10h30 - 13h00      Conservas Portuguesas na Ementa
 
15h00 - 17h30      Doçaria Tradicional Portuguesa
Inscrições limitadas   work@sott.pt   91 700 1802 espaço WORK IT

terça-feira, 27 de Dezembro de 2011

As histórias de 2011 e uma receita de salame de chocolate


Os últimos dias do ano, são para mim, uma altura de reflexão. De balanço. Gosto de pegar na minha agenda e passar por todos os dias do ano e ver o que fiz e o que ficou por fazer. Faço isto uma vez, duas e três vezes.

A agenda é um objeto que me acompanha todos os dias do ano. Ali escrevo pensamentos, desejos, vontades, intenções, listas e mais listas (de livros, de filmes, de tarefas a realizar...) e vou sempre tomando nota de algumas das coisas que faço, um espetáculo, um almoço com amigos, etc. A agenda foi uma forma que encontrei para me organizar.

No início de 2011 fiz uma lista de desejos que procurei realizar durante o ano. Os desejos são um conjunto de intenções e não de obrigações. Por isso, uns foram realizados, outros ainda não. Mas, hoje no meu balanço gostaria de vos falar de algo que no início do ano não pensei em fazer e que se veio a concretizar.

Para mim, 2011 revelou-se ser um ano de histórias. Foi o ano em que mais histórias escrevi. Algo que tinha dentro de mim, mas que ainda não tinha visto a luz do dia. Sempre gostei de escrever. Há uns bons anos atrás participei numa antologia poética, mas o trabalho foi-se sobrepondo à vontade de escrever e esta foi ficando para trás. Agora que comecei, gostava de continuar. Espero conseguir.

Sempre que começo a escrever, lembro-me do escritor argentino Jorge Luís Borges, que dizia que uma das razões por que escrevia era para descobrir como terminava a história. Identifico-me imenso com esta ideia. Para mim, é isso mesmo. Dá-me uma enorme satisfação descobrir que caminho e que fim vou dar a uma frase que aparece na minha cabeça vinda não sei de onde, a uma ideia, que entretanto começa a ganhar vida, a caminhar na folha de papel. Escrevo para saber que caminho as palavras, as ideias irão ter. E digo-vos, isto é algo que se tem revelado viciante.

As histórias que marcaram 2011, por ordem cronológica, foram:

- Uma história para o dia da Criança;

- O que leva afinal, na cesta, o Capuchinho Vermelho?;

- Uma história com sabor a praia e mar e um arroz de goraz;

- Luísa e a receita de besugo assado;

- Pastéis de nata e os sabores de Lisboa;

- Bacalhau à Brás e os sabores de Lisboa;

- Uma dose de Magia - história com uma receita de creme de abóbora e chocolate. Com esta publicação participei no desafio lançado pelo blogue Gourmets Amadores e fui uma das contempladas com o livro Picante. O que me deixou muito contente. Uma excelente maneira de fechar o ano.

Em 2012, gostaria de continuar a viagem pelos sabores de Lisboa através das memórias de um personagem. As memórias surgem sempre relacionadas com a cidade e com os seus sabores. Comecei com os pastéis de nata, passei para o Bacalhau à Brás e gostaria ainda, pelo menos, de falar dos peixinhos da horta e da ginjinha.

Mas enquanto, não dou gosto à escrita, deixo-vos um sabor doce, que me traz à memória algumas histórias da minha infância. Salame de chocolate, mas com amêndoa e vinho do Porto. A receita foi adaptada da revista Saberes & Sabores, nº190, de Dezembro de 2009.


Ingredientes:
300g de bolacha Maria
200g de chocolate negro
100g de manteiga sem sal
0,5dl de vinho do Porto
50g de amêndoa ralada


1. Ralar finamente 200g de bolachas e esmagar grosseiramente as restantes.

2. Partir o chocolate em quadrados. Adicionar a manteiga. Derreter em banho-maria.

3. Juntar o vinho do Porto ao chocolate derretido.

4. Numa taça juntar a bolacha ralada, as bolachas partidas, a amêndoa ralada e o chocolate derretido com o vinho do Porto. Misturar muito bem.

5. Colocar o preparado numa ou em duas folhas de alumínio. Moldar um rolo, fechar com o papel de alumínio e apertar muito bem. Guardar no frigorífico.


Para saborear de preferência com uma história ao lado.

17 comentários:

  1. Também gosto muito de escrever. Tivesse eu mais tempo livre e com certeza me dedicaria a isso. Adoro as histórias, os caminhos percorridos, os destinos de cada personagem. Sendo que tudo se desenvolve de forma que eu, que escrevo, vou tendo a mesma supresa que teria se apenas fosse leitora. Durante muito tempo tive um blogue onde escrevia pequenas histórias cujo mote era dado por uma fotografia (outra coisa que adoro). E por vezes, a fotografia originava uma história que, parecendo não estar relacionada, tinho tudo a ver. Fechei o blogue mas guardei as histórias. Umas felizes, outras nem tanto, como a própria vida.

    Salame de chocolate lembra-me a minha avó. E as suas histórias :)

    ResponderEliminar
  2. Gosto sempre de visitar o seu blogue, também gosto muito de escrever e tenho uma lista de desejos para o novo ano.
    Desejo-te boa continuação e saudé, um grande abraço:)

    ResponderEliminar
  3. Laranjinha, espero que a aventura pela escrita continue, para que nos possamos continuar a deliciar com as receitas, as imagens e as palavras maravilhosas que encontramos neste teu cantinho. Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Concordo com você com o amor da escrita. Agora eu tenho a sorte de me ter na cozinha e apaixonada como você em todos os pratos que eu vejo uma foto pequena ou história.
    Espero que 2012 vai trazer a felicidade a todos!

    ResponderEliminar
  5. Laranjinha,
    o final do ano tem esse aspecto bom que é o fazermos o balanço dos meses que passaram. Já o ano novo tem a frescura necessária para ganharmos fôlego e traçarmos objectivos ou intenções que nos guiem durante esse período.
    Espero que o balanço do ano que se inicia seja francamente positivo e que consigas realizar todas as intenções que a caneta e o papel te indicarem agora.
    Por mim, fico à espera de mais histórias com sabores dentro e relatos de viagens com imagens de boas experiências e excelentes percursos.
    Um feliz Ano Novo!
    Beijinhos,
    Paula

    ResponderEliminar
  6. Olá olá

    Ena! Olha que giro. Eu faço o salame com avelãs e whisky. Essa com vinho do porto tenho que experimentar. O sabor do alcool é mais suave .
    Adoro essas tuas histórias... e ELE é fã ;)
    "...desejos são um conjunto de intenções e não de obrigações..." Uff...Já estou mais descansada. Em 2012 temos trabalho de campo lá por terras do Rei da castanha, cogumelo e poleo...
    Um beijinho

    A Comadre

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto muito das tuas histórias e gostava de dar uso às agendas como tu, mas apenas as consigo usar nos primeiros dias do ano, depois o tempo passa e esqueço de as usar :(
    Este ano também vou fazer uma lista de desejos, porque tal como tu dizes e muito bem, os desejos são um conjunto de intenções e não de obrigações. E eu tenho tantas coisas que gostava de fazer no próximo ano que se concretizar algumas já fico muito contente :)
    Um ano repleto de coisas boas :) beijinhos**

    ResponderEliminar
  8. uma óptima receita de salame, pois não leva ovos (a que eu tenho leva gemas). gostei e vou levar a receita comigo!

    ResponderEliminar
  9. Eu também tenho uma agenda que registo os momentos mais importantes e o que me chamou mais atenção. Tenho-as todas guardadas :) No final do ano também faço o balanço, manias! hehehe

    Fazia o salamé exactamente como tu quando era adolescente, boas recordações :)

    ResponderEliminar
  10. Identifico-me imenso com o que escreves. Também eu sou uma apaixonada pela escrita e poder conjugar duas paixões como a cozinha e a escrita é algo que me traz felicidade.
    E, sem dúvida, que um salame destes também ... :)

    ResponderEliminar
  11. Pois que o novo Ano traga muitas histórias ao Cinco Quarto de Laranja. E outras tantas receitas!
    Babette

    ResponderEliminar
  12. Adoro salame de chocolate...e com um toquezinho de vinho do porto, ainda melhor :)

    ResponderEliminar
  13. Adoro o teu bloga, as tuas historias, as tuas viagens.. é sempre uma delicia ler! Um bom 2012

    ResponderEliminar
  14. Gostei de todas as tuas estórias. A minha preferida foi a da Luisa e do besugo :) Continua a escrever, pois nós goatamos muito de ler-te:) beijinhos

    ResponderEliminar
  15. O salame traz-me memórias de infância. Sorrisos cúmplices entre mim e a minha mãe. O cá de casa por vezes também leva amêndoa e vinho do porto, fica delicioso e rico.
    Um beijinho e votos de felcidade e desejos cumpridos para 2012, cheio de aventuras culinárias.

    ResponderEliminar
  16. Ola',
    quando e' que o Ricardo leva esta receita para os colegas no trabalho?
    Ele fala fala que e' um cozinheiro exemplar etc bla bla, mas provar a obra nada... :).
    Carlos

    ResponderEliminar
  17. A minha esposa tem feito as suas sobremesas e ficam fantásticas.

    visaodonorte.blogspot.com

    ResponderEliminar