sexta-feira, 9 de Setembro de 2011

Besugo assado no forno com coentros e tomate cereja


Luísa acordou cedo. Sentiu o silêncio da casa. De vez em quando gostava de ficar sozinha. As criadas, Joana e Juliana tinham pedido folga. Como Jorge não estava - tinha saído, por uns dias numa das suas muitas viagens de negócios - Luísa nem hesitou em dizer que sim ao pedido das empregadas da casa. Juliana ia a uma consulta e depois queria muito visitar a sua tia Vitória. A saída de Joana deveria prender-se com algum namorico, mas nem perguntou. Era bom ficar em casa sozinha. Poder gerir o seu tempo sem dar satisfações, sem ter alguém a perguntar-lhe coisas, a ter que tomar decisões.

Começou por fazer um café numa chávena grande. Adorava o cheiro forte e ligeiramente torrado do café. Partilhava esse gosto com a sua querida amiga de infância, Leopoldina, que infelizmente devido aos insistentes pedidos de Jorge tinha deixado de visitar. Não lhe ficava bem dar-se com a "pão e queijo", uma mulher a que se conheciam vários amantes. Já D. Felicidade detestava café. Quando a visitava, dizia-lhe sempre: "- Filha, para mim chá. Sabes que não me dou bem com o café!"

Depois de beber o seu café, sentou-se no sofá e passou a manhã agarrada a mais um dos romances que adorava ler. Este tinha-lhe sido oferecido pelo seu primo Basílio, antes mesmo de partir para França. Os livros eram uma forma de a fazer sonhar, de a transportar para uma outra dimensão, de viver e sentir um pouco a vida dos outros.

Decidiu almoçar em casa. Poderia combinar com Sebastião ou até mesmo com Julião, os amigos de sempre, um almoço no Chiado, mas não. Preferia ficar em casa e cozinhar. Gostava de cozinhar, embora, desde que casara não o fizesse. Antes da sua mãe morrer, chegou a cozinhar óptimos pratos. Foi ao frigorífico e viu numa travessa um bonito besugo, de boca aberta, a sorrir. Ia cozinhar aquele peixe para o seu almoço.


Ingredientes:
1 besugo ou outro peixe para assar
3 dentes de alho
1/2 limão
10 a 12 tomates cereja
1 raminho de coentros
1 haste de alecrim
sal e pimenta em grão q. b.
azeite


1. Rechear a barriga do peixe com dois dentes de alho com a casca, o alecrim e o limão.

2. Preparar o papelote, colocar em cima de uma folha de alumínio uma folha de papel vegetal. Em cima da folha de papel vegetal, colocar um raminho de coentros e por cima dispor o peixe temperado com sal.

3. Em cima do peixe colocar um dente de alho picado e um raminho de coentros. Em volta dispor o tomate cereja. Por cima do preparado, colocar a pimenta em grão.

4. Regar com um fio de azeite e fechar o papelote. Levar ao forno pré-aquecido durante 40 minutos.


Luísa adorou o seu almoço. O peixe ficou suculento. Delicioso. Estava decidido, iria cozinhar mais vezes esta receita.

Inspirei-me no romance O Primo Basílio de Eça de Queirós para escrever esta pequena história.

[ Published in English as Roasted sea bream with coriander and cherry tomatoes ]

17 comentários:

  1. Fiquei fascinada a ler sem perceber que vinha aí uma deliciosa receita vou levar sim?
    Bom fim de semana;)

    ResponderEliminar
  2. Laranjinha, como eu gostei deste post! As fotografias lindíssimas, a receita, que parece ser deliciosa, e o texto, que me fez recordar um dos meus romances preferidos de Eça. Muitos parabéns. Conseguiu reproduzir bem a essência da obra, o ambiente, as personagens, tudo. Obrigada por este momento. Um beijinho e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Maravilhoso!!!Tudo.
    Um beijinho

    Under a Fig Tree

    ResponderEliminar
  4. Um besugo literário, então!
    Gostei!
    Beijo
    Babette

    ResponderEliminar
  5. Como sempre tudo muito saboroso e bem apresntado
    :) :)

    ResponderEliminar
  6. gostei muito do texto assim como a receita parabens beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  7. Gostei de ler o texto, estava mesmo envolvida no texto continuava a ler!
    O peixinho ficou excelente.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. ESSE BESUGO FICOU 5*.
    ADORO PEIXE ASSADO NO FORNO.
    BOM FIM DE SEMANA
    BJS

    ResponderEliminar
  9. confesso que não sou grande apreciadora de besugos, mas cá em casa gostam muito.
    e eu acho que assim, assado no forno, até era capaz de gostar!

    ResponderEliminar
  10. Será que a Luísa almoçou mesmo sozinha? :)
    Acho que nunca comi besugo, mas adorei os temperos e a forma de confeccionar, já para não falar das fotos, que estão excelentes.

    Vim aqui fazer uma "recolha" de receitas com marmelos, e parece que não podia ter ido parar a sítio melhor... já vi a lista das "20 imperdíveis", e estou decidida a fazer umas quantas. Acho que vou começar por uma bem simples, mas que me encheu o olho, a tarte tatin de marmelo. Excelentes sugestões. :)

    ResponderEliminar
  11. Que belo peixinho e bem apresentado com essa deliciosa história. Gostei imenso desta publicação. Parabens.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Quando comecei a ler o seu post senti desde logo o realismo de Eça. As personagens, os lugares, os cheiros..As típicas descrições longas e minuciosas. Este texto é uma verdadeira inspiração. Apreciei a contextualização do peixe.
    Gostei muito mesmo.
    Um beijinho
    Patrícia

    ResponderEliminar
  13. Olá Isabel! Estou muito contente de ter conhecido seu blog. É lindíssimo!
    Suas fotos são impressionantes, ufa!
    Adorei saber que você cozinha com coentro, pois aqui em Salvador-Bahia-Brasil é a nossa erva preferida.
    Peixe também temos aqui em abundância. O seu peixe parece muito apetitoso.
    É um prazer ter te conhecido :)
    Um abraço, Queila

    ResponderEliminar
  14. Gostei bastante desta sugestão...
    Confesso que nunca fui fã das letras... sou mais de números e equações... Mas para ser sincera... já estava dentro da história...
    Era bem capaz de ficar aqui horas a fio lendo as aventuras da Luísa...
    Obrigado por partilhares... ;)
    E o besugo... parece-me uma excelente maneira de fugir à rotina...
    Beijinhos e um bom Domingo...

    ResponderEliminar
  15. Família Antunes,
    fiquei muito contente em saber que gostaram da história. O besugo fica muito agradável.

    Queila,
    muito obrigada pela visita e pelas simpáticas palavras. Cá em Portugal usamos muito os coentros. Achei curioso usarem também aí em S. Salvador da Bahia.
    Espero que voltes.

    Patrícia e Susana,
    muito obrigada. Adorei saber que a história agradou.

    Claúdia,
    - "Será que a Luísa almoçou mesmo sozinha?" - nem imaginas como a tua pergunta me deixou a pensar. Quem sabe se está história não terá que ter continuação. :)
    Espero que a tarte tatin de marmelo tenha agradado. Os marmelos assados com especiarias também são uma delícia. Esta semana fiz a receita da marmelada com vinho do Porto, que é uma delícia.

    Risonha,
    podes substituir o besugo por outro peixe. Experimenta.

    São,
    eu também adoro peixe assado no forno. Fica suculento. Uma delícia.

    Ana,
    muito obrigada. Gostei de saber que a história e a receita resultaram bem.

    Isa,
    muito obrigada. Votos de boa semana.

    Mané,
    muito obrigada.

    Babette,
    adorei a expressão "besugo literário"! :)

    Under a Fig Tree,
    muito obrigada. É sempre bom saber que gostam do que fazemos.

    Ilídia,
    muito obrigada pelo teu comentário. Gostei muito das tuas palavras de incentivo.

    Aprender e Organizar,
    muito obrigada.

    Um beijinho e votos de boa semana.

    ResponderEliminar
  16. Estou fascinada com o seu blogue!
    Adoro as suas receitas, a sua escrita, o seu gosto por viagens, as suas excelentes fotografias, as suas incursões literárias... Parece que encontrei alguém com os mesmos interesses que eu. (Também tenho formação como professora [Port/Ingl], embora infelizmente não exerça).
    Continue assim, vou estar sempre atenta aos seus posts. Obrigada!

    ResponderEliminar
  17. Olá Carla,
    fico contente por me ter encontrado e em saber que gosta do Cinco Quartos de Laranja. Espero que volte.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar