segunda-feira, 19 de Novembro de 2012

Um fim-de-semana em Bragança


Que bem que soube estar em Bragança. No fim-de-semana de 3 e 4 de Novembro de 2012 estive nesta cidade para participar na Feira Norcaça - Norpesca & Norcastanha, a convite da organização do evento. Esta foi a primeira vez que fui a Bragança e trago de lá muito boas recordações.

Assim que cheguei, uma das coisas que percebi logo é que por terras de Trás-os-Montes é-se muito bem recebido e que se come muito bem. No festival tive a possibilidade de provar diversas iguarias e produtos da região. Começando pelas castanhas, quentinhas que iam sendo distribuídas aos visitantes e a que eu nunca dizia que não. Adoro castanhas assadas. Sabem tão bem. Não resisti a uma feijoada, ao javali, à posta de vitela grelhada, ao galo do campo no tacho, aos marmelos em vinho tinto, que estavam tão bons e uns ouriços com pasta doce de castanha que eram de comer e pedir por mais, da Sweet Gourmet, entre muitas outras coisas boas que partilhei à mesa com os meus anfitriões e os restantes convidados do evento.


Nesta feira tive a possibilidade de assitir a vários showcookings, apresentados e moderados pela Fátima Moura. O desafio colocado aos chefs que visitaram o evento foi confeccionarem pratos onde privilegiassem os produtos da região, desde a caça, a pesca, os enchidos e as castanhas.

A primeira apresentação a que assisti foi à do chef Hélio Loureiro, do restaurante do Hotel Porto Palácio, que nos surpreendeu com filetes de truta servidos com compota de cebola roxa, broa de milho frita e tomate-cereja salteado, e veado com marmelos salteados com maçã, puré de batata-doce com castanhas. O chef Hélio Loureiro é um filho da terra e partilhou com a audiência algumas das suas lembranças à volta da comida desta região, desde a memória do pão, dos folares, do presunto, dos enchidos e da boa carne.


O chef José Cordeiro, do restaurante Feitoria, fez duas apresentações no sábado, e ao seu lado esteve o chef Paulo Abreu, da Casa da Lavandeira. Numa delas cozinhou lebre em vinho tinto com cuscos. No final da sua apresentação dedicou este prato a Bragança, na qual tem parte das suas raízes. O segundo prato foi azedo com molho de pimento vermelho e grelos. O chef Cordeiro conquistou a audiência com as suas apresentações.


O chef Pedro Sequeira, do Hotel Intercontinental do Porto, apresentou-nos truta arco-íris marinada e fumada com casca de castanha, com puré de tupinambo ou alcachofra de Jerusalém e com beterraba. O chef finalizou o prato com alho-francês frito, crocante. Remeteu a apresentação deste prato para as suas memórias de infância que viveu na Lousã. Desde a pesca no rio, até ao fumo do peixe grelhado.


Para além destas apresentações, este ano a organização decidiu trazer ao evento o chef Luís Barradas para um workshop e duas apresentações de sushi com peixe do rio (achigã, truta, carpa, lúcio e barbo) e outros produtos locais tais como a castanha, o dióspiro, a nabiça e o azeite. Quando comemos sushi uma das coisas que nos passa logo pela cabeça é a qualidade e a frescura do peixe. Ali, não havia qualquer dúvida. O peixe chegava vivo às mãos do chef. Quando vi e tive a possibilidade de tirar alguns dos peixes da rede de pesca, só pensei, isto é mesmo único e especial. Uma das coisas que adorei feitas pelo Luís foi o sushi com couve penca em vez da tradicional alga. Nunca tinha experimentado, mas fica muito bom.


Ainda neste fim-de-semana assisti ao lançamento do livro Comeres Bragançanos e Transmontanos de Armando Fernandes que já entrou na minha lista de leituras. Sinto uma curiosidade imensa em saber mais sobre as nossas tradições e este livro vai por certo dar-me uma grande ajuda.


Ao visitar o evento fiquei surpreendida com o número de expositores, alguns vindos do outro lado da fronteira e que me deram a conhecer, por exemplo, chouriço de cavalo, entre outros tipos variados de enchidos e produtos fumados à base de carne. Foi curioso ver quanta coisa boa se produz na região de Trás-os-Montes, desde os enchidos, os azeites, as castanhas, as compotas, os frutos secos, o pão, os doces e o vinho. De Bragança trouxe a vontade de experimentar vários produtos da região na minha cozinha. Um desses produtos foi os cuscos, o outro será o azedo e quem sabe se consigo fazer butelo com cascas.

Bragança é uma terra de coisas boas a que por certo espero (tenho que) voltar.

12 comentários:

  1. Este ano não pude ir e só agora é que vi o que perdi.
    Como Brigantina, que sou, fico muito feliz por teres gostado e teres sido muito bem recebida.
    Aguardamos a tua próxima visita.
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sandra,
      foi a primeira vez que fui a este evento e adorei a dinâmica. Haviam várias iniciativas a decorrer ao mesmo tempo, ligadas à caça e à pesca. E dentro do pavilhão também. Para não falar da boa comida e da hospitalidade dos brigantinos.
      Fiquei com vontade de voltar a Bragança.

      Um beijinho.

      Eliminar
  2. E eu tive o prazer de participar no showcooking de sushi :-) e conheci a Isabel pessoalmente :-) foi óptimo :-)Volte sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cristina,
      adorei conhecê-la. E o workshop correu muito bem. Fazer sushi em Bragança foi um sucesso.

      Um beijinho grande.

      Eliminar
  3. Isso é que é um fim de semana delicioso!! Grande evento e fotos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Diogo,
      foi mesmo. Eu adorei estar em Bragança.

      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Boa noite....

    Passei para conhecer melhor o teu cantinho e gostei tanto, tanto....

    Já sou tua seguidora...e vou passar sempre que hajam novidades por aqui...se quiseres ser minha seguidora também, ficarei muito feliz e será uma maneira de nos mantermos sempre actualizadas!! :D

    Espero que tenhas muito sucesso..

    Tudo de bom e até breve....

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Que fim de semana Fantástico!

    ResponderEliminar
  6. Fico feliz que tenha gostado de Traz os Montes. Eu sou de Mirandela e conheço bem Bragança e os seus costumes. Sabia que iria ser bem recebida, pois nós os Transmontanos gostamos de receber bem.
    Adorei as fotos.
    Devo dizer-lhe que butelo com cascas é mesmo muito bom.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Receitas de Sedução,
      muito obrigada. Foi um fim-de-semana muito especial.
      Gostei mesmo muito.

      Um beijinho.

      Eliminar