Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Creme de marisco


Cresci numa aldeia perto de Santarém. E uma das memórias que guardo com muito carinho é a das festas de casamento. Nas casas dos pais dos noivos vivia-se uma verdadeira azáfama. As cozinhas não paravam. Faziam-se os bolos em forma de ferradura para oferecer aos convidados no dia do casamento. Os padrinhos dos noivos recebiam um tabuleiro cheio de coisas doces, onde não faltava uma travessa de arroz doce enfeitado com canela. No dia do casamento, o menu da boda era sempre comentado. Houve uma altura, em que era habitual servirem em quase todos os casamentos, bacalhau à Brás e creme de marisco. Eram pratos que agradavam a todos, de uma maneira geral. A pouco e pouco as ementas foram sendo alteradas, mas confesso que estes pratos me deixaram boas recordações.

Hoje deixo-vos uma versão de creme de marisco, que adaptei de uma receita da chef Maria Genoveva, para quem como eu tem boas recordações desta sopa.


Creme de marisco

Ingredientes para 4 pessoas:
1 kg de camarão
2 cebolas
4 dentes de alho
1 dl de azeite
1 ramo de cheiros
1 malagueta vermelha
1 cenoura
30 g de talo de aipo
115 g de alho-francês sem rama
500 g de tomate chucha maduro
1 l de caldo de cozedura do camarão
1 dl de brandy
50 g de farinha de trigo
Sal e pimenta-preta q.b.
Salsa picada q.b.


1. Retirar as cabeças e as cascas ao camarão.

2. Retirar a tripa ao camarão e reservar.

3. Escaldar e pelar o tomate.

4. Colocar a farinha num tabuleiro e levar ao forno a 190ºC durante aproximadamente 35 minutos, até a farinha estar dourada, sem torrar.

5. Levar ao lume um tacho com as cebolas e os dentes de alho picados juntamente com azeite. Deixar frigir um pouco e adicionar o ramo de cheiros.

6. Quando a cebola estiver transparente, adicionar a cenoura e o aipo cortados em pequenos cubos, o alho-francês e a malagueta cortados finamente. Adicionar as cascas e as cabeças do camarão. Deixar cozinhar até os legumes estarem macios, mexendo de vez em quando, em lume brando. Esmagar com a colher-de-pau as cabeças do camarão.

7. Regar a mistura com o brandy e lançar fogo de modo a que o álcool evapore.

8. Levar ao lume o camarão descascado com um litro de água. Assim que o camarão estiver cozido, retirar. Reservar o camarão cozido.

9. Adicionar o caldo ao refogado. Juntar o tomate cortado em pedaços e temperar com sal e pimenta a gosto. Tapar o tacho e deixar cozinhar em lume médio durante 20 minutos.

10. Passar a mistura por um passe-vite ou triturar com a varinha mágica. Coar o caldo por um passador chinês.

11. Juntar a farinha e levar ao lume só até começar a fervilhar.

12. Juntar o camarão, previamente picado.

13. Servir o creme com um pouco de salsa picada.


Para o ramo de cheiros usei uma folha verde de alho-francês, um pedaço do talo de aipo, salsa e tomilho. Coloquei as ervas dentro da folha de alho-francês e atei. Podem juntar ao refogado, para além do tomate, uma colher de sopa bem cheia de polpa de tomate. Esta sopa pode ainda ser servida com croutons.

10 comentários :

  1. A minha mãe também é da zona do Ribatejo, por isso também eu tenho uma costela ribatejana; e parece que estou a reconhecer estas tradições casamenteiras: as ferraduras (ou bolos de cabeça), que se davam aos convidados, as travessas de arroz doce, as broas (se o casamento fosse nesta altura do ano), e os mais fantásticos menus de casamento. Não há casamentos como os ribatejanos, isso é um facto :)
    E sim, de facto o creme de marisco era quase obrigatório!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ovelha Negra,
      as ferraduras são um clássico dos casamentos. Ainda hoje, quando oferecem nos casamentos eu adoro.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. - Eu gosto de creme de marisco mas sempre achei um pouco complexo de fazer mas com gosto tudo se faz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marcia,

      eu já andava para fazer creme de marisco há algum tempo. Fiz num fim-de-semana, sem pressas. Para o dia-a-dia, é um pouco mais complicado.
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Adoro creme de marisco! Nunca o fiz. O teu ficou com uma cor mesmo apelativa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sunflower,

      já tinha saudades de comer creme de marisco e um destes dias, pensei, é hoje! Ficou óptimo.
      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Adoro creme de marisco; o seu está a pedir que o comam!...

    ResponderEliminar
  5. Respostas
    1. Selene.

      obrigada. Dá um pouco de trabalho, mas o resultado final fica muito saboroso.
      Um beijinho.

      Eliminar