segunda-feira, 5 de Janeiro de 2009

Arroz de polvo com vinho tinto


2009 começou com o tempo típico de Inverno. Chuva, dias cinzentos e pouco convidativos a passeios na minha opinião. Portanto, estes últimos dias de férias foram vividos praticamente em casa. Tenho visto alguns filmes e séries, e procurado descansar, principalmente. Ontem, foi o primeiro dia do ano em que cozinhei. Entre almoços com a família, amigos e acabar as sobras que ainda existiam da passagem de ano, não tive que cozinhar nestes primeiros dias de 2009.

Como primeiro prato de 2009, resolvi confeccionar um arroz de polvo.


Ingredientes:
1 polvo congelado (aproximadamente 1 kg)
1 cebola com casca
1 dl de azeite
2 dentes de alho
1 cebola picada
2 tomates maduros (usei tomate congelado)
300 g de arroz para risotto
1 dl de vinho tinto
1 l do caldo de cozedura do polvo
2 colheres de sopa de coentros picados
Sal e pimenta-preta q.b.


1. Cozer o polvo, previamente descongelado, em água e uma cebola com casca.

2. Depois do polvo cozido, começar a preparar o arroz. Num tacho colocar 1 dl de azeite e os dentes de alho picados. Levar ao lume e deixar frigir um pouco. De seguida, adicionar a cebola picada e deixar cozinhar até a cebola estar macia. Adicionar os tomates pelados e cortados em pequenos pedaços. Deixar refogar um pouco.

3. Juntar o arroz. Temperar com sal e pimenta a gosto. Mexer e adicionar o vinho tinto em duas vezes, mexendo.

4. Colocar o fogão em lume brando e ir adicionando o caldo da cozedura do polvo, que deverá estar quente, aos poucos e poucos e ir mexendo o arroz para não pegar.

5. Antes de o arroz estar completamente cozido, acrescentar o polvo cozido cortado em pequenos pedaços. Acrescentar mais um pouco de caldo e deixar acabar de cozinhar.

6. Depois do arroz cozido, adicionar coentros picados e servir de imediato.


Quando cozo polvo tenho sempre algum receio que fique duro, mas existem alguns truques que costumo adoptar e têm resultado. Utilizo polvo congelado, uma cebola que pode ser com casca ou sem casca. Eu prefiro cozer com casca pois intensifica a cor do caldo. Não coloco sal enquanto o polvo coze. Fica tenrinho. Maravilhoso.

Utilizei arroz para risotto, mas este prato pode também ser confeccionado com o nosso arroz carolino.

20 comentários:

  1. Já que se falou em truques para cozer polvo, aqui fica o modo galego, muitas vezes testado e comprovado:
    Bater o polvo ou congelá-lo e descongelá-lo. Introduzi-lo pendurado pelo capelo em água a ferver (com ou sem a cebola) 3 vezes, esperando entre cada introdução que a água retome fervura. Deixar cozer por, exactamente, 40 minutos. Menos fica duro, mais volta a ficar duro e tem de cozer uma eternidade para amolecer outra vez.

    Ah! E não podia estar mais de acordo com a dica do arroz Carolino para fazer risottos: apesar das difamações que por aí se ouvem, se for feito com o cuidado que qualquer risotto exige, comporta-se à altura dos melhores na questão "cozedura" e, claro, ultrapassa-os em sabor.

    Bom Ano

    ResponderEliminar
  2. LPontes,

    obrigado pelas dicas. Tenho que experimentar esse método galego.

    ResponderEliminar
  3. Está maravilhoso!Quanto aos truques cada pessoa tem o seu...no meu caso coloco um bocadinho de cortiça virgem quando coloco o polvo a cozer muitas vezes até se desfaz.Um beijinho...

    ResponderEliminar
  4. Arroz de polvo é sem dúvida dos meus pratos favoritos. Como no Natal faço sempre polvo cozido, os restos do bicho e a água de cozedura têm fim certo!

    Também uso o truque da congelação, pois evita ter de se bater o polvo. Nunca usei o truque da rolha de cortiça, referido pela Natércia, mas o meu pai ensinou-mo.

    E tens toda a razão em relação ao sal: não se deve colocar durante a cozedura, pois contribui para enrijecer o polvo.

    Quanto à cebola, pelo que sei é sobretudo para verificar o ponto de cozedura do polvo, pois diz-se que, quando a cebola está cozida, o polvo também.

    bjs

    ResponderEliminar
  5. Está lindo o teu rissoto. E vem mesmo a calhar pratos desses nesta altura, adoro polvo, pode ser de qualquer maneira. Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Hummm este risoto está divinal...

    ResponderEliminar
  7. Adoro polvo mas já não como há muito tempo. Cá em casa há quem tenha problemas de colesterol e o polvo não é das melhores coisas para isso :)
    Mas é muito bom!

    ResponderEliminar
  8. que lindo que ficou o teu arroz de polvo divinal mesmo

    ResponderEliminar
  9. Nunca fiz Risoto, mas parece que está "na moda"! Por isso já comprei uma embalagenzita, mas como ouvi dizer que tem de ser cozinhado mexendo sempre e com cuidados que nem imagino quais, está guardadito na despensa à espera de vez!!! Mas com esta sua receita acho que já tem os dias contados...e não parece assim tão difícil.Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
  10. Eu não gosto de polvo, mas esse rissoto está lindo :)

    ResponderEliminar
  11. Já dei por mim a espreitar a foto aqui mais abaixo do peru...
    Cozer polvo é ainda, para mim, um verdadeiro mistério, mas o seu está divino neste risotto colorido...
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Boa noite!
    Truque infalivel...sem rolha,sem bater, sem cebola, ou congela descongela!
    Cortar as pontas de cada uma das pernas do polvo, só uma pontinha, aquela que encaracola.Permite que ao cozer a água entre efectivamente dentro do polvo e o vá cozendo de dentro para fora.

    ResponderEliminar
  13. Passei para conhecer o blog e fiquei deliciada...
    Tens tanta coisa boa por aqui!!
    Vou colocar o link nos meus favoritos para não perder pitada :)

    Obrigada pela partilha de tanta papinha boa! Boa semana e um bom ano para ti

    ResponderEliminar
  14. Que maravilha de receita!!! Muitos parabéns... pela receita e pelo blogue em si!

    ResponderEliminar
  15. Maria João,

    obrigada. Desconhecia esse truque para cozer o polvo.

    ResponderEliminar
  16. Sou uma apaixonada por polvo! Nunca me lembrei de o fazer com risoto, mas ahora já não há desculpa :)

    ResponderEliminar
  17. Um arrozinho de polvo é sempre bem vindo!! ;)

    ResponderEliminar
  18. Começar o ano assim com o pé direito faz muito bem!!! Parabens pela receita! Publiquei ela com os devidos créditos no meu blog: http://chefdeboracordeiro.blogspot.com/2009/01/banquete-para-os-olhos.html

    ResponderEliminar
  19. nao diz os tempos que deveria estar a cozer nao gostei

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Anónimo,

      para cozer o polvo aconselho usar polvo congelado e sem o descongelar, colocá-lo numa panela. Não adicionar água. Tapar a panela e levar ao lume baixo durante 45 minutos. O tempo de cozedura do arroz é aproximadamente 20 minutos. Bons cozinhados.

      Eliminar