Próximos Workshops
Lisboa 4 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h00 - 13h00      Doces Tradicionais de Natal
Inscrições: escola@istofaz-se.pt   218 078 640 IstoFaz-se
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Doce de ameixa branca com vinho da Madeira


Quem tem uma horta ou um pequeno quintal sabe que quando chega a altura das colheitas, os frutos e os legumes não esperam. Assim que estão prontos têm que ser retirados da terra ou das árvores e receber destino. Nestas alturas é importante saber gerir a abundância. Usar e abusar do que a horta nos vai dando, congelar para mais tarde utilizar, são as alternativas mais imediatas.

Eu tenho a sorte de ter uns pais que têm um quintal onde produzem muitas coisas boas com que me vou deliciando ao longo do ano. No Outono e Inverno, chegam-me as couves, coração de boi e lombarda, as abóboras - a maior da colheita é sempre guardada para os fritos de Natal, os dióspiros e os marmelos. Ingredientes que me fazem pensar em pratos quentes e cheios de sabor. As sopas com feijão seco cozido, abóbora aos pedaços e umas folhas de couve cortadas, até nos aquecem a alma. Na Primavera, não têm faltado as favas e as ervilhas que tanto adoro, e que sabem ainda melhor quando posso acompanhar a minha mãe no dia em que as vai colher. No Verão, temos as curgetes e as suas flores, o tomate, os figos pingo de mel, as beldroegas que crescem no fresco junto aos feijoeiros, e as ameixas. Vermelhas e brancas, são tão boas. Doces.

Numa das idas a Santarém durante o mês de Agosto trouxe uma caixa cheia de ameixas lindas. E quando a fruta nos chega em abundância existem várias sugestões para lhe darmos destino, desde sumos, batidos e saladas. Mas a alternativa que tem atravessado gerações é transformar a fruta em doce. Cá por casa a altura do ano para fazer doces e compotas é sem dúvida o Verão em que a fruta nos chega madura e perfumada. Parte das ameixas foram para uma panela com açúcar, mel e vinho. O resultado ficou irresistível.

Doce de ameixa branca com vinho da Madeira

Ingredientes:
1,500 kg de polpa de ameixa branca (aprox. 2,100 kg de ameixas)
1,250 kg de açúcar
200 g de mel
1,5 dl de vinho da Madeira


1. Colocar todos os ingredientes numa panela e levar ao lume até atingir o ponto de estrada.

2. Guardar ainda quente em frascos.


Adoro comer doce com pão ao pequeno-almoço ou então, a meio da tarde, num lanche com direito a chá.

8 comentários :

  1. Hummm... com vinho da Madeira e mel deve ter ficado delicioso!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pimentinha,

      fica irresistível. Cá em casa adorámos o resultado final.
      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Estou cheia de inveja é das couves e da abóbora, aiai!!
    http://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Adoro compotas, ficou com ótimo aspeto.
    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conceição,
      obrigada. Este ano tenho tentado aproveitar a fruta da estação para fazer doces.
      Ainda quero fazer doce de melão e tomate.
      Um beijinho.

      Eliminar
  4. Também ando por aqui de volta de compotas. Sabe tão bem armazenar os sabores do verão dentro de um frasco. Temos de saber aproveitar. O teu doce de ameixa ficou com uma cor linda.
    beijinhos
    Patrícia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Patrícia,
      este ano tentei aproveitar a fruta para compotas. Hoje fiz de melão e tomate.
      Um beijinho.

      Eliminar