Próximos Workshops
Lisboa 8 de Dezembro de 2016
5a-feira:
17h00 - 18h00      Entradas e Petiscos para a Ceia de Natal na loja Maria Granel
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP
Lisboa 11 de Dezembro de 2016
Domingo:
10h30 - 11h30      Pequeno-almoço no dia de Natal na loja Maria Granel

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Pastéis de carne com alho-francês


No mundo da cozinha uma das questões que me deixa curiosa é como é que os chefs chegam ao empratamento de um prato. Onde vão buscar a inspiração para dispor os vários elementos de forma apelativa? A primeira coisa que vemos assim que recebemos um prato num restaurante, é a apresentação. Se está bonito, surpreendente, temos ainda mais prazer em desfrutá-lo. A comida, para além da sua função de sobrevivência, está também associada ao prazer de nos deliciarmos a saborear um bom cozinhado e se tiver boa apresentação, ainda melhor.

Esta semana tive a oportunidade de ver o chef Nuno Barros da 1300 Taberna a falar sobre a importância dos empratamentos, numa acção organizada pela AEG. O chef realçou a importância da utilização de diferentes cores e texturas no prato. Mostrou-nos alguns dos produtos que costuma usar para dar uma outra vida aos seus petiscos, como por exemplo o azeite de ervas, purés, pasta de azeitona, crocante de chouriço, micro vegetais, entre outros. O importante é marcar a diferença e surpreender da parte do restaurante, o cliente.


Deixo-vos, hoje, uma sugestão que apresentei na edição de Agosto de 2013 da revista Saber Viver e que pode fazer parte de uma refeição ou em alternativa pode servir como petisco quando recebemos amigos. Confesso que cá por casa, da última vez que os fiz, desapareceram enquanto o diabo esfregava um olho!

Ingredientes:
280 g de massa fina congelada cortada em discos
250 g de carne de porco picada
25 g de linguiça
0,5 dl de azeite
70 g de cebola
2 dentes de alho
1 folha de louro
50 g de alho-francês sem rama
15 g de coentros
Sal e pimenta-preta q.b.
1 ovo batido para pincelar


1. Refogar em azeite, numa frigideira, a cebola e os dentes de alho picados. Adicionar a folha de louro e a linguiça cortada em pequenos cubos.

2. Juntar ao preparado o alho-francês cortado às rodelas e a carne picada. Temperar com sal e pimenta preta a gosto. Deixar cozinhar.

3. Ao retirar do lume adicionar os coentros picados.

4. Rechear a massa com a carne. Pincelar as bordas da massa com um pouco de água e de seguida dobrá-la. Com um garfo pressionar para fechar os pastéis.

5. Pincelar os pastéis com ovo batido.

6. Levar os pastéis num tabuleiro forrado com papel vegetal ao forno pré-aquecido a 200ºC durante 18 minutos.

10 comentários :

  1. Que bom! Uns pastelinhos assim são sempre bem vindos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ondina,
      cá em casa adorámos.
      Um beijinho

      Eliminar
  2. Adoro este tipo de pastéis! Que maravilha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cozinhar sem Lectose,
      eu adoro este tipo de pastéis e ter a massa já pronta a usar ajuda imenso.
      Um beijinho

      Eliminar
  3. Gosto tanto de empadas, pasteis e outros que tais ;) Ficaram lindos. O empratamento quase que é aspecto secundário ;)
    Babetet

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Babette,

      cá em casa adorámos estes pastéis.
      Um beijinho

      Eliminar
  4. Por onde começar, talvez pela parte de limpar a baba ;)
    http://asreceitasdoselminho.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As receitas do Selminho,

      obrigada.
      Um beijinho

      Eliminar
  5. Que tipo de massa é que usa?Obrigado

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá,
      usei massa congelada já cortada da Buitoni, com uma embalagem verde. Encontra-se facilmente nos supermercados.
      Um beijinho.

      Eliminar