quarta-feira, 26 de Outubro de 2011

Creme de abóbora, funcho e cominhos


"A sopa

de legumes cobriu de nuvem o estômago amaciando de calor seu corpo antes maltratado pelo dia-a-dia.

Tinha planos de felicidade assim como o vidro de maionese fechado, feliz, brilhando na prateleira da cozinha vindo das últimas compras do supermercado.

Nova em vidro. Não mais transparente. Era preciso tecer estórias e mais estórias, fazê-las dobrarem-se sobre si mesmas, acolchoando-se de tempos a serem percorridos. Fazer a vida durar o mais que pudesse e guarnecê-la de consistências.

Tinha abóbora madura, ótimo antioxidante, repolho, muita fibra dizem, para os intestinos, um fio de lembranças de aconchego, de tudo na hora certa, indícios de cuidado de alguém.

Quero esclarecer que não teve o hábito de tomar sopa de letrinhas na infância e não tinha sido alfabetizada dessa forma.

Foi para a escola e na cartilha aprendeu à duras penas a ler e a escrever, embora não conseguisse com isso, melhor entendimento do mundo e de pessoas.

Foi a sopa neutra sem letras, num sábado qualquer na cozinha de sua casa que iniciou-a na arte de inscrever em si mesma o rumo da vida que bem quisesse."


Rosália Milsztajn, Aqui dentro de mim, editora Aeroplano, 2003.


Não tenho quaisquer dúvidas. Chega a chuva e o frio e cá por casa uma das coisas que se exige é uma sopa. Não há nada mais reconfortante do que um prato de sopa quentinha e saborosa, num dia de chuva e de vento. Pelo menos para mim. Como diz o poema, a sopa é uma forma de amaciar o estômago e compensá-lo dos maus tratos do dia-a-dia. A sopa serve de compensação, por isso se enche de legumes, cada um com as suas mais valias, e ajuda a recuperar as energias perdidas.

Gosto de sopa em todas as alturas do ano, mas em tempo frio sabem melhor. Gosto com legumes, em creme e até mesmo com letrinhas. Hoje aqui fica a sugestão de um creme, cheio de sabor, para compensar um típico dia de Outono.


Ingredientes:
1 cebola picada
550g de abóbora cortada em pequenos cubos
2 alhos-franceses (apenas a parte branca) cortados
1,5dl de azeite
1 bolbo de funcho cortado
1 colher de chá de cominhos em pó + para servir
sal
1L de água quente
cebolinho fresco picado para servir


1. Colocar os legumes cortados numa panela. Adicionar o azeite, sal a gosto e os cominhos. Levar ao lume e deixar cozinhar, mexendo de vez em quando, até os legumes estarem macios.

2. Adicionar a água quente. Deixar levantar fervura e triturar.

3. Servir a sopa em taças polvilhadas com cominhos e cebolinho picado.


Os cominhos tem um sabor acentuado, por isso é importante dosear com cuidado as quantidades.

16 comentários:

  1. Olá Laranjinha,
    Num dia chuvoso como o de hoje sabe tão bem uma sopinha reconfortante como esta. O aspecto ficou fantástico, aveludado. As cores e as fotos estão muito lindas. A louça é mesmo gira!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. Estou a tentar imaginar o sabor desta sopa... E acho que a vou fazer para o jantar! Esta louça é um mimo...! Muito bonita mesmo!
    Bons cozinhados.

    ResponderEliminar
  3. Olá.
    Gosto da boa mesa mas na cozinha...
    Dos muitos sitios que tenho encontrado este é de longe o mais agradável de visitar. Nota, sobretudo, simplicidade e eficácia na apresentação dos assuntos. Parabéns.
    Tomei a liberdade de juntar aos preferidos no meu blog: www.hortadecodecais.blogspot.com

    Cumprimentos.
    António A.

    ResponderEliminar
  4. Ai que delícia, este creme de abóbora deve ter ficado tudo de bom.
    Bjo

    ResponderEliminar
  5. Nada que reconforte mais que uma bela sopa! Eu sou adepta de sopa todo o ano, todos os dias como, mas confesso que sabe tão bem quando já se sente frio e chuva lá fora. Esta sopinha está perfeita, com a abóbora da época, e os cominhos devem dar um toque bem especial.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Uma sopa é sempre sinónimo de conforto...
    E com o frio... tal como dizes... é mais que perfeito...
    Esta parece-me uma boa sugestão...
    Obrigado por partilhares...
    Beijinhos e bom fim de semana...

    ResponderEliminar
  7. Para mim a sopa é algo reconfortante. Então com este tempinho ainda apetece mais.

    ResponderEliminar
  8. este creme está com um aspecto FABULOSO
    Beijinho
    Mané
    http://obolodatiarosa.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Nem me fales no frio. Só me apetecem coisas que fumeguem e queimem os lábios :) Sopas, guisados e chás!

    ResponderEliminar
  10. Tens toda a razão.. quando chove lá fora a vontade é sempre de aquecer "cá" dentro.. adoro sopas tb. beijos

    ResponderEliminar
  11. Muito boa a receita :)
    Nham! Nham!

    ResponderEliminar
  12. hum..gosto mt de fazer sopinhas!mas nunca usei funcho.. tem um sabor forte?
    Aqui nos states, as sopas que vejo são um atentado ao'amaciar o estômago e compensá-lo dos maus tratos do dia-a-dia'..parecem guisados!

    ResponderEliminar
  13. Que riqueza de sopa!
    Também vou preparar um creme de abóbora para um jantar de amigos no sábado. A minha versão é com gengibre e azeite com tomate seco.
    Nesta altura do ano a abóbora é rainha.
    Abraço

    ResponderEliminar
  14. que delicia de creme, so a aimegm diz tudo.. obrigada pela partilha.. o livro que ganhei de ti ainda vai a meio :-S acreditas.. aiii... quando for pra casinha nova ai vou inicia-lo novamente para nao perder o fio ameada. sabes como é, a vida nova demora a encarreirar :-D, mas esta quase. estou de volta e vou aparecer mais vezes aqui no teu cantinho, o bimboca depois de longaaas ferias tambem ja comeca devagarinho.. ate ja beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Maravilhoso.
    Obrigada
    Under a Fig Tree[ seco]

    ResponderEliminar
  16. Under a Fig Tree,
    muito obrigada.

    Bimboca,
    espero que na casa nova retomes a leitura do Cinco Quartos de Laranja e que gostes.

    Panelas em depressão,
    adorei a ideia da sopa de abóbora com gengibre e tomate seco. Parece-me que deve fica uma delícia.

    soblushed,
    o funcho tem um sabor especial, mas nesta sopa fica muito disfarçado! :)Eu não acho muito intenso porque estou habituada. Mas aconselho-te a experimentar para teres uma ideia do sabor. Em saladas fica óptimo cortado bem fininho.

    Sandreane,
    muito obrigada.

    Marmita,
    eu também sou fã de sopas.

    Ameixinha,
    nestes dias é mesmo o que sabe melhor.

    Mané,
    muito obrigada.

    Cozinha Tricolor,
    sim, nestes dias frios e chuvosos uma sopa quentinha é mesma uma ajuda a recuperar energias.

    Família Antunes,
    muito obrigada.

    Ginja,
    os cominhos combinam bem com a abóbora. Dão-lhe um toque especial. E nos dias frios, não há nada como um prato de sopa a fumegar.

    Fê,
    muito obrigada.

    António A.,
    muito obrigada pela visita e pelas suas amáveis palavras em relação ao Cinco Quartos de Laranja. Deixaram-me muito contente. Espero que volte.

    Sofia Lopez e Anónimo,
    muito obrigada.

    Um beijinho e votos de boa semana,

    ResponderEliminar