Próximos Workshops
Lisboa 10 de Dezembro de 2016
Sábado:
10h30 - 13h30      Receitas para a Mesa de Natal
 
 
14h30 - 17h30      Presentes de Natal
Inscrições: formacao@acpp.pt   21 362 2705 ACPP

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Showcooking em Marvão


O Alentejo lembra-me dias longos, rostos queimados pelo sol cheios de sorrisos felizes, casas caiadas de branco com barras de azul luminoso, campos de sobreiros e ovelhas a pastar. O Alentejo cheira a poejos, orégãos e a água fresca das ribeiras. No Alentejo, como escreveu Florbela Espanca, «Tudo é tranquilo, e casto, e sonhador ... / Olhando esta paisagem que é uma tela / De Deus, eu penso então: onde há pintor, / Onde há artista de saber profundo, / Que possa imaginar coisa mais bela, / Mais delicada e linda neste mundo?!»

No passado sábado rumei para o Alentejo. Estive em Portagem, Marvão, a cozinhar. O convite foi feito pela Terrius inserido numa série de eventos com o intuito de promover a cozinha do Alto Alentejo. Para mim foi muito bom voltar a estas terras alentejanas, onde em anos passados leccionei um curso na biblioteca de Portalegre que me deixou muito boas recordações.

A tarde esteve quente, mas não desmotivou a vinda das pessoas ao evento, realizado mesmo junto ao rio Sever e à praia fluvial, e de onde se avistava lá no alto as muralhas de Marvão.

Coube-me a mim, abrir o evento e escolhi fazê-lo com duas entradas. A primeira, tostas de pimento assado com sardinha de conserva e zestes de limão, e a segunda, ovos mexidos com cardos e chouriço. Os cardos foram uma novidade para mim, nunca tinha experimentado até ao momento de pensar e conceber as receitas a realizar com os produtos Terrius. Os cardos resultaram muito bem com os ovos mexidos. Achei que era uma entrada com um sabor a campo, dado não só por esta planta como pelos orégãos secos que usei. Descobri no livro Marvão, À Mesa com a Tradição, cujas autoras também estavam presentes nesta festa, que também se pode fazer sopa de cardos com feijão. A experimentar de certeza!


Depois da minha apresentação seguiram-se outras de vários chefs de restaurantes da região, em que mostraram as receitas boas que se podem fazer com os cogumelos e castanhas Terrius e com a excelente carne e enchidos da região.

Das apresentações destaco a do chef António Nobre, embaixador da Terrius, que nos presenteou com um delicioso caldo com cogumelos e grão, servido com queijo de Nisa. Caldo que fez sobressair de forma complexa e irresistível o sabor bom das diferentes variedades de cogumelos usados.


Fiz ainda um arroz de cogumelos senderilha, com tomate seco e lascas de queijo de Nisa. Ao ver o catálogo dos produtos Terrius descobri que encontramos uma grande variedade de cogumelos desidratados, desde senderilha, boletos, trompeta negra até ao morchella. É muito fácil usar cogumelos desidratados. Basta colocá-los em água morna ou fria durante 15 a 20 minutos e depois usar. A água deve ser utilizada na preparação da receita. Neste prato usei também farinha de boletos, o que ajudou a intensificar o sabor a cogumelos do meu arroz.

Fechei este evento, incluído na iniciativa Sabores do Alto Alentejo na sua Cozinha, com um bolo de farinha de castanha. Após ter demonstrado a receita, o público não se demoveu apesar da hora tardia a que o bolo acabou por ir para o forno. Aguardou pacientemente, entre muita conversa e risos. Só vos digo, que não sobraram vestígios de migalhas para contar a história. Eu fiquei muito contente por ver sorrisos de satisfação em todos os rostos de quem o provou. O bolo foi um verdadeiro sucesso.

Nesta minha visita ao Alentejo fiquei alojada na Quinta do Barrieiro. Um local mágico e tranquilo, com cheiros a alecrim, estevas e alfazema. Soube tão bem, chegar à noite e olhar para o céu estrelado do alpendre em frente ao nosso quarto, inspirar fundo e sentir apenas uma ligeira aragem a passar pelas folhas das árvores e um silêncio puro de tranquilidade. Os proprietários, são de uma simpatia enorme e fazem-nos sentir em casa. A quinta esconde ainda uma particularidade, à medida que a descobrimos, vamo-nos deparando com variadas esculturas de Maria Leal da Costa, que nos surpreendem e interpelam.


Muito obrigada à Terrius por esta oportunidade e pelo modo caloroso com que fui recebida.

6 comentários :

  1. Parabéns Isabel! Quem tem talento ... tem talento! Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Ai que delícia!!!
    Muito legal essa postagem.

    :D

    Abraços

    http://receitaesperta.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Olá...
    Adorei tudo :).... 5 ***** :)....
    Beijocas
    Leonor

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Que belo dia! cheio de sol e de alegria :)
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Ficou tudo com um ar delicioso... apetece mesmo.. :)
    beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  6. Que belos e deliciosos momentos partilhas Isabel, e estiveste a poucos minutos da minha terra Portalegre, é lindo Marvão, a Portagem, Castelo de Vide, enfim amo o meu Alentejo...
    E que pena não ter estado aí só para te ver de novo,

    beijinhos!

    ResponderEliminar