quarta-feira, 25 de Maio de 2011

Algarve e uma salada de muxama de atum com azeite de ervas


Quando penso na região do Algarve penso em praia. Extensos areais e mar de água azul transparente. Sol. Excelentes dias quentes de céu sem nuvens que convidam irresistivelmente a tardes na esplanada.

Quando penso no Algarve, penso em Tavira, em Santa Luzia, na Praia do Barril, em Pedras D'el Rei, na ria Formosa, no pôr-do-sol em Cacela Velha, na Praia Verde, em Albufeira (onde passei férias pela primeira vez), na Ilha do Farol, no Castelo de Silves, nas termas de Monchique, na serra Algarvia por onde andei de jipe, nas esplanadas de Vila Real de Santo António, na ponta de Sagres, para sempre ligada ao Infante D. Henrique.

Algarve, terra de pescadores e navegadores destemidos ou não fosse Lagos "a capital dos Descobrimentos".

Quando penso no Algarve penso em vestígios romanos, em castelos e mouras encantadas. Penso nas chaminés rendilhadas das casas, nas portas de reixa e nas casas caiadas de branco. Penso em turistas! Ruas cheias de comércio. Faróis. Penso em cenários com milhentas histórias ainda por contar.

O Algarve é a região das amendoeiras em flor, da alfarroba, do mel, dos figos secos, das laranjas sumarentas e doces, dos morgadinhos, dos D. Rodrigo, da aguardente de medronho, do polvo de Santa Luzia, do Xarém, da batata-doce de Aljezur, do arroz de lingueirão, das amêijoas, das ostras frescas com limão e da muxama de atum.


Ingredientes:
200g de muxama de atum cortada em fatias finas
1dl de azeite
1 raminho de coentros
1 raminho de salsa
pimenta preta de moinho
mistura de verdes (agrião, rúcula)
6 a 9 tomates cereja cortados ao meio


1. Dispor a muxama cortada em dois ou três pratos juntamente com a mistura de verdes e tomate cereja.

2. Colocar o azeite num copo. Juntar os coentros e a salsa, limpos dos talos mais duros. Com uma varinha mágica triturar.

3. Temperar o azeite com pimenta preta acabada de moer.

4. Regar a muxama e a salada de tomate com folhas verdes com o azeite de ervas.


Algarve, região a que todos os anos gosto de voltar!

E para vocês, o que significa Algarve?

Com esta publicação respondo ao simpático convite feito pelo Blog Turismo do Algarve a participar na iniciativa Sabores do Algarve.

7 comentários:

  1. O díficil por vezes é arranjar isto. Lá tenho de me deslocar de propósito a uma loja especialista da zona (VRSA)...porque isto realmente é tãaaaoooo bom.

    Maravilha. Quem ter oportunidade, não a perca, é um conselho :)

    Cumprimentos,

    ResponderEliminar
  2. Nunca provei, mas tem um óptimo aspecto.
    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Deve ser muito saboroso, a apresentação está maravilhosa. Um abraço, Marta.

    ResponderEliminar
  4. Este prato faz-me lembrar sushi :D

    ResponderEliminar
  5. Muxama? Vou investigar...
    O Algarve para mim é o parque de campismo de Ferragudo, a Praia da Rocha com umas escadas mt inclinadas e perigosas, o meu avô a fazer castelos de areia em forma de socalcos, com algas em vez de vinhas.
    É a maré a subir e nós a fugirmos de praia em praia com os baldinhos e as pás, são as sardinhas assadas por baixo da ponte. É ter 6 anos e acreditar que a vida vai ser sempre tão simples e doce como comer um cornetto de chocolate depois do último mergulho do dia.

    bjs

    ResponderEliminar
  6. Casa, significa casa... não como casa em 'difício destinado à habitação' mas casa como em lar.

    E sim, os nossos sabores, são fantásticos!

    ResponderEliminar
  7. As tuas receitas são fantásticas! O teu blog está maravilhoso... Só tenho uma dúvida, como tiras as fotos da tua comida? Tens alguma máquina especial, um espaço com iluminação?
    No meu blog as fotos quase nunca são as minhas, porque ficam sempre mal (são sempre muito parecidas) e eu gostava de conseguir tirar as fotos! S epuderes dá lá um saltinho http://prato-cheio.blogs.sapo.pt/
    Mais uma vez Parabéns pelo blog.

    ResponderEliminar