Próximos Workshops
Lisboa 2 de Abril de 2017
Domingo:
10h00 - 13h00      Doces e Folares de Páscoa
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Marmelada de Natal


Os marmelos ainda são frutos que chegam apenas na sua época, ao contrário dos morangos e de outras frutas que agora temos durante todo o ano. Com marmelos faz-se marmelada. As freiras do Convento de Odivelas faziam-na branca, mas pode ser vermelha ou até ter um tom mais a lembrar os castanhos claros, dependendo do grau de maturação dos marmelos e da oxidação. Sabe-se que embarcou nas pequenas naus dos nossos navegadores no tempo dos Descobrimentos. Diz-nos Virgílio Nogueiro Gomes: « Consta que nas caravela das Descobertas havia sempre marmelada, pela sua fácil conservação, e serviria também como alimento energético. Diz-se que Fernão de Magalhães terá sobrevivido aquando da descoberta do seu «estreito» graças ao consumo continuado de marmelada. »

Desde que me lembro que havia marmelada na minha casa. O meu avô Augusto tinha-a na sua pequena loja e vendia-a à fatia. Recordação deliciosa. Talvez por isso, sempre que faço marmelada, tento colocá-la em pequenas taças rectangulares que me fazem lembrar os tabuleiros da loja do meu avô.

No Natal que passou decidi aproveitar os últimos marmelos que tinha trazido de Santarém e fazer uma marmelada mais rica do que costumo confeccionar. Juntei-lhe passas de uva maceradas em vinho do Porto e nozes. Algumas das taças desta marmelada foram embrulhadas e colocadas nos cabazes que ofereci este ano e por isso decidi chamar-lhe Marmelada de Natal. Aqui fica a receita.


Marmelada de Natal

Ingredientes:
1,600 kg de marmelo com a casca mas limpo de caroços
1,300 kg de açúcar
1 pau de canela
125 g de passas de uva
100 ml de vinho do Porto
100 g de nozes


1. Colocar as passas a macerar no vinho do Porto.

2. Levar ao lume um tacho com o marmelo cortado em pedaços com o açúcar o pau de canela.

3. Assim que o marmelo estiver cozido, retirar o pau de canela e triturar a mistura com a varinha mágica até obter um puré.

4. Adicionar as passar com o vinho do Porto e as nozes picadas grosseiramente. Deixar ferver dois a três minutos, mexendo de vez em quando, com cuidado para evitar queimaduras, para apurar mais um pouco.

5. Colocar a marmelada em taças. Cobrir cada taça com papel vegetal e reservar.

7 comentários :

  1. Ai que comia agora um scone quentinho..... bj.

    ResponderEliminar
  2. As minhas recordações da marmelada também são numa caixa retangular, que era cortada com espátula de madeira e embrulhada em papel para ser pesada....
    Que saudades, por isso tento que a minha marmelada fique consistente o suficiente para ser cortada em fatia.
    Aida Lopes

    ResponderEliminar
  3. Uma sugestão que agradaria cá em casa :)
    Beijinhos ...
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
  4. Essa marmelada ficou com óptimo aspecto com as passas. Nunca fiz geleia ou marmelada com passas. Bela sugestão.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/01/alho-frances-e-abobora-salteado-com.html

    ResponderEliminar
  5. Que ideia interessante, Isabel :) Bjinhos e boa semana! Feliz 2017!

    ResponderEliminar