terça-feira, 24 de setembro de 2019

Como conservar os ovos?


Como conservar os ovos?
Esta é uma questão que me tem suscitado dúvidas. Em casa da minha mãe nunca se guardam os ovos no frigorífico. São colocados numa casa fresca, seca, e até com pouca luz. Por curiosidade, diga-se, que são os ovos que as galinhas que temos no quintal, vão pondo. Para terem uma noção da quantidade que se produz, há alturas em que queremos fazer um bolo, temos que os irmos guardando.

Desde que há uns anos me mudei para a casa onde hoje vivo, que verifico que a cozinha é muito quente. Por isso, passei a guardar os ovos no frigorífico. Sei que este é um produto sensível às variações de temperatura e decidi que ali estariam em melhores condições.

Há uns tempos atrás lancei esta questão num apontamento no Instagram do Cinco Quartos de Laranja e verifiquei que as respostas foram variadas, e que eu própria fiquei na dúvida, perante alguns dos argumentos apresentados.

O ovo é um ingrediente muito versátil. É usado tanto em pratos salgados como em doces, sendo por isso, um ingrediente indispensável nas nossas cozinhas.

O ovo é bastante nutritivo, e tanto a cor da gema como da casca não interfere nas suas qualidades. A cor da casca varia de acordo com a raça da galinha e a cor da gema está relacionada com o tipo de alimentação que é dada aos animais. Normalmente, galinhas criadas com milho ou com rações a que se adicionam corantes, a gema é mais amarela.

Como podemos avaliar a frescura do ovo?
De uma maneira geral, toda a gente já ouviu falar do teste do copo com água. O ovo está fresco se ao ser colocado num copo com água, este fica no fundo. Se boiar, é sinal que o devemos descartar. Os ovos velhos flutuam porque ganham volume, devido ao aumento do espaço da câmara-de-ar, entre a membrana interna e externa.

Este é um teste que podemos fazer em casa, agora quando estamos no supermercado que cuidados devemos ter?

Abrir a caixa dos ovos e verificar o seu estado, para evitarmos surpresas quando depois chegarmos a casa. A casca deve estar intacta, sem fissuras. A casca de um ovo novo é áspera e opaca.

Um hábito a adquirir: - partam os ovos primeiro para um recipiente, antes de os usarem. Assim, em caso de dúvida, podem decidir o que fazer.

Ao abrir um ovo conseguimos também perceber a sua frescura. Quanto mais fresco for, mais saliente é a gema e mais consistente é clara. Costumo dizer nos meus workshops que o segredo para um ovo escalfado perfeito é a sua frescura.

Conservar os ovos no frigorífico ou à temperatura ambiente? Como devemos proceder?
Ao comprarmos ovos a indicação da embalagem é que o consumidor os deve conservar no frigorífico? Como assim, se os compramos à temperatura ambiente? Parece incoerente.

Segundo o regulamento europeu que estabelece as regras de comercialização dos ovos, é referido no artigo 7, o seguinte: « Os ovos refrigerados deixados à temperatura ambiente podem cobrir-se de água condensada, favorecendo a proliferação de bactérias na casca e a sua provável penetração no ovo. Os ovos devem, por conseguinte, ser armazenados e transportados a temperatura constante e não devem, regra geral, ser refrigerados antes da venda ao consumidor final. ». De seguida, artigo 12 Marcação das embalagens, alínea F, é « (...) recomendando aos consumidores que, após a compra, conservem os ovos refrigerados ». E é esta indicação que encontramos nas caixas de ovos que trazemos das compras.

Apesar de não ser uma imposição, é uma recomendação a ter em conta, em termos de segurança alimentar, dado que em nossas casas o ambiente não é controlado e por isso, ocorrem mais variações de temperatura.

Ao conservarmos os ovos no frigorífico devemos tirá-los da caixa original e colocá-los, numa caixa própria, com a ponta mais fina virada para baixo. Colocá-los numa das prateleiras e não na porta do frigorífico. Ao utilizar, devemos retirar apenas os ovos de que necessitamos e respeitar a data de validade. As embalagens indicam uma data de durabilidade mínima, que não pode exceder os 28 dias depois de os ovos serem postos.

Os ovos só devem ser lavados na altura de os usarmos. A casca é purosa e ao lavarmos, destruímos a cutícula que protege da entrada de bactérias. Para que os ovos ao cozer não rachem, aconselha-se que estejam à temperatura ambiente, e que se junte vinagre à água antes de esta ferver.


Nos ovos para além da validade encontram-se outras informações. Podem ver na imagem o seguinte código 2PT3 - 140. O que significa? Este código funciona como o seu "cartão de cidadão".

O primeiro dígito inscrito revela o modo de criação das galinhas. Depois, temos duas letras que identificam o país de origem (neste caso PT = Portugal). Os últimos dígitos identificam o produtor ou a exploração.

Como identificar o sistema de criação das galinhas?
Quando o primeiro dígito for:

0 - Significa que os ovos são de produção biológica;
1 - Galinha criada ao ar livre;
2 – Ovo de galinha criada no solo;
3 - Ovos de galinhas criadas em gaiolas, que são os mais comuns.

Ao lerem o código, sabem exactamente o que estão a comprar.

Como são classificados os ovos?
Os ovos que encontramos à venda são da categoria A e são classificados em função do peso. Um ovo S, (small, pequeno) pesa menos de 53 g. Um ovo M (medium, médio) pesa entre 53 a 63 g. Um ovo L (large, grande) pesa entre 63 a 73 g. Os ovos XL (extra large, gigante) têm 73 g ou mais.

Há receitas em que o tamanho do ovo faz muita diferença!

6 comentários :

  1. Bom post hoje. Gostei muito e li tudo, pois também andámos lá em casa há uns tempos a falar sobre isto. Fiquei ainda mais esclarecida. Obrigada! Um beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Óptimo esclarecimento, obrigado pela partilha :)

    ResponderEliminar