quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

Pernas de pato com tomilho e mostarda


Cá em casa, como em muitas outras casas em que à mesa só se sentam dois, um pato é dividido por pelo menos três refeições. Cozinho separadamente os peitos, as pernas e por fim, o que resta ainda vai parar à panela para fazer um caldo para um delicioso arroz, a que junto a carne desfiada, um chouriço, e umas folhas de couve lombarda. Rentabilizo e acabamos por diversificar o modo como consumimos a carne desta ave. Hoje, deixo-vos o modo como cozinhei as pernas do último pato que entrou na minha cozinha.


Ingredientes:
2 pernas de pato
1 colher de sopa de folhas de tomilho frescas
sal e pimenta q.b.
1 colher de sopa de mostarda Dijon
12 batatinhas para assar
2 cenouras
1,5dl de caldo de carne
3 colheres de sopa de azeite


1. Temperar as pernas de pato com sal, pimenta e as folhas de tomilho. Barrar com a mostarda.

2. Colocar as pernas de pato num tabuleiro de forno. Em volta dispor as batatas e as cenouras cortadas.Temperar os legumes com uma pitada de sal a gosto.

3. Regar o preparado com o caldo de carne e por fim o azeite.

4. Levar ao forno a assar a 190ºC durante 50 minutos.


Acompanhar o assado com uma salada de verdes.

Espero que gostem!

12 comentários:

  1. bem gostoso com o toque final da mostarda ficou de certeza muito bom :)
    Beijocas
    Paula

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Costumava comprar pequenos pedaços de pato no Hiper aqui da zona. Nunca me arrisquei a comprar o bicharoco todo, mas depois de ler o teu post, decidi incluir na lista da próxima ida ao mercado!
    Beijinho e resto de boa semana!

    ResponderEliminar
  3. ca em casa todos gostamos muito de pato, e sao muitas as vezes que me dizem aiii tens de fazer um arroz de pato e ... acabo por so o cozinhar assim, esta tua receita parece-me bem saborosa e vou ja colocar na minha lista dos proximos pratos, obrigado pela receitinha.
    umm grande beijinho
    Maguinha
    amorentrereceitas.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Que sugestão fantástica. Cá em casa somos dois e sempre que compro uma peça faço da mesma forma...separo tudo e cada parte terá o seu fim. Rende bastante.

    ResponderEliminar
  5. Uma forma mais racional e económica de comprar e confeccionar o pato. Gostei do teu "esquema de ataque". Que te proporciona 3 óptimas e variadas refeições.
    Um beijo
    Babettte

    ResponderEliminar
  6. Seu prato ficou lindo, a cor ficou de dar gosto.
    Bjo

    ResponderEliminar
  7. Mt. bom!!! tmb. cozinho para mim e marido:) gostei muito do prato, parabéns

    ResponderEliminar
  8. ESSA PERNA DE PATO FICOU UMA DELICIA E COM SABOR A MOSTARDA AGRADA-ME .
    BJS

    ResponderEliminar
  9. Maravilha.. há que saber inovar para n aborrecer.. os dias por vezes já são tão chatos! boa dica e bonitas fotos como semkpre

    ResponderEliminar
  10. Aqui em casa somos também só dois, e eu não como carne! Compreendo teu plano de ataque, é o mesmo que faço aqui, o frango, n gosto de cozinhar pato, começa assado no forno e acaba em arroz,(o meu marido desde que comeu arroz de pato em Portugal numca mais quis outra coisa) ou salada com maçãs!
    Gostei muito da combinação de tomilho e mostarda, vou ver se adapto ao franguito.

    bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  11. Também somos 2, e na maior parte das vezes também faço isso!! Pernas de pato deliciosas!

    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Paula,
    a mostarda dá-lhe um sabor especial. Também fica muito bom com frango.

    Retrato a Sépia,
    fica mais barato e cozinhamo-lo com queremos. Tirar os peitos e as pernas não custa nada. Experimenta.

    Maguinha,
    se experimentares, depois diz como correu.

    Cozinha Tricolor,
    sim, também tenho a mesma sensação. Com um pato, fazemos pelo menos três refeições diferentes.

    Babette,
    como somos apenas dois, é uma forma de rentabilizar.

    Fê e Ramona,
    muito obrigada.

    São,
    a mostarda dá-lhe um toque especial. Também fica muito bem com frango.

    Marmita,
    muito obrigada.

    Ana,
    com o frango também resulta bem. Como eu compreendo o teu marido. O nosso arroz de pato é tão bom! :)

    Sandra,
    dividindo o pato, rentabilizamos e acabamos por usá-lo de diferentes formas.

    Um beijinho e votos de bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar