Próximos workshops
Lisboa 29 de Novembro de 2014
Sábado:
10h30 - 13h00      Entradas e Aperitivos para Festas
 
 
14h30 - 17h00      Doces de Natal
Inscrições limitadas 30  formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP

sexta-feira, 13 de Junho de 2014

Um piquenique para festejar em família


No sábado, dia 21 de Junho de 2014, realiza-se na Avenida da Liberdade a partir das 10 horas da manhã, em Lisboa, a sexta edição do Mega Pic-Nic do Continente. Esta edição procura, para além de enaltecer os valores da cultura tradicional, apoiar a selecção nacional de futebol.

A Avenida da Liberdade vai transformar-se numa grande quinta, a Quinta da Selecção, onde os melhores produtores se unem, num orgulho nacional, aos heróis do futebol que representam Portugal no Mundial a decorrer no Brasil.

Esta iniciativa procura recriar o ambiente que se vive no campo com a adrenalina que se sente num jogo de futebol, por isso os visitantes poderão contactar com diferentes elementos que passam pela recriação de explorações agrícolas, frutícolas e pecuárias, com destaque para um campo de estágios com uma mega-horta de 2000 m2. As famílias poderão desfrutar de várias actividades lúdico-pedagógicas de modo a aprenderem o que se faz no campo, desde o cultivo à apanha, passando pela criação de animais. No final do dia, o evento termina com a actuação do conhecido cantor Tony Carreira na Praça dos Restauradores.

O ano passado numa iniciativa inédita, fui madrinha de uma rua, a Rua da Curgete, legume rei de muitos cozinhados cá em casa. Este ano lá estarei novamente, desta vez num quarteirão com muita animação.

No sábado, dia 21 de Junho, não se esqueçam, entrem em campo e festejem a produção nacional no Mega Pic-Nic do Continente. Encontramo-nos lá?

5 comentários:

  1. Isabel,adoraria estar presente neste evento que parece ser maravilhoso! Mas, como sera imppssivel, ficarei daqui torcendo para que tudo saia perfeito e que todos presentes possam desfrutar de momentos memoraveis. A proposito, como brasileira, minha torcida e pelo Brasil,porem , o querido Portugal de meus avos esta tambem em meu coracao e torco para que se saia muito bem neste mundial. Beijinhos e otimo final de semana, Katia.

    ResponderEliminar
  2. Olá laranjinha, queria fazer-lhe uma pergunta... Eu sou natural do Porto e sempre vivi nesta cidade maravilhosa! Na minha família era tradição, nas noites de S. João, a minha tia/avó fazer um pão doce que saía do forno à meia-noite, pão este que comíamos na varanda de casa a ver o fogo... os mais velhos acompanhavam com café. A tradição vai-se perdendo (os mais velhos vão partindo...) mas este ano vou fazer o S. João em casa e adorava ter uma receita de um pão doce que eu mesma pudesse fazer para matar saudades... Gostava de saber se a Laranjinha sabe de alguma receita de pão doce, que seja mais ou menos característico aqui do Norte e que eu pudesse confeccionar no próximo dia 23...
    Beijinhos e muito obrigada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa,
      adoro o Porto. É sempre um gosto voltar a essa cidade tão especial.
      Não tenho uma receita de Pão Doce que seja típica da região norte. No entanto, há uns anos trabalhei em Arganil com técnicos de biblioteca e no final do curso organizámos um lanche. Um dos alunos trouxe de Seia um pão doce com especiarias que me deixou saudades. Tão bom. A receita que encontrei, numa Teleculinária, que se aproxima do que provei é a seguinte:
      Ingredientes: 300 g de farinha de trigo, 20 g de fermento de padeiro, 1 dl de água tépida, sal q.b., 80 g de açúcar, 1 colher de chá de canela, 1 colher de café de cravinho em pó, 1 colher de café de noz-moscada, 2 ovos, 1 colher de sopa de banha, farinha para polvilhar, ovo para pincelar, açúcar para pincelar.
      Amassar a farinha com o fermento de padeiro diluído na água tépida, uma pitada de sal, o açúcar, a canela, o cravinho, a noz-moscada, os ovos e a banha. Amassar bem. Se necessário polvilhar com farinha. Formar uma bola e deixar a levedar. Depois de crescer, voltar a amassar levemente, formar de novo uma bola e colocar num tabuleiro polvilhado com farinha. Deixar levedar mais uma vez em lugar aquecido. Pincelar depois com ovo batido, polvilhar com açúcar e levar a cozer no forno a 160ºC durante cerca de 50 minutos. Convém verificar a cozedura, se necessário prolongar um pouco o tempo.
      Espero que goste e votos de um bom S. João.
      Um beijinho.

      Eliminar
  3. Obrigada Laranjinha!

    Vou guardar religiosamente a receita e depois partilho a foto, está prometido!

    Resta-me felicitá-la pelo seu blog do qual sou seguidora assídua e fã!

    Beijinhos Nortenhos :)

    ResponderEliminar