quinta-feira, 23 de Agosto de 2012

Mercado da Ribeira e uma receita de mexilhões


Ao Mercado da Ribeira associo sempre o conhecido cacau quente da Ribeira. Para esta série de apontamentos sobre mercados fui a este mercado duas vezes. Na última tive que passar pelo café que servia um delicioso cacau quente logo pela madrugada, quando com grupos de amigos vínhamos de algum bar ou discoteca, principalmente da 24 de Julho, ou fazia alguma maratona fotográfica pela cidade, na altura já com o Ricardo. Nesses tempos costumava ir ao Bar 24, à Gare Tejo, ao Alcântara Terra. Recordo-me de um bar, na 24 de Julho, que tinha uma flor na porta e dizia Power Flower. As entradas dos bares estavam apinhadas de gente, com cervejas na mão. Parte da Avenida era um mar de gente. Eu sempre que podia guardava um copo de vidro com o logótipo do bar. Ainda hoje guardo alguns. As saídas envolviam o cacau quente na Ribeira ou então comer um cachorro quente com tudo o que tinha direito à saída do Alcântara Terra. Que tempos bons. Sem grandes preocupações, a vida corria com um sorriso largo estampado no rosto.

Hoje já não conseguiria sair até tarde e no outro dia levantar-me cedo e estar com atenção nas aulas. Deveria bocejar a cada segundo, as pálpebras pesadas cairiam a cada instante e claro, o mau humor e a falta de paciência aliam-se nestas alturas e o dia não iria correr nada bem. Há tempos para tudo e é bom que as coisas sejam vividas na altura certa, não é?

O Mercado da Ribeira foi inaugurado em 1882 e tem cerca de mil metros quadrados de área coberta. Tem dois pisos, no inferior encontramos várias floristas, vendedores de frutas, legumes, carne e peixe. No piso superior lojas de artesanato e um restaurante. Aqui têm lugar alguns eventos, como feiras de livros e os bailes da Ribeira. Uma das coisas que marca este mercado para além da área, é a luz. O tecto, tem uma cobertura que deixa entrar a luz, o que é fabuloso e dá-nos uma perspectiva diferente.


Da última vez que tinha ido ao mercado foi num curso de escrita que envolvia a ida às compras com o chef Ljubomir Stanisic e tinha gostado muito da secção do peixe. Desta vez decidi fazer compras e uma das coisas que trouxe foi um saco com mexilhões.


Mexilhões com vinho branco


Ingredientes:
1Kg de mexilhão fresco
1dl de azeite
0,5dl de vinho branco
5 dentes de alho
1 raminho de salsa
1 colher de sopa de tomilho fresco
1 a 2 piripiri


1. Limpar o mexilhão.

2. Picar muito bem dois dentes de alho com o piripiri, a salsa e o tomilho. Reservar.

2. Colocar o azeite num tacho com 3 dentes de alho esborrachados. Levar ao lume e deixar frigir um pouco.

3. Acrescentar o vinho branco, quando levantar fervura adicionar o mexilhão. Tapar o tacho e deixar assim mais ou menos um minuto.

4. Mexer o mexilhão. Tapar o tacho e deixar cozinhar mais um minuto.

5. Polvilhar o mexilhão com a mistura de ervas picadas e mexer. Assim que o mexilhão estiver aberto, retirar do lume e servir com fatias de pão.


Estes mexilhões podem servir como entrada quando se recebe amigos em casa. Para nós foi um almoço. Com pão fresco ensopado no molho e uma cerveja acompanhar. Soube tão bem. A seguir deu-nos uma soneira. Ainda bem que estou de férias!

10 comentários:

  1. adoro mexilhões, sabem tanto a mar :D

    ResponderEliminar
  2. Estou a adorar esta maratona de mercados. E se hoje a receita não é tanto do meu agrado (não sou fã de mexilhões) a primeira foto com um belo close up deixou-me pendurada naquele tom laranja que contrasta com as restantes cores escuras.

    ResponderEliminar
  3. Adoro mercados, feiras e tudo o que tenha produtos frescos!
    Este molho de mexilhão com vinho branco, se sobrar, fica ótimo para ser usado com caldo numa sopa de peixe, ou para cozinhar o arroz de frutos do mar.... adoro!
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Estou a gostar de conhecer estes mercados e gostei muito da receita!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  5. Ficou com um aspecto delicioso.
    Beijinhos!
    Brigida e Cláudia

    ResponderEliminar
  6. Ai esses mexilhões!
    Estão com um aspeto delicioso!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Ah mas que interessante. Amei a foto em que se ve o interior, com luz invadindo como uma onda quebrando na praia. E que sorte teres algo assim por perto. gosto tanto de mexilhões. Ao ler este post me dei conta de que não tenho feito nenhum este ano. Vou tentar redimir isso em tempo. Talvez copie tua idéia.

    ResponderEliminar
  8. Olá, achei lindas as imagens do mercado.Adoro a variedade de produtos nesses mercados.Sem falar que os produtos são bem frescos.Quanto à sua receita, nunca comi mexilhões, mas ficaram bonitos.Beijos e tudo de bom.

    ResponderEliminar
  9. Adoro mexilhões... Estes ficaram lindos.tenho que experimentar esta receita!

    Beijinhos
    Ricardo Tiago

    ResponderEliminar