segunda-feira, 17 de Outubro de 2011

Caldeirada de peixe à moda da Laranjinha


Já há algum tempo que não fazia uma caldeirada. Este fim-de-semana ao decidir o que cozinhar, resolvi fazer uma caldeirada de peixe, para um dos nossos almoços demorados e preguiçosos. Esta foi a forma que encontrei para aproveitar umas postas de Safio que o meu pai me ofereceu. Numa das suas pescarias trouxe um Safio que pesava quase 8Kg. Ficou tão contente que o congelou inteiro para eu e outras pessoas da família vermos. A primeira ideia que me veio à cabeça ao ver o tamanho do peixe foi como é que ele o conseguiu tirar sozinho do mar. Pelos vistos, coisas que só os pescadores sabem!


Ingredientes:
1,7Kg de peixe variado (Cherne, Garoupa, Corvina e Safio)
6 sardinhas
10 camarões grandes
500g de amêijoas
1,2Kg de batatas descascadas e cortadas às rodelas
1Kg de tomate maduro (limpar de peles e sementes e picar)
3 cebolas médias cortadas às rodelas
4 dentes de alho picados
1/2 pimento vermelho cortado às tiras
1/2 pimento verde cortado às tiras
3 folhas de louro
1 a 2 piripiris
pimenta preta de moinho
1 colher de chá de pimenta da Jamaica
1 ramo de salsa
1 ramo de coentros
1/2 bolbo de funcho cortado
1 colher de chá de pimentão doce
2dl de azeite
5dl de vinho branco
1dl de água
sal
fatias de pão para servir


1. Temperar o peixe com sal uma hora ou hora e meia antes de começar a preparar a caldeirada.

2. Colocar no fundo de uma panela, de modo a formar camadas, as cebolas cortadas, o alho, o tomate, os pimentos, a salsa, os coentros, o funcho, o piripiri, as batatas às rodelas e por fim o peixe.

3. Colocar o louro, o colorau, as pimentas, sal e o azeite. Regar com a água e o vinho branco. Tapar a panela e levar ao lume a cozinhar. Não mexer a caldeirada. Depois de ferver e uns minutos antes de retirar do lume, adicionar as sardinhas, o camarão e as amêijoas. Tapar a panela e deixar acabar de cozinhar. Estará pronta assim que as batatas estejam cozidas.

4. Servir a caldeirada com fatias de pão.


Esta caldeirada dá para 6 a 8 pessoas. Fica com bastante molho, mas cá em casa gostamos assim, para acompanhar com fatias de pão a gosto. O caldo que sobra é normalmente aproveitado para fazer um arroz.

25 comentários:

  1. Laranjinha, a tua caldeirada ficou com muito bom aspeto! Também costumo fazer assim parecida com a tua, só não deito as sardinhas, porque não apreciamos. Gostei muito da apresentação.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Susana,
    muito obrigada. A caldeirada é daqueles pratos que se pode fazer com uma imensa variedade de peixe. Imagino aí nos Açores, com tanto peixinho bom. A mania das sardinhas apanhei-a em casa dos meus pais, onde a caldeirada tinha que as ter sempre.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  3. De acordo com o meu marido, não é fácil tirar um safio. 8 kg é um bicho enorme e eu tenho medo deles :-) mas gosto de os comer e em caldeirada é o melhor! Mas é um peixe chato de "amanhar", muito viscoso.

    Adorei a tua sugestão.

    bjs

    ResponderEliminar
  4. Rachel,
    o safio era enorme. Acho que nunca tinha visto assim tão grande. O safio enriquece a caldeirada. É um peixe muito saboroso.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Laranjinha
    Ficou uma rica caldeirada, com um aspeto bem caprichado e muito bem recheada! Adorei, bem sugestivo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Sandra Batista,
    muito obrigada.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Olá Laranjinha,
    Gostei muito do aspecto da tua caldeirada, está fantástica...com um ar mesmo apetitoso! Tem uma variedade muito rica e deliciosa...gostei muito!
    8kg é realmente um grande Safio e uma grande proeza...o meu namorado pescou um robalo que tinha quase 4 e foi tão dificil de o tirar...os meus parabéns ao teu pai pela bela pescaria! :) e a ti pela caldeirada!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Olá Sofia,
    quando o meu pai vai à pesca é mesmo uma festa. Gosto sempre de saber o que é que ele apanha. E para ele é uma forma de se manter activo. De vez em quando lá aparecem umas surpresas destas. Houve uma vez que também apanhou umas lulas gigantes. Nunca tinha visto.
    Um robalo de 4kg também é uma proeza.
    Muito obrigada.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  9. Maravilhosa, hum... que vontade.
    Bjo

    ResponderEliminar
  10. Laranjinha, de safio não sou apreciadora, mas a uma boa caldeirada não digo qua não, como essa que ai tens.
    Um beijinho e boa semana

    ResponderEliminar
  11. Gisela,
    eu só gosto das postas de safio que não têm espinhas! :)
    Já tinha saudades de comer uma caldeirada!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Gosto muito de caldeirada, feita com os meus peixinhos de eleição e o safio não é um deles...mas esta está maravilhosa. Obrigada pela partilha! bjs

    Ana
    estavento.blogspot.com

    ResponderEliminar
  13. Ana,
    muito obrigada. A caldeirada vive da mistura de peixes, mesmo sem safio, vale a pena.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  14. Perfeita esta caldeirada Laranjinha! Costumo usar também o safio e por vezes raia e lulas. Excelente aspecto. E que sorte ter peixinho pescado pelo pai!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  15. Olá Ginja,
    com raia e lulas também fica excelente.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  16. Fizemos ha umas semanas uma grande caldeirada na quinta, preparada por um amigo da minha sogra que se revelou um cozinheiro de mão cheia.
    Faltou-lhe um safio de 8kg para dar mais vida ao tacho... :))
    Laranjinha, que caldeirada apetitosa!
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. eu adoro mas so quando vou a Portugal é que como pois aqui nao ha tanto peixe como ai por isso nunca faço mas quando vou a isso é logo nem olho para trz gostei muito da tua beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Que belo fim de semana a soborear uma caldeira super boa! Adorei a sugestão
    Aqui se aplica do mar para o prato :)
    Beijocas
    paula

    ResponderEliminar
  19. Que cores tão bonitas, as dessa caldeirada! Nunca fiz, porque acho que dá imenso trabalho, mas se calhar não é bem assim, imagino que o truque seja ter os peixes certos :-)
    Beijinhos
    Teresa

    ResponderEliminar
  20. Saudades de comer caldeirada e feita pelo meu pai. Muito bom! Beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Está muito apelativa,esta caldeirada
    Posso sentar-me à mesa?
    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Laranjinha, tens uma grande sorte em teres um pai pescador! pois peixinho vindo directamente do mar é mesmo outra coisa, quase que nem precisa de tempero! Adorei a tua caldeirada. beijo

    ResponderEliminar
  23. Gasparzinha,
    muito obrigada.

    A Paixão da Isa,
    eu já tinha saudades de comer uma caldeirada. O peixe oferecido pelo meu pai foi o pretexto que faltava. Mas este ano ainda gostava de ir à Nazaré comer uma caldeirada.

    Teresa,
    o trabalho está apenas na preparação dos ingredientes. Depois de colocar na panela é só deixar cozinhar. Nunca mexer. Em relação à receita, eu usei água como queria ter bastante molho, mas podes optar por só usar vinho. Experimenta.

    Helena,
    hoje mostrei o post ao meu pai. Ficou tão orgulhoso. Disse-me logo que não eram 8kg mas sim quase 10kg! :)

    Mané,
    a mesa está posta à espera dos convidados! :)

    Marmita,
    é verdade, o peixe até parece que tem outro sabor. Sabe muito melhor.

    Um beijinho.

    ResponderEliminar