Próximos Workshops
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 18 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 12h00      Presentes de Natal na mercearia Morteiro & Santos

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Pão de sementes


Há alturas em que me apetece fazer pão. Gosto de juntar os ingredientes com as mãos e de amassar. Há qualquer coisa de mágico quando se juntam ingredientes tão simples como farinha, água e sal. Em casa dos meus pais sempre se fez pão em forno de lenha. Houve alturas em que ainda me lembro da minha mãe guardar a massa velha de uma semana para a outra. Às vezes ficava com uma casca tão dura, mas no interior mantinha uma massa mole e húmida que depois era usada. Nos dias frios de Inverno, o alguidar do pão era tapado com cobertores e colocado perto da lareira. Depois apareceu o chamado fermento de padeiro e perdeu-se o hábito de fazer o isco. Mas o pão, continua a ir para o forno todas as semanas. Talvez por ter crescido a ver fazer pão que goste deste ritual. Amassar. Deixar levedar a massa. Tender e colocar no forno. Gosto de sentir o cheiro a pão acabado de sair do forno. De cortar uma fatia, colocar uma noz de manteiga e vê-la derreter. Pão quente com manteiga é irresistivelmente bom.


Ingredientes:
250 g de farinha integral
250 g de farinha de trigo
1 saqueta (4,6 g) de fermento de padeiro em pó (levedura seca)
1 colher de chá mal cheia de sal
15 g de açúcar amarelo
1 dl de leite
2,5 dl de água morna
40 g de sementes de girassol
40 g de sementes de linhaça castanhas
Farinha de trigo para polvilhar
Água para pincelar
Sementes de girassol e de linhaça para polvilhar


1. Colocar todos os ingredientes numa taça e amassar.

2. Formar uma bola com a massa. Polvilhar com um pouco de farinha. Tapar o recipiente com um pano e deixar levedar durante 2 horas.

3. Colocar a massa numa forma de bolo tipo inglês, previamente untada com óleo em spray.

4. Pincelar a superfície com um pouco de água. Polvilhar com sementes de girassol e de linhaça. Deixar levedar durante 30 minutos.

5. Levar a cozer em forno previamente aquecido a 200ºC, durante 35 minutos.


Este pão fica rico e delicioso. As sementes que usei podem ser substituídas por outras a gosto. Fiz esta receita para a edição de Junho de 2013 da revista Saber Viver integrada num artigo sobre sementes.

Caso usem fermento de padeiro fresco, devem dissolvê-lo previamente na água morna. Se aumentarem a quantidade de fermento para duas saquetas de 4,6 g cada, o pão irá levedar de forma mais rápida.

20 comentários :

  1. Como me sinto próxima deste comentário! Lá em casa o ritual era o mesmo, guardar o fermento duma semana para a outra e peneirar a farinha e amassar à noite para cozer pela manhã. A minha mãe fazia o melhor pão do mundo, o melhor que alguma vez comi! Ainda guardo o cheiro da massa, da lenha a arder no forno e finalmente do delicioso pão que tantas saudades me deixa e tão boas memórias me trás! Era sempre uma enorme cortesia oferecer um pão a quem nos visitava e o melhor pão do mundo será sempre o da minha mãe!...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tambem eu me lembro de tudo isso. O ritual na casa dos meus pais, era o mesmo. Pena que agora , a maioria já não sabe dar o valor a tudo isto.

      Eliminar
  2. Que belo aspecto tem este pão!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Ola!
    Que bonita receita tao apetitosa!
    vou tentar realisar!
    abraços

    ResponderEliminar
  4. Eu também adoro fazer pão!! Gostei desta receita!! Acho que a vou levar comigo! ;)

    ResponderEliminar
  5. Hummm... o pão ficou lindo. Parece muito apetitoso.

    Abraços

    http://receitaesperta.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. que bommmm... quentinho com manteiga deve ser um espectaculo.. :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Que belo pão!! Adorei a cor e a textura :)

    ______________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  8. optimo aspcto!!

    ontem tb fiz um mas na máquina de fazer pao :)

    boa semana

    ResponderEliminar
  9. Olá Isabel... Hoje estou a fazer esta tua sugestão.... Fiz na MFP e cheira muito bem....
    Obrigado por partilhares....
    Amanha já temos pão.... :)
    Beijinhos e bom fim de semana...

    ResponderEliminar
  10. Tão bom. Acho que vou experimentar. Apenas me surgiu uma questão: posso não usar o açucar e o leite? Talvez sejam ingredientes importantes, não sei...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta,
      o açúcar ajuda a caramelizar um pouco a crosta. Pode substituir o leite por água.
      Espero que goste.
      Um beijinho.

      Eliminar
  11. Parabéns pelas maravilhosas receitas que nos proporcionam! Gostaria de saber se por acaso quiser usar só farinha de trigo integral, se devo alterar a quantidade ou se coloco na mesma 500g... obrigada!

    ResponderEliminar
  12. Af,
    muito obrigada. Fico muito contente com as suas palavras.
    Sim, pode fazer este pão só com farinha integral.
    Espero que goste.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde, resolvi experimentar a sua receita que tem óptimo aspecto! A minha massa não ficou pegajosa, ficou mais sequinha, é supostou ou devo juntar mais água? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      pode ir juntando um pouco mais de água à medida que amassa e estar sempre atento à consistência da massa. Por norma uso 300 ml de água para 500 g de farinha. Mas há farinhas que absorvem mais água do que outras.
      Espero que goste.

      Eliminar
  14. Não entendi a quantidade de agua e leite? Que é dl?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rosane,

      1 dl (decilitro) = 100 ml (mililitros) = 0,1 l (litros)
      2,5 dl = 250 ml = 0,25 l

      Espero ter conseguido ajudar.
      Um beijinho.

      Eliminar
  15. Que maravilha de pão! Apetece uma fatia com manteiga e uma chávena de chá príncipe.
    Um dúvida: temos 3 tipos de fermento, certo? fermento de padeiro fresco, fermento de padeiro seco e fermentos químicos (tipo Royal). Mais algum? Obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filipa,
      sei que existe fermento líquido. Mas nunca usei nem sei onde se vende.

      Eliminar