Próximos workshops
Porto 22 e 23 de Novembro de 2014
Sábado:
10h30 - 13h00      Entradas e Aperitivos para Festas
 
 
15h30 - 18h00      Doces de Natal
 
Domingo:
10h30 - 13h00      Receitas para Ofertas de Natal
Inscrições limitadas 25  work@sott.pt   91 700 1802 espaço WORK IT
Lisboa 29 de Novembro de 2014
Sábado:
10h30 - 13h00      Entradas e Aperitivos para Festas
 
 
14h30 - 17h00      Doces de Natal
Inscrições limitadas 30  formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP

segunda-feira, 15 de Setembro de 2008

Coentrada de tintureira com camarões

Ontem, domingo voltei à tintureira. A ideia inicial era fazer a receita de coentrada de tintureira com amêijoas da revista Saberes & Sabores. Olhei para a receita e não tinha em casa amêijoas para a confeccionar. Fui ao supermercado na tentativa de comprar as amêijoas, mas não havia. Não faz mal pensei, faço sem amêijoas. Assunto resolvido.

Chegada a casa comecei a preparar a receita, mas na minha cabeça começaram a surgir algumas ideias e já não me apeteceu seguir o plano original. Enquanto ponho o alho e o azeite ao lume e a casa se enche desse cheirinho apetitoso a refogado, a sala da minha casa recebe uma equipa de filmagens. A vista da minha varanda foi a eleita para o último take de uma curta metragem financiada pela Gulbenkian.


Ingredientes
600 g de tintureira (usei posta de tintureira congelada)
sal
1 limão
pimenta preta de moinho
5 colheres de sopa de azeite
5 dentes de alho
1 cebola
2 colheres de sopa de polpa de tomate
250 g de camarões sem casca (usei uma embalagem de camarões congelados)
1 ramo de coentros


1. Depois do peixe descongelado, temperar com sal, pimenta preta e o sumo de limão. Reservar.

2. Colocar num tacho os dentes de alho esmagados e o azeite. Levar ao lume e deixar o alho frigir um pouco.

3. De seguida adicionar a cebola picada. Mexer e deixar refogar um pouco. Por fim adicionar, duas colheres de sopa de polpa de tomate. Mexer e juntar a tintureira e os camarões. Tapar o tacho. Colocar o fogão em lume brando. Quando começar a ferver adicionar os coentros e deixar acabar de cozinhar.


Quando a coentrada estava quase pronta, verifiquei que o molho estava um pouco líquido e resolvi engrossá-lo. Dissolvi uma colher de sopa de farinha Maizena com um pouco de molho que retirei do tacho da coentrada. Fui acrescentando molho até a farinha estar toda dissolvida. Acrescentei este preparado à coentrada. Peguei nas asas do tacho e agitei-o com movimentos circulares de modo a envolver o molho. Deixei mais um minutinho no lume e servi com batatas cozidas com pele.


Este prato resultou muito bem. O molho de coentros com os camarões combinaram muito bem com este peixe.

3 comentários:

  1. Definitivamente vou experimentar a tintureira, esta receita parece mesmo muito boa! :)

    ResponderEliminar
  2. Ainda não experimentei a tintureira, mas voltaste a aguçar a minha curiosidade (e apetite, claro está).

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Tenho mesmo de descobrir a tal da sra. dona tintureira...
    Beijos.

    ResponderEliminar