Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Ida às vindimas e o que fazer quando nos sobra grão cozido?


Já há algum tempo que gostava de ir a uma vindima. Eu que cresci no campo, cheguei a acompanhar de perto esta azáfama e confesso que já tinha saudades. Por isso quando recebi o convite para participar nas vindimas da Quinta do Gradil aceitei com entusiasmo. No passado sábado rumei para os lados do Cadaval e fui vindimar, juntamente com muitos outros convidados, alguns dos quais bloggers amigos. A casta vindimada foi tannat e confesso que não me saí muito mal. Enchi o meu cesto num instante. Quando se aprende a vindimar nunca mais se esquece, é como andar de bicicleta. E dá algum prazer retirar das cepas os cachos de uvas e saber que estamos a contribuir para a produção de um vinho, processo com séculos de existência.


O dia estava particularmente quente, por isso soube muito bem terminar a tarefa e ter o prazer de ir provar alguns dos vinhos produzidos pela Quinta do Gradil num almoço farto, com direito a porco assado no espeto, que adoro.

Dos vinhos produzidos pela quinta tive a oportunidade de provar os brancos Verdelho 2012, Viosinho 2012 e um destacado Arinto & Sauvignon Blanc 2011 e os tintos Touriga & Tannat 2012 (vindimado numa iniciativa semelhante no ano passado) e um superlativo Cabernet Sauvignon & Tinta Roriz 2010. Ainda consegui degustar uma muito interessante aguardente com mais de 40 anos. O almoço foi ao ar livre, com uma vista fabulosa para os vinhedos que rodeiam a quinta. Claro que a seguir ao almoço, e depois de tanto vinho bom provado, só me apetecia dormir a sesta.

E o fim das vindimas coincide com a chegada do Outono. As primeiras chuvas, o céu cinzento carregado de nuvens, o tempo fresco a pedir a mudança de guarda-roupa, são sinais de que temos mudança de estação. E com o Outono vem também a vontade de ter na mesa pratos quentes. A sugestão de hoje é uma ideia para aproveitar sobras de grão cozido que fiz para a edição de Maio de 2013 da revista Saber Viver inserida num artigo de aproveitamentos.


Sopa de grão com espinafres

Ingredientes:
525 g de grão cozido
1 dl de azeite
1 cebola
3 dentes de alho
125 g de folhas de espinafres
1 l de água ou caldo de legumes quente
Sal q.b.


1. Com um garfo esmagar grosseiramente o grão. Reservar.

2. Levar o azeite ao lume com a cebola picada e os dentes de alho. Deixar refogar até a cebola estar transparente.

3. Acrescentar a água ou caldo de legumes e o grão cozido e desfeito. Deixar ferver 3 a 4 minutos.

4. Juntar as folhas de espinafres e temperar com sal a gosto.


Bem-vindo Outono!

3 comentários :

  1. Que boa sopinha querida! Adoro mesmo. Beijokas e desculpa não passar mais vezes a visitar-te :)

    ResponderEliminar
  2. Imagens lindasssss

    a sopa então nem se fala, neste tempo vem mesmo a calhar

    ResponderEliminar
  3. Que maravilha!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar