica.

Retirar a massa do forno e deixar arrefecer um pouco. Barrar cada fatia de massa folhada com a pasta de azeitonas, de seguida com o molho de tomate e cogumelos e, por fim, dispor as rodelas de Chévre.


Levar novamente ao forno para gratinar um pouco.

Servir com salada e, quem gostar pode servir as tostas com um pouco de redução de vinagre balsâmico (crema all aceto balsamico di Modena) que coloquei no prato de apresentação.


P.s. Receita do Pedro Duarte e do Marco.

segunda-feira, 9 de Outubro de 2006

Sangria branca


Ingredientes:
1 maçã
2 l vinho branco
1,5l gasosa
6 colheres de sopa açúcar
2 paus de canela
1 ramo de hortelã

1. Num recipiente colocar 1 maçã cortada aos pedaços, sem caroço, mas com a casca.

2. Juntar o vinho branco fresco, a gasosa fresca, o açúcar (provar quando estiver a fazer, pois o açúcar deve ser colocado a gosto), os paus de canela e mexer o preparado muito bem.

3. Por fim, juntar um ramo de hortelã.


A sangria deve ser bebida bem fresquinha. Para além da maçã pode levar outras frutas (kiwi, pêssego, laranja, limão, etc.) portanto, frutas que não alterem a cor da sangria. Há também quem goste de colocar pimenta em grão, mas nunca experimentei.

sábado, 7 de Outubro de 2006

Muffins de chocolate com After Eigth e gelado de baunilha


Ingredientes:
2 dl de natas
60g de chocolate em barra
60g de margarina
80g de açúcar
200g de farinha
1 colher de chá de fermento em pó
1 ovo
6 After Eigth ou bombons de ginja


Derreter as natas com o chocolate partido em pedaços, a margarina e o açúcar no microondas.

Mexer este preparado e colocá-lo sobre a farinha com o fermento. Mexer com a batedeira até obter um creme homogéneo.

Juntar um ovo e mexer.

Untar com margarina e polvilhar com farinha 6 forminhas. Distribuir a massa pelas formas. No centro colocar um After Eight partido em 4.


Levar ao forno, previamente aquecido, durante 15 minutos.

Desenformar e servir com gelado de baunilha.

quarta-feira, 4 de Outubro de 2006

A cozinha e a arte

Os Quatro Elementos: Fogo
Joachim Beuckelaer