quinta-feira, 9 de Junho de 2011

Um workshop com sabor a Laranjinha


Há ideias que surgem nem sabemos muito bem como. Conversa e mais conversa, partilha de ideias, as coisas normalmente vão em crescendo e quando damos por ela estamos com uma ideia nas mãos e um compromisso assumido. Passo então a explicar do que falo.

Um destes dias em conversa com o meu cunhado Hugo e com a Cláudia - o conhecido casalinho Maravilha - surgiu a ideia de dar explicações sobre como confeccionar uma ementa, algo simples, elegante e se possível, rápido, a pessoas que gostariam de aprender a cozinhar. Ou seja, ensinar a preparar uma refeição com entrada, prato principal e uma sobremesa. Uma espécie de workshop previamente combinado e de acordo com as necessidades de quem quer aprender. Ora se bem se falou, mais rapidamente se marcou! Quando dei por mim, já tinha a agenda aberta e a marcar uma data. Um sábado. Dia 4 de Junho. Workshop para dois. Ementa pedida: um amuse-bouche, uma sopa fria, um prato principal e uma sobremesa de colher. Houve ainda um pedido adicional, para utilizar vieiras como ingrediente no prato principal. Ui! Engoli em seco e pensei, não querias fazer um workshop? Ora, aqui tens! Toca a trabalhar e a escolher o que vais ensinar a fazer.

Uma semana antes enviei o que iríamos confeccionar assim como a lista de ingredientes. Eis então a ementa do nosso workshop:

      Amuse-bouche: Queijo feta com maracujá, alecrim e um fiozinho de azeite;

      Sopa fria: Shot frio de beterraba e melão;

      Prato principal: Risotto de ervilhas com vieiras salteadas em manteiga;

      Sobremesa: Pudim de citrinos.

No sábado cheguei a casa dos meus cunhados bem cedinho. Já estava tudo pronto para o workshop. A casa impecavelmente arranjada. A Cláudia, quis registar cada momento da confeção em fotografias.

Depois de explicar novamente qual seria a ementa, começámos a trabalhar. A primeira coisa a fazer foi a sobremesa. O pudim de citrinos é uma receita muito rápida de preparar e não tem mesmo nada onde errar. Seguro, portanto. O Hugo, com uma ou outra indicação minha fez o pudim na perfeição. Enquanto o pudim estava no forno, seguimos para o shot frio, receita publicada na revista Sabe Bem nº1 de Maio/Junho de 2011.

Shot frio de beterraba e melão


Ingredientes:
2 beterrabas cozidas (150g)
1 laranja
300g de melão limpo
flor de sal
pimenta preta de moinho
talos de aipo para decorar


1. Num copo liquidificador colocar a beterraba e o melão cortados aos pedaços e o sumo de laranja. Triturar muito bem.

2. Se ficar muito espesso adicionar um pouco de água.

3. Servir em copos com os talos de aipo, salpicado de flor de sal e de pimenta moída.


O shot fresquinho soube muito bem. Apenas duplicámos a receita, dado que éramos 6.

Ao prepararmos o amuse-bouche começámos por cortar o queijo feta em pequenos rectângulos que colocámos nas colheres de servir. De seguida cortámos ao meio um maracujá e com uma colher de chá, o Hugo colocou as sementes em cima do queijo. Finalizou com uma folha de alecrim e umas gotas de azeite. Esta entradinha foi feita a partir da servida em Estremoz, no restaurante A Cadeia Quinhentista. A última coisa a preparar foi o risotto.

Risotto de ervilhas com vieiras salteadas


Ingredientes:
500g de arroz
4 chalotas
3 dentes de alho
azeite
vinho branco
ervilhas (usámos congeladas)
cebolinho
queijo parmesão ralado
manteiga
vieiras frescas sem a casca
2 cubos de caldo de peixe
água quente


Começámos por picar a cebola e os dentes de alhos. De seguida colocámos a cebola num tacho com azeite e levámos ao lume. Assim que a chalota quebrou adicionámos o arroz e deixámos fritar um pouco. De seguida refrescámos com vinho branco e desligámos o fogão.

Como o arroz é algo que deve ser feito e levado imediatamente para a mesa e como ainda faltavam dois convidados para o almoço, a Caterina e o Pedro, parámos o processo e fomos tratar das vieiras.

Temperámos as vieiras com sal e pimenta. Colocámos a manteiga numa frigideira e levámos ao lume. Assim que ficou quente colocámos as vieiras e deixámos alourar de um lado e depois do outro. Retirámos e reservámos.

Quando os outros convidados chegaram e enquanto provávamos o amuse-bouche e o shot frio de beterraba, que fica com uma cor linda, acabámos de cozinhar o arroz.

Adicionámos os cubos de caldo de peixe, usados pois não havia tempo para fazer caldo de peixe, adicionámos água quente e as ervilhas. Temperámos com sal e à medida que o arroz o exigia adicionávamos um pouco de água, mexendo de vez em quando. Assim que o arroz ficou cozido, retirámos do lume, adicionámos uma colher de sopa de manteiga e cebolinho picado. Servimos o arroz polvilhado com queijo parmesão e as vieiras. Seguiu para a mesa. E todos gostaram.

Acho que me safei! Este já está. Que venham mais!

12 comentários:

  1. Mas que delicia de menu, fiquei encantada, parabéns...

    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Ementa fabulosa. Adorei principalmente a sopa fria.

    ResponderEliminar
  3. Belo trabalho. Adorei a sobremesa (fácil e bonita) e o shot, com apresentação 5*. :))

    ResponderEliminar
  4. Valeu mesmo esse workshop Laranjinha e com um menu do melhor, obrigado pela partilha maravilhosa....como sempre..

    beijinhos!!

    ResponderEliminar
  5. Laranjinha, esse shot é que me tenta, que cor linda.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Se quiseres vir fazer um a Mirandela podes sempre contar com pelo menos a minha inscrição.Gostaria de aprender sem dúvida algumas coisas contigo
    Beijo e Bfs

    ResponderEliminar
  7. Uma ideia gira e uma ementa de fazer crescer água na boca.

    ResponderEliminar
  8. Hum, essas receitas devem ter ficado sensacionais.
    Obrigada pela partilha.
    Bjs

    -Ah, tem uma promoção lá no meu blog. Apareça lá e participe. Se puder, divulgue tb. Obrigada

    ResponderEliminar
  9. Gostei de todo o menu! Até memso do shot de beterraba, da qual não sou fã, mas cuja cor me encheu a retina! Parabéns! Um beijinho

    ResponderEliminar
  10. Safaste-te e muito bem! Venham mais! eheh ;) Bjs

    ResponderEliminar
  11. Deborah, Moira, Paula Mariana e Felismina,

    muito obrigada pelos vossos comentários. O workshop foi uma experiência muito gira.

    Filipa, Gasparzinha, Raspas de Laranja e Célia,

    o shot de beterraba fica mesmo bonito. Com uma cor espectacular. Eu que não sou grande fã de sopas frias, gostei. O toque final do sal e da pimenta é mesmo essencial. Fresquinho, num dia quente de verão, penso que será uma excelente opção.

    Tuquinha,

    muito obrigada. O workshop foi uma experiência. Gostava de saber como é que me saía a "ensinar" a cozinhar e gostei.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Não sei como levei tanto tempo para chegar aqui no Cinco Quartos de Laranja, mas agora que estou aqui, não saio mais! rsrs Delícia de blog, já estou sgeuindo! Parabéns!

    ResponderEliminar