10h30 - 13h00      Conservas Portuguesas na Ementa
 
15h00 - 17h30      Doçaria Tradicional Portuguesa
Inscrições limitadas   work@sott.pt   91 700 1802 espaço WORK IT

segunda-feira, 12 de Novembro de 2012

Cuscos de Bragança com sabor a mar


O fim-de-semana passado estive em Bragança que curiosamente nunca tinha visitado. Nos últimos tempos tenho ouvido falar muito da boa cozinha e de vários bons produtos usados na cozinha bragançana, desde as alheiras, o botelo, o azedo, as cascas, até aos azeites, vinhos, castanhas e os cuscos.

A primeira vez que comi cuscos foi no restaurante Feitoria e gostei muito. Ao falar deste facto com Luís Portugal, o mentor do projecto Origem Transmontana, gentilmente ofereceu-me um saquinho com cuscos para experimentar fazer em casa.


Ingredientes:
1 goraz ou um robalo
1 kg de amêijoas frescas
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
250 g de cuscos
30 g de coentros
1 dl de azeite + 1 colher de sopa
9 dl de caldo de peixe
sal e pimenta preta q.b.
45 g de manteiga para os filetes

para o caldo de peixe:
cabeça e espinhas do goraz (ou robalo)
1 cenoura
1 talo de aipo
1,3 l de água
sal q.b.


1. Retirar os filetes ao goraz e reservar.

2. Colocar a cabeça do peixe juntamente com a espinha numa panela. Adicionar uma cenoura descascada e cortada em quatro e o talo de aipo. Temperar com sal e levar ao lume. Deixar ferver durante aproximadamente 15 a 20 minutos. Coar o caldo e reservar.

3. Num tacho colocar a cebola e os dentes de alho picados. Adicionar o azeite e deixar refogar até a cebola quebrar.

4. Juntar ao refogado os cuscos e mexer. Regar com o caldo de peixe e deixar cozinhar. Ir mexendo de vez em quando.

5. Uns minutos antes de retirar os cuscos do lume, adicionar as amêijoas.

6. Triturar com a varinha mágica os coentros, previamente picados, com uma colher de sopa de azeite.

7. Assim que as amêijoas abrirem, juntar a mistura de coentros, mexer e retirar do lume.

8. Colocar a manteiga numa frigideira e levar ao lume. Assim que derreter, colocar os filetes de goraz com a pele virada para baixo e previamente temperados com sal e pimenta.

9. Deixar cozinhar aproximadamente um minuto de cada lado e servir com os cuscos.


Os cuscos transmontanos cozinham-se como costumamos fazer com o arroz e ficam deliciosos.


Para se saber mais sobre os cuscos transmontanos:
- Sabores tradicionais > Cuscos.

17 comentários:

  1. Nunca comi...
    Mas o teu prato ficou com um aspecto maravilhoso.
    Boa semana.
    Beijinho
    Tanocas
    http://1000sabores1000maneiras.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Que receita maravilhosa!
    beijinhos e boa semana,
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro essa região :) a minha família paterna é de lá e sempre que posso dou um saltinho :) é maravilhosa a paisagem! vale muito a pena :) um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Uma receita curiosa e interessante!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  5. Laranjnha a sua sugestão deixou-me com agua na boca, uma verdadeira delicia.
    Boa semana
    bjs

    ResponderEliminar
  6. Nunca ouvi falar do cuscos, nem provei.Mas ficou com um aspecto tentador.Beijos, tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  7. Nunca comi e nunca tinha ouvido falar, mas parece mesmo algo que eu gostaria :D

    Beijinhos e boa semana :D

    ResponderEliminar
  8. desconhecia os cuscos. Mas já andei a investigar e estou maravilhada. E logo eu, que adoro alternativas :)

    ResponderEliminar
  9. Não sabia o que era, mas agora deu-me vontade de experimentar... onde se compra?
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mafalda,

      pode contactar directamente o produtor:

      Origem Transmontana
      geral.origemtransmontana@gmail.com / Tel.: 273 326 024

      Rua Eng. Amaro da Costa, B1 B2
      5300-146 Bragança


      Um beijinho.

      Eliminar
  10. Adorei o blog, já estou seguindo!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. A região de Bragança é sem dúvida muito rica na sua gastronomia :)

    Não posso deixar de fazer uma correcção, e por favor não leve a mal, mas os as pessoas de Bragança são "brigantinos" e a cozinha é "brigantina"! apenas sei isto porque tenho um brigantino em casa ;)

    beijinhos e gosto muito do seu blog :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónimo,

      obrigado pelo seu comentário e fico muito contente por saber que acompanha o blogue. Curiosamente antes de publicar o meu apontamento verifiquei no Priberam e constatei que ambas as palavras são sinónimos.


      Um beijinho.

      Eliminar
  12. E como brigantina que sou, não podia deixar de dizer que ficou com um aspeto delicioso!

    Sigo vivamente o blog e adoro! Espero que tenha gostado da terra por de trás os montes! ;)

    E já agora, pode ser dito "brigantinos" ou "bragançanos" ;)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Finalmente consegui encontrar os cuscos no Mercado Gourmet do Campo Pequeno e experimentar a receita. Gostei muito, obrigada :)
    http://foodinthew.blogspot.pt/2013/03/ida-ao-mercado-gourmet.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Philipa,

      fiquei tão contente em saber. Ainda bem que gostou.
      Um beijinho.

      Eliminar