sexta-feira, 20 de Maio de 2011

O bolo da tia Rosa, da receita ao blogue ...


Hoje vou vos contar uma pequena história. E como todas as histórias, esta também começa com um "Era uma vez".

Era uma vez um bolo conhecido na família da Manuela - uma senhora simpática, cheia de ternura e de olhos alegres - como o bolo da tia Rosa. Um bolo especial. Cheio de memórias e recordações. Um bolo que fica grande e combina muito bem com um chá a meio da tarde ou com o café da manhã.

A história não é muito grande, mas o que é certo é que o bolo da tia Rosa também começou a fazer parte da minha família. Não tem havido fim-de-semana que visite a minha mãe e uns tios da parte do meu pai, que não leve este bolo. E toda a gente adora. Quando digo que o bolo é o bolo da tia Rosa, o meu pai diz-me sempre: - Da tia Rosa? E conta-me a história de uma tia Rosa, dona de um restaurante, no Alentejo, onde ele ia há muitos, muitos anos atrás e cozinhava um ensopado de borrego de chorar por mais. É tão engraçado ver como a comida nos une a todos, não é?

Mas a história não termina aqui. Entre trocas de eMails com a Manuela, eis que um destes dias me diz que o bolo da tia Rosa é agora também um blogue. Fiquei tão contente. Nem imaginam o que gostei de saber que o bolo da tia Rosa se transformou num blogue.


Ingredientes:
6 ovos
raspa de 1 limão
raspa de 1 laranja
sumo de 2 laranjas
300g de farinha com fermento
500g de açúcar
1 pitada de sal
margarina ou spray para untar a forma


1. Partir os ovos, separando as claras das gemas.

2. Bater as gemas com o açúcar. Adicionar as raspas de laranja e de limão e o sumo de laranja. Mexer bem.

3. Adicionar a farinha.

4. Bater as claras em castelo com uma pitada de sal.

5. Envolver as claras no preparado anterior.

6. Untar um forma de buraco com margarina ou usar o spray. Colocar a massa na forma e levar ao forno pré-aquecido a 200º C durante 30 minutos.


Aqui vos deixo a receita do bolo da tia Rosa, a que fiz pequeníssimas alterações, e o convite a descobrirem o blogue com o mesmo nome, da Manuela.

13 comentários:

  1. Laranjinha,
    Que história amorosa... : )
    Já tenho mais um bolo para os pequenos almoços cá em casa.
    Claro que esse blogue é para seguir!
    Ora vê lá tu...!Inspiras pessoas, que por sua vez te inspiram! Coisa de Laranjas!!:))))
    Parabéns Manuela!!
    Beijinhos para as duas

    Under a Fig Tree

    ResponderEliminar
  2. Meu Deus....deveria dizer alguma coisa...mas a total surpresa deixou-me.... comovida...
    Obrigada, Isabel
    :) :) :)

    ResponderEliminar
  3. Desculpa, fiquei de tal forma que não agredeci os Parabéns da pessoa que escreveu acima de mim - quero dizer a essa pessoa,julgo ser amiga da Laranjinha, que fico contente por o bolo da Tia Rosa ir fazer parte da lista dos bolos lá de casa.
    Para mim as coisas só fazem sentido quando partilhadas
    Obrigada (sinto-me honrada com este post)

    ResponderEliminar
  4. Que delicia de post e de bolo, adorei!
    Quero provar o bolo da tia Rosa!
    Bom fim de semana
    Bjim

    ResponderEliminar
  5. Under a Fig Tree,
    vais gostar deste bolo. É parecido com o pão-de-ló, mas com sabor a citrinos.
    Obrigada pelas tuas palavras cheias de ternura.

    Mané,
    ainda bem que gostou desta surpresa. O bolo da tia Rosa já está a fazer história! :)

    Dri Dauzacker,
    obrigada pela visita e comentário. O bolo da tia Rosa fica muito agradável e faz-se num instante.

    Bom fim-de-semana.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Mais um bolinho com uma história irresistivel Laranjinha e que me fez sorrir pelo carinho com que a contaste, levo a receita, guardo o blog...obrigado pela partilha,parabéns ambas

    beijinhos!!!

    ResponderEliminar
  7. boa noite,de vez em quando venho aqui.a 1ºvez que vim gostei das suas publicações e das receitas que tb são a minha perdição!o seu blog está mtº interessante e dou-lhe os meus parabéns.Gostaria tb de a convidar a "espreitar"o meu
    http://ana-coisasdecozinha.blogspot.com e se gostar segui-lo.(tenho-o feito aos poucos)...obrigada

    ResponderEliminar
  8. Confesso que o meio quilo de açúcar assusta-me, mas ele tem um aspecto fofo de pão de ló que dá vontade de meter uma garfada :)

    ResponderEliminar
  9. História do bolo é uma delicia. Mas 500gr de açúcar!!, o bolo não fica muito doce?
    Bjs

    ResponderEliminar
  10. O bolo da Tia Rosa me deixou louca!! Quero provar também!
    bjs

    ResponderEliminar
  11. As receitas que contam histórias têm uma magia muito especial. Confortam-nos e trazem-nos alegria.
    Adorei o bolo e a história que tão bem contaste, pela simplicidade e pela essência familiar que deixa no ar.
    Um grande beijinho Laranjinha!

    ResponderEliminar
  12. Mónica,
    é verdade. As receitas com histórias criam proximidade.
    Obrigada pela visita.

    Andréa,
    o bolo da tia Rosa fica muito agradável e come-se num instante! ;)

    Conceição e Ameixinha,
    sim, o bolo é tipo um pão-de-ló de laranja. Como fica um bolo grande, não achei demasiado doce.

    Ana,
    muito obrigada pela visita e pelas suas palavras. Espero que volte.

    Paula Mariana,
    obrigada. Quando experimentares o bolo, depois diz.

    Diogo,
    muito obrigada.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar