domingo, 28 de Dezembro de 2008

A tradição ainda é o que era ...

O Natal é a festa da família. É juntarmo-nos em espírito de solidariedade e reunirmo-nos à volta da mesa. Natal é sinónimo de festa e de alegria.

No cardápio das tradições natalícias do dia 24 de Dezembro, a noite da consoada, consta, em várias regiões do nosso país, o bacalhau com couves e batatas. E tradição é tradição, foi o nosso prato na véspera de Natal.

Passei a noite da consoada em casa dos meus sogros. Enquanto acabava de fazer as últimas etiquetas para os presentes a colocar na árvore de Natal, na cozinha decorria a habitual azáfama desta altura.

Acrescentam-se dois fogões de campismo, lavam-se e preparam-se os legumes, contam-se os ovos e as postas de bacalhau para não faltar, colocam-se ao lume as panelas grandes sempre prontas para estes dias de festa, põe-se a jeito as travessas e os panos. As cozinheiras não param.



Ingredientes:
1 posta de bacalhau por pessoa
1 ovo por pessoa
couve portuguesa
brócolos (facultativo)
batatas com pele
cenouras e cabeças de nabo (facultativo)

1. Cozer as couves com o bacalhau previamente bem demolhado.

2. À parte cozer os ovos, as batatas com a casca, as cenouras e as cabeças de nabo, em água com um pouco de sal. Para que os brócolos fiquem inteirinhos cozê-los também à parte numa panela com água temperada de sal. Não tapar a panela para os brócolos ficarem bem verdes.

3. Assim que estiver cozido servir em travessas. Os ovos devem ser servidos descascados.


Ao servir os legumes podem embrulhá-los em panos brancos ou mesmo de cozinha. O pano ajuda, por um lado, a absorver a água, que os legumes ainda deitam mesmo depois de escorridos e, por outro lado, permite que os legumes não arrefeçam tão rapidamente.

Para temperar este prato costuma-se usar um molho de azeite e alho (levar ao lume azeite com dentes de alho cortados em rodelinhas, quando ferver retirar, juntar um pouco de vinagre e servir), mas nós optámos pelo galheteiro com o azeite e o vinagre.

Para sobremesa tivemos rabanadas, sonhos e fritos de abóbora. Depois do café, foi servida uma ginjinha.

À meia-noite, junto à lareira, começámos a abrir os presentes. Um a um. A ler as etiquetas e a tentar adivinhar o que se esconde nos embrulhos. A rir e a pensar que é bom viver estes momentos em família, e a desejar que para o ano seja no mínimo tão bom como este ano.

11 comentários:

  1. O nosso bacalhau também não pode falar ;)
    Bom ano

    ResponderEliminar
  2. tradicoes sao tradicoes... também cá em casa ;-) beijocas

    ResponderEliminar
  3. Aqui respeitamos a tradição. Mas cá não usamos ovos, bróculos ou nabos. Só mesmo o bacalhau, batata, couve e grelos. A acompanhar fazemos um molho cozido com cebola às rodelas mas no ano novo vou experimentar com olho também :)
    Feliz 2009!

    ResponderEliminar
  4. Cá em casa também se respeita a tradição. No entanto, há quem não goste de bacalhau cozido, e faz-se ou um bacalhau à braz ou à gomes de sá. Mas sempre bacalhau! A tradição continua a mesma. Beijinhos, adorei o post.

    ResponderEliminar
  5. A minha Consoada foi em casa da minha Mãe que já tem 92 anos muito bem conservados, graças a Deus.Com cinco dos meus nove irmãos e alguns dos muitos sobrinhos...A ementa foi muito semelhante à sua e o tempero também, acrescentando uma tacinha com alhos picados ( sem o grelo interior porque é indigesto).
    Gostei muito da dica dos panos para absorver o líquido dos vegetais. Nunca me tinha lembrado de tal coisa!
    Bjs. Bombom

    ResponderEliminar
  6. O bacalhau, as couves e batatas não podem faltar. Que delícia de consoada =)
    Feliz 2009, bjs

    ResponderEliminar
  7. Boas fotografias e melhores receitas.
    Boa passagem de ano.

    ResponderEliminar
  8. A Tradição, cá em casa - na cozinha da minha avó, aliás - dita que as mulheres da família se juntam para fazer filhoses de abóbora, receita da minha avó, típica da alceia onde nasceu, aqui na zona de Torres Vedras. Nessa tarde, esquecem-se tristezas, birras e zangas, e acabamos o ano em paz e alegria. Estamos cada vez melhores!
    Boas festas e mesa farta de comida, alegria e paz!

    ResponderEliminar
  9. Sim, a tradição ainda é o que era...cá no Porto juntamos os grelos ás couves...que são indispensáveis!!!
    este ano também fiz Polvo á lagareiro para os que não gostam de bacalhau.
    Dá tudo mto trabalho mas quando nos sentamos todos á mesa compensa todo trabalho.
    Desejos dum Ano 2009 cheio de saúde. felicidade, amor e dinheiro suficiente para pagarmos as nossas continhas....nada de excessos.
    Um beijinho especial para a Isabel!

    ResponderEliminar
  10. Venho desejar que o próximo ano seja repleto de coisas boas: saúde, amizade, amor, dinheiro, emprego, surpresas agradáveis e claro … postagens fantásticas! Feliz 2009

    ResponderEliminar
  11. Passei aqui para te desejar um belo 2009 cheio de novos sabores, cores e texturas!

    ResponderEliminar